No que vai dar o mensalão? Ninguém sabe

No que vai dar o mensalão? Ninguém sabe

Por onde tenho passado nas últimas semanas, todo mundo me pergunta o que vai dar o processo do mensalão, que começa a ser julgado às duas horas da tarde da próxima quinta (2) e não tem um prazo certo para terminar.

As pessoas ainda acham que os jornalistas sabem mais do que os outros, temos informações que os outros não têm. Às vezes, isso pode até acontecer, mas não é o caso deste processo.

Depois de ler todas as “reportagens especiais” publicadas pelos jornais e portais durante a semana, e as matérias de capa das revistas, rememorando nos mínimos detalhes o caso de sete anos atrás, informações a que todo mundo tem acesso, com centenas de entrevistas de réus, advogados, juristas e especialistas em geral, chego ao domingo sem ter a menor ideia do que pode acontecer.

Em quase todos os textos, notei que há mais torcida do que análise, discutindo se a decisão deve ser política ou técnica, como se o Direito fosse uma ciência exata e houvesse uma só receita para todos os diagnósticos apresentados nas mais de 50 mil páginas do processo.

A esta altura do campeonato, acredito que ninguém sabe o que se passa pela cabeça dos 11 juízes do Supremo Tribunal Federal que vão decidir o destino dos 38 réus do processo. Talvez nem eles próprios tenham definido ainda o seu voto _ ou não haveria necessidade de um julgamento em que todos ouvirão os argumentos da acusação e da defesa.

Só o procurador-geral Roberto Gurgel, os comentaristas e editorialistas da chamada grande imprensa já deram um veredicto: todos os réus devem ser condenados e mandados para a cadeia. Caso contrário, estará ameaçado o futuro da democracia, a credibilidade do Judiciário e a família brasileira, colocando em risco o bem estar dos nossos filhos e netos.

O cenário montado na mídia é o de um País que está entrando em guerra, na base do agora vamos para o tudo ou nada, e só a condenação geral nos salvará. Pelo menos é isto que transparece não só nas opiniões dos porta-vozes da grande imprensa, mas principalmente nas cartas dos leitores publicadas nos últimos dias, cada vez mais belicosas e ameaçadoras, refletindo um clima de pressão extrema sobre os ministros do STF.

Na verdade, ninguém é isento, nem eu, para analisar este Fla-Flu jurídico e político que poderá ter forte influência nesta e nas próximas eleições. Como está informado no meu perfil no alto deste blog, trabalhei no governo Lula como Secretário de Imprensa e não é segredo para ninguém que sou amigo pessoal do ex-presidente e de muitos dos denunciados neste processo.

Como não li os autos, não teria condições de responder ao título deste post, mas tenho a ligeira impressão que, honestamente, ninguém sabe dizer o que vai acontecer. Pode dar Fla e pode dar Flu, e como o campeonato não pode acabar em empate, só me arrisco a prever que o resultado será bastante apertado.

Com a palavra, os caros leitores do Balaio. Alguém sabe o que vai dar?

 

 

 

 

 

 

 

 

33 thoughts on “No que vai dar o mensalão? Ninguém sabe

  1. Caro Kotscho
    Qualquer que seja o resultado deste julgamento o Brasil real não vai mudar !!! Está definitivamente dividido entre doidos e idiotas.
    O doido até que é feliz, já o idiota não. A distinção que se faz entre um e o outro está nos detalhes, nas formas em que expressam as suas opiniões baseadas no seu modo de ver a vida.
    O idiota acha que a VIDA é um jogo de tal “sorte” que ele foi criado para VENCER NA VIDA !!! Mas como em qualquer jogo, para que um vença, outros terão que perder.
    O doido não !!! O doido acha que a VIDA é uma escola !!! Uma escola em que ninguém se forma, que ninguém sabe tudo, que ninguém para de aprender NUNCA !!!
    O idiota acha que atrás de um carro funerário vai sempre um caminhão de mudança.
    O doido não !!! Acha que quando for, só levará um caderninho anotado com suas lições dessa vida para “passar” com o Criador.
    Doido é aquele que se acha livre do mundo em que vivemos. Por ser assim chega quase a ser solitário na sua loucura.
    Idiota é aquele que é preso. Preso pelo seu ódio ao resto do mundo e rancoroso pelos seus fracassos e pelas suas frustrações. É também solitário porém sem amor.
    O idiota acha que O MUNDO TODO deveria estar preso… menos ele !!!
    O doido acha que O MUNDO TODO deveria estar livre… inclusive ele !!!
    O doido entrega tudo o que tem e nem se dá conta. Seus valores não são medidos em “coisas”, não são, digamos assim, monetários.
    O idiota quer tudo pra si e se os outros tem, quer tomar. Não sabe ele, o idiota, que esse mundo está cada vez se idiotizando ainda mais !!! Um mundo onde quem não tem quer ter, quem tem quer mais e quem tem mais nunca acha o suficiente !!!
    O doido não agride ninguém a não ser quando provocado por algum idiota.
    Já o idiota agride todo mundo que ele JULGA ser doido !!!
    O idiota é tão idiota que pensa que o dinheiro que ele paga de impostos É TODO DELE !!! Não admite que seja solidarizado, distribuído, que sirva de ajuda para que aqueles mais lentos na escalada da vida possam alcançar a dignidade, a plena cidadania e o pé de igualdade na sociedade em que TODOS vivemos. O idiota trata logo de sentar o pé !!! De afastar os mais lentos posto que se estes o alcançam tornam-se para ele uma ameaça !!!
    O doido espera… Espera sempre quem vem atrás !!!
    O idiota é frustrado !!! Nada deu, não dá nem dará certo em sua vida e portanto para o idiota A CULPA FOI, É E SERÁ SEMPRE DOS OUTROS e nunca dele mesmo.
    O doido não quer se curar !!!
    O idiota nem sabe que é um doente !!!

    Falemos então de política…
    No caso do Brasil, o idiota vai sempre culpar o Governo, o PT, o Lula ( e quem for que vier pra ajudar quem de fato precisa ) pela sua vida de inferno, de “desilusões”, de derrotas e de frustrações !!!
    O PT É O INFERNO DESSA GENTE !!!
    O PT É O INFERNO DOS IDIOTAS !!!
    É por isso que eu sou doido !!!
    Doido pelo PT !!!
    Doido pelo meu país !!!
    Doido de ver a alegria estampada no rosto da maioria esmagadora do povo brasileiro que muito em breve deverá estar LIVRE DE VEZ desse bando de idiotas frustrados que ainda teimam em segurar e amarrar o Brasil !!!
    Nem que seja numa imensa camisa de força de tamanho continental !!!
    E VIDA que segue…
    MUITO DOIDA !!! CADA VEZ MAIS DOIDA E MELHOR !!!

    1. caro enio,
      este foi o melhor comentário que o balaio publicou nos últimos tempos.
      até comecei a me achar doido tambem…
      e vida que segue…
      abração,
      ricardo kotscho

  2. Não sei também. Mas a intuição me diz que todos serão ”condenados” com peninhas de prestação de serviço comunitário, assim como foi com o Silvinho Pereira (150 h de prestação de serviços). Pronto. Aí todos estarão reabilitados e os políticos voltarão às urnas onde o povão ”tadinho” lhes encherão de votos. E tudo continuará como antes.
    Ainda mais agora, que o PT se juntou ao MALUF. Já era!

  3. Em filme,pois novela politiqueira e cheia de escândalos de corrupção O mesmo tem sido!.Se o resultado der em condenação e pricipalmente PUNIÇÃO,melhor ainda.Justiça esará sendo feita.

  4. “Ah! RICARDO:fala sério,*TODOS* nos (inclusive TU) sabemos no que NÃO VAI DAR…em NADA.
    “Nem mensalão,nem mensalinho seja lá de que partido for..é ruim hein!
    “Que mané vai dar em nada o quê rapá…fala sério!….

  5. Não precisa ser gênio pra saber.

    É só olhar as decisões do STF.

    Alí não tem voto na base da pressão,nem política e muito menos da mídia.

    O julgamento é técnico.

    Parte da grande mídia quer arruinar o PT, e por tabela, destruir qualquer futuro governo socialista,assim como os grandes barões da mídia fazem na América Latina.

    Do PT, acho o seguinte:

    Delúbio é o mais complicado.

    Genoíno tá no meio termo.

    Dirceu deverá se salvar.

    Ao todo, no máximo 5 serão condenados.

    Será uma vitória da democracia, da Justiça, do Povo.

    Uma derrota da mídia conservadora.

  6. Kotscho, licensa para um comentário alienígena: Ontem (sabadão) a tardinha peguei a chave do carro e estava passando pela porta quando a patroa perguntou: onde pensa que vai ? Vou ali no pedágio do Alckmin fazer um eletrocardiograma e um tratamento de canal. Everaldo, adivinha o que me aconteceu, por culpa do J Leite ? E durma (no sofá 2 lugares) com um barulho desses !!!!!!

  7. A Imprensa tem que acreditar no Mensalão, assim como os cristãos esperam a volta de Jesus. O antipetismo é a religião das redações, pois depois de décadas atacando o Partido dos Trabalhadores este se encontra dirigindo o país e para desgraça daqueles que o odeiam, dirigindo bem e prestes a levar o país a quarta economia mundial.

  8. Caro Ricardo, triste pelo passamento ontem de uma grande figura humana: Sr José Carlos Brandileone – conselheiro do seu São Paulo – passo pelo teu Blog como faço todos os dias, em busca de informações isentas, análises transparentes e beber o espírito de alguém que tem fé na vida. Aí vou ler os comentários porque essa é a pergunta da vez: o que vai dar o julgamento do “mensalão”? ou o julgamento do PT: para a grande imprensa e sua periferia.
    Encontro o texto do Enio: DOIDOS X IDIOTAS, sensacional, já copiei e vou distribuir feliz da vida por ser um DOIDO radical, “incurável”.
    Vida que segue, nestes tristes dias com a perda de tantos entes queridos num curto espaço de tempo. Um abraço a você e obrigado ao Enio pelo inspirado texto! Doidos unidos, jamais serão vencidos…

  9. Os réus deste caso foram pegos quando ainda não tinham muita familiaridade com a arte do suborno, do uso da corrupção a fim de manter a governabilidade, da compra explícita de apoio de membros do Congresso com uso do dinheiro público e outras práticas históricas usadas pelos sucessivos governos brasileiros desde a proclamação da república, e que, durante mais de 20 anos, o PT combateu, denunciou e prometeu extirpar. Quando assumiu o poder, por falta de prática, o PT foi pego com as calças na mão. Tenho até hoje o vídeo histórico do então presidente Lula, desculpando-se perante a nação, em nome do PT, dizendo-se traído e enganado por práticas espúrias adotadas por seu partido. De lá pra cá nada mudou, só que não existe mais “salário mensal” (mais conhecido como “mensalão) para os membros do Congresso, e sim, o loteamento dos ministérios, o pagamento das ONGs, a criação de mais de 20.000 “cargos de confiança” de forma a contemplar todos os membros da “base aliada” por sua aprovação a todos os projetos governamentais submetidos. O mensalão sempre existiu e continua existindo sob formas mais criativas. Esse julgamento, como tudo que vem do poder público vai brindar o povo brasileiro com mais um atestado de imbecilidade.

  10. Como ninguém sabe no que vair dar.Todos sabém que não dar em nada.No máximo o ajudante do faxineiro da Câmara pode levar uma repreensão verbal.

  11. “O PT É O INFERNO DOS IDIOTAS !!!”

    Cena hilária: Velho morrendo, chegando no Inferno e sendo recebido por Serra que está disfarçado de Delúbio…

  12. Todos os acusados do mensalão são espertos. Doidos não são. Não há outro mensalão. Mensalão é uma criação genuinamente do PT . Se outro houver é apenas uma imitação, uma forma genérica. Fora isso, é coisa de doidão mesmo. O doido, até onde sei, é aquele que perdeu a razão .Falta-lhe juízo, é um louco e alienado que pratica atos de doidice, temeridades ,imprudente, extravagante é, geralmente, entusiasmado, estouvado e arrebatado. Por isso, não se pode dar crédito aos doidos, sob pena de ser classificado como um deles que, ao invés de admiração, precisa muito mais de atenção e cuidados extraordinários.
    Dentro dos ditames do politicamente correto, não existem mais doidos. O que existe são ‘’alienados mentais’’.
    Não tema, no entanto, o idiota. O único mal do idiota é às vezes se entusiasmar e dizer tolices, ou se comportar assim justamente por estar entre doidos, fanáticos e incoerentes. O antônimo de idiota é, esperto. O idiota não é e jamais será um esperto. O doido PODE SIM, ser esperto.

  13. Como “não vai dar em nada”? Vai sim: todos serão absolvidos por absluta falta de provas. A pista foi dada por aquele deputado Osmar Serraglio, relator de uma das 444 CPIs que fingiram investigar o mensalão: “não apuramos nada”. Nada. Durante a CPI, os instigadores se limitaram a aparecer diante dos holofotes de globo (que transimitia tudo ao vivo. Ameaçavam depoentes com voz de prisão, chamavam o PT de “gang partidária” etc. Mas esqueceram o principal: apurar de onde vinha o dinheiro que abastecia o “caixa 2”.

    Agora é tarde. A origem do dinheiro é presumidamente lícita, “caixa 2” partidário não é crime e compra de apoio parlamentar também não. Querem que o STF condene os réus baseado em quê? No “conjunto da obra”? Alguém aí me aponte em que artigo do Código Penal (ou qualquer outra lei) existe algum crime chamado “conjunto da obra”. Isso não existe. Portanto, toodos os réus serão absolvidos.

    Ah, ia esquecendo: também SOU DOIDO, SOU DOIDO, SOU DOIDO…

  14. O Balaio é o único blog que tem alma…e, por comentários como o do ÊNIO aí em baixo…inteligência e sabedoria.
    Um idiota estava em uma calçada e pergunta a alguem que ia passando.
    -Onde fica o outro lado da rua ???
    Chegando do outro lado faz a outro transeunte a mesma pergunta
    Ao ter a resposta, fica pensando:
    -Aquele primeiro cara deve ser doido.
    A idotice é pior do que a cegueira, pois um cego, estando em uma calçada, nunca pergunta aonde fica o outro lado da rua.

  15. E O AZEREDO? TÁ BEM “ESCONDIDINHO” .. SÓ COM LUPA PARA LER!
    Nada do Senador… A mídia é um túmulo. A VEJA é um silêncio só quando o assunto é o mensalão mineiro. Nada de Azeredo em lugar nenhum. Quando o Senador mineiro é lembrado, vai lá pro cantinho da página, bem escondidinho. Só com lupa e boa vontade para ver o que a mídia fala de Azeredo. KOTSCHO: que moral tem a imprensa brasileira para condenar/julgar/incitar o STF neste caso do mensalão?
    Nenhuma, na minha opinião. Que fim …

  16. ENIO .. é verdade!
    Este final de semana, na Livraria Cultura, vi a capa da VEJA. Em outros tempos, por estar ali de graça para ler, para folhear, abriria a Revista e daria uma olhadela. Pelo menos para ver as matérias da semana. Pois não tive disposição de ver o BLÁ BLÁ BLÁ da família Civita e o Editor do Cachoeira. Fiquei imaginando: até quando uma publicação como esta respira? Não aguenta. É muita mentira, blá blá, materia derruba governo, ranço, raiva etc. Agora que sabemos que a revista da Abril era pautada pelo bicheiro Cachoeira, que ânimo a gente tem de pelo menos folhea-la???
    Infelizmente, neste momento, é uma leitura para idiotas ou para quem, por dever do ofício, no caso do Kotscho, precisa lê-la por obrigação. Alguém aqui, mesmo assinantes, poderá dizer que a VEJA é uma leitura prazeirosa? Sei de gente que recebe pq assinou por 2 anos. A revista chega, vai pro canto e dias depois pra lixeira.

  17. Condenação de todos, muito improvável.
    Absolvição de todos, quase impossível.
    No largo intervalo que se forma estará o desfecho jurídico.
    Este, seja qual for, trará, no curto prazo, mais prejuízos ao governo do que à oposição. E no espectro do que podemos associar à palavra “governo”, mais danos ao PT do que ao governo em si, entendendo-se aí “governo” como a figura da Presidenta e de seu “núcleo duro”.
    Digo isso centrado na ideia-mater de que vivemos em uma sociedade “de aparência”, em que a validação dos acontecimentos é operada pela espetacularização midiática. O fenômeno não é exclusividade brasileira. De modo algum. Atinge, em diferentes níveis, o globo inteiro.
    O objetivo de curto prazo da oposição (e de parte do bloco governista) é, a meu ver, atenuar o já esperado aumento substancial no número de prefeituras (número absoluto total e número absoluto de cidades de médio e grande porte) sob controle petista.
    Pressupõe este meu arrazoado a hipótese de que já há muito tempo as empresas jornalísticas (por meio de qualquer uma de suas midias) formam maciçamente como oposição, em alguns casos mais evidentes como fossem siglas partidárias.
    Tal objetivo, pela própria natureza simbólica do julgamento, grotescamente agendado para coincidir com o momento eleitoral, será alcançado, só não se sabe em qual intensidade.
    Arrisco-me a dizer que o resultado jurídico, quanto ao personagem-símbolo da história, José Dirceu, será de absolvição. Ao que se seguirá a exploração e a escandalização do fato.
    Em outras palavras: se ficar, o bicho come; se correr, ele pega.

  18. Se os BVs do Banco do Brasil que a Folha, Veja e Rede Globo pagaram aos agências do Marcos Valério eram legais, conforme sentença do Tribunal de Contas da União…

    Se conforme as palavras do x-procurador-geral da República, Antônio Fernando de Souza, que apresentou a denúncia original da Ação Penal 470, não existe o crime mensalão…

    Se um dos juízes que vai julgar o caso também recebeu dinheiro de Marcos Valério…

    Se caixa 2 não é crime…

    O que é mesmo que vai ser julgado no STF no dia 2 de agosto?

  19. “Eu tenho outra pergunta: o Gilmar Mendes vai julgar, mesmo sob suspeita de ter sido mensalado?”

    Boa, Valdeci das 09:42. Não só pelo mensalão mas pelo conjunto da obra, incluindo HCs suspeitos e dam amizade com Cachoeira e Demóstenes, Gilmar Mendes deveria ser prontamente desqualificado não só desse julgamento mas de suas funções do STF. Já deu mostras mais do que suficientes de estar engajado com bandidos e marginais e de fazer o joguinho sujo do PIG.

  20. Não importa o resultado a sair do STF.

    TODAS as pessoas envolvidas vão sair condenadas. Se não o forem, dirão que foi pelo fator ‘pizza’.

    Os Frias, os Marinhos e os Civita é que terão a palavra final.

  21. Kotscho, houve uma denúncia publicada pela Carta Capital, que Gilmar Mendes recebeu dinheiro do valerioduto mineiro. Eu não li a reportagem, mas está escrito que possui provas sobre isso. Aí faço 2 perguntas: 1- como pode o Gilmar Mendes não se declarar suspeito, já que o valerioduto tem esse nome por conta do Marcos Valério, um dos réus do mensalão? e 2- porque a imprensa esconde essa informação de seus leitores?? Se é mentira da Carta Capital, poderia fazer uma reportagem mostrando que a revista está mentindo para proteger o PT. Se é verdade, é dever do bom jornalismo apurar e informar. Em nenhum dos casos deveriam omitir. A omissão é sempre a mais torpe das opções dentro do jornalismo. qual sua opinião.

  22. Rocardo…olha só que comentariozinho mais interessante a Gisele, fez ali em outro blog !!!
    ” Pensava que coisa de PIG era delirio de petista, mas bem que meu professor me explicou tudo! São mafiosos mesmo! “

  23. A desculpa é Caixa 2, mas não vai colar. Cabê aos ministros do supremo colocar ordem na casa ou admitir a bandalheira e a impunidade. O que foi o Lula na TV pedindo desculpas pela falcatrua do PT em 2005? Foi uma miragem? Depois da eleição de 2006 a conversa dele mudou, mas está gravado e firmado.

  24. Alex(30.07, 11h 21m) não existe mensalão mineiro. O que existiu foi mensalão TUCANO em Minas Gerais, certo?. Quando é com o PT é mensalão petista, quando é com o PSDB é mensalão mineiro? Ora…

  25. Um grupo empresarial da área de comunicações chegou a uma dívida de mais de três bilhões de dólares. A situação estava para impagável por absoluta falta de ativos. Somente uma renegociação salvaria o grupo da falência.

    Um recém empossado governo cuja base eleitoral e programática não simpatizava com o grupo empresarial não jogou a pá de cal. Antes da falência, ofereceu ajuda e criou um plano de renegociação da dívida do grupo empresarial, que veio a respirar novamente.

    Grupo empresarial e governo não se movimentam sozinhos. São os seus dirigentes que procuram agir e com isso produzem fatos que modificam a realidade adversa.

    Há quem diga que um dirigente do governo se movimentou e conseguiu equalizar o problema da dívida do grupo empresarial.

    A cultura popular está cheia de contos que embalam sonhos e tentam explicar fatos pela analogia das histórias. Uma delas é a história do escorpião à beira de um grande rio sem alternativas para transpor o obstáculo. O sapo, nadador exímio, oferece ajuda e traça um plano para a travessia.

    Pede, porém, que não seja vítima da picada venenosa do escorpião. Uma vez alcançada a outra margem o escorpião – antes de descer das costas do sapo, aquele que lhe deu a carona e o salvou do rio – esquece o compromisso inicial e lança a picada fatal.

    Ao indagar porque fora vítima depois da ajuda, o sapo recebe como resposta um pedido de desculpas do escorpião, que lhe diz: “sinto muito, mas é da minha natureza”.

    Há um fato que se inicia no próximo 2 de agosto de amplo conhecimento do povo. O que o povo não sabe, ou não percebe, é que uma possível vítima do fato esteja na condição do sapo, a levar ferroadas venenosas daquele escorpião que se esqueceu da ajuda e pratica agora a sua “natureza”: a difamação, a insinuação, a acusação sem provas, a não permissão do direito de defesa, a condenação prévia, a morte.

    Nada mais pode ser feito neste momento atual. Fica a analogia para servir de aprendizado.

    Muito sábia, a cultura popular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *