Está passando da hora de tirar Mano Menezes

Está passando da hora de tirar Mano Menezes

Livia Villas Boas Agif/ Gazeta Press

Vamos falar sério que o assunto não é de brincadeira: está passando da hora de demitir Mano Menezes e mudar todo o comando técnico da seleção brasileira, enquanto é tempo.

Faltam menos de 30 meses para a Copa do Mundo no Brasil. O vexame do Brasil contra a Bósnia na terça-feira, arrancando uma vitória sofrida com um gol contra no último minuto, foi a prova definitiva, se é que ainda faltava alguma: após um ano e meio de experiências promovidas por Mano, ainda não temos um time para chamar de seleção brasileira.

Não adianta mais escolher adversário fraco para preservar o técnico. O Brasil joga mal contra qualquer um porque é uma seleção sem nenhum esquema de jogo, sem brilho e sem personalidade _ um amontoado de jogadores que entra em campo apenas para cumprir os compromissos de Ricardo Teixeira com os patrocinadores.

O grande problema, a esta altura, é saber quem vai demitir Mano Menezes. O próprio Ricardo Teixeira está balançando no cargo de ditador da CBF e o diretor de seleções, Andrés Sanchez, é o ex-presidente do Corinthians que indicou seu cupincha Mano para a CBF.

Antes da Copa do Mundo de 2014, temos as Olimpíadas ainda este ano e a Copa das Confederações no próximo: com o futebol que esta seleção de Mano & Teixeira está jogando, serão mais dois vexames anunciados, como foi a Copa América no ano passado.

Não dá mais para ver o time do Brasil trocando passes em seu campo de defesa, todo mundo parado e olhando, até alguém sair correndo pela lateral e ficar esperando um lançamento, geralmente mal feito.

Afinal, qual é a história de Mano Menezes no futebol brasileiro, além de ser amigo de Andrés Sanchez e Ricardo Teixeira? Foi duas vezes campeão da segunda divisão _ de onde, aliás, não deveria ter saído.

Apesar dos cursos intensivos de media training, Mano é tão bronco como qualquer outro técnico brasileiro, com a diferença de que não tem nenhum talento. Seu time joga no mesmo estilo em que ele dá longas entrevistas: só no rolando lero, sem dizer nada, mas com muita pompa.

Na entrevista coletiva após o jogo contra a Bósnia, ele ainda teve a coragem de dizer que havia gostado da atuação da seleção brasileira, limitando-se a criticar alguns jogadores, entre eles, Ronaldinho, que ele mesmo ressuscitou para vestir a camisa amarela.

Ronaldinho está com o prazo de validade vencido há muito tempo, assim como o goleiro Júlio César, que tomou mais um ‘peru gordo’.

A questão nem é quem deve sair ou entrar no time. Tanto faz. Também não importa quem colocar no lugar de Mano Menezes, que já provou não servir para o cargo.

Serve qualquer um, desde que consiga pelo menos devolver aos jogadores o orgulho de vestir a camisa da seleção brasileira e a confiança no nosso futebol.

Podemos não ter todos os mais belos estádios, aeroportos, metrôs e hotéis prontos a tempo de serem inaugurados antes da Copa de 2014. Mas precisamos pelo menos ter um time que não nos faça passar vergonha dentro de campo.

Os caros leitores do Balaio têm algum palpite ou acham melhor deixar tudo como está?

Veja mais:

+ R7 BANDA LARGA: provedor grátis!
+ Curta o R7 no Facebook

+ Siga o R7 no Twitter

+ Veja os destaques do dia

+ Todos os blogs do R7

36 thoughts on “Está passando da hora de tirar Mano Menezes

  1. Está dificil Ricardo. Tirar o Mano e colocar quem ? Muricy ? Tricampeão Brasileiro e atual Campeão da Libertadores já tem sido acusado pelos próprios conselheiros do Santos de só funcionar em cima do garoto Neymar. No SPFC montou times competitivos e com personalidade que viviam de jogar bolas aéreas na área. Tite ? Montou um time competitivo no Corinthians com jogadores solidários e só. Retranqueiro visceral. Felipão? Está mais para “boca mole” (fala muito !!!) do que pra técnico. Colocar quem ?? Nesse momento temos alguns bons jogadores e só. Esse é o problema. Faltam craques. Temos quantos craques ? 1 ou 2 ? e olhe lá ? Já fomos um grande celeiro de craques. Hoje os garotos se comportam como estrelas. Vc viu o que aconteceu com o seu SPFC na Copa São Paulo. O salto alto dos meninos que vivem e treinam no melhor CT do Brasil ? É isso aí. Todos estão mais para astros POPs do que para craques de futebol. Culpa da legislação que acabou por transformar os clubes em reféns dos empresários. Pobres clubes´. Além de toda incompetência e vaidade de seus dirigentes, são reféns da TV Globo e dos empresários. O reflexo na seleção é esse.

  2. Caro Kotscho,
    Lanço a você e a seus leitores apaixonados pelo futebol que nos deu o epíteto de País do Futebol o seguinte desafio:
    Excluindo a passagem de Telê, me apontem qual seleção jogou diferente da outra nas últimas décadas?
    Roubaram a alegria do nosso futebol e hoje temos o futebol militarizado dos “comandantes, professores”-técnicos e suas burras e egoístas noções de hierarquia que travaram como um pantógrafo os nossos irreverentes craques.

  3. Caro Ricardo, até o Cinema voltou às raízes premiando com o Oscar um filme mudo e em preto e branco, no caso, O Artista. O futebol brasileiro também precisa voltar às raízes, o que é uma obviedade. Lateral não é ponta e, então, bota ponta, como nos tempos de Garrincha, o Charles Chaplin do futebol, como bem sacou mestre Drummond. O jogador brasileiro é muito mimado fora de campo e, dentro de campo, não atua com profissionalismo. Qualquer probleminha pessoal parece atrapalhar o desempenho. Eurico Miranda, o Eu Rico Miranda, pode ser tudo que se fala dele, mas não faz muito tempo o ex-presidente do Vasco ironizou o jogador Alex, quando esse rapaz disse que não jogaria tal partida porque estava sem cabeça. “Se ele está sem cabeça ganhando o salário que ganha, imagine se ganhasse salário mínimo”, atacou Eurico com total razão. Se o Brasil está McDonilzado, o futebol do País está europeizado, mas sem a competência dos europeus. O Brasil ganhou Copas formando seleções com jogadores de times que “bombavam” em suas épocas, caso de Santos e Botafogo. O que temos agora é a Legião Estrangeira, com poucos jogadores atuando no País. É uma seleção que não treina. Devia se apresentar no Jockey Clube, como diria Minelli. Ganso está em passo de ganso e, ao que parece, times do exterior já não demonstram o interesse de antes por ele. Neymar cisca, cisca, mas rende pouco na seleção e, por enquanto, não merece ser promovido a Neyoceano. E Ronaldinho Gaúcho? O negócio dele é cantar pagode e, se gravar um CD, talvez faça sucesso, mesmo incomodando nossos ouvidos. Dizem que, no Flamengo, ele conspirou para derrubar o Luxemburgo, que, apesar de tudo, talvez seja o técnico ideal para a seleção. Claro que ele é um poço de vaidade, mandão e o escambau. Uma boa conversa resolveria tudo, mas conversa séria não tem vez na CBF. E assim vamos em frente com essa seleção brancaleone. Valha-nos Deus, Nossa Senhora!

  4. Na boa, pra mim pode colocar até o Michel Teló como técnico, contanto que tirem o Mano. Até pq o ultimamente o Michel Teló está sendo curtido por jogadores de todo o mundo. Quem sabe o time jogue melhor no estilo “Ai se eu te pego”. Abraços…

  5. O Mano é um retranqueiro e nunca foi técnico de nada, nem no curintia ele ganhou alguma coisa, quanto mais na seleção. Fora Ricardo Teixeira, Andrés, Mano e toda essa corja que ai está, nos envergonhando a cada jogo. Dá vontade de cobrir de porrada esses caras, pena que não tem como eu fazer isso, pqp

  6. Precisamos entender que 80% desta seleção é imposição da própria imprensa e que o último técnico que fazia um trabalho muito bom, diante do material que possuia, foi escomungado pela opinião pública (cabeça feita). O que falta ao Mano é personalidade que alias o Dunga tinha demais e dizer a todos que este tal de Ganso não serve nem para jogar bolinha de gude, que o Neymar (caicai) é jogador caseiro e não funciona com arbitros estrangeiros, que o R Gaucho já éra (se é que algum dia foi), que o Julio Cesar nunca mais. Mas aposto que qualquer outro técnico não vai fazer muito diferente, porque é dificil ir contra a imprensa, e é pior ainda ir a favor, já que o que está aí é o que todo mundo pediu. Derrubaram o Dunga para ter estes caras na seleção e agora querem a cabeça do Mano porque ele atendeu ao seu pedido. ou ninguémlembra disso?

  7. JÁ TEM MUITO TEMPO QUE NÃO TEMOS UMA LEGÍTIMA SELEÇÃO BRASILEIRA; TEMOS SIM UMA SELEÇÃO QUE ATENDE A VÁRIOS EMPRESÁRIOS E AOS MANDOS E DESMANDOS DO SR. RICARDO TEIXEIRA. O QUE SE VIU ONTEM FOI O RESUMO DE 20 MESES DO ATUAL TÉCNICO, QUE JA USOU 82 JOGADORES, NÃO TEM UM TIME BASE, NÃO TEM UMA ÚNICA JOGADA ENSAIADA, NÃO TEM ESQUEMA TÁTICO, NADA, E ISSO É O QUE TEM SIDO DEMONSTRADO EM CAMPO: NADA. SE O BRASIL NÃO QUISER SER UMA VERGONHA DENTRO DE CAMPO E SER ELIMINADO AINDA NA 1a FASE, TEM QUE DEMITIR TODO “COMANDO” E COMEÇAR UM TRABALHO SÉRIO. JOGADORES COMO JULIO CÉSAR, RONALDINHO GAUCHO E OUTROS TEM PRAZO DE VALIDADE, E ESSE PRAZO ESTA VENCIDO HÁ BASTANTE TEMPO….

  8. Prezado Ricardo, Boa Tarde…

    Futebol é paixão e nada mais apaixonante do que Copa do Mundo, especialmente aqui no Brasil. Jamais vi uma Seleção brasileira ganhar uma Copa chegando como favorita ou através de um trabalho bem feito, elogiado pela torcida e pela imprensa. Infelizmente, a força do nosso futebol sempre veio dos craques, dos jogadores e jamais de um trabalho sério e bem planejado. Senão, vejamos. Suécia, 58… havia a síndrome do vira-lata e ninguém acreditava; houve até jogador (Almir Pernambuquinho) que recusou a convocação porque o seu time (o Vasco) iria excursionar pela América do Sul, coisa que ele, e os dirigentes do Vasco, achava mais importante. O belo trabalho de Paulo Machado de Carvalho só foi reconhecido após a merecida conquista. Em 62, apesar de campeão na Suécia, o time estava envelhecido e desacreditado, e após a contusão de Pelé, no 2o jogo, falou mais alto o gênio de Garrincha e fomos novamente campeões. Em 70 no México, talvez a melhor Seleção de todos os tempos, a mesma coisa. Saldanha havia sido despedido por Médici (sim, pelo Ditador de plantão) porque negava-se a escalar Dário como titular e a classificação, nas eliminatórias, foi sofrida, com uma vitória apertada contra o Paraguai no Maracanã, no último jogo. Em 94 e 2002, a mesma coisa. Eliminatórias sofridas, quase ficamos de fora em 2002, com a obrigação de ganhar da Venezuela em Recife. Enfim… incomoda menos essa questão da falta de um time, que sempre foi uma tradição brasileira nas Copas que ganhou mas, o que é grave é o processo mafioso que levou Mano Menezes à frente da Seleção, inteiramente comandado por Teixeira e Andrés. E outro agravante… uma coisa é ter um time em formação jogando uma Copa na Europa, onde a torcida não vaiará se o time iniciar mal uma partida (lembram a sofrida vitória contra a Turquia em 2.002, no primeiro jogo?); e outra, bem diferente, é ter o exigente torcedor brasileiro pouco disposto a bancar o patriota e querendo ver bom futebol. Enfim, são inúmeros os desafios e no duro, mas no duro mesmo, o ideal seria neste momento, Teixeira sair da CBF e com ele toda esta estrutura oportunista preparada unicamente para sustenta-lo e a partir de um comando sério aí sim procurarmos os nomes certos porque tempo – em se tratando do futebol brasileiro – ainda temos. Ainda…

    Abraços Ricardo.

  9. Será mesmo que esse Mano Menezes sabe o que é uma bola? Só o Felipão tem experiência e competência para resolver o problema da seleção brasileira. Insistir com esse técnico de time de subúrbio que aí está significa dizer que iremos passar por grande vexame na copa. Provavelmente não passaremos sequer da primeira fase. O problema é que o Ricardo Teixeira vai deixá-lo no cargo somente por pirraça e para mostrar que quem manda da CBF é ele. Presidenta Dilma, mostre que V. Exa. é a mandatária maior deste país e nessa condição use os meios necessários para evitar que um sujeito mergulhado em denúncias, como é o RT, continue a representar o futebol brasileiro, principalmente quando o mais importante evento futebolístico vai se realizar em nossa casa.

  10. ISSO QUE DÁ COLOCAR UM CURINTIANO PARA DIRIGIR A SELEÇÃO. NUNCA VAMOS GANHAR UM JOGO INTERNACIONAL. SE NÃO ROUBAREM PARA NÓS, OU SE OS OUTROS TIMES NÃO ESTIVEREM BEBADOS OU NA PISCINA DO COPACABANA PALACE NUNCA GANHAREMOS COM ESSA ZICA DOS FEDIDOS…………PAULO DE TARSO BARBALHO

  11. Como ja postei em outro lugar, vamos racionar de modo pratico:
    o futebol é um negocio, e dos bons.
    Nesse negocio estao até o pescoço a)jornalistas esportivos b)agencias de publicidade (e alguns seus medios e mega clientes) c) as federaçoes e clubes.
    Os terceiros dependem vitalmente dos dois primeiros…
    Ora, os jornalistas esportivos tem suas representaçoes de classe (ex. Aceesp,) os da publicidade os seus etc.
    Ora vai haver um mega negocio chamado COPA do mundo já. E o
    sr H.Mafioso teixeira está atrapalhando os negocios. Vide colarinho branco, vide seleçao, vide mano menezes, vide que nemA Dilma quer chegar perto do leproso moral…
    Entao, reunam-se os tres interessados acima e deem um pontape definitivo no desinfeliz da CBJ. E exijam outro, com uma base menos corrupta e mais pro-exporte. JA, a copa e os negocios vem ai. O que voces estao esperando??

  12. Neste momento de incerteza total, tem que ser chamado o técnico que tem pulso firme: Felipão ou Muricy e salvar o Brasil de um vexame incrível, talvez não chegue nem as 8º do mundial de 2014.

  13. A máfia globo+CBF não é de hoje, pasteurizou (matou todos os elementos vivos) a seleção e o futebol brasileiro, impõe, escalam jogadores, demitem o tecnicos a hora que lhes convier. Kotcho, Mano sai a hora que a globo quiser.

  14. Concordo plenamente.
    O Brasil não está carente só de craques ou bons jogadores,”nunca na história desse país” houve tantos técnicos retranqueiros como agora,chega de retranca,vamos mostrar nosso descontentamento.Além da vergonha que vamos passar com a organização da Copa do Mundo, pelo andar da carruagem vergonha teremos também com a nossa seleção.
    Campanha “Chega de retranca e péssimo futebol” Guardiola ou Mourinho para técnico de nossa seleção.Quem sabe técnicos e jogadores se sintam envergonhados com essa nova proposta

  15. Gosto de ler os comentários dos colegas.. e realmente o que deixa preocupado é como o Mano, que não tem nada de mano, chegou ao comando da nossa “Seleça”. Infelizmente a seleção não é mais aquela.. mais já tivemos seleções não tão fortes mais com ao menos um time, jogando em conjunto, taticamente organizada como a de 94. Não dá! O Mano tá perdido! Copa América vexame! Agora vms combinar se ganhar a Olimpiada NÃO vai ser por merito dele. A Seleção olimpica é um time formado pelo Ney Franco, que ganhou o ultimo mundial sub 20 com um TIME e sem Neymar e Lucas! Não ta treinando a seleção olimpica e nem ta fazendo um time para o mundial de 2014. É muito fraco e cheio de pose! FORA MANO … FORA TEXEIRA.. não me venham mais com esta desculpa que não temos mais craques.. faça ao menos um time!! São Caetano da vida..

  16. O brasil não é o pais do futebol,o Brasil é o país dos caras que ganham dinheiro com futebol,tecnicos,dirigentes,jogadores,o povo..ha desculpe o povo não ganha nada com o futebol,pelo contrario;perde,a paciencia assistindo consecutivos vexames patrocinados pela seleção brasileira que insiste em manter como treinador um cara insipido,chato e absolutamente incompetente,ele é a cara da CBF; e provavelmente na copa da 2014 nós vamos ficar com a cara dele. PARABENS PELO BLOG

  17. Caro Kotscho
    Admiro suas cônicas pela sua objetividade, clarividência, espírito crítico, e principalmente ponderação. Mesmo tratando de temas políticos, que envolvem muita paixão, você escreve de modo enfático , incisivo, crítico, ma sempre muito polido.
    O mesmo não ocorre quando o tema é futebol. Aí, nem parece o Kotscho. O estilo é iracundo, às vezes ofensivo, direto na jugular. Como um torcedor em ponderações num bar. Sem ponderação. Não dá para manter a coerência???

  18. O futebol brasileiro està decadente na qualidade dos jogadores.Mas os tecnicos brasileiros estão totalmente decadentes em relação aos europeus em termos de tatica e além de corrompidos por empresarios e tb pelo oba,oba da imprensa.Volta,Dunga pelo menos este tem carater,personalidade,p/ fazer os jogadores honrarem a camisa da seleção brasileira.

  19. Eu vibrava cada vez que o Dunga mostrava a Globo que ela não era melhor que as outras emissoras. O Dunga foi injustiçado pela mídia hipócrita, que gosta mesmo é de afago no pé do ouvido. A seleção debaixo do comando dele teve melhores resultados do que esse arremedo de time de pelada de fim de semana. Sei que esse meu desejo não vingará, mas tem que ser o Dunga de volta!!!!

  20. Já passou da hora. Quem colocar no lugar, é um dos problemas. Talvez o principal. Difícil achar alguém que, quase que necessariamente: sirva à Globo (a experiência “Dunga” terá terminado mais pelas qualidades do ex-técnico (não que visse muitas, mas ele as tinha, sim. Uma delas não obedecer ao perfil global) do que por seus (vários) defeitos; conviva bem com “necessidades” específicas da CBF (retribuir favores com jogos inacreditáveis em estádios de péssimo gramado; faturar contratos, movimentar a máquina do futebol valorizando jogadores escolhidos a dedo para ir para o exterior, etc). Meu palpite: acordo entre RTeixeira (e cia) e Câmara, Governo, oposição, clubes, imprensa (parte) alinhava a saída do eterno presidente, assume alguém que não pegue pesado (mas que pareça estar pegando) e chama … chama … o Felipão. Não acho boa solução, mas minha intuição (confesso, é chute mesmo, porém com uma pitada de raciocínio) é aguçada … O Brasil não deve ser o campeão (infelizmente). Agora, impossível mesmo é o Brasil ser vice. Outro palpite: terceiro.

  21. Baita decepção com o trabalho do Mano, parece que desaprendeu. Vc tem razão está na hora de troca de comando que ainda da tempo de planejar o esquema e time para a copa.

  22. Dizem que o futebol no Brasil é profissional. Não é! Todos são amadores dos dirigentes ao jogadores, passando inevitavelmente pelos técnicos. Os torcedores estão se afastando dos estádios e a imprensa poem a culpa na violência dos próprios torcedores e nada de por efetivamente o dedo na ferida. A baixa freqüência de torcedores nos estádios deve-se ao péssimo futebol praticado decorrente das péssimas posturas desses dirigentes que atuam para rebaixar cada vez mais o futebol brasileiro.

  23. Esse merda do Mano faz parte do irritante clube dos retranqueiros que só leva nosso futebol pra trás (Mano, Tite, Felipão, Muricy…), enquanto espanhóis, holandeses e ingleses jogam o futebol mais vistoso e atraente do momento. Não devia nem ter entrado.

  24. “Concordo com o comentário do *MOIKANO*:colocar quem?
    “A impressão que *eu* tenho é que em matéria de jogadores nos temos o *nosso feijão com arroz para jogar dentro do Brasil*”.
    Pois está bem difícil(NÃO IMPOSSÍVEL)os nossos jogadores enfrentarem *alguns jogadores chaves das outras seleções*.
    “O nosso futebol já não é mais *aquela brastemp*”.

  25. 1º missão: Tirar o Teixeira. Ele é o dono da empresa chamada CBF. temos que arrancar a cabeça.

    2º missão: Democratizar a CBF. Fazer dela uma Entidade democrática.
    Dessa forma terminando de aniquilar o Corpo.

    rsrs Gostaram? é isso meus caros, no fim é isso que precisamos pra termos algum nível de melhora no nosso Futebol. Não só dentro de campo, mas fora dele também.

  26. Sim precisamos de um novo técnico, mas não devemos nos esquecer de que nossos jogadores não são mais aqueles, é só pensarmos a quanto tempo um brasileiro não é eleito o melhor do mundo? Mas mesmo assim gostaria muito de ver Pep Guardiola à frente da seleção. Sonhar não paga imposto né.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *