Pois é, agora só falta saber quando vai cair o Marin

Pois é, agora só falta saber quando vai cair o Marin


Ninguém está querendo saber por que Mano Menezes caiu, nem é preciso perguntar, mas por qual motivo a CBF do Marin, legítima herdeira da CBF do Teixeira, demorou tanto tempo para demitir o técnico da seleção brasileira?

A pouco mais de seis meses da Copa das Confederações e a um ano e meio do Mundial no Brasil, vamos ter que começar tudo outra vez, ainda sem saber quem será o nosso novo técnico.

É uma  palhaçada, uma irresponsabilidade  o que estão fazendo com o outrora chamado melhor futebol do mundo.

Em mais de dois anos no comando da seleção, Mano Menezes já convocou uns trocentos jogadores e nunca conseguiu montar um time, definir um padrão de jogo, dar uma cara de seleção brasileira à camisa amarela que até outro dia os adversários temiam.

Por que só agora o octogenário cartola José Maria Marin, mais conhecido por Zé das Medalhas, ex-vice governador de Paulo Maluf na época da ditadura, um político inexpressivo e sem história, sem nada ter feito pelo futebol brasileiro em toda a sua vida, resolveu tomar a providência óbvia de trocar o técnico da seleção brasileira?

Não importa. O que todos queremos saber agora não é nem quem vai ser o novo técnico da seleção. Temos muitos melhores do que Mano Menezes: Tite, Muricy, Abel, Luxemburgo e até o Felipão velho de guerra, que está desempregado. Qualquer um deles pode assumir a seleção.

Queremos saber é como e quando vamos nos ver livres dos Marin da vida e do espólio falido de Ricardo Teixeira, que agora vive em Miami, mas continua assombrando o futebol brasileiro com todos os contratos e compromissos que deixou por aqui.

É desumano o que fizeram este ano com Neymar, por exemplo, obrigado a disputar todos  os amistosos da seleção brasileira que não valiam nada só para engordar os cofres da CBF.

Temos técnicos competentes e uma nova geração de brilhantes jogadores como Neymar para montar um time competitivo e disputar a Copa do Mundo no Brasil sem receio de passar vexame. Falta pouco tempo para montar o time. Agora, pelo menos, temos esperanças de que alguma coisa vai mudar.

Só falta mesmo saber quando vai cair o Marin.

Alguém tem alguma ideia sobre como isso será possível no esquema mafioso das caixas pretas que dominam o futebol brasileiro?

Mandem suas sugestões enquanto é tempo.

17 thoughts on “Pois é, agora só falta saber quando vai cair o Marin

  1. Kotscho, não basta saber quando vai cair o Marin, que me parece ser tão corrupto quanto o Teixeira, mas sem a competência em fazer dinheiro do genro do Havelange.

    É preciso saber se o substituto do Marin será capaz de ser eficiente na organização do futebol brasileiro, sem se desmoralizar, e ser honesto MAS TAMBÉM ser eficiente.

    Afinal, já está mais do que provado, se certos jogadores servem para jogar no meu time, mas não para casar com minha filha, também há muitos dirigentes que não prestam como seres humanos, mas que trazem títulos a granel.

    Complexo …

  2. Kotsho, o Marim como o Marco Polo Del Nero só sai quando quiser ou quando morrer. Você disse bem, é máfia, e do tipo que fazem parte todas as federações estaduais de futebol e os clubes do país. Você se lembra de quando o mafioso mor, Ricardo Teixeira, abandonou a CBF como a maioria das federações estavam contra ele, e de repente todo mundo já o estava aprovando? É claro que ele deve ter negociado com os presidentes das federações e dos clubes uma parte do butim.

  3. Acredito que o Mano menezes ultimamente até que vinha fazendo um bom trabalho. Só espero que o proximo técnico não seja o Murici Ramalho. Que escolham o Tite.

  4. Fiquei até com vontade de escrever o que se lê obrigatoriamente quando se adentra o sítio do estimado paulista, paulistano e são-paulino: “Sem comentários”.

    Mas aí, lembrei do falecido Armando Falcão (ave de rapina, portanto), que dizia um “nada a declarar” sempre que era chamado a fazê-lo (declarar algo). Desisti de mandar o “sem comentários”.

    O Marin das Medalhas, em honra à alcunha, deve estar querendo colocar um medalhão no lugar do Mano.

    É duro de aguentar, mas é isso aí. Não aposto em nenhum dos nomes. Aposto no nome que a Globo quiser. Eles mandam em tudo.

  5. Quando o cara começa a dar uma cara à seleção os idiotas o sacam. Só podia partir de um inexpressivo como Zé das Medalhas. Mano passou 2 anos testando jogadores pois, nos dias de hoje, o futebol brasileiro não tem primado pela revelação de grandes craques. Quando ele consegue reunir um grupo relativamente homogêneo o imbecil do Marin assessorado pelo rebaixado Del Nero o demitem. Pior, qualquer substituto não será melhor que ele. Ao menos vai aprender com as tentativas dele. Felipão, sem condições. Jogou o Palmeiras nessa merda que está. Muricy só reclama de tudo. Arbitragens, convocações, estádios, falta de reforços etc. Passa o tempo todo justificando sua falta de resultados. Abel será ótimo se levar a Unimed junto. Tite precisou de tempo (assim como Mano) pra montar um bom time e não conseguirá mostrar resultados em pouco tempo. Romário não tem moral nenhuma pra criticar ninguém no futebol. Pegou esse gancho como plataforma política e vive detonando situações que ele não conhece com profundidade. Não passa de outro oportunista querendo enriquecer depois de ter “quebrado” como ex jogador. Melhor teria sido manter o Mano depois desse tempo todo. Mas o lambe botas de generais resolveu demiti-lo.

  6. Bem, não me interessa mano ou sicrano. O que me deixa procupado é que tentam chegar na Dilma com essa história da operação da PF. Émbora ela não tenha absolutamente nada a ver com a falcatrua, se existiu, a imprensa aproveita para dançar e rolar sobre o fato. tudo é permitido para tirar pontos da aceitação da Presidente.

  7. O que é mais fácil mandar embora os trocentos jogadores que foram convocados ou 1 que é o treinador !!!!
    Ou o sistema de caça niqueis que faz com que se convoque trocentos jogadores ja era antes, isso não mudou, e não vai mudar, sempre vai sobrar pro 1, um técnico como bode espiatório.
    Se Felipão for convocado vão dizer, aquele da segunda divisão, não tem jeito, agradar a todos ao mesmo tempo é muito dificil ainda mais no futebol, com mais de 100 milhões de técnicos, e uma direção amadora de dirigentes torcedores.
    Temos 1 dirigente São Paulino, um Palmerense e um corintiano, quem dá mais, pelo menos o que mais ganhou alguma coisa nessa decada foi o Corintiano Andres.
    O dirigente São Paulino vai querer Muricy, o Palmerence vai querer Felipão e assim vai oi não vai.

  8. Agora que ele estava começando dar um jeito na Seleção, tiram o sujeito. E o projeto até 2014? Vai p/ o lixo??? Vai começar do zero, faltando seis meses da Copa das Confederações e um ano e pouco para a Copa do Mundo?

  9. …se for adotada a minha proposta, tudo será solucionado.
    Minha proposta: Já que o futebol é de tamananha importância a ponto de muito dinheiro público ser aplicado nele, vota-se um projeto de lei, pelo qual toda vez que o Brasil perder um torneio, será automaticamente demitida toda a comissão técnica, inclusive substituidos os membros da direção da CBF, os jogadores participantes ficarão impedidos de futuras convocações.
    Pronto…pau pau pedra pedra, vamos ter que construir um pavilhão maior que o maracanã para guardar troféis.
    Passaí pro Deputado Romário !!!

  10. Acho dificil Marin cair é da mesma turma do Nabi Adi Chedid, Teixeira e João Avelange.
    Depois de ser ressuscitado sumido à muitos anos do cenario esportivo, não vão largar o filé nem pau.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *