Seca de sertão no interior paulista

Seca de sertão no interior paulista

Com quase cem dias sem uma boa chuva, a “Califórnia Brasileira” está virando um sertão. Em torno de Ribeirão Preto, região mais rica do Estado de São Paulo, até os bambuzais estão secando na beira da estrada, cachoeiras desaparecem, rios podem ser atravessados a pé. A plantação de cana nova que conseguiu vingar, está magra, a produtividade este ano deve cair.

Uma densa cortina formada pela fumaça das queimadas, misturada à poeira vermelha levantada pelos caminhões nos canaviais, torna o ar irrespirável. O cenário é desolador.

Cheguei agora há pouco de uma viagem a São Joaquim da Barra, cidade de 50 mil habitantes, a 70 quilômetros de Ribeirão Preto, onde peguei o avião para voltar a São Paulo. Confesso que senti um alívio quando cheguei aqui 45 minutos depois, embora a baixa umidade do ar nos últimos dias também esteja fazendo o paulistano sofrer para respirar. O sufoco no interior paulista, no entanto, está ainda pior, se é que isto serve de consolo.

Dos dois lados da Anhanguera, a rodovia que liga as duas cidades, a cana de açucar tomou conta de tudo. Embora proibidas pela Justiça em algumas cidades da região, onde os índices estão próximos aos do deserto do Saara, as queimadas continuam sendo feitas a qualquer hora do dia  e da noite. Quem vai fiscalizar, como saber quem tacou o fogo no canavial? Os responsáveis pela terra podem alegar que foi um incêncio criminoso, que alguém jogou uma bituca de cigarro acesa.

Com a monocultura da cana, contaram-me que, além dos conhecidos danos ao meio ambiente, está havendo um crescente êxodo rural. Pequenos e médios proprietários arrendam suas terras para as usinas e vão morar nas cidades, onde suas casas são invadidas pela fuligem negra das queimadas.

Em São Joaquim, segundo os últimos levantamentos, não restam mais do que 700 lavradores morando na zona rural.  Outros dois mil trabalhadores contratados pelas usinas moram na cidade, e vão e voltam todo dia dos canaviais, levantando a poeira vermelha das estradas de terra.

Apesar do clima hostil, saí de lá muito contente por ter participado da 5ª Feira do Livro de São Joaquim da Barra. Em pleno dia de semana, a platéia, que quase lotou o auditório montado na praça da Matriz, ficou firme me ouvindo falar da vida de repórter e escritor até tarde da noite.

Tinha lá gente de todas as idades interessada em fazer perguntas sobre os mais variados assuntos. É uma coisa boa que esta acontecendo, esta de colocar os autores em contato direto com seus leitores. Quase toda semana, em algum lugar do Brasil, está acontecendo mais alguma feira do livro. Nós, que vivemos da escrita, estamos virando “feirantes”.

Mais alguns dias e, com certeza, vai voltar a chover no interior paulista, deixando tudo verde de novo. Aqui, ao contrário das tantas viagens que fiz ao sertão nordestino para contar os dramas da seca, a falta de chuva é passageira, embora este ano esteja demorando muito.

E como está o tempo aí na sua cidade, caro leitor? Está dando para respirar?

44 thoughts on “Seca de sertão no interior paulista

  1. ‘Aquecimento global levaria 80% das terras agricultaveis a regime de desertos’, Essa observação foi declamada por STEVENS HAWKING durante a RIO/92. e vemos que o cientista Britânico, aquele que disse que todo universo já foi do tamanho de uma castanha (una nóz, e toda energia do universo estava ali “dentro de um espaço igual ao da ‘castanha’), cientista tinha razão, previsão cientifica dava conta que esses fenomeno iniciariam no fim da decada de vinte (2020), Setão do Nordeste conheceria chuvas torrenciais, cheias e chuva durante o ano inteiro, por cem anos, depois disse tempo, viraria um deserto igual ao do Saara, (Saara já foi uma floresta igual a nossa amazônia há 20 mil anos, catastrofe climática levou área a ser o que conhecemos hoje.)

    Todos os dados são cientificos, nenhuma ligação com profecias religiosas, faça-me o favor.

  2. Ricardo,

    Como ostei ontem, graças a Deus moro em um local onde a umidade sempre bate na casa de 60% devido a praia e as lagoas existente por aqui alem da grande reserva de mata AtLântica que nos cerca por esta banda. O clima aqui mé de ameno para quente no dia de hoje. A mata está verde como sempre e queimada aqui somente criminosa que logo a polícia florestal que tem base aqui perto toma as p´rovidências evitando assim uma trajédia como aconteceu no morro dois irmãos no rio de Janeiro. Temos muito cuidado com os balões que passam por aqui e caem, graças a Deus, no mar, mas sempre sobra um ou dois na mata que geralmente caem apagados.
    Imagino como deve estar Ribeirão, Jundiaí e as demais cidades da Anhanguera. Sempre passava por estes recantos indo em direção a Goiania e sempre parava em Jundiaí para comprar frutas nas barracas a beira da estrada. Temos ao norte daqui uma região 0onde a muito foi o ápice do progresso fluminense, Campos e adjacências com as usinas de cana de açucar hoje bastante reduzida permanecendo 2 ou 3 usinas em vasta área de terra mas, as plantações da cana sempre foram um problema principálmente na epoca do corte que os usineiros tacavam fogo no canavial para queimar a palha e afugentar animais como cobras. Era uma fumaceira só mas áridez como está ocorrendo por aí, é muito dificil. O inverno por aqui sempre foi umido. Claro que a falta de chuvas em determinados pontos isolados provocam incêndios mas são pontuais e prontamente controlados. Já no Rio de Janeiro, existem bairros secos como Bangu e cercanias, quentes como o Senegal, e provavelmente a umidade deve estar baixa.
    Realmente, sua classificação de Califórnia Paulista da região de Ribeirão Preto é bastante adequada. Mas, alem disso, das frutas, dos laranjais e canaviais, é a região pinguça pois o melhor chopp do Brasilestá no Pinguim de Ribeirão Preto e os alambiques da 51 e Velho Barreiro, Caninha da Roça, estas as mais vendidas no pais estão lá.
    Mas, daqui a pouco a chuva vem, molha a atmosfera, molha a terra, lava a poeira das plantas e tudo, como falou fica verdinho de novo. Mas que a chuva venha branda, suave e não aqueles pés d’agua que transformaram São Paulo em São Netuno.
    A sorte é que na Caçlifórnia Pauçlista, muita terra ainda respira e aí em Sampa, ela está sufocada, mas, vamos bailar a dança da chuva quem sabe São Pedro se entende com São Paulo?

  3. Só mesmo na Tucanolândia paulista

    Em plena disputa eleitoral, há novas praças de pedágio espalhadas por todo o Estado, prontas para funcionar. Talvez nem precisem esperar até as eleições.
    Dadas as proporções da dinheirama, o escândalo das tarifas deveria ganhar repercussão nacional. Planetária. A continuidade de tamanho acinte ilustra uma putrefação institucional generalizada, que envolve a imprensa, o Ministério Público, a Assembléia Legislativa e até mesmo os partidos oposicionistas.
    Por que a campanha de Aloizio Mercadante continua incapaz de mobilizar o eleitorado contra esse disparate? “É que a população aprova as concessões rodoviárias”, dizem alguns. Mas com base em quê? “No Datafolha.” Ah, bom.

    1. …………………………………………………………………………………………………
      ………………………………………Guilherme?
      …………………………………………………………………………………………………
      ……………..Por que você não põe aqui o LUGAR
      ………onde estão construindo estes pedágios novos?
      …………………………………………………………………………………………………
      ……………..Vamos fazer uma lista de todos que a tucanalha
      ……………………pôs até agora mais os que estão vindo.
      …………………………………………………………………………………………………
      ……………….E a questão não é o PREÇO se é caro.
      …………………………………………………………………………………………………
      …………..A questã é que NÃO TEM QUE POR PEDÁGIO
      ………………..nas estradas que foram construídas
      ………………………….com o NÓSSO DINHEIRO.

    2. Como o paulista é um masoquista (gosta de sofrer) o Alckmim é bem capaz de ganhar esta eleição.
      Nem mesmo os tucanos botando as mãos em seus bolsos através dos pedágios eles acordam.
      Já está passando da hora do pessoal ligar o seu “sitocômetro” para ver o quanto de arbitrariedade há nesta prática de pedágios.
      Eu estou realmente estupefato de ver tanta cegueira desta gente. Das duas uma, ou São Paulo se constitui de um montão de funcionários publicos amigos do Serra, do PSDB que precisam preservar o seu trabalho ou são assalariados como aqueles que fazem comitiva do Serra e do Alckmim para impressionar que há muita gente que vai votar neles.
      Não há outra forma de não deduzir tudo isto.

  4. Salvador chega a 89% de umidade retaiva do ar. , 16% acima do normal, o ar está denso, leva as manhãs cheias de neblinas,(cerração), toalha leva o dia inteiro para secar na corda. ninguem tem sede, médicos alertam que, mesmo sem sede, deve-se tomar 2 litros/dia, de água para evitar pane nos rins, a umidade está tão alta que sede não vem, no sabado passado, dei conta que já havia quatro dias sem beber água, um perigo para saúde, umidade engana o organismo. povo está desatento a isso.
    Mudança climática fez Salvador conhecer 15ºC. no dia 09 de Agosto um freezer para Cidade acostumada com 22º até 34ºC.

    1. Kotsco estou a comentar esses fatos, para mostrar como os extremos da natureza sáo prejudiciais aos sere humanos.,

      Telejornal local. acabou de anunciar 95% de umidade relativa do ar em Salvador para 26/08/2010, a alta é tão perigoso ao ser humano quanto a baixa humidade, a alta umidade leva a ” encharcar’ os pulmões.
      OMS diz que o ideal é uma umidade em torno dos 70% acima disso o ‘cara’ pode morrer afogado sem se molhar.
      Uma curiosidade: no edificios os aparelhos de ar condicionado literalmente choram, fazem chover de tanta água retirada do ar.
      Não sei que está a passar mais apertado, nós com alta umidade ou vocês com baixa umidade do ar.

  5. A região da alta mogiana, sempre teve este tipo de estiada nesta época. Me lembro ainda criança vendo as pessoas fazendo promessas para todos os santos para que a chuva retornasse e isso lá pelos anos de 1960, quando ainda não tinhamos esta febre de produzir álcool e nem tinhamos noticias de poluição e proteção do meio ambiente.
    Morei em Igarapava e do outro lado do Rio Grande em Minas Gerais, no Triângulo Mineiro.
    Os canaviais sempre foram queimados exatamente nesta época quando se aproxima da colheita mas eu sempre achei isto uma coisa muito ruim. Os usineiros que plantam cana deveriam usar as máquinas colheitadeiras de cana que não necessita que seja incendiados os canaviais e inclusive o Ministério da Agricultura recomenda que não sejam queimados pois empobrecem o solo, mas a gana por querer ganhar dinheiro é muita achando mais barato pagar bóias frias para o corte que as máquinas. Se voce disser a eles que estão poluindo, na certa te dirão que sempre fizeram isto e na mudança de estação agora em setembro as chuvas voltarão e tudo irá ficar verde.
    Mas seria bom que eles já fossem se conscientizando que agora não temos mais a amazônia exuberante e que é preciso preservar o meio ambiente não provocando poluição.
    Já chega os rios da capital como o Tietê, o Pinheiros, o Tamanduateí e outros que são o ponto mais alto em poluição, além da fumaça que faz arder nossos olhos.

  6. Fogo na amazonia legal e pantanal, monocultura da cana e fumaça de canavial no estado de São Paulo, o que presenciamos é catastrofico. É preciso proibir qualqre tipo de queimadas em todos os municipios brasileiro.

  7. Aqui tá exatamente como você narrou ai em cima, também moro no interior de São Paulo (São José do Rio Preto) depois de ter morado 18 anos no clima médio serrano de Juiz de Fora (a cidade mais bonita do Brasil) um clima bem mais úmido é desanimador o ar que tenho que respirar aqui e, o pior é que para agravar ainda mais a prefeitura tem que aproveitar a estiagem para fazer as obras nescessárias (com toda razão, não é uma crítica) mas, piora ainda mais a qualidade do ar.
    Quanto ao exodo rural é verdade, nem gado mais tem por aqui, infelizmente é a marca do progresso, mas, será que tem que ser assim mesmo?.

  8. Alô grande Ricardo, aqui na bela Salvador, por enquanto, o fogo esté só nas “barracas de praias”. O espetáculo é dantesco. Parece que cheira a política…
    Tem gente querendo atrapalhar os bons loiros alcançados pelo filho de dona Lindu, que é amigo do atual governador.
    Veremos nos desdobramentos futuros.

  9. Moro em Piedade, 100 kms de S. Paulo e a 30 de Sorocaba; uma cidade geralmente fria, temperatura gostosa…hoje está insuportável!!!! Seca total!!!! Todo mundo na farmácia!!! Horrível

  10. Somos-nos hospedes ainda desse Planeta Terra

    Que hospeda a gente sem cobrar a taxa da hospedagem, ainda

    Ainda vamos pagar uma taxa única, incluindo a hospedagem

    Muito cara perto do descaso, e a falta de instrução dos políticos que votamos que tinha que sofrer uma atualização, para elevar o nível e a moral

    Desrespeitaram a natureza que sustenta o nosso clima e o clima da gente, tirando do ar os trezentos metros que seria a distancia mínima, quando devia se deixar três km de margem de mata de cada lado dos rios lagos lagoas, mar

    A política pede uma reforma educativa, tirar a carteira política, como se tira uma carteira de motorista

    Se nos queremos evoluir a nossa educação, precisamos começar pela reforma política, para servir de motivador educacional, ou sempre vamos ter desencontros dos pavios no meio da sociedade de todas as classes

    Como foi a reforma política que tem sua exigência mínima para se candidatar para disputar uma eleição

    Ter, cursado faculdade acompanhado de uma especialização, para se inscrever num concurso publico, passar fazer o estágio para ficar habilitado direcionado para concorrer aos futuros cargos políticos, começando isso nas salas de aulas desde a barriga da mãe

  11. Além da “seca natural” existe em dorrência das queimadas provocadoas pelos latifúndios e grileiros que estão ávidos em abocanhar mais e mais terras.
    Com essa turma da Kátia não se pode brincar e nem dar trégua!

  12. seu conhecimento sobre geografia, meio ambiente e clima deixa a desejar, nunca vi comentar sobre o clima no nordeste, ja em politica, consegues ambranger o brasil como um todo. é melhor escrever sobre politica. o clima é propcício.

    nordestino

  13. Assim como homem adicionou co2 a atmosfera precisa
    arrumar logo um processo mecânico, rápido de retira-lo.
    Eu aconselharia plantar florestas, derrubar e plantar, derrubar e plantar,
    estocando a madeira.
    Quanto mais co2 for lançado a atmosfera, mais
    aumenta e pressão dificultando a evaporação da agua.

    O oxigênio constitui 21% da atmosfera.
    Com a intensiva queima de petróleo a tendência é diminuir.
    Chegara o dia que sentiremos falta de ar ao ar livre.
    O mundo so não é mais quente porque a atmosfera aumentou o seu volume.
    É preciso mais calor para esquentar uma massa maior.
    Do outro lado, o aumento da massa atmosférica aumenta a pressão e
    a pressão favorece ao aumento da temperatura.
    Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come.
    Estamos num caminho sem volta. com a humanidade consumindo mais e mais energia.
    As terras do futuro serão o sul da Argentina e o norte do Canadá.
    Não culpem o sol, culpem os seus carros, são eles que esquentam o planeta.
    Tudo influencia na temperatura, os edifícios, os asfaltos, os automóveis, os fogões a gás, as queimadas.
    Ate a queima do cigarro (queimam-se milhões) influencia na temperatura do planeta.
    A atmosfera é um gigantesco calorímetro de massa.
    O calor na tem fronteira.

  14. O pior dos climas é a campanha desordenada do PSDB. De são consciencia, não dá para aceitar que pessoas relatrivamente cultas como o Serra faça ilações ao dizer que os acessos aos dados fiscais do EJ foi trabalho da ex-ministra Dilma. Não é atoa que os eleitores brasileiros já começam a se posicionar pela elição da Dilma no 1º turno, a fim de evitar que essa campanha defenestrada pelo PSDB/DEM continue por mais tempo. Não é possível aguentar discursos sem conteudos e nem programa sem projetos ou diretrizes governamentais.

    1. É José, ainda hoje li aqui no IG que o Sr. Serra é a favor do Bolsa Família. Não entendo o que ele quer pois outro dia se posicionou contra o Bolsa Familia.
      A quem ele pensa que engana? Aqui em São Paulo ele está contra o Bolsa Familia e quando está no Norte e Nordeste é favor.
      Já pensou um homem com esta caracteristica governando?
      Não tem definição e nós precisamos de gente que tem firmeza nas suas convicções.
      Não tem jeito e não adianta os tucanos reclamar falando asneiras, a Ministra Dilma é anos luz melhor que todos eles e só não vê quem finge de ignorante e cegos para não ver, coisa de tucanos.

  15. Como sou de Ribeirão, acho que a sua pergunta já foi respondida.

    Aqui para dormir [ainda mais quem tem alergia] só com balde de água e toalhas molhadas espalhadas pelo quarto.

    A coisa tá feia!

  16. Na minha região. Cidade de Tatui onde tenho o meu sitinho, erança do meu pai. as plantações ainda não sentiram a seca. Neste final de semana estive la. Plantei um pé de palmeira imperial. A térra esta super molhada. Na região de Tatui, Boituva, Cerquilho, Itapetininga ainda não faltou chuva. As plantações estão verdejantes e bonitas. Os canaviais ainda não tomaram conta da região. Isto é bom. Os canaviais por si só ja é um deserto verde e, tras prejuizo ao meio ambiente.
    J. Leite

  17. O ar em Curitiba continua irrespirável. Violência por todo o canto, drogas no centro e nos bairros, transito infernal, atropelamentos constantes/diários. Calçadas em condição de miséria para ajudar no súbito calorão dessa semana.
    Condições atmosféricas com baixa umidade do ar e a política com baixa consciência eleitoral.

  18. Caro Kotscho; aquí em Campo Grande-MS a umidade do ar está 31% neste momento e a temperatura 29º.
    Há dias não chove e pelo visto não deverá chover por esta semana.
    Amanhã é aniversário desta linda cidade, capital do Estado de Mato Grosso do Sul, onde nosso querido Presidente da República esteve e foi muito aplaudido. No comício de nossa futura Presidente, pela estimativa da Polícia Militar esteve mais de 25.000 pessoas. O prefeito Nelsinho Trad – PMDB se derreteu em lágrimas ao lado do nosso Lula. Pudera, as verbas federais para as obras do PAC e outras tem chegado sem entraves e este prefeito tem administrados muito bem. Podemos ver a grande mudança que vem transformando nossa Campo Grande. Não sou eleitor do Nelsinho e tão pouco do Governador Andre Puccinele -PMDB. Mas tenho que elogiar o Nelsinho que é realmente um administrador de visão e aplicado.
    Mas voltando ao assunto da seca que assola vários cantos deste nosso Brasilzão, lembrei-me da era Tucanata do sr FHC. Bastava alguns dias sem chuva e o sol ardente queimar um pouco, logo aprecia um tal de Cupa-Cabra nos noticiários da TV Globo que, creio eu, ia até a chave geral nas hidroéletricas e desligava os interroptores. E dava-nos APAGÃO.

  19. SECURA DE VITORIAS DO SÃO PAULO: O reporter Luiz Ceará, “TEVE A CORAGEM” de falar na TV, o que A MAIORIA DA IMPRENSA ESPORTIVA tem medo de falar; pois ele DISSE que o ROGERIO CENI, “ESTAVA CRIANDO SITUAÇÕES PARA DERRUBAR O TECNICO”. E agora, alguém VAI NEGAR, o que o Rogerio Ceni faz NOS BASTIDORES DO SÃO PAULO?

  20. Meu querido Ricardo, aprecio os seus comentários, de todos da blogosfera é meu preferido. Sei que este comentário não será, nem deve ser liberado, mas não me contive em responder:

    Aqui no interior do Paraná estamos respirando sem dar, acho melhor.

    Grande abraço e continue nos brindando com seus exelentes comentários

  21. Ricardo, seria oportuno divulgar novamente sua versão do episódio do almoço de Lula na Folha. Estão querendo, mais uma vez, reescrever a história.
    Abraços corinthianos ( ops!, escapuliu )

  22. PSDB/DEM tudo pelo capital .

    Em em nossa Sampa só não se cobra $ o AR COM OXIGENIO porque não tem.

    Conseguem até fazer do BREJO TÃO DESCRIMINADO uma atividade lucrativa, como é o caso as via das marginais,

  23. Estimado Ricardo bom dia!

    Aqui em nossa região, a partir de São Jose temos alguns pequenos focos de incêndio, e a qualidade do ar ou o índice de umidade relativa ontem beirou à casa dos 16% aparentemente o mais baixo do ano em Taubaté algo em torno de 14% e em Guará 15%.

    Estava conversando com um amigo do INPE, e ele disse em uma das regiões mais áridas do planeta (Saara) os índices variam de 10 a 15% e o pior Kotoco, parece que esta situação vai rolar ainda por alguns dias!

    Rinite!Garganta seca e irritada! Tosse e rouquidão! Pele descascando!
    Junte a isso a idade e o paletó e gravata e tente imaginar.

    Abraços fraternos

    Manoel Ferreira

  24. O Estado de São Paulo está às moscas há mais de 16 anos. Ninguém investe em nada. O atraso em infraestrutura vai levar sua população e sua produção a níveis críticos com repercussão em todo Brasil. Canais preventivos de irrigação, navagabilidade dos rios, criação de açudes etc., nada disso é feito ou planejado. Eles estão esperando que a iniciativa privada, segundo o consenso de Washington, tome as rédeas da administrasção pública. É o conceito tucano de governar, ou seja, o famoso Lassaiz-Faire. Como já dizia o Conselheiro Acácio: – Cada um sofre como gosta. Alkmim em vocês.

    1. Realmente. O governo federal não investiu nada aqui. O anel ferroviario para tirar o trafego de trens de carga da cidade de São Paulo ficou na conversa. Nos aeroportos o governo federal não investiu nada. Os portos estão congestionados por falta de investimento do governo federal e, impedindo o crescimento mais acelerado do país. O governo federal esqueceu de São Paulo, se é que fez alguma coisa nos outros estados mas. O governo do estado investiu muito em infra-estrutura. As nossas estradas são as melhores do país, poderiamos dizer que temos estradas de primeiro mundo. quando entramos em uma estrada federal sentimos uma diferença muito grande. É buraco por todos os lados. É uma pena que pelo que parece no momento, este governo do atrazo vai continuar
      J. Leite

    2. J.Leite,
      Geddel é candidato ao governo do Est. da Bahia, foi acusação pelo DEM/PSDB de usar totalidade de verba do seu minitério exculivamnente na Bahia, ele se defende, Disse na TV:

      O Geddel se defende das acusações de usar toda as verba do seu ministério na Bahia, diz em sua defesa, que o Governo paulista devolveu todo os recursos federiais destinado ao Estado de São Paulo, que governo paulista devolveu dinheiro que deveria ser usados nas emergências, nas obras de combate as cheias dos verões torrenciais, , devolveu verbas que seriam usadas em escolas, dinheiro para melhoria de infra-estrutura do estado de São paulo.
      Disse em defesa.

  25. Aqui no Rio de Janeiro, a umidade varia durante o dia entre 71% e 34%. O período da tarde é o mais seco. Mas a secura dura pouco, pois podemos ir à praia no fim da tarde, dar um mergulho e ainda tomar uns goles para refrescar a goela.

    Não fossem os tiroteios dos traficantes das favelas que ainda não têm UPP, eu diria que estou no paraíso.

  26. Monocultura : este é o mal do agronegocio.
    Enquanto não repensarmos as formas de plantio, estaremos sujeitos a levar a mesma vida dos nordestinos levam ha anos… A qualidade da terra da região de Ribeirão Preto é excepcional ,não pode ser tratada desta forma irresponsável..
    Pode ser uma forma ( cruel, sem duvida) do povo de SPaulo, entender a vida dura do nosso bravo povo nordestino.
    Quem sabe assim os preconceitos se reduzam…

  27. Pois é RK, aqui em Ribeirão Preto, a umidade relativa do ar chegou a menos de 12%, pior, ainda queimam a cana e até aqui no centro da cidade, a fuligem entra pelas janelas do ap. que ficam abertas à noite pelo motivo do calor, que é peculiar na região. Amanhecemos com as narinas ressecadas e a garganta irritada. A todos uma boa tarde!

  28. a coisa vai de mal a pior aqui no interior de SP, estou em Louveira, entre Vinhedo e Jundiaí… As queimadas são constantes, é desolador pegar a Bandeirantes e a Anhanguera, a mata queima dia e noite, o ar dá pra cortar com uma faca…

  29. O que impressiona no interior de São Paulo, especialmente na área da cana, são as queimadas giganescas. Pelos lados de indaiatuba, a fumaça cobre tudo, campos e cidades, todos os anos ou épocas de safra.
    Seria preciso uma ação conjunta de Ibama, Cetesb, Polícia Ambiental, prefeituras, para punir drasticamente os fazendeiros que usam este método criminoso.
    “Acidentes” não acontecem dez vezes no mesmo lugar e na mesma época do ano.

  30. É absolutamente ultrajante o comportamento da mídia na cobertura da eleições 2010. Sinto-me lesado, apesar de achar que a campanha sórdida que, sobretudo o Jorna Nacional da Globo, vem fazendo contra a candidata Dilma, está se constituindo em um tiro no pé do candidato Serra. Ninguém aguenta mais tanta baboseira infundada. Cabe-nos lamentar!

  31. Um absurdo o descaso com o silêncio. São agora 6,08hs de 12/09/2010 e o barulho do sambódrumo rolou a noite inteira e continua rolando. Coisa de estourar os tímpanos. Ontem a mesma coisa. Como ser cidadão numa cidade onde a regra e a insensatez.
    Se o prefeito morasse por aqui duvido que alguém tivesse permissão para ultrapassar a barreira das 22,00hs. Está impossível viver nessa cidade sem ficar louco de raiva e odiando nossas “autoridades que só fazem agir em causa própria. Um horror!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *