Russomanno e Serra evitam ir a debate

Russomanno e Serra evitam ir a debate

Sem a confirmação de dois dos três principais candidatos _ Celso Russomanno, do PRB, e José Serra, do PSDB _ que ainda disputam com Fernando Haddad, do PT, para ver quem vai ao segundo turno da eleição paulistana, a TV Record decidiu cancelar o debate marcado para a próxima segunda-feira.

“Os responsáveis pela campanha de José Serra não responderam aos convites para a negociação de regras e acordos do debate”, justificou a emissora, o que é verdade, pois acompanhei de perto nas últimas semanas o trabalho dos organizadores. Durante todo o tempo, o PSDB simplesmente ignorou o debate da Record.

“A Record cancelou o debate para proteger o Russomanno porque nós não nos negamos a participar”, reclamou o candidato do PSDB, o que não é verdade, pois em nenhum momento seus assessores se dignaram a participar das reuniões que discutiram o formato e muito menos a confirmar a presença de José Serra.

Da mesma forma, Serra foi o único candidato que não participou das duas rodadas de sabatinas promovidas pela Record News e pelo portal R7, nem deu qualquer explicação para a sua ausência.

A assessoria de Celso Russomanno, que participou de todas as reuniões, em cima da hora  comunicou à emissora que o candidato não poderia comparecer porque “na mesma data, por previsão médica, deve nascer o seu filho”.

Como o debate já estava marcado faz muito tempo para o dia 1º de outubro, e a data poderia ser negociada pelos assessores das campanhas, a verdade é que os dois candidatos desistiram de participar pelo mesmo motivo: não correr riscos na reta final do primeiro turno.

Tanto Serra como Russomanno não foram bem nos debates anteriores, em que se tornaram alvos principais dos adversários, especialmente pela falta de um programa de governo e por se limitarem a apresentar propostas genéricas sobre o que pretendem fazer caso sejam eleitos. Ambos prometeram exibir seus programas apenas no segundo turno.

No caso do candidato tucano, há um agravante: quanto mais ele se expõe e aparece na televisão, mais aumenta a sua rejeição, que já chegou a 40% no Ibope e a 44% no Datafolha, o índice mais alto de todos os candidatos.

O eleitorado de São Pauo já demonstrou que é difícil acreditar no que Serra fala, mesmo quando assina documentos, como aconteceu quando ele prometeu ficar até o final do seu mandato na campanha de 2004 e deixou o cargo um ano e três meses depois de ser eleito.

Por isso, Serra só se manifestou sobre o debate da Record depois que ele foi cancelado pelos organizadores, no dia seguinte à divulgação de nova pesquisa Ibope que mostra, pela primeira  vez, a ultrapassagem do candidato Fernando Haddad, do PT. Agora, claro, o tucano quer ir a todos os debates.

Os repórteres Catia Seabra e Lucas Neves informam na edição da “Folha” desta quinta-feira que “reservadamente, no entanto, tucanos comemoraram o cancelamento antes de saber que ele havia sido atribuído a Serra. Eles temiam que o candidato virasse alvo no encontro e hesitavam sobre sua participação”.

Não só hesitavam como, em nenhum momento, se dispuseram a dar qualquer resposta aos reiterados convites feitos pela TV Record, que foram devidamente protocolados e registrados na Justiça Eleitoral, como determina a lei.

Quem mais se queixou do cancelamento, e com justa razão, foi o petista Fernando Haddad, o único dos três que compareceu a todos até agora (Russomanno não foi aos encontros organizados pela Folha/UOL e pela Arquidiocese de São Paulo).

“Achei muito ruim para a cidade. Se há da parte do Russomanno um impedimento, que ele já conhecia há muitas semanas, sabia da coincidência de datas, vamos tentar adiar um dia. Tenho certeza de que a Record toparia. O debate seria oportuno para ambas as candidaturas, já que os dois candidatos não apresentaram programas detalhados ou metas de governo para São Paulo”, disse o candidato do PT.

E quem mais perde com isso é o eleitor, que jamais demonstrou durante uma campanha eleitoral tamanho desinteresse e desinformação sobre o que os candidatos pretendem fazer com a sua cidade, desde a redemocratização do país e a volta das eleições diretas nas capitais.

Faltam apenas dez dias para a abertura das urnas eletrônicas.

Em tempo: agradeço a todos os leitores e amigos que me enviaram mensagens sobre a conquista do Prêmio Comunique-se 2012.

8 thoughts on “Russomanno e Serra evitam ir a debate

  1. “A Record cancelou o debate para proteger o Russomanno porque nós não nos negamos a participar”, reclamou o candidato do PSDB, o que não é verdade, pois em nenhum momento seus assessores se dignaram a participar das reuniões que discutiram o formato e muito menos a confirmar a presença de José Serra”

    Mas meu caro Kotscho… Se não é possível acreditar no que o Privata ESCREVE, como é possível ter gente que ainda acredita no que ele FALA?

  2. Prezado Kotscho,

    Penso que a Record deveria manter o debate assim mesmo. Se 2 candidatos não querem ir, problema deles e não da TV. Quantos candidatos temos para eleição em São Paulo? 8, 9?

    O cancelamento é um desrespeito tanto para os eleitores quanto para os demais candidatos.

    Ainda que haja o argumento que apenas 3 candidatos seguem à frente nas pesquisas e, portanto, são os prováveis ao 2º turno, o debate é uma excelente oportunidade de exposição do grau de conhecimento e desenvoltura para os temas municipais.

    Peço à direção da Record que reconsidere e remarque o debate com quem quer ir. Se forem menos candidatos melhor, sobra mais tempo para conhecer outros e, quem sabe, parte do eleitorado pare de seguir pesquisas manipuladoras, deixe de lado o voto útil e vote em quem acredita.

    Podem aparecer surpresas!

  3. Kotscho,

    Não tem sentido cancelar um debate por desistência de candidatos. O que está impedido pode enviar o seu candidato a vice-prefeito ou deixar a cadeira vazia. Será que a Record pensou no eleitor/telespectador ou no candidato preferido?

  4. Kotscho, parabéns pelo prêmio.
    Para mim pouco importa que não tenha debate, já que não sou de SP e que o é reportado em cadeia nacional já é bem chato para quem é de fora, ainda mais para nós, Florianopolitanos, que somos completamente ignorados pela imprensa, e em consequência pela sociedade como um todo fora da temporada de verão. Mas isso às vezes é até bom, mas não é a questão.
    Acho que a Record não devia cancelar o debate, se os sacanearam, sacaneie de volta!!! Deixe que Haddad e companhia tenham chance de se apresentarem e terem todos mais tempo do que eles já tem no horário político (forçado), mas aí entra o ibope, não é??? Claro que isso pesou predominantemente na decisão, mas como sou “do contra”, eu assistiria só pensando na raiva dos “figurões e furões”.

  5. “Mas Ricardo *isso* é tão comum nas eleições,geralmente quem está na dianteira não gosta muito de se expor,no caso o Sr.RUSSOMANO,o Sr.JOSÉ SERRA ,*eu* tenho um palpite(é somente um palpite),*ele* e o pessoal dele sabe perfeitamente que a RECORD vai cair matando em cima dele,pois ele é o mais vulnerável,vai ser um massacre geral em especial da tua parte,como tua preferência é o candidato do PT e por mais que tu digas que vais ser imparcial,tu és um ser humano e como tal tu vais deixar transparecer a tua preferência,por mais profissional que tu tentes ser.
    Mas vejas bem *é so um palpite*.

  6. Prezado Jornalista, Ricardo Kotscho!
    off-topic
    Passei aqui com o orgulho de parabenizá-lo pelo merecido prêmio, Você dinifica a profissão de jornalista!
    Parabéns! e vida longa, que Deus proteja e ilumine, Você e os seus!
    Grande abraço!
    Honorável Indignado

  7. Serra mentindo não é nenhuma novidade. Ele sabe que na Record, as perguntas seriam incômodas e não como aquelas feitas em outros lugares, como Folha de S.Paulo, por exemplo. E há ainda a “Privataria tucana”… Serra é um biltre mas não é bobo.

  8. E qual a razão do não comparecimento? Simplesmente não tem proposta e discutir programas de governo sem os ter é muito arriscado, voces não acham? O povo já percebeu as razões do desespero tucano; é que a mina vai secar os pedágios vão acabar e a inflação sobre os alimentos vai em razão disto e a encheção de saco de todo os anos com taxas de inspeção também. E por falar nisto e a Privataria Tucana que ninguém se lembra mais? Pra que valeu tantas denuncias documentadas aos montes no livro do Jornalista Amaury? Aquilo tudo gente é documento oficial, devidamente carimbado pelas repartições que os expediram dando a validade¹ É bem verdade que as instituições públicas tem feito por não merecer a credibilidade do povo, notadamente a jurisprudencia depois inclusive deste julgamento do tal de mensalão que eu nunca, em momento algum acreditei. Isto é manobra bem concatenada dos tucanos e o PIG para continuar enganando o povo fazendo uma cortina de fumaça sobre a verdade para daí tirar proveito e continuar faturando. O nosso voto é a única arma que dispomos para cabar com tudo isto e tornar a nossa vida mais tranquila sem que nos metem as mãos em nossos bolsos sobrando alguns trocados para nos alimentarmos melhor, nos vestirmos melhor, poder levar a família num restaurante nos fins de semana afastando a mulher do fogão e a pia. É esta a espectativa que nós temos da nossa gente que precisa ver as suas necessidades acima de qualquer politico que quer explorá-lo sobre a sua ignorancia das manobras do profissionais da politica. Até quando a nossa gente vai viver inconsciente desta escarrapachante verdade? Será vergonha de lutar pelos seus direitos? Não posso acreditar nisto, de modo nenhum.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *