Atletas ganham um plano de previdência

Atletas ganham um plano de previdência

Na cata de boas notícias às vésperas dos festejos de final de ano, em que buscamos todos dar uma trégua ao agito da vida cotidiana e às crises do fim do mundo, recebi um texto com boas novidades, que transcrevo abaixo. Foi-me enviado pelo bom amigo jornalista Washington Luis de Araújo, gerente de Comunicação e Relações Institucionais da Petros, empenhado em colocar de pé um plano de previdência para os nossos atletas profissionais.

Estamos acostumados a ler histórias de atletas que ficaram milionários, mas esta não é a realidade da maioria deles, que sobrevivem com dificuldades depois que se aposentam do esporte.

É o caso do jogador Moacir, antigo ídolo do Flamengo e reserva de Didi na seleção brasileira campeã do mundo em 1958, cujo drama tenho acompanhado por relatos de meu irmão Ronaldo Kotscho, também jornalista, que há tempos fez uma reportagem com ele para a ESPN sobre sua dura luta pela sobrevivência no Equador, onde vive com a família.

No artigo abaixo, Washington mostra como atletas do presente podem ajudar na campanha que está sendo produzida pela Petros para amparar os atletas do passado:

Uma campanha para o EsportePrev

Uma vida digna depois de viver do esporte é o mínimo que nossos artistas do futebol e de outras modalidades esportivas merecem. No entanto, a história mostra que nem sempre isso acontece. Ou melhor, na maioria das vezes isso não acontece.

Aplausos de milhares de torcedores, holofotes, autógrafos, páginas e páginas em revistas e jornais minguam totalmente quando o atleta encerra sua carreira. O craque Paulo Roberto Falcão, hoje comentarista esportivo, afirma que o atleta morre duas vezes, a primeira quando deixa de fazer o que mais gosta, jogar profissionalmente.

Mas este déficit que a vida apresenta aos atletas poderá ser atenuado com a criação de um plano de previdência complementar, administrado pela Petros, fundo de pensão dos trabalhadores da Petrobras, que já cuida dos planos para outras categorias profissionais como médicos, jornalistas e artistas.

O EsportePrev foi anunciado recentemente  pelo ministro da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas, com endosso do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante a cerimônia de premiação dos melhores jogadores do Campeonato Brasileiro.

Na festa promovida pela CBF, foi mencionado que craques de hoje e os chamados craques de sempre estão sendo convocados para participar do plano de previdência. Estrelas como Marcão, do Palmeiras, Ronaldo “Fenômeno” e Roberto Carlos do Corinthians já pensam como se envolver diretetamente com o assunto.

Uma campanha publicitária já está sendo analisada para envolver sociedade e atletas no intuito de buscar uma vida melhor para quem tanta alegria nos proporcionou. Pepe, grande ponta esquerda do Santos de Pelé, campeão mundial em 58 e 62 e, posteriormente, um técnico campeão pelo próprio Peixe e pelo São Paulo, entre outros clubes, conta que sempre que sonha com futebol, sonha jogando bola, nunca como treinador.

Nada mais justo do que estes artistas da bola e de outras modalidades continuem sonhando com o que mais amam, mas vivendo uma realidade digna. Realidade que hoje não sorri para muitos destes campeões.

O grande Moacir, companheiro de Pepe e reserva de Didi no mundial de 58, mora hoje no Equador e passa por problemas sérios de saúde e financeiros. Amigos do jogador estão elaborando um leilão com peças de uniformes da Copa de 58 para coletar recursos e enviar ao grande campeão.

Por falar em Pepe e Moacir, tramita no Congresso projeto de lei enviado pelo governo para uma gratificação aos campeões mundiais. A iniciativa da Presidência da República é louvável, mas ninguém sabe quando será aprovado pelos parlamentares. No futuro, com maturação deste plano de previdência complementar, tomara que medidas como esta não sejam mais necessárias.


Uso responsável do papel, você tem um compromisso com o futuro.


53 thoughts on “Atletas ganham um plano de previdência

  1. Vale lembrar que o plano EsportePrev já conta com o aval das seguintes instituições: Sindicato de Atletas Profissionais do Estado de São Paulo, Sindicato dos Atletas de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, Sindicato dos Atletas de Futebol do Estado da Paraíba, Sindicato dos Atletas de Futebol do Estado Do Mato Grosso do Sul, Sindicato dos Atletas Profissional no Estado do Rio Grande do Sul e o Sindicato dos Atletas de Futebol Profissional do Estado do Rio Grande do Norte. Vamos se mexer aí gente!!! Outras entidades estão convidadas a participar!!!

  2. Está mais do que na hora de o país retribuir o tanto que os jogadores de futebol deram ao Brasil. Deram alegrias e glórias. Encantaram e emocionaram. Deram títulos que colocaram o Brasil no topo do mundo do futebol. São reverenciados pela imprensa estrangeira, mas são esquecidos aqui em casa. O esquecimento é uma condenação e o que eles merecem são homenagens e uma vida digna. O Projeto de Lei que dá um premio aos antigos campeões mundiais de 1958, 1962 e 1070, além de remunerá-los mensalmente com uma aposentadoria, está à espera de votação no Congresso Nacional. A aposentadoria dos nossos antigos craques é uma justiça a ser feita em caráter de urgência. A mesma urgência que os nossos congressistas usaram para aumentar seus salários.

  3. Caro Kotscho, obrigado pela oportunidade. Como reforçado, no comentário anterior, os atletas precisarão se filiar a sindicatos de suas categorias.
    Estamos incentiviando outros sindicatos a entrarem para o plano, mas de início já contamos com os de São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraíba, Rio Grande do Norte e Mato Grosso do Sul.
    Embora o senso comum entenda que a maioria dos jogadortes e ex-jogadores vivem numa boa, não é verdade. Mais de 90% recebem pouco acima do salário mínimo.

  4. Merece todos os aplausos a idéia. Todos conhecemos ex-atletas do futebol que tantas alegrias deram à Nação Brasileira e que sobrevivem com a maior dificuldade do mundo. Da mesma forma, todos conhecemos idosos que, também da mesma forma, trabalharam para o engrandecimento da nação e hoje sobrevivem graças a ajuda que recebem de terceiros porque se dependessem apenas da aposentadoria do INSS, certamente já estariam mortos. Mas o principal é que se não houvesse tantos desvios de dinheiro público, como recentemente temos visto, de iniciativa de parlamentares autores de emendas ao orçamento desviando bilhões de reais a ONGs fantasmas, na verdade tanto os ex-atletas como os atuais aposentados poderiam ter, realmente, uma vida digna e merecedora.

  5. Por que tanta regalias para atleta de futebol?
    Eu comecei a trabalhar em 1964, na década de 70 eu ganhei os melhores
    salários, fiz muitas horas extras e paguei a previdência.
    Quando fui me aposentar uma lei do FHC so contava contribuições a partir de 1994.
    Alem disso tinha os pedágios. Quem vai me defender?
    Quem vai me devolver o que eu paguei e não recebi?
    Igual a mim tem milhares nesse pais.
    Quanto policial militar que passou a vida correndo atrás de bandido,
    tem o corpo marcado de bala e recebe uma merreca?
    Esse não é campeão do mundo?
    Aquele agricultor que passa a vida no brejo plantando arroz pra a gente comer,
    sujeito a todas a todas as intempéries da vida, contraindo esquistossomose , amarelão, giárdia, trichiura,
    picadura de cobra, mosquitos… também não campeão do mundo?
    Façam me um favor, todos eles ganharam para fazer o que fizeram em poucos meses de trabalho.
    Quem soube aplicar o dinheiro esta bem de vida.
    É muito paternalismo com futebol, agora vem a copa do mundo.
    Quanto isso não vai custar ao pais, quanto não vai gerar de corrupção?
    Os sindicatos ou a lei que crie um fundo de previdência em cima dos salários milionários
    dos atletas, para assegurar a velhice daqueles que não conseguiram fazer fortuna.
    Recuso me a pagar essa conta.
    Ate hoje não recebi o fundo 157, o Plano Collor II e outros planos
    que deram e mão beijada aos Bancos mais de R$ 1.000.000.000.000,00 (1 trilhão de reais)
    da poupança do povo. Os deputados vão se aposentam com R$ 27.500, 00.
    A triste realidade é que trabalhar não da dinheiro.

    1. Pois e targino, o engracado e que quem vai pagar essa conta serao os mesmos otarios trabalhadores de sempre, na bomba do posto de combustivel. fundo petros so pra elite q trabalha em estatal mas quem paga sao os trabalhadores.

  6. AH!
    Como é difícil beneficiar o povão.
    Esse projeto, vai tramitar durante anos nas 02(duas) casas legislativas do Brasil e, por mais incrível que possa parecer, terá o voto do Trrka, lembram, o + votado nas eleiões 2010.

    E por falar em votação, os mesmos ban….d..s, aprovaram ontem 15/12/2010, os seus respectivos salários, que eles dizem ser justo, por causa da reposição inflacionária, tadinhos dos f …. p t s

  7. Acho ótima essa iniciativa, mas creio que os atletas poderiam iniciar uma outra profissão após deixarem suas carreiras no esporte (futebol ou outros), pois fazem isso antes de chegarem aos quarenta anos, portanto bem jovens. Eu me aposentei aos 49 anos, com 33 anos de trabalho com carteira assinada e pagando à Previdencia todos esses anos. Pois bem, após aposentar-me com renda inicial acima do teto da época, hoje recebo exatos três salários mínimos por mês, porém logo após aposentar-me abri uma microempresa para confecção de cortinas sob medida e estou trabalhando nela há quase 20 anos, pois com o que ganho de aposentadoria não posso parar de trabalhar. O que não pode acontecer é os governantes fazerem doações com o dinheiro público e deixarem de corrigir adequadamente a aposentadoria dos que pagaram a vida inteira para terem uma velhice decente. Não são só os atletas que ficam idosos.

  8. E os que produzem alimentos, insumos, saúde, segurança e educação não merecem o mesmo que os produtores de entretenimento?
    Será que o circo se valoriza mais e mais a cada dia para aumentar a cortina de fumaça que cega a letárgica e ingênua massa social?
    A mesma massa que não consegue mais se indignar e nem perceber as falcatruas rápidas e rasteiras engendradas nos palácios do planalto central.
    Parabéns a competente mídia que deve ter feito pacto com o diabo para acobertar tanta safadeza.
    Nunca antes nesse país se votou tão rápido uma matéria como a do enorme aumento salarial dos políticos.
    Nem uma linha sequer sobre o assalto que os deputados e senadores fazem ao erário aumentando seus salários e dos servidores públicos em geral chamando a sociedade de idiota, burra, ignorante e incapaz.
    Sociedade dominada, resignada, letárgica e reprimida.
    Sangue de barata.

  9. Boa tarde Ricardo. Mais uma vez o governo Lula faz o que durante 121 de república nunca fizeram. As entidades federativas de esporte no Brasil são completamente avessas ao que se deveria ser feito para o lado assistencial, saúde e social de ex atletas. De todas as formas possuem arrecadações, vindas dos clubes, dos governos estaduais e do Ministério dos Esportes, alem é claro em participações de rendas. Os atletas também devem se unirem mais para o bem comum. Os sindicatos protegem os trabalhadores com uma gama de serviços para atende-los juridicamente, na saúde, na aposentadoria e muito mais. Tivemos durante oito anos o país comandado por um dito sociólogo, que na verdade é um tecnocrata neoliberal que nada fez nesse sentido. Pergunto a voces de que serviu sua pós graduação em Sorbone durante o exílio se pouco utilizou o seu aprendizado para o bem de todos? Precisamos ter um operário e sindicalista para começar a melhorar em todos os focos o Brasil. Lula, mais uma para coleção de acertos para bem do povo. Pense com carinho em alguns erros cometidos nesse período e não os deixe repetir com a Dilma. O Brasil vai precisar de voce por trás e quem sabe a frente daqui a alguns anos.

  10. E, assim, nosso país diz, em alto e bom som, que quer fazer justiça a seus heróis, e que entende que eles não são heróis apenas durante um tempo, mas que o são durante toda a vida – condição conquistada à base das muitas alegrias que proporcionaram e das vidas que ajudaram a tornar muito mais felizes. Que bela notícia nesta reta final de 2010!

  11. Caro kotscho:
    A maioria dos trabalhadores celetistas brasileiro tambem passam por dificuldades, normalmente ganham baixos salarios, e quando se aposentam a situação fica negra para eles, já os jogadores profissionais ganham bons salarios, nenhum deles ganham salario minimo, muitos ganham uma verdadeira fortuna mensal, coisa que nenhum trabalhador comum ganhará durante sua vida inteira, essa preocupação apenas com jogadores de futebol é desproporcional, depois de ele para de jogar futebol pode exercer outra atividade, eles não são nenhum invalido, vou narrar-lhe como procede o INSS com o trabalhador comum, dois cidadães são motoristas, um sofreu um acidente, e teve a perna amputada, o segundo tem doença cardiaca, os dois pleitearam beneficios previdenciarios, o motorista que teve a perna amputada, o INSS, negou a aposentadoria por invalidez, o que tem doença cardiaca, o INSS, concedeu aposentadoria por invalidez, o INSS, alegou que o que teve a perna amputada pode exercer outra atividade, e o que tem doença cardiaca não, agora imagine, um trabalhador que exerceu uma unica atividade por 20 anos, deficiente e com certa idade, irá encontrar emprego onde?, já o jogador de futebol, pode exercer outra atividade perfeitamente, porque ele quando era jogador de futebol não procurou estudar, um exemplo a ser seguido foi o jogador TOSTÂO, que parou de jogar futebol devido a uma bolada que recebeu no olho, e teve que encerrar a carreira de jogador profissional prematuramente, há bastante tempo, o antes jogador TOSTÂO, hoje exerce a atividade de medico, só espero que os beneficios previdenciarios gordos que forem concedidos aos ex-jogadores de futebol pelo INSS, por projeto do presidente Lula, não venham quebrar a previdencia social (INSS), e aqueles trabalhadores que contribuiram para previdencia que irão se aposentar, e os que já estão aposentados não venha a ser mais penalizados do que já são, daqui a pouco faltará dinheiro para pagar as aposentadorias daqueles que realmente contribuiram, porque clubes de futebol, e entidades filantropicas não contribuem para a previdencia social (INSS), mas seus trabalhadores se aposentam com direitos iguais aos dos trabalhadores que trabalham em empresas privadas, onde o trabalhador e o empregador contribui para a previdencia (INSS), e a previdencia social (INSS), conceder direitos iguais, para aqueles trabalhadores de clubes e entidades filantropicas, está cometendo uma tremanda injustiça para com os trabalhadores celetistas que contribuem integralmente. Hoje os clubes arrecadam imensa fortuna, jogadores recebem salarios astronomicos, e o que vemos é: os clubes devem bilhões ao fgts, e a contribuição da previdencia social dos seus empregados, não recolhem há anos, e o governo bonzinho que é, criou a loteria timemania, para a população pagar as dividas que os clubes tem para com o governo, agora conceder aposentadorias generosas para ex-jogadores de futebol já é demais, os jogadores ganham rios de dinheiro, torram todo eles em orgias, e nós trabalhadores comuns é que vamos pagar por seus erros?, enquanto isso, o governo impões pesadas punições para com os trabalhadores que cumprem suas obrigações, quando estes se aposentam, tais como:
    – fator previdenciario, que reduz o valor da aposentadoria
    em 40%
    – calculo pela media da ultimas 80 contribuições, essa
    medida achata drasticamente o valor da aposentadoria
    – idade minima, só o trabalhador celetista tem que morrer
    trabalhando, porque no serviço publico se aposentam po
    tempo de contribuição (serviço)
    – taxa de mortandade, essa é mais uma aberração contra
    o aposentado do regime celetista, a pesquisa é sobre
    o tempo de vida de toda a população, assim sendo, essa
    taxa deveria ser aplicada para todos os regimes (celetista
    e estatutario, porque não é apenas pessoas aposentadas
    do regime celetista que está vivendo mais, e sim todas, é
    bem provavel que pessoas do regime estatutario estejam
    vivendo mais, pois ganham aposentadorias e pensões
    gordas, daí se alimenta melhor, tem melhor assistencia
    na saude e etc.
    O governo alega, se for acabar com as injustiças que foram impostas aos aposentados do regime celetista, a previdencia social (INSS), que a previdencia terá dificuldades de pagar as aposentadorias dos já aposentados, mas durante essa semana o governo desmente a si mesmo, quando concede indenizações milionarias a pessoas perseguidas durante o regime militar, e não fica somente aí, tambem concede gordas aposentadorias e pensões a estas pessoas, o valor dessas aposentadorias e pensões são acima de R$ 5.000,00, muito superior ao teto maximo que é concedido ao trabalhador celetista que é de R$ 3.416,00, e que na realidade, pouquissimos trabalhadores receberão, é essas discrepancias que eu discordo.

  12. Só para esclarecer: não há dinheiro público neste plano de previdência complementar para os atletas. Eles, devidamente filiados a sindicatos de sua categoria, farão contribuições mensais para que no futuro estejam aposentados e recebam os benefícios.
    É uma poupança previdenciária.
    A Petros é uma fundação de direito privado, sem fins lucrativos, com 138 mil participantes. Destes, 60 mil já se aposentaram. Todos eles contribuiram financeiramente para chegarem a um futuro tranquilo.
    É isso que está sendo proposto para os atletas.

  13. A gratificação proposta pelo governo federal para os campeões mundiais de futebol, que tramita no Congresso, nada tem a ver com o plano de previdência administrado pela Petros.
    Repito: o plano de previdência é constituído de recursos aportados pelo próprio atleta.

  14. Uma previdência para atletas atende os anseios não só dos diretamente interessados, cuja carreira é desgastante por motivos merecedores, eles mesmos, de uma longa discussão pela sociedade brasileira, mas não só. É também nosso anseio legítimo enquanto povo, afinal os jogadores de futebol simbolizam em sua trajetória profissional nossa cultura, nossa garra, nossa alegria e também nosso sofrimento. Saem do nosso meio, e o que os atinge é um reflexo do que o cidadão brasileiro mediano enfrenta da infância à idade adulta para viver com um mínimo de dignidade.

  15. Ricardo, já que o assunto é esporte, o que está acontecendo com o nosso tricolor? ¨Avalone¨!, … Fazem tres anos que não ganha nada, sera que deitaram em berço explendido? Até o nosso maior patrimonio, o morumbi, foi preterido pela FIFA, e agora pela FPF, ou seja, não serve nem pra sediar campeonato paulista, e ainda quer pleitar abertura da copa, fala sério. Recentemente visitei o estadio, fiquei encantado com a parte social, camarote onde certamente servem whisky 18 anos, loja super equipada, restaurante de primeiro mundo. Ai fui pra arquibancada, não vi se quer um bebedouro, o banheiro é intransitavel. Até parece o Brasil antes de Lula, governado por gente que só olhava pro sul e sudeste. Tá na hora dos dirigentes sãopaulinos aprenderem algo com o nosso presidente!
    Obs.: ¨Eis aqui um desabafo de um sãopaulino indignado¨.

    1. Só pra completar. Frequentei o morumbi em tempos de: Sergio, Forlan, Samuel, Arlindo e Gilberto; Edson, Gerson e Pedro Rocha; Terto, Toninho Guerreiro e Parana, depois Piau.

  16. Minha mãe é professora e sei bem o que ela passa com essa política de um certo partido que COMANDA o estado de SP por 16 anos (e agora por 20…), salário baixo entre outros problemas…ai senhor!; o incrível é como gostam de dar tudo de mão beijada para quem nunca se esforçou para estudar e/ou arrumar um emprego nesse país e sim, para quem só sabe chutar bola, só ganha para isso (e como ganha!).AH VÁ! Tanto brasileiro honesto e trabalhador que precisa se sustentar ganhando merreca e esses daí..que na maioria das vezes estão metidos com drogas, orgias e homicídios na mamata….É REVOLTANTE! (É claro, há suas exceções, mas pelo tanto que ganham, acho que deveria ser inteligente aplicarem de alguma forma para ter uma renda no futuro, certo?)

  17. Há uns tempos atrás, ao sair de um restaurante com minha mulher e minhas filhas, veio ao meu encontro um sujeito pedir esmola. Era um mendigo. Reconheci nele um jogador de futebol que rodou aqui pelos times da região de Araçatuba. Carlinhos, um bom meio de campo, que se fosse hoje jogaria com sucesso nos clubes grandes. Acompanhei (e até era fã do seu futebol) sua carreira por uns 10 anos ou mais. Ficou velho, sumiu, de repente se apareceu como mendigo. Um outro, Pelezinho (zagueiro central), que jogou em times médios da primeira divisão, ao se aposentar trabalhou como faxineiro na empresa onde eu também trabalhei, depois conseguiu uma aposentadoria e, para completar o orçamento, hoje cata papelão das ruas.
    Tirando os grandes craques, a grande maioria vive da mão para a boca e, ao encerrar a carreira, não lhe restam mais nada. Raras exceções.
    O plano de previdência vem em boa hora; e, também, melhoraria muito se a federação obrigasse e acompanhasse (e simplificassem o recolhimento das contribuições) por parte dos times. A maioria dos times (tirando os grandes) não tem uma administração profissional e, muitas vezes, nem honesta. O que sempre prejudica o mais fraco, no caso o trabalhador, porque é preciso reconhecer, jogador profissional executa um trabalho – importante para o lazer de nós, consumidores. Um abraço Cidadão K .

  18. Plano, Previdência, sem transferência após a morte
    Plano, Moradia, um direito de todos num sistema associativo sem juros
    Plano, Educação, desde a barrida da mãe ate o fim da vida
    Plano, Segurança, e um fator psicólogo de interesse financeiro pelo seguro
    Plano, Saúde, e a falta de alimento para comer constantemente, e o melhor plano

    Plano de Saúde Previdência devia ser para todos assim como e em alguns países pelo mundo
    No Brasil que tem a maior desproporcionalidade, de baixo para cima e de cima para baixo

    Devia a Previdência Social, fazer o mesmo teto e único para todas as aposentadorias, de cara evitaria desequilíbrio financeiro

    Com a contribuição variada, que cobriria os que não podem pagar nada de baixo para cima

    De cima para baixo, os que podem pagaria mais de uma vez a contribuição correspondente ao teto único para todos, recebendo o mesmo valor do teto

    Independente do que faz tem e se e atleta empresário político autoridade etc. ou nos vamos ver a vaca ir pro brechó aos poucos

    Só formos analisar as intenções dos milionários e bilionários do mundo eles estão de acordo com isso e muito mais que isso

  19. Lembrando que time de futebol recolhe mas não
    paga a previdência e o governo criou uma loteria
    para dar dinheiro aos clubes caloteiros.
    Alguns clientes meus acham essa loteria indecente.

    Pura demagogia e paternalismo ao mau pagador.
    A loteria ate que é boa mas não caiu no gosto popular.

    Sinal que o povo não engole qualquer mesmo vindo do Padim, Padre Lula.
    Nem o Pelé foi capaz de alavancar essa loteria.
    Se fosse uma loteria so de números teria mais sucesso.
    Enfim, é melhor ser explorado pelo futebol que morrer no Iraque ou no Afeganistão.

  20. Tenho a honra e muito orgulho de ser amiga do jornalista Washington Araujo, que há anos se dedica a ajudar os craques de sempre a viverem dignamente e a não serem esquecidos.
    Essa iniciativa tem que ser divulgada e celebrada. E temos também que ajudar o ator Stephan Nercessian que se vira pra cuidar do Lar dos Artistas.

  21. O dinheiro da contribuição dos atletas irá direwamente para a Petros, que administra planos de previdência há 40 anos, pagando pontualmente cerca de 60 mil aposentadorias.
    São 138 mil participantes, dos quais 120 mil pertencem ao sistema Petrobras e os demais disseminados para outros planos.
    A Petros administra hoje 53 bilhões, que é patrimônio destes trabalhadores, tendo participação em empresas do porte da BR Foods (perdião/Sadia), OI, CPFL, Petrobras, Vale e Invepar, entre outras.

  22. Os sistemas previdenciários latino-americanos sempre foram um dos instrumentos importantes na legitimação política dos Estados, sendo, portanto os benefícios concedidos com objetivo de alcançar apoio político de algumas frações da classe trabalhadora.

    Previdência e Assistência social são dois campos distintos que integram a Seguridade social, a minha crítica construtiva se faz no sentido de que, em qualquer das vertentes explicativas, o que se quer enfatizar é a ausência de um corpo doutrinário e de mecanismos institucionais eficientes, que reflitam o reconhecimento dos direitos sociais a partir de uma definição social da cidadania universal.

    Eu tenho estudado e pesquisado muito sobre Sistemas de previdência; e a conclusão que se chega é que o maior problema dessa demanda social diz respeito aos mecanismos de financiamento, á autonomia institucional, modelos de gerência e a diversos outros problemas técnico-atuariais e de administração dos serviços e concessão de benefícios.

  23. Esse projeto está no Congresso? Então é melhor cada atleta fazer a sua previdência individual, uma vez que em festa de ratos não sobra queijo pra ninguém de fora.

  24. Parece que meu destino é fugir do tema.
    Esgou mais perdido do que cego em tiroteio. Estou querendo descobrir se meu voto e de todos vai mudar realmente alguma coisa. Vejo o aumento que os políticos auto aprovaram, dizendo que realmente merecem novos vencimentos, bem acima da inflação, tendo 13º, 14º e 15º salárkios, ”trabalham” apenas dois dias por semana, com duas férias por ano, recessos mil, ainda com muitas ajudas de custo, etc. Ao debaterem a PEC 300, deram as costas ao plenário, revoltando todos os funcionários e após, um recesso para as eleições. Por último, temos a notícia de que um candidato condenado, até no exterior, teve sua condenação revista e vai poder tomar posse. Essa Lei ficha-limpa não foi aprovada para ser cumprida. Então, meus amigos políticos, na ´próxima eleição não conte mais com meu voto, a minha consciência é Ficha – Limpa, não posso transformá-la em Ficha-suja ajudando a continuar esse estado de coisas. Sou brasileiro, honesto.

  25. Pensando bem mudei de idéia.
    O que custa dar umas merrequinhas para os campeões do mundo?
    Acabo de ver na tv.
    A ANEEL não vai obrigar as distribuidoras de eletricidade a devolver R$ 8.000.000.000,00
    (oito bilhões de reais) cobrados a mais dos consumidores. Esta cumprindo o seu papel.
    O Paulo Maluf consegui liminar do Ministro Marcos Aurélio para assumir o mandato.
    A Garotinha vai assumir a prefeitura de Campos.
    O Silvio Santos consegui um empréstimo de R$2.500.000.000,00 para cobrir rombo no seu banco.
    Cinqüenta e seis por cento (56%) do orçamento da nação é para pagar juros para banqueiros.
    O que custa dar umas merrequinhas aos campeões do mundo?

    1. Targino, voce está impossível.

      Vou te acompanhar de novo.

      E olha que o Marco Aurélio é “café pequeno” perto do Gilmar Mendes.

      Não são ambos crias de FHC ?

  26. Olhem oz erros de digitação, Esgou, não é isso, o certo é estou.. – Salarkios, não, o certo é salários. – Quando eu disse que logo após, um recesso para eleições, quis dizer que foi para as campanhas eleitorais. E…me desculpe mais uma vez, meu amigo RK por ter usado este espaço num comentário fora do tema, mas, atualissimo.. Um abraço à todos.

  27. Acho engraçado é o fato de a Petrobras et caterva pretenderem fazer o papel do Estado. O que se deve fazer, o correto, o direito, sem privilégios, é constituir-se uma previdência pública verdadeira. Aí, não haveria necessidade de remendos previdenciários para A ou B, artistas ou jogadores de futebol, funcionários do banco tal ou da estatal qual. O que se pretende, mais uma vez, neste caso, é legitimar os fundos de pensões, a nova boca rica, em detrimento da previdência pública, universalizada. Mais uma grande safadeza com ares de benemerência.

  28. O ministro da Previdência, Carlos Eduardo Gabas, anunciou a criação de um fundo de pensão para atletas profissionais de futebol, que será administrado pela Petros, fundo de pensão dos funcionários da Petrobras.

    A proposta do fundo é cuidar da aposentadoria dos jogadores de futebol e foi anunciado durante a entrega dos prêmios para os melhores do Campeonato Brasileiro.

    Segundo Gabas, o fundo funcionará dentro das regras de previdência já existentes e o aporte de recursos será feito pelos atletas que aderirem.

    “O jogador é que tem que fazer a adesão. O clube pode incentivar, mas o jogador, que é o participante do fundo”, disse.

    “Os recursos têm mobilidade e portabilidade, isso significa dizer que para onde ele [o jogador] for, ele manterá o seu fundo intacto. O que os clubes podem fazer para estimular é pagar parte da premiação em dinheiro e o restante depositar neste fundo”, disse.

    O presidente da Petros, Wagner Pinheiro, afirmou que a adesão mínima ao fundo será de R$ 120.

    “É um fundo fechado, como outro qualquer. Espero que dê certo para que possamos ajudar os jogadores brasileiros. O clube coloca se quiser algum dinheiro, mas ele não está vinculado. Só o jogador”, explicou.

    Segundo o ministro e o presidente da Petros, o fundo já está constituído, e os jogadores já podem aderir imediatamente.

    Eles anunciaram que o atacante Ronaldo, atualmente no Corinthians, será um dos incentivadores do fundo. “Ele vai ser o garoto-propaganda e ele já se comprometeu com uma aplicação grande. Ele vai incentivar essa poupança, porque os jogadores, como a maioria da população, não têm educação financeira”, disse Gabas.

    “Estamos conversando com o Ronaldo o tamanho do aporte que será feito”, disse Pinheiro, da Petros.

    Paralelamente a esse fundo, o governo enviou ao Congresso u um projeto de lei que institui um prêmio para os campeões mundiais e uma renda mensal vitalícia a esses jogadores.

  29. Esse presidente que está saindo, é o cara mais contraditório e incoerente. Reconheceu os direitos dos Palestinos, do Zelaia, do Hugo Chaves, do presidente do Irã, da Bolívia, distribuiu bilhões prá quem não precisa, mas, não reconheceu o direito e mais do que justo dos aposentados brasileiros, ele vetou o FIM DO FATOR PREVIDENCIÁRIO, uma lei extremamente injusta criada no governo FHC que corta até 1/3 do benefício daquele que vai se aposentar. Isto é covardia, revoltante e injusto. A pessoa trabalhou a vida inteira e tem o direito de aposentar com aquilo que lhe é de direito. Está lei é inconstitucional já declarada pelo juiz federal do estado de SP.

  30. caro kotscho,
    temos duas coisas em comum: a participação na brasileiros e a amizade com o washington araújo. o nosso ostim, como o chamamos na intimidade, é um dos maiores exemplos de generosidade que conheço. não quer quase nada para si, a não ser o prazer íntimo de estar sempre fazendo o bem, acolhendo os amigos e pessoas necessitadas de ajuda. vamos apoiá-lo. abraço.
    wr.

  31. Isso só acontece porque a população que nos somos todos tem sangue de barata agindo primitivamente a curta distancia quando devíamos agir a longa distancia

    Sabendo que todo patrimônio publico e nosso seu meu dos outros, pertence a todos nos desde um mendigo sem capital, ate o maior capitalista do mundo

    Devíamos fazer um pacotâo de todas as coisas por em votação

    As TVs através dos profissionais deviam explicar antes os porquês disso para em seguida ser feito uma eleição exclusiva de livre iniciativa de cada um decidir se quer votar ou não, depois dessa eleição sim fazer um parâmetro de todas as coisas

    Para tirar a mamata que os políticos e Cia tem fazendo só para si como se fossem os únicos sócios de todo patrimônio publico, quando tem tudo para por uma educação melhor para todos nossos descendentes

    Ultima prova foi o aumento dos seus próprios salários, 12 vezes maior que o aumento do salário mínimo dos educadores segurança saúde

    Isso também devia entrar na votação do pacotão coletivo e algumas coisas a mais alem da relação

    Aumento do salário mínimo

    Aumento da aposentadoria, passar para um piso único, fator fora, media dos últimos 12 meses, contagem de tempo 35 anos de contribuição direito a receber 80% 40 anos 85% 45 anos 90% 50 anos 100% ai acabaria de vez o tempo que se perde com isso que vem se prolongando a anos onde a população já esta percebendo as jogadas de tudo isso que vem contracenando

    Aumento dos salários dos políticos e Cia
    Aborto liberação dos jogos
    Reforma política
    Levar tudo da vida real para as salas de aulas, como e sem fantasia sem rasteira, etc.

    http://noticias.r7.com/blogs/ricardo-kotscho/2010/12/16/atletas-ganham-um-plano-de-previdencia/

  32. Oi Targino Silva, boa tarde meu amigo. Voce sabe por que sai com erros de digitação? É porque eu não uso o Word, digito direto. O problema é que sou um péssimo digitador mesmo! Feliz Natal e Um ano novo cheio de saúde e realizações. Um abraço.

  33. Bem meus amigos vou me afastar uns dias, 2a. feira estarei a caminho de Rondônia, cidade de Presidente Médici, vou de avião porque não aguento mais ir para lá dirigindo, são muitas horas e minha mulher Lurdinha não dirige. Mas, a viagem de carro é pitoresca, muito melhor que via aérea. Voltarei após o dia 10 de janeiro. vou sentir falta deste balaio cheio de gente querida.
    Minha mensagem de fim de ano, será a mesma do ano passado: – Desejo que neste ano que se aproxima, os humanos consigam ter a ingteligência de se comunicar apenas por palavras, sem usar de meios bélicos e violentos para ”se fazer entender”. Feliz Natal e Prospero ano Novo a todos os habitantes deste lindo planeta, sem destrui-lo, é claro.
    Aqui vai a última crítica do ano. Tiririca e Maluff recebem os diplomas, empossam. – Porém, entre um analfabeto e um corrupto contumaz, prefiro o primeiro!

  34. A Petros marca mais um golaço e colabora para a grande virada dos atletas do passado. Essa partida “de suas vidas” certamente chegará a um placar exitoso.
    Eles que ainda no começo da semana comemoram a notícia do reconhecimento de seus feitos e conquistas pela CBF, e eu santista fervoroso que sou também, com a homologação dos títulos brasileiros estão eternizados na memória de seus fãs… mas o jogador e atleta do passado precisa muito mais do que medalhas e glórias, necessita de uma rede de proteção para quando as pernas, braços e demais membros cansarem e necessitar de uma rede gostosa pra deitar, outros campos pra jogar ou simplesmente viver em paz!

    Hélio Pereira
    Assessor de Comuncação em Brasília

  35. Vitor Hugo, muito obrigado. Feliz Natal e Um próspero ano Novo, cheio de realizações, com muita saúde, paz e harmonia. Vou lhe revelar um segredo: – Não há tesouro em todo universo, maior do que a paz de espírito, tranquilidade e serenidade. E isso a gente descobre quando sabe que tem amigos. Neste espaço quando eu tive uma passagem muito sofrida nesta vida, enfermo, encontrei muitos amigos, que ao saberem de que eu precisava de uma cirurgia urgente, cuja o estado me negava (eu funcionário público, um policial que já cumprira toda minha árdua tarefa durante trinta anos de serviço), por falta de meios, conseguiram fazê-la acontecer e hoje estou totalmente curado. Descobri tantos amigos, inclusive um superior a tudo que eu conhecia: Deus, que até então me passara por despercebido. Que Ele abençoe todos amigos que tenho e toda paz que tenho comigo. Obrigado Balaio, agradeço todos os dias por isso e claro, a Ele por todos os momentos, até pelo sofrimento, que me ensinou muitas coisas. E…eu que pensava que sabia muito da vida…Tenho 67 anos e estou aprendendo muito aqui entre todos.

  36. Kotscho, acho que nunca conversamos, apesar de termos trabalhado em uma mesma epoca na folha de sao paulo.
    Olhando tua foto, pensei pela postura que fosse Clovis Rossi.
    Parabens, teu rosto suavizou.
    O sorriso é o mesmo enigmatico like Voltaire, mas o peso do compromisso que nos impingimos, ja nao aparece mais.
    Grande conquista
    ABs
    Abs

  37. os atletas merecem, e os operarios nao?? uma pergunta da onde vem o dinheiro?? nao se esqueçam a previdencia paga pouco(para a maioria) pois esta “quebrada”, ate qdo esse pais vai ser paternalista
    valter

  38. Os caras ganham um monte de dinheiro, gastam “na farra”, e depois querem ajuda financeira. INSS é mais do que suficiente, o que precisam é de estudo, educação, para não voltarem a miséria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *