Na guerra entre o PT e o PSDB, Russomanno sobe

Na guerra entre o PT e o PSDB, Russomanno sobe

Serra e Russomanno no segundo turno: um empaca, o outro sobe

 

A campanha eleitoral esquentou na última semana em São Paulo.

O PT chamou de “fascista” um pueril protesto de quatro garotos da juventude tucana empunhando cartolinas contra o seu candidato, o ex-ministro da Educação Fernando Haddad, responsabilizando-o pela greve sem fim nas universidades federais.

Mais cedo do que costuma fazer, mostrando um certo desespero, José Serra, novamente candidato do PSDB a prefeito de São Paulo, reapareceu na sexta-feira para atirar pesado: acusou o PT de utilizar “práticas nazistas” nas últimas eleições que perdeu.

Ao mesmo tempo em que os dois maiores partidos se acusavam mutuamente de adotar ideologias da primeira metade do século passado, a pesquisa do Datafolha divulgada neste sábado surpreendia Serra e os eleitores com um fato novo: quem ameaça agora a hegemonia tucana em São Paulo não é mais o PT, mas um candidato que corre por fora, o azarão Celso Russomanno, do PRB.

“Serra e Russomanno estão em empate técnico em SP”, foi a manchete da “Folha”, que deve ter deixado tucanos e petistas muito preocupados.

José Serra, com os mesmos 30% de intenção de votos que registra desde o lançamento da sua candidatura, em março, e Fernando Haddad, que não sai da faixa de 7%, empatado com Soninha (PPS), continuam empacados, assim como Gabriel Chalita (PMDB), com os mesmos 6% da pesquisa anterior.

O único que não para de subir desde a primeira pesquisa Datafolha, em dezembro, é o fenômeno Celso Russomano: começou com 16%, em dezembro, e foi subindo sem parar para 21%, depois 24%, em junho, e agora chega aos 26%, empatado tecnicamente com Serra.

Os analistas do Detafolha não conseguem explicar o que está acontecendo. Desde a primeira pesquisa, justificam a alta intenção de votos em Russomanno, um ex-tucano e ex-malufista, unicamente pelo fato de aparecer na televisão, como insistem na edição de hoje, em matéria de Ricardo Mendonça:

“Durante todo este período, seu crescimento foi atribuido [foi atribuido por quem?, pergunto eu] à forte exposição que teve na TV Record, onde apresentava o quatro “Patrulha do Consumidor”, uma sessão fixa do programa Balanço Geral SP.

O jornal informa que “sua última aparição foi no fim do mês passado”, mas não arrisca explicar por quais motivos, então, ele continuou crescendo na pesquisa, mesmo depois que saiu do ar na televisão.

Para nenhum analista passou pela cabeça, até agora, que o eleitorado pode, simplesmente, estar cansado da eterna disputa entre PSDB e PT em São Paulo, sem se animar com os candidatos destes partidos, e resolveu jogar suas fichas num nome alternativo.   

Ao ser informado dos resultados da pesquisa, o próprio Russomanno, falando como candidato agora competitivo, com reais chances de ir ao segundo turno, e não como jornalista, é claro, procura explicar seu crescimento no Datafolha: “Enquanto PT e PSDB se atacam, estou trabalhando com humildade e quietinho”.

E entrega a sua estratégia de campanha: “Não vou atacar ninguém nem responder a ataques”. Saturado desta guerra entre o PT e o PSDB, pode ser exatamente isto que o eleitorado queira em 2012.

As únicas pistas seguras que nos dão este novo Datafolha é que teremos segundo turno em São Paulo. O que vai decidir a eleição, mais do que as intenções de voto neste momento, é a rejeição do candidato José Serra, que não para de subir, e já chegou a 37% nesta pesquisa. Russomanno e Haddad têm apenas 12% de rejeição.

Se Serra chegar ao segundo turno, o que hoje não é tão certo como no começo da campanha, qualquer um que for disputar com o tucano terá o apoio de todos os outros, aliados do PT no governo federal, com exceção da sua parceira Soninha, que já anunciou publicamente o voto nele, o que não chegou a surpreender ninguém.

Resta saber qual será a influência de Lula e Dilma quando começar a campanha na TV – e a capacidade deles de levantar a opaca campanha de Fernando Haddad. Por enquanto, segundo todas as pesquisas, o segundo turno será entre Serra e Russomanno, um duelo novo na disputa paulistana.

Quem se arrisca a dizer o que vai dar em São Paulo?

23 thoughts on “Na guerra entre o PT e o PSDB, Russomanno sobe

  1. Para desespero do Velho Barreiro, Haddad e Russomano vão para o 2o Turno… Quando começar a propaganda na TV ao lado de Lula, Haddad subirá como um foguete. À conferir…

  2. Caro Kotscho. Tenho escrito aqui no balaio que aquele candidato que conseguir “incorporar” uma proposta “nova” na capital de SP, vai levar no 2o turno. Não leva no 1º porque Serra ainda tem a preferência de quase 30% do eleitorado. O Haddad se defronta com a rejeição ao Lula agora agravada com essa aliança ao Maluf cuja rejeição também e muito alta. Russomano está aparecendo como uma alternativa “nova” para a capital de SP. O eleitor paulistano não será enganado novamente pelo Serra nem tampouco vai engolir Lula e Maluf juntos. Russomano está muito bem posicionado nessa eleição. Não acredito em Serra nem tampouco em Haddad.

  3. Acho que Russomanno leva essa já no primeiro turno.O Serra só besta prá votar nele, o Haddad ficará na vontade de ir para o segundo turno com Russomanno, que se ocorrer será entre os dois.

  4. Gostaria de saber de onde tiraram que Russomano cresceu por causa do programa, eu nem sabia que ele participava e tão pouco tem balanço geral sp nas manhãs da Record. já escrevo algum tempo aqui e cobrei o porque ignoravam o Celso Russomano já ele era o vice líder das pesquisas, pois bem esta ai subindo subindo.
    E digo porque: Russomano abocanhou os votos “martistas”, sim, só aqui de casa são 7 e digos petistas mesmos. Alguns por protesto como lula tirou Marta Suplicy outros pela fragilidade das proposta de haddad e olha que foi dificil convencer em 2010 os mesmos petistas votarem no Mercadante, estavam inclinados ao Russomano para o governo do estado.
    Sim, os votos martistas irão migrar para Russomano e olha que ele mal apareceu na periferia. São Paulo não queria o novo do lula queria a experiência e a certeza de um pulso firme na capital representada pela senadora, que lula humilhou.
    Se não confia nas pesquisas pergunte para muitos petistas na periferia se votam no Russomano mas se fosse Marta a candidata em quem votariam. E não é por programa nenhum não, é falta de opção mesmo.
    Desde já Marta é a candidata em potencial ao governo do estado contra Alckimin e Kassab. Claro, que lula não irá deixar, vai lançar o Marinho e ai perderemos de novo.
    Como se vê as bases estão dando um recado ao lula e ao pt. Respeitem a militância,e mais o PT também deve perder muitas cadeiras de vereadores.

  5. O 2º turno será entre Haddad e Russomano. Justifico: a direitona reacionária é forte em São Paulo, mas por medo de perder com o imprestável candidato tucano, que não cumpre a palavra nem quando a registra em cartório e em rede nacional de televisão, estão transferindo votos para o ex-tucano e ex-malufista, Russomano. Está mais que evidente essa transferência de votos. Serra pode vestir o pijama e requerer sua aposentadoria junto ao INSS. Para o segundo turno não boto a mão no fogo, mas lembrando quão preconceituosa é a cabeça dos reaças de São Paulo, acho que vai dar o robusto e bem nascido Haddad contra o subnutrido “defensor dos consumidores de periferia”, Russomano. Mas, repito, não ponho a mão no fogo. Ótimo fim de semana a todos.

  6. Os trabalhadores da iniciativa privada são os mais prejudicados pelos dois partidos,PSDB e PT,o primeiro criou o fator previdenciario,e o segundo o mantem até hoje,ou alguem ja se esqueceu desse redutor de salarios,que prejudica 9 milhões de aposentados que ganham açima do minimo?,sem contar que milhares ja tiveram seus salarios achatados em um minimo,numa clara afronta á Constituição Federal.

  7. Quando o presidente Lula entrar de fato na campanha este quadro vai mudar. O povo de São Paulo não irá decepcionar o presidente Lula e irá acatar a sua escolha, para desespero dos tucanos. Russomanno é um home poderado e irá até abrir mão de sua candidatura em nome de Fernando Haddad. E, inclusive, poderá colaborar com Haddad graças a sua experiencia na defesa dos direitos dos consumidores.

  8. Com a chegada do Horário Eleitoral Gratuito, já é possível ouvir-se, ao longe, a Valsa da Despedida para a triste carreira política de José Serra. Já vai tarde… bem tarde…

  9. …o fulcro, o mote principal para a campanha oficial do Haddad, deve ser: o Hadddad é o único candidato com o apoio ( subentendido: LULA/DILMA ) necessário para transformar São Paulo em uma cidade melhor para se viver.
    Esta é a mensagem que eu, militante virtual do Haddad, aqui de Goiania, estou deixando diariamente nas páginas das redes sociais dos eleitores aí de São Paulo.
    …e vamú qui vamú…

  10. Me simpatizo e sempre votei no PT, porém desta vez e com toda certeza votarei no Russomano, tem o melhor discurso e conhece muito bem os problemas da cidade e demonstra vontade em resolvê-los sem bravatas, infelizmente Hadad foi uma má escolha de Lula e ainda por cima teve que se sujeitar a aquele vexame com Maluf.

  11. Haddad tem 4,4 de nota dos eleitores. Baixa né. Por que mudaria na TV? AQui em São Paulo o apoio de Dilma e Lula não tem esse peso que vocês imaginam. Visto que a Dilma perdeu aqui!!! Russomano e Serra no segundo turno.

  12. Para mim a analise é simples: qual candidato que não seja o Serra ou o péssimo Haddad serve, já que por obra d Sr. Lula não poderemos eleger a Senadora
    Marta.

  13. E agora, Serra? Ele só sabe bater no PT, tem toda a mídia amestrada para dar-lhe respaldo, mas com o Russomanno ele não contava!!
    Serra não se aguenta de ansiedade para acusar o PT de começar a baixaria (como sempre, acusa os outros do que ele próprio faz), mas quem disse que vai questioná-lo duramente sobre a Privataria Tucana foi o Giannazi, candidato do PSOL! Será que ele vai botar a “central de dossiês” pra fazer hora extra?

  14. Não precisou quaisquer atos do PSDB para derrotar o PT. O próprio Lula se encarregou disso com a aliança feita com Maluff, desceu todos os degraus vertiginosamente. O ”bolinha de papél” não tem chances, o povo já sabe quem é. Então, Celso Russomano tem toda chance de se eleger, deve subir ainda mais nas pesquisas.

  15. Olha Kotscho, sobre a disputa de SP me parece que a campanha de Serra começa (ou já) consolida um teto de intenções de voto. Ou seja, Serra será o Maluf de outras eleições: o candidato perfeito para o segundo turno, pois é vitória certa para o candidato que irá com ele, para esta fase final das eleições municipais. E no caso do Hadad, o PT, se não me engano, em todas as eleições tem, no mínimo, de 20% a 25% de votos. Portanto, a polarização PT e PSDB será mantida. Isto só não ocorrerá, na minha opinião, se a reijeição de Serra continuar a aumentar…

    Abraços,
    Marcelo Gonçalves

  16. Com todo o respeito, eu entendo a “euforia” do Kotshcho e do grupo de comunicação a qual ele pertence, mas é só começar o horário eleitoral que o Russomanno vai começar a perder alguns de seus votos para Chalita e a maioria deles para Haddad, no segundo turno é o seguinte 39% estão com o PT segundo a pesquisa os outros 61% não querem o PT, ou seja os boa parte dos que desaprovam a gestão Kassab preferem votar em Serra do que ver SP de novo na mão do PT

  17. Dum, cê tá maluco?!…Dilma não perdeu para o Serra aí em São Paulo não!Deu empate técnico.A vantagem do Serra sobre a Dilma constituiu -se numa grande desvantagem, considerando que essa turma tem a”rede esgoto” trabalhando descaradamente para eles e ainda por cima estão à mais de vinte anos no poder em São Paulo.

  18. Quanta besteira aqui em baixo, com apenas duas excessões tudo o mesmo balaio de gatos, o roto falando do rasgado, e o verdadeiramente novo, de lado, porque na cidade em que vivo três quartos da minha vida, a póuco mais de três anos rejeitaram o pdt e rejeitaram o pt, por menos de 1% dos votos o último, deu um demotucanalha tipo Serra/Kassab/Russomano/ juntos e ainda com o pcdob que pulou do outro galho para esse balaio, e a cidade está um caos, na saúde, educação, moradia, transporte, economia(fama de caloteira, devendo de tostão a milhão) infraestrutura, violêcias, indústria daq multa, acidentes, corrupções, etc…. até quando os paulistanos se deixarão levar pelo PIG, pela Tep, na contramão do Brasil?
    Até quando?

  19. “SERGIO M PINTO”,eu arrisco um pouco mais que você,se os Senhores:RUSSOMANO,HADDAD,SERRA,enfim todos que estão concorrendo a Prefeitura de São Paulo,qualquer um que ganhe o posto de Prefeito,o *que aconteceu no verão passado,vai acontecer NOVAMENTE no próximo verão,isso eu não tenho dúvida”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *