Kassab agora corre risco de ficar isolado

Kassab agora corre risco de ficar isolado

Que fase! Rejeitado pelos dois principais partidos a quem ofereceu aliança, batendo recordes negativos de popularidade, o prefeito Gilberto Kassab se viu acuado dentro do carro oficial ao sair quarta-feira da missa de aniversário da cidade na Catedral da Sé.

Xingado e alvejado por ovos e pedras jogados por cerca de 800 manifestantes, Kassab, na verdade, estava pagando pelo que não fez. O protesto era contra as ações policiais na Cracolândia e no Pinheirinho, em São José dos Campos, responsabilidade do governador Geraldo Alckmin, que achou melhor não ir à missa.

No mesmo dia, o prefeito ficou sabendo que Rui Falcão, presidente nacional do PT, descartou liminarmente qualquer possibilidade de aliança com o PSD de Kassab, que ofereceu a Lula um vice para o candidato petista Fernando Haddad.

Falcão foi peremptório e fechou a porta para qualquer negociação: “Em nenhum momento cogitamos isso. Nem o prefeito Kassab está cogitando. Temos feito oposição ao prefeito Kassab”.

O PSDB, por sua vez, também fechou questão: vai ter candidatura própria e já marcou suas prévias para março. Alckmin não quer conversa com Kassab, aliado de José Serra, seu principal adversário no poleiro tucano. Nas últimas eleições municipais, em 2008, Serra e Kassab se uniram contra Alckmin e deixaram o atual governador fora do segundo turno.

Kassab, porém, não perde as esperanças de fazer aliança com um dos dois grandes partidos, qualquer um. Depois de trocar agrados com a presidente Dilma Rousseff, na cerimonia de entrega das medalhas de 25 de janeiro, durante a celebração dos 458 anos de São Paulo, o prefeito voltou a repetir aos jornalistas:

“É evidente que o partido irá analisar as alianças possíveis, e não se exclui o PT nem o PSDB”.

O mais provável no momento é que Kassab fique isolado na disputa pela sua sucessão e só lhe restará a alternativa da candidatura própria do PSD. Mesmo que não tenha chances de vitória, pelo menos terá alguém para defender sua administração dos ataques que certamente virão de todos os lados.

O problema é que o único nome viável de que dispõe é o do vice-governador Guilherme Afif, que não me parece muito animado a ir para o sacrifício. Basta lembrar que, sem alianças, o PSD terá apenas um minuto de tempo na televisão, dez vezes menos do que PT e PSDB.

No começo da campanha, parecia que Kassab tinha o jogo nas mãos, procurando simultâneamente lideranças do PT e PSDB, que há anos disputam a hegemonia em São Paulo. Jogou alto, mas agora corre o risco de perder tudo e ficar pendurado na brocha.

Agora, no máximo, poderá ser o fiel da balança, dependendo de quem irá apoiar no segundo turno. Por mais que Dilma e Lula gostassem de ter o PSD de Kassab como aliado agora, pensando nas campanhas em todo o país e na sucessão de 2014, as pretenções do prefeito esbarram nas lideranças partidárias locais.

18 thoughts on “Kassab agora corre risco de ficar isolado

  1. ‘’No mesmo dia, o prefeito ficou sabendo que Rui Falcão, presidente nacional do PT, descartou liminarmente qualquer possibilidade de aliança com o PSD de Kassab, que ofereceu a Lula um vice para o candidato petista Fernando Haddad.’’
    Querendo ou não, Rui Falcão e seus semelhantes engolirão, com ou sem anestesia uma eventual aliança com o PSD do Kassab. Engolirão e terão de ‘’digerir’’ e excretar eventuais resistências. A aliança entre Kassab e o PT independe do que acha ou deixa de achar o Rui Falcão ou quem quer que seja no PT, pois lá, quem manda é o Lula e a Dilma e não se fala mais nisso.
    Aliás e a propósito, a presidente Dilma foi recebida com tapete vermelho poe Kassab e foi agraciada com a medalha 25 de Janeiro. “QUERIA DIRIGIR CUMPRIMENTO ESPECIAL E AGRADECIMENTO A ESSA FIGURA CAPAZ DE AGREGAR, DE CRIAR VÍNCULOS FRATERNOS E REPUBLICANOS COM AS PESSOAS DIFERENCIADAS, QUE É O PREFEITP GILBERTO KASSAB, A QUEM SOU MUITO GRATA PELA HONRARIA.” Disse a presidente Dilma.
    Congressos e Assembléias no PT só servem mesmo para homologar o que já foi decidido. Ou para decidir o que já foi decidido.

  2. Já vai tarde. Esse é mais um fruto dos paulistanos e tucanos. Espero que seja definitivo. Quem precisa de mais do mesmo ? Kassab é só isso. Que contribuicão afinal daria à política ? Poderia até dar se não fosse isso : mais do mesmo. Que seu partido fique no limbo. Mais um pouco e o PT ainda ajudava a alimentar. Do PT já se sabe, nunca se tem certeza do que virá. E eles não costumam ser muito coerentes não é?

  3. Rui Falcão disse que daria a vice ao PR, esqueça Rui Falcão, eles ja disseram não,e ao contrario do PT quando as pesquisas indicavam Marta lider vcs a humilharam, agora o lider é justamente o Russomano do PR. Lula e o PT paulista vão fazer como o PSDB em 2008 ficar fora do segundo turno. Lula pode conhecer o Brasil mas não sp como Marta, alias vive no AbC, e ainda mais queria Ciro Gomes governador de SP, se lembram disso?

    São Paulo não é quintal do PT, quem conhecia a cidade e gostava dela o PT a tirou da disputa.

  4. Merece do mesmo jeito, até mais.

    Isso é pela Controlar, pelo estádio do Corinthians, pela indústria da multa em SP…e outras coisas mais que o paulistano sofre todo dia.

  5. Ricardo,

    Creio que o Luiz Carlos “O Velho” está coberto de razão. Rui Falcão, Marta Suplicy, Eduardo Suplicy, quem quer que seja do PT, não apitam absolutamente nada. O Lula decidiu que seria Dilma, a candidata e assim foi feito. O Lula decidiu que o Hadad é o candidato e assim foi feito. Se o Lula resolver fazer aliança com o Kassab, assim será feito. Não vamos nos esquecer que o Lula acende uma vela pra Deus e outra pro diabo pois já se aliou e o governo federal continua aliado a Sarney, Collor, etc. Rui Falcão: é melhor ficar quieto. Marta e Eduardo já estão quietinhos. O PT não existe mais. O que existe é o PL (Partido do Lula). De qualquer forma, com ou sem aliança com o Kassab, o Hadad é uma força nessas próximas eleições pois tem o melhor eleitor do País: Lula. Creio que apenas um candidato apoiado por FHC e Serra possa fazer frente ao Hadad. O Serra está mortinho dentro do PSDB e a nível de uma candidatura a presidente da república, mas em São Paulo ainda é uma força política importante.

  6. Assisti à sua participação no jornal da Record News sobre os acontecimentos no Pinheirinho. Fiquei extremamente irritado. A tentativa de ser ou parecer imparcial resultou no absurdo de os telespectadores ficarem com a impressão, como resultado de seu comentário, de que o maior responsável pela barbárie foi o governo federal, mais exatamente o Ministério das Cidades, por não haver tomado medidas tempestivas para regularizar a ocupação.
    Por favor, peço que você se dê ao trabalho de ler as postagens contidas nos links abaixo, coisa que, no meu entender, você deveria ter feito antes de botar todos, Dilma, Alckmim, Cury, PT e PSDB no mesmo balaio.
    http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/a-uniao-tinha-poder-para-desapropriar-pinheirinho
    http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/uniao-foi-atropelada-varias-vezes-no-caso-pinheirininho

  7. O Kassab já está isolado, insulado num ilha chamada PSD e tucanóides, os recém chegados desta sigla e congêneres da oposição. Ainda me lembro, quando estava hospitalizado no Hosp. São Paulo ouvi um foguetório na região e perguntei a enfermeira. Hoje, foguetório numa plena terça? E ela me respondeu; é que o Kassab ganhou da Marta as eleições. Logo pensei, hoje tem foguetório mas daqui a dois anos vai haver outro quando da sua saída. Kotscho, até que não errei muito porque no final do ano teremos outro foguetório, aquele da sua saída, do Kassab é claro e da entrada do primeiro libertador desta autentica ditadura Demotucana, eles mesmos já sabem disto, haja visto o desespero do governador e seu staff que ultimamente só fazem asneiras.

  8. “Esse *carinha* jogou muito alto,até fingir que fazia uma visita no hospital ao Sr.LULA,ele fingiu”.
    Quando na realidade *ELE* foi oferecer cooperação e aliança para o PT nas próximas eleições.
    “Resultado:se embananou todo,ele saiu jogando para tudo quanto foi lado”.
    “Tomara que *desapareça*,para sempre…

  9. Caro Kotscho
    Kassab, “o higienista” prefeito da capital do “Tucanistão” virou encosto político !!!
    NINGUÉM QUER !!!
    Tem que exorcizar !!!
    Carregar essa cruz pesada por conta de um minutinho de tempo na TV não vale a pena. Não vale o mel coado.
    Aqui tem anti-petista mais “entendido” de petismo que os petistas de vida e morte !!! É o preço da força, fazer o que ?
    Como dizia aquele personagem do Chico Anysio…
    “- É impissionanti…”

  10. Um vice do PSD não ajuda em nada o candidato do PT. O eleitor paulista é um eleitor politizado e não vai votar em um candidato apenas porque é o candidato do Lula, menos ainda com apoio do Kassab. O apoio do Kassab vai atrapalhar ainda mais o prestigio do Haddad, que ja fez muitas trapalhadas no ministerio da educação.

  11. Pois é Kotscho.
    Não precisa ser ‘’entendido’’ em PT para saber que, decisão do LULA não se discute; OBEDECE-SE. O que Lula sugere é ordem. Basta apenas uma sugestão, uma idéia. Não precisa sequer ser uma tendência. Amanhã, DIA 28, Um tal conselho se reunirá para avaliar o que já está avaliado e sacramentado. A tendência, segundo petistas mais realistas é que o partido se dobre às pressões do ex-presidente Lula e libere as negociações com Kassab.
    Não vamos fugir de uma discussão que está colocada”, disse o vereador Antonio Donato, presidente do diretório municipal do PT.
    Não se trata apenas da busca por alguns minutinhos na TV. Nada disso. O buraco é mais embaixo, aliás, tão mais em baixo que o militante está ‘’voando’’ sem entender nada de nada.
    A aliança, claro, poderá até não sair, mas isso, não por causa da bronca da militância desvairada que, a rigor tem peso ZERO nas decisões deste quilate. À militância caberá, como sempre, o direito de aplaudir o que for decidido, seja qual for a decisão. Quem não concordar que vá para o PSOL. Ora,ora!

  12. esta escrito ,o bem vence o mal ,entao está na hora do Kassab deixar de existir na vida do brasileiros a quem ele so fez o mal ,o povo paulistano.

  13. O Kassab tem que primeiro conseguir melhorar a aprovação da sua gestão, falta muito tempo para eleição começar pra valer e a prefeitura esta com os cofres cheios em aplicações que ele certamente vai usar esse ano, e só se conseguir isso o apoio do PSD no segundo turno, será fundamental para Tucanos ou Petistas, porque quanto ao tempo de TV ele não tem mesmo, no máximo vai conseguir o PV e alguns nanicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *