Alemanha lembra o Brasil de antigamente

Alemanha lembra o Brasil de antigamente

Sensacional! O futebol mostrado pela Alemanha na goleada por 4 a 1 contra a Inglaterra, no melhor jogo da Copa do Mundo até agora, na manhã deste domingo, fez lembrar os bons momentos da seleção brasileira de antigamente, que encantava as platéias do mundo inteiro até quando perdia o jogo.

O time de Joachim Löw mostrou que é uma bobagem esta conversa de oposição entre futebol arte e futebol de resultados. A Alemanha brilhou e ganhou, confirmando que é uma das grandes favoritas para levar o caneco na África do Sul, onde a maioria das seleções, incluindo o Brasil, adotou a tática pebolim, com os jogadores mantendo suas posições fixas, sem ousadia, sem criatividade, mais preocupados em não perder do que em ganhar.

Desde o começo do jogo, a Alemanha foi para cima da Inglaterra, com um futebol leve e rápido, em que quase todo o time atacava e defendia, com deslocamentos constantes. Difícil apontar um destaque no time alemão, pois o que fez a diferença foi o conjunto, com movimentação, tabelinhas e dribles que deram saudades do futebol brasileiro antes da chamada “Era Dunga” e dos nossos “professores”.

Além de tudo, a Alemanha teve muita sorte, com a ajuda do juiz uruguaio Jorge Larrionda, que cometeu um dos erros mais clamorosos da história dos Mundiais, ao não dar um gol de Lampard, que entrou mais de meio metro. Quando o jogo estava 2 a 1, no primeiro tempo, e os ingleses buscavam o empate, só Larrionda e o bandeirinha não viram o gol que poderia ter mudado a história do jogo.

Foi um belíssimo espetáculo, que acabou premiando o talento e a ousadia, a alegria e a garra, dando esperanças de que as retrancas e o medo de jogar dos burocratas do futebol não vão prevalecer no futuro.  Que o Brasil de Dunga se mire neste exemplo para o jogo de amanhã contra o Chile. Para levantar mais uma taça, é preciso jogar mais do que mostramos até agora, sem medo de ser feliz. Coragem, Dunga!

45 thoughts on “Alemanha lembra o Brasil de antigamente

  1. Kotscho,

    A Alemanha já foi batida pela Sérvia na África do Sul. É certo que a Inglaterra não convenceu. Continuo achando que o Brasil está no caminho certo. Acabei de ver a entrevista do Dunga na Band. O cara está mais leve, ainda que sério e objetivo em suas respostas. Parece que o arranca-rabo com a Globo e o amplo apoio que êle recebeu dos torcedores fêz bem ao técnico. E também aos jornalistas, que evitaram fazer perguntas repetitivas e idiotas. Estou confiante numa grande exibição amanhã, e na nossa ida para as quartas de final.

  2. Pois é, sempre torci contra a Alemanha, pois seu futebol sempre foi caracterizado pelo pragmatismo e pela força. Já nesta Copa os alemães jogam pra frente mostrando habilidade e velocidade, massacrando os adversários. Dá gosto ver o time alemão jogar!

  3. Pois é, nós brasileiros temos que ficar olhando as outras seleções como alemanha e argentina jogando futebol bonito e invejando quando podiamos mostrar o mesmo futebol arte que o brasileiro sempre teve. Onde já se viu ficar preocupado que felipe melo pode ser dúvida para o jogo contra o chile, se fosse o Falcão ou o Emerson ou o Clodoaldo ainda vá ne. O meio de campo da alemanha fez toda a diferença, mesmo no futebol moderno o meio de campo é a diferença. Fora dunga.

  4. Essa copa esta como a política matematicamente a taça e nossa e a Presidência e da Dilma, sem subestimar nem um adversários leva

    E a mistura combina envolvendo a torcida, que são os eleitores, que decidem à preferência de quem vai melhorar a marca Brasil, para melhorar a vida de todos de baixo para cima, devia ser livre para votar, assim como e livre para torcer, devia ser livre para meter o bico em tudo

    Seleção da Alemanha fez mais do que podia, com ajuda que recebeu e da tremedeira dos jogadores ingleses, não passa disso quando pegar uma seleção de verdade, vai treinar para próxima copa

    Dunga no comando da seleção tem sua estratégica definida sem precisar usar, parece mesmo que a copa vai terminar como um treino para as seleções para próxima copa do mundo no Brasil

    Fora disso o estilo Dunga deve pegar pelo mundo afora, onde diz bem claro os jogadores tem que ser craque na bola, no comportamento na educação e na gestão, as TVs principalmente a globo líder de audiência podia criar um personagem dunga para as novelas ensinar regras, servindo para própria rede globo

    Isso e bom para todos nossos descendentes menos para nos que somos os maiores concorrentes dos postes, assim como Lula foi esta sendo um castigo positivo para todos acomodados da alta e baixa sociedade, em todas as áreas principalmente na política onde os eleitores, podem mais que imaginam demitir pelo voto quem não corresponder altura, que todos esperam

    Brasil Campeão, isso e possível

  5. apoiado amigo Ricardo..o medo de ir pro jogo que vemos na nossa seleção só mascara a dura realidade: nossa seleção é fraca em talentos individuais e a tática adotada pelo “professor” é tímida, pra não dizer covarde.

  6. É isso aí. Como eu sempre disse e escrevi no meu blog – contrariando os “abalizados” comentaristas esportivos – o único esquema de jogo atualmente é o 2-8 quando o time ataca e o 8-2 quando defende.
    Esse negócio de 4-4-2, 4-3-1-2, 4-5-1, 3-4-2-1, etc, etc, só existe na cabeça dos “abalizados” que já inventaram o craque que joga sem bola – até eu, pô! – e, agora, falam em elemento surpresa. Surpresa pra quem?

  7. Excelente texto, Ricardo!

    Desde o primeiro jogo que a Alemanha está mostrando um futebol bonito e envolvente, com jogadores jovens, rápidos, criativos e talentosos, como Oezil, Podolski, Mueller e Schweinsteiger (eta volante bom… marca bem, dribla, não erra passe, toca bem a bola e finaliza… é assim que se joga, viu, Felipe Melo???).

    Ninguém jogou mais bola do que a Alemanha nesta Copa do Mundo, até o momento.

    E se continuar jogando deste jeito até a Final, será a Campeã Mundial, sem dúvida alguma.

    O Brasil poderia lutar de igual para igual com os alemães se Dunga tivesse convocado Neymar (no lugar de Grafite), Ganso (no lugar de Kleberson), Diego (no lugar de Josué), R.Gaúcho (no lugar de F.Melo) e R.Carlos (no lugar de Michel Bastos… este é o fim da picada, né? não joga 10% do que o R.Carlos joga).

    Não levou nenhum deles e agora vamos ter que ‘rebolar’ para ganhar essa Copa. E olhe lá, hein, se não formos eliminados antes pela forte seleção da Holanda.

    Quanto à Argentina, tem um meio-de-campo e um ataque excelentes, mas a defesa é uma piada. Se apertar, a defesa argentina entrega o ouro para o adversário. Aquele Jonás Gutierrez não é jogador de futebol coisa nenhuma. Até eu jogo melhor do que ele.

    Alemanha, Brasil, Argentina e Holanda são as mais fortes candidatas ao título, nesta ordem.

  8. Eu sou favorável ao gol nao confirmado, os Deuses do futebol vingaram o roubo de 1966.
    A seleçao do Anão e seus 11 cones pode até chegar na final, só que nao leva, é um time onde se destacam o Julio Cesar, Lucio, Juan, Maicon, Daniel Alves, só, o resto :
    Michel Bastos, visivelmente amarelou;
    Julio Batista, tremeu e amarelou;
    Kaka, é o Rai de 94;
    Luiz Fabiano esta mais preocupado em resolver tudo sozinho e arrumar um bom contrato na Italia.
    Robinho, é um macaquinho amestrado de circo, muita firula e nada de efetividade, a nao ser suas carinhas de espanto para jogadas erradas.

  9. O que a copa de futebol nos traz? Inteterimento ou alienação?
    Preferia que O Brasil fosse igual a Alemanha ca economia, no papel do Estado na vida dos cidadãos… O que ganhamos exportando craques de bola? Seria melhor se estivessemos tecnologia a exportar.

    1. Ah, tá legal. O Brasil deve crescer uns 7% este ano e a Alemanha vai encolher uns 2%, e vc quer trocar.?A União Européia está fazendo água e vc quer trocar? O Euro está derretendo, e a notícia que li hoje nos jornais é que fundos internacionais estão investindo em Real, e vc quer trocar?
      Vc deve realmente fazer parte daqueles 5% descontentes, que na última pesquisa já encolheu para 3%.

    2. A Copa nos traz entretenimento.
      Certamente se trata de um divertimento do povo.
      E a Seleção para o brasileiro é sagrada.
      E é o melhor produto do Brasil para o mundo.
      Brasil, conhecido e admirado no mundo por sua Seleção, também o será cada vez mais como grande nação, pelo que produz e produzirá para o mundo.

  10. DUNGA é um técnico anão que só consegue uma coisa: deixar todo mundo ZANGADO.

    Nunca tive o desprazer de ver uma seleção brasileira tão retrancada. Tô quase torcendo para o Chile amanhã.

  11. Apesar do bom futebol alemão, desacredito que ganhe da Argentina. Além do mais, como brasileiro torço pelo Brasil, é claro! Mas, sou realista. Quem acredita que o Brasil possa levar esse mundial com a próxima Copa aqui? Seria demais, não? Pois bem em 1978 na Argentina foi assim, em 1998 na França, também. Não que o Brasil não tenha condições de levantar o caneco agora. Não é isso! Ora, deixar o Brasil ir em frente para ganhar e faturar a próxima copa de 2014 os europeus da FIFA não deixarão de jeito nenhum! Ou seja, vão pedir pro Brasil fazer corpo mole com a garantia da próxima copa faturada. Alguém duvida? A política e o tapetão invade e nem quer saber se vai dar o que falar ou não. Eu sei que no final as coisas vão ser assim. Uma pena GANA não ter condições de ganhar a copa por ser o país africano. Mas, mesmo assim, se não for o Brasil, menos a Argentina. Qualquer um! Aliás, esses juízes e bandeirinhas estrangeiros, mesmo com os telões são uns bundões. Que erros absurdos! Parabéns ao trio de arbitragem brasileiros. FIFA incompetente e burra. Cai fora BLATTER! Caia fora RICARDO TEIXEIRA.

  12. Nossa seleção é um time de pebolim sim, também, podemos chama-los de cones de treinos, com Dunga é tudo fixo, colados no chão, tocando um para o outro, com medo de ousar, de criar, de se movimentar, ele, primeiro, joga para não perder e, depois, com suas supertições, tenta ganhar.
    Quem lembra de 94, ganhamos nos penaltys, foi uma Copa chata, ganhavamos de 1xo, 2×1, 3×2, 94 é o espelho para o ANAO E SEUS 11 CONES.

  13. Sabe Cidadão K, esta copa tá estranha. De quatro em quatro anos a gente lembra esta frase.
    Os erros dos juizes tem influênciado os resultados. Os americanos tiveram três gols anulados; o que poderia ter mudado a campanha. O gol da Inglaterra só o juiz não viu, foi bastante claro. Depois dele o jogo muda de rumo, no contra ataque a Alemanha fez mais três. Assim também aconteceu com o México, que jogava uma partida equilibrada. Num lance muito claro também, Tevez fez um gol impedido. Desestruturou os mexicanos, basta ver o segundo da Argentina, erro grosseiro do zagueiro de cabeça quente. Enfim, vai-se caminhando.
    Acho que a Argentina não ganha do Brasil se jogarem os dois times. Acho até que não vai aguentar a Alemanha. Bom, pelo menos, é isso que diz meu espirito torcedor.
    Um abraço Cidadão K e a todos balaeiros…

    1. Foi esse mesmo que ele assistiu.
      Um jogão de bola, divertidissimo!
      O Ricardo está certo, o futebol apresentado pela Alemanha parece muito com o da seleção do Telê. Rápido, envolvente, coeso.
      O jogo contra a Argentina vai ser histórico.
      Até agora achava que a Argentina iria para frente, agora creio que está mais para Alemanha.
      A final vai ser Brasil e Alemanha e esta leva o título (sic… Infelizmente.)

  14. A Alemanha jogou bem se compararmos com outros jogos desta Copa. Não acredito que passe pela Argentina porque joga muito nos erros do adversário. É sempre favorita, mas não acho que estão tão bem assim.

  15. Café requentado(…)
    Como se não bastasse o Mercadante usar a figura do ‘Mestre’, como slogan de sua campanha política ao governo de São Paulo, Ontem, domingo, toda a mídia nacional, inclusive todos os influentes colunistas do JB, tiveram em seus científicos comentários a preocupação com a questão da educação ou direção do Ensino Nacional. E, como também não gosta de ficar para trás, o nosso mui digníssimo amigo Ricardo Kotscho, traz aos poucos para debate questão problemática da Educação nacional.
    Todos vocês da comunicação, já entenderam que Esta é a única saida para o progresso de qualquer nação. Parabéns pela iniciativa, em comparar ainda que em tom de critica ou deboche a figura do técnico Dunga com a figura do professor. Pena que estamos em época de eleição. E neste jogo vale tudo…
    “É o mau uso do cachimbo que deixa a boca torta”, já dizia a minha avó. A bola da copa está com dunga e com o professor que só jogam na defesa, e dificilmente vai para o ataque. Acredito que foi essa a sua intuição. Mas, felizmente, pro outro lado, tenho observado que está tendo bastante repercussão nos meios de comunicação os comentários sobre a Educação que aparecem aqui no seu Blog. É que, mesmo sem perceber e usando o sexto sentido, o Brasil inteiro está ligado e tem analisado tudo que sai daqui deste grande veículo de informação popular; que já virou mania nacional. Valeu, pessoal!

  16. Os maiores astros da Copa, mais uma vez, são os juízes. Eles conseguem mudar os resultados, como aquele padre escocês que deteve o corredor brasileiro. A FIFA é poderosa e alguns de seus filiados, idem. Brasil, Argentina e Alemanha são “cabeças de chave”. Aí começam os privilégios. Os árbitros nunca “erram” contra essas grandes seleções, só a favor. Luís Fabiano pode marcar gol usando duas vezes o braço – o juiz sorri cúmplice. Não é de hoje que nas copas, mais que em qualquer outro campeonato, há seguidos erros de arbitragem. E “la nave va”. A bola entrou ou não entrou? Que se dane! Se utilizarmos meios eletrônicos no futebol, como iremos roubar a favor de nossos filiados prediletos?

  17. Estimado Ricardo bom dia!

    Bem pelo visto você não observou o jogo atentamente.

    Tanto México quanto a Inglaterra foram prejudicados pala arbitragem, não que o resultado iria ser outro, não é esta a questão. Mas dois erros grotescos tiraram o ânimo de ambas as equipes.

    Ricardo, o Juiz nos jogos é a autoridade maior concorda?

    Você já viu alguém expulsar Juiz de campo?

    Pois bem meu querido, diferente do que ocorre nos imundos corredores da política, os erros do futebol são visíveis a quem enxerga que conhecem regras ou ainda aos que querem enxergar a realidade.

    Muitas coisas que acontecem no jogo como escanteios, laterais, faltas, pênaltis, gols etc precisa muitas vezes da confirmação de um bandeirinha.

    Ontem um golaço legítimo. Um gol bonito que a Inglaterra fez na Alemanha foi anulado no momento em que a Inglaterra crescia em campo….A bola entrou mais de 40 cm dentro do gol… um absurdo… mesmo assim o Juiz idiota cego e mal posicionado. Ah! Sim: E muito mal auxiliado por seu estúpido auxiliar, anulou o gol da equipe da Inglaterra prejudicando o time que logo após aquele lance não mais se encontrou no campo.. e acredite meu nobre jornalista que o resultado poderia ter sido outro caso aquele gol legitimo tivesse sido confirmado.

    Ou talvez não?

    No jogo do México com a Argentina ouve um gol irregular também,, Carlitos Tevez estava visivelmente impedido,,, o juiz parou, conversou com o bandeirinha,, e quando todos pensavam que o juiz iria anular o gol, ele simplesmente deu o gol a favor da Argentina.

    Agora os dois Zagueiros do México são ruinzinhos heim?

    Bem, honorável colunista estamos tratando de uma Copa do Mundo não é?

    Então veja com é o destino da verdade, dois resultados marcados de forma errada pela arbitragem podem ter mudado o curso da história deste mundial.

    Não seria o caso de parar o jogo, parar o cronometro.. e ser analisado para dar o veredicto correto?

    Já pensou se Juiz “”””bonzinho????””””” que libertassem na velocidade da luz vagabundos como Daniel Dantas levassem um pé no trazeiro?

    Penso que não agindo desta forma muitos times estarão sendo prejudicados, não bastassem as mazelas da Jabulani ainda tem estes Juízes pernas de pau que nem deveriam estarem lá.

    São como políticos safados e ladrões, ao menos estes levam um pé na bunda e voltam pra casa!

    E viva a copa!

    Abraços fraternos

    Manoel Ferreira

  18. Alguem ai que tem uma linha, direta ou indireta com joanesburgo, avise por la a serio que o adversario, vai criar alguma coisa” nova”,porque tem que fazer, esta cansado de perder. Forçar a defesa amarilla a fazer penalties, o alexis sanches que tem um bom complexo de garrincha . Coisa assim e cetera.
    Pode rir disto, mas avise e o tempo é curto

  19. Desde o começo desta copa vejo que se existiram times que encantaram foram Alemanha e Argentina, só pela movimentação e volume de jogo.
    Suas partidas foram do tipo que não deixa o espectador dormir no sofá.
    O Brasil esteve muito melhor que agora nas eliminatórias e a impresão que eu tenho é de que desaprenderam o que haviam aprendido.
    A gente sente que falta alguma coisa neste time e até estou sentindo que os torcedores não estão tão entusiasmados como nos jogos desta primeira fase, o entusiasmo afrouxou.
    Não culpo o técnico pois penso que técnico sozinho nunca ganhou jogo nenhum, apenas orientam os atletas e nada mais.
    Acontece que a intromissão é tanta por parte da imprensa que até o povo, antes de qualquer resultado, já vai se desiludindo e deixando prá lá esta copa.
    De certo modo acho até bom porque quem não se lembra do exemplo do filme “Prá frente Brasil”?
    Estamos há apenas três mêses das eleições e o povo precisa ficar mais atento às manobras do tucanos e seus irmãos siameses, por que enquanto a bola rola, eles tramam contra nós, haja visto o aumento dos preços do pedágio.

    1. Manoel, porque ninguem reclama do gol do Luiz Fabiano com dois toques de mão, vistos pelo juiz, que achou tudo muito divertido a ponto de rir junto com o craque brasileiro ?
      Se fosse contra a Argentina, vá lá. Mas contra amadores da Africa?

      Parabens pela lembrança do, segundo suas palavras, vagabundo Daniel Dantas. Mas “vagabundo” pro Dantas não é muita generosidade da sua parte ?

      Mas o mais importante é que nao nos esqueçamos que Daniel Dantas é cria de FHC e seu programa de privatizações “além do limite da irresponsabilidade”.

      O termo entre aspas é para deleite do Luiz Carlos Velho, que, tenho certeza, bem informado como é, vai se lembrar do episódio.

      Um cordial abraço pros dois.

  20. Torcendo contra
    (publicado na revista Caros Amigos em junho de 2010)

    Vai começar o espetáculo do ufanismo histérico. Mídias de todos os suportes serão tomadas pela publicidade oportunista do verde-amarelo. Jornalismo e marketing, amalgamados por interesses comuns, fornecerão os delírios de união e superioridade que o público precisa para engolir a farsa consumista. Milícias uniformizadas tomarão ruas e bares, assegurando a adesão das massas ignóbeis à ditadura do hexa.
    Pois não contem com este humilde escriba. Torço apaixonadamente para o fracasso da seleção brasileira na África do Sul. Quanto mais humilhante e precoce, melhor. De preferência jogando mal, tomando olé, sob apupos das torcidas e o escárnio da crônica internacional. Que os falsos craques sejam desmascarados, patrocinadores amarguem prejuízos, apresentadores e comentaristas engasguem na desmoralização dos seus favoritismos.
    A escolha soa impopular e arriscada, mas deveria constituir uma demonstração de coerência para os apaixonados pelo esporte. O time da CBF personifica os vícios e artimanhas que envenenam o futebol nacional. Ali podemos entender a pauperização dos campeonatos regionais, a destruição de clubes interioranos, o êxodo de talentos, o esvaziamento dos estádios, a imoralidade dos bastidores.
    Uma seleção formada quase exclusivamente por jogadores de times estrangeiros não possui qualquer identidade com o torcedor brasileiro. Eles nem ao menos são melhores do que dezenas de atletas que jogam no país, e que formariam uma equipe mais entrosada, motivada e empolgante. Mas, claro, Dunga não pode privilegiar a qualidade. Sua caricatura de sargento brucutu ameniza as motivações financeiras da convocação, que atende aos interesses de empresários, cartolas e especuladores.
    O legítimo espírito patriótico deve repudiar esse empreendimento nefasto e sua utilização da retórica nacionalista em benefício de corjas obscuras.

  21. Ufa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Até que foi fácil né?

    Será que a Holanda vai ser também?

    Boa a entrada do Ramires!

    O Melhor jogo do Gilberto Silva!

    Daniel Alves o melhor em campo!

    E Luiz Fabiano é o cara!

    Hummmm!!!! O Kaká ainda está machucado ontem ficou bem evidente!

    Bem depois do Daniel fica aqui a boa atuação dos nossos dois Beques!

    Os nossos agradecimentos ao técnico do Chile que deixou o valdívia no banco!

    E ao Gunga que a partir de hoje vai ser chamado de Dunga o nosso respeito. E quem sabe agora os 97% de técnicos comecem a concordar um pouco com o rapaz ?

    Abraços fraternos Kotoco e Cia!

    Manoel ferreira

  22. Estimado Vitor Hugo bom dia!

    Concordo plenamente com sua colocação e lamento profundamente que o FHC tenha sido presidente do nosso país bem como vou de igual maneira lamentar pelo fato do Serra ou da Dilma chegar ao planalto.

    Que me perdoem aqui os partidários, mas este país merece algo melhor, pra mim estes dois representam o fundo do poço!

    D.D este vigarista não merece comentários!

    Porém a única coisa certa que o tal Burguês implantou com a ajuda de caras brilhantes na economia, foi o plano econômico, e isto desde a época do Tupetinho o qual vem sendo utilizado com efeito positivo no governo Lula!

    E quanto ao gol do Luiz Fabiano eu sequer imagino como foi que o tal do juizinho não considerou a infração no lance, aliás foram umas quatro mas vá lá nós não precisávamos daquilo para vencer o oponente que não são amadores. Vitor, os caras tem saúde e todos jogam no futebol Europeu, ali não tinha nenhum bobo!

    Querido obrigado por não me agredir desta vez!

    Abraços fraternos

    Manoel Ferreira

  23. Olá Kotscho,
    Não sabia que você era são-paulino, o que me deixa ainda mais contente em ler seus textos. O bacana deste texto em particular é que você nos lembra de um tempo em que o futebol era risco, incerteza e ousadia. O risco estava até mesmo na escolha da “profissão”, que ainda não tinha essa dimensão financeira, em que os jogadores ganham PIBs e não salários.
    O futebol arte parece só acontecer quando o jogador ultrapassa sua “função” ou “posição”, que hoje passou a ser mais importante do que a inventividade, a visão de jogo, a criação e, claro, o risco. É como se fossem todos funcionários de alguma corporação (o que não deixa de ser verdade), cumprindo burocraticamente suas tarefas…
    Embora a seleção tenha vencido o jogo contra o Chile, o que vi foi um jogo feio, sem imaginação, sem brilho! Pergunto-me sempre: o que é que pode motivar esses jogadores que, a essa altura da carreira, já conquistaram tudo? Alguns dirão: “o amor ao seu país” ou “o amor à camisa”, sei lá, mas, esses não são ‘artesãos’, viciados no que fazem, e imaginam os jogadores como gente que veste a camisa da empresa em que trabalham. O que me vem à mente quando penso em brilho e arte no futebol é o prazer de jogar, de fazer bonito, pura e simplesmente pelo comichão de jogar.
    Seria bom se a mentalidade de empresa, escola e repartição pública saíssem de campo e que viessem em seu lugar a inteligência, a vontade de brilhar, de inspirar, de ultrapassar limites, de ser melhor.
    Abraços,

  24. Pois é, se a Argentina não passar pela Alemanha, a garota ”marvadona” não vai ter a oportunidade de ”sortá a franga” ficando nua em Buenos Aires. O máximo que vai conseguir é ”levantar a saia” e dançar o ”rebolation” na ”boquinha da garrafa”.

  25. Acabo de ver a derrota da Seleção Brasiliera para a Holanda. Desclassificado. As únicas vantagens que vejo, são: A ilusão da Copa do mundo, era uma cortina de fumaça que encobria os escândalos na política já tão divulgados em tempo não tão remoto. Mas os brasileiros acabam de acordar e começam a pensar nos problemas cotidianos deste país. A outra vantagem é que o preço dos aparelhos de TV vão baixar estando nós fora da competição.

  26. Perceberam como A ALEMANHA ESTÁ MAIS BELA? COMO ALEMANHA está MESTIÇA? Hoje é comum encontrar um ALEMÃO NEGRO, UM ALEMÃO JAPONÊS, um ALEMÃO CABÔCLO, ALEMÃO ÁRABE, ALEMÃES COM APARENCIA DE SULAMERICANOS.
    A seleção ALEMÃ que teve o embate com a Argentina parecia a SELEÇÃO BRASILEIRA, TÃO COLORIDA, TAL QUAL A NOSSA
    FICOU MAIS BONITA, O MUNDO CAMINHA PARA ACABAR COM GUETOS MONO-CROMÁTICOS,

    E VIVA A DIVERSIDADE HUMANA.

    ADOLFO *HELDLEN (Hitler) deve está a se virar em seu túmulo COM O SEU PROJETO DE RAÇA ARIANA. IDIOTA PSICOPATA.

    HELDLEN ERA O VERDADEIRA SOBRE-NOME DE Hitler, POR superstição ele só assinava HITLER, más seu verdadeiro nome era esse:
    TRADUÇAÕ DO ANTIGO ALEMÃO PARA PORTUGUÊS:
    HELDLEN = (AZÊDO)
    HITLER = (RIGIDO)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *