E Marin escolheu o pior

E Marin escolheu o pior

No dia em que o técnico Mano Menezes caiu, sexta-feira passada, escrevi aqui no post “Pois é, agora só falta cair o Marin”:

“Temos muitos melhores do que Mano Menezes: Tite, Muricy, Abel, Luxemburgo e até o Felipão velho de guerra, que está desempregado”.

Agora não está mais: foi exatamente Felipão, entre os cinco o que está passando pelo pior momento, como informou o R7 nesta manhã de quarta-feira, o escolhido por José Maria Marin para o lugar de Mano.

Marin optou pela solução mais fácil, já que o técnico campeão do mundo na Copa do Japão/Coreia, em 2002, estava sem contrato depois de levar o Palmeiras para a segunda divisão.

Na verdade, Felipão não ganhou mais nada importante depois do penta com a seleção, faz dez anos. De lá para cá, só voltou a ser campeão do Uzbequistão pelo Bunyodkor, seu último time antes de voltar para o Palmeiras, onde ganhou a Copa do Brasil este ano.

Ao contrário do novo técnico da seleção, que está em fim de carreira e cada vez mais ranzinza, minha preferência seria por Tite, que levou o Corinthians a disputar o título mundial no Japão, ou Abel Braga, campeão brasileiro pelo Fluminense.

Já diziam os comentaristas mais antigos que futebol é fase e eles são os melhores do momento no futebol brasileiro, a sete meses do início da Copa das Confederações. Biografia não decide jogo e não paga as contas.

O problema é que Tite e Abelão acabaram de renovar contratos com seus clubes por salários entre 600 e 700 mil reais, e a CBF não costuma abrir seus cofres, pelo menos para pagar os técnicos.

Assim, Felipão saiu mais barato, com a vantagem de já ter o título de campeão do mundo, o que serve de defesa para os cartolas em caso de fracasso na Copa do Brasil.

Se Marin não escolheu o melhor técnico, acertou em cheio na indicação de Carlos Alberto Parreira, outro campeão mundial, em 1994, para coordenador da seleção.

O cordato Parreira pode fazer um bom contraponto à relação muitas vezes beligerante de Felipão, tanto com os seus jogadores como com a imprensa.

Andrés Sanchez fez muito barulho na saída, no seu estilo deixa que eu chuto, mas não vai fazer falta. Nesta função, o Parreira fica melhor. Andrés pode agora começar a preparar sua candidatura para o lugar de Marin.

Tomara que tudo dê certo. Podemos ser campeões com Felipão e Parreira em 2014? Claro que podemos, se a CBF de Marin e sua turma não atrapalharem e deixarem Neymar & e cia. em paz para voltarmos a jogar o melhor futebol do mundo.

Em tempo: me atrasei para publicar este texto depois de todo mundo porque estava no médico fazendo exames de rotina. Passei de ano.

 

 

18 thoughts on “E Marin escolheu o pior

  1. Sem pessimismo e cornetagem, Kotscho… Felipão era o nome, experiente em Copas, um vencedor nato, e a queda do Palmeiras, um time medíocre, não tem nada a ver com ele, pelo contrário; se o Palmeiras vai à Libertadores em 2013, é graças a ele. Melhor ainda foi a idéia de colocar Parreira na posição certa, a de Manager, o cara que, além de entender muito de futebol, deverá dar tranquilidade para que Felipão se concentre apenas no time. Marin é um trapalhão, será sempre um eterno aspone, fisicamente parece um espantalho, mas desta vez agiu corretamente. E um alerta… a Copa das Confederações deve servir como um teste final para a Copa. Lembrem-se que ganhamos as duas últimas e perdemos as Copas, que é o que interessa. Chega de achômetros, de achar que este ou aquele técnico seria o melhor e vamos fechar com esta Seleção de uma vez. Dá pra ganhar o hexa…

  2. Se formos analizar o curriculum de cada tecnico veremos que o melhor é Luis Felipe Escolari. Temos muitos tecnicos a altura de dirigir a seleção brasileira mas. O felipão tem uma qualidade especial. Quando ele foi precionado pela rede globo, os torcedores e até o presidente da republica para escalar o jogador Romario ele não dobrou os joelhos. Não escalou o Romario e. Ganhou a copa

  3. Amigo Ricardo, acho que nós são-paulinos da velha guarda que aprendemos a admirar Pedro Rocha, um craque, um gentleman, um ser humano exemplar, temos que nos mobilizar para que haja este jogo entre São Paulo e Penarol, pois ele, um monstro sagrado do futebol, que nos deu tantas alegrias, está precisando de nossa ajuda. Não sei o que poderíamos fazer, mas acho que um post, ou comentário seu, ajudaria a dar esse empurrãozinho que falta. O SPFC que sempre tem comportamento exemplar em relação à seus antigos ídolos, não pode deixar de prestar essa homenagem ao nosso querido Verdugo. Grande abraço, Ricardo.

    28/11/2012 – 06h00
    Peñarol se diz disposto a fazer amistoso com São Paulo para homenagear Pedro Rocha
    Renan Prates e Ricardo Espina
    Do UOL, em São Paulo

    Ídolo histórico do Peñarol e do São Paulo, Pedro Rocha sofre de atrofia do mesencéfalo prestes a completar 70 anos de vida. Seu filho Gonçalo pediu aos clubes uma homenagem em vida. Os torcedores do time uruguaio organizaram até um abaixo-assinado para que o jogo beneficente aconteça. No que depender dos dirigentes da equipe uruguaia, o amistoso entre os principais clubes em que Pedro atuou tem tudo para ser realizado.

    1. caro amigo bento,
      faço minhas as tuas palavras e um apelo aos dirigentes do nosso são paulo futebol clube de tantas glórias e tradições para que preste esta justa homenagem ao grande pedro rocha que nos deu tantas alegrias, um exemplo dentro e fora de campo.
      abração,
      ricardo kotscho

  4. Tenho cá comigo a opinião que o Mano, embora não tenha conseguido uma vitória sobre seleções de renome mundial estava caminhando para montar o time ideal. É certo de que faz anos que é treinador e já deveria ter um jogo padrão no qual os torcedores depositassem sua confiança. A troca agora me parece tempestuosa e quem será prejudicada é a seleção às portas da Copa do Mundo. Mas como isso não é novidade e tudo parece de costume ser feito à última hora, pode dar certo se o Felipe Escolari levar em conta o que foi feito pelo Mano e prosseguir. Mudar os planos a esta hora é loucura e não dá tempo. Só lhe resta optar por este caminho.

  5. Enfim mais um que vai e mais um que vem.
    Passaremos a torcer pelo Felipão pois está em jogo a seleção brasileira.
    Em tempo.
    Essa noticia do fora de serie Pedro Rocha é de arrepiar aperta muito o nosso peito, jogou em época onde jogador não ganhava tanto quanto hoje, com raríssimas exeções, existia amor ao clube e a camisa que vestia, infelizmente não tinham futuro garantido apesar de serem foras de series.
    Ele merece todas as homenagens e apoio de todas as torcidas.

  6. É justo que se faça um jogo especial para homenagear o grande craque do futebol que foi jogador Pedro Rocha. Não sou são paulino mas sempre fui um adimirador do talentoso jogador Pedro Rocha.

  7. Voce R. Kotscho,como bom esportista -Sabe, muito bem que técnico (paenas)não ganha jogo.Evidente que , a experiência e as vitórias anteriores,ajuda para qualificá-lo ao posto novamente.Mesmo porquê,vitórias e derrotas fazem parte do currículo dos melhores técnicos e times do mundo.E no caso específico do técnico de futebol, ão existem questões tais como;falta de preparo fisíco(tem que ter preparo mental e emocional) e deficiência técnica.

  8. Andrés Sanchez Presidente da CBF sem duvida alguma seria melhor
    Trazer o Ricardo Teixeira de volta, se isso realmente ocorrer ele vai
    Presidir o fim do futebol brasileiro.

  9. O Brasil está caminhando para ser um fisco na copa.
    O Plim Plim interfere demais no futebol. O time do Brasil vai ser um verdadeiro timeco, digo, Fuleco… (que coisa mais desagradável)

  10. Kotscho, concordo contigo quanto ao técnico, mas torço em primeiro lugar para que façamos uma Copa legal, assim vamos ter de ler e ouvir tantas aves de mau agouro que desde já torcem pelo quanto pior melhor.
    Porém o mais importante, nesse dia triste pela passagem do Joelmir Beting é saber que você passou de ano na saúde e se não me engano segue conseguindo ( como eu consegui, não sem “sofrer” ) deixar de fumar. Um abraço e desde já um ótimo 2013 para você e família!

  11. Como gremista acho que o Filipão dará conta do recado, conseguiu com o péssimo Palmeiras ganhar a Copa do Brasil e levar o verdão para a Libertadores. Quanto ao clube paulista ter caído para a segunda divisão é mais culpa da direção que não quis reforçar o time.

  12. Felipão está defasado, tanto em termos táticos como em métodos de treinamento, etc… seu trabalho no Palmeiras mostrou isso. André Sanchez presidente da CBF? Ótima idéia. O Corinthians vai ganhar o Brasileiro todo ano…

  13. Ricardo, acho que foi uma boa escolha. Copa do mundo é um torneio rapido. Reza a lenda que ao termino da copa de 58, Garrincha queria saber se não teria segundo turno….. Felipão é um tecnico ¨copeiro¨. Ganhar a copa do Brasil, com um fragil palmeiras, não é pra qualquer um. Alem de ter ganho a copa do mundo pro Brasil, Felipão fez de Portugal vice da europa, e quarto lugar na copa, que tambem não é pra qualquer um……

  14. triste escolha; felipao ultrapassado e parreira é do tipo que tem interesses empresariais em relaçao a jogadores, incompativel com a funçao de tecnico;
    parabens; também passei de ano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *