Férias paulistanas: frio, chuva, gripe, fretados…

Férias paulistanas: frio, chuva, gripe, fretados…

Caros leitores,

este post foi atualizado às 17:40 para publicar ao final do texto uma bela crônica enviada ao Balaio pelo leitor Simei de Almeida, do Acre, que muitos de vocês já conhecem. Vejam lá, sob o título “Mundo bão, sô!”.

Ufa! Ainda bem que julho está acabando. Juntou tudo neste mês de férias: muito frio com muita chuva, gripe suína, pessoas andando com máscaras cirúrgicas na 25 de Março, protestos dos passageiros de ônibus fretados, ruas alagadas, muita confusão, congestionamentos no trânsito…

Nesta época do ano, sempre gostei de ficar na cidade. Hitualmente  esvaziada de carros e gente, São Paulo ficava mais serena e habitável, o céu claro, o clima seco.

A grande metrópole nos convidava a fazer passeios por lugares aonde a gente não costuma andar, as filas desapareciam e dava até para ir sem tumulto ao cinema e ao teatro.

Mas, desta vez, foi melhor ficar em casa. Foi um mês para se esquecer. Não chovia tanto em julho desde 1943, quando eu nem tinha nascido… A cidade virou um inferno. 

Quando todo mundo voltar das férias com seus carros, deve ficar tudo pior ainda, sem que o problema dos ônibus fretados tenha sido resolvido, no vai e vem da Prefeitura demo-tucana, que primeiro decide, para depois ver como fica.

Vamos ter ainda mais carros circulando pela cidade em lugar dos ônibus proibidos, que atrapalhavam mesmo o trânsito em alguns pontos, mas ao menos eram uma alternativa ao transporte coletivo público, que todos sabemos caótico e insuficiente.

De uma hora para outra, sem planejamento e sem oferecer alternativas aos milhares de passageiros dos fretados, a Prefeitura resolveu simplesmente proibir estes ônibus de circular e estacionar.

Os congestionamentos e transtornos que eles causavam nas grandes avenidas foram apenas transferidos para ruas residenciais, os moradores reclamaram e a Prefeitura teve que voltar atrás.

Depois de mexer com a vida de muita gente, sem pensar nas consequências, agora acho que nem o prefeito Gilberto Kassab sabe o que vai acontecer na segunda-feira, quando São Paulo voltar à sua rotina, depois das férias de julho.

A única certeza é que na próxima sexta-feira, dia 7, entra em vigor a Lei Serra, que promete o banimento do fumo na cidade e a caça aos fumantes. Quem ficar nervoso no trânsito paulistano não vai mais nem poder parar no boteco e acender um cigarrinho. Qual será a próxima proibição? 

Para complicar ainda mais o cenário de agosto, a epidemia de gripe suína fez com que a maioria das escolas adiasse a volta às aulas por duas semanas, causando mais transtornos para milhões de famílias.

E a previsão do tempo para os próximos dias não é nada boa: continua instável, com temperaturas baixas e o céu nublado escurecendo às vezes no meio do dia, sujeito a chuvas e trovoadas.

Como trabalho em casa, não ando de ônibus fretado, nem tenho filhos em idade escolar, não há nada de pessoal neste desabafo. Uma das tarefas do repórter, com ou sem diploma, é justamente se colocar no lugar dos outros para registrar e contar o que seus leitores estão sentindo.

É bom, mas não é nada fácil ser paulistano. Se alguém tiver boas notícias das férias em outros lugares do país, pode mandar que eu agradeço _ até para melhorar o astral do Balaio cinzento como o tempo desta quinta-feira de fim de julho.

***

MUNDO BÃO, SÔ!

Neste mundo novo da internet, em que todo mundo é, ao mesmo tempo, emissor e receptor de informações, leitor e autor, autor e leitor, não importa a ordem, acontecem coisas fantásticas.

Mal coloquei no ar o post acima sobre a minha cidade, recebo uma belíssima crônica do nosso fiel leitor Simei de Almeida, lá do interior do Acre, em que ele fala das as diferentes vidas entre as grandes e as pequenas cidades.   

Simei é um cidadão brasileiro de 54 anos, ex-paulista de Ribeirão Preto e ex-metalúrgico, que mora há 25 anos foi para o Acre, onde exerce a atividade de micro empresário e micro pecuarista, além do ofício de escritor amador pelo prazer de escrever.

 

Conta ele: “Troquei a vida de progresso dos centros chamados civilizados, de ônibus lotados, de batida de relógios de ponto, por esta vida humilde aqui da Amazônia.

 

Aqui consegui, honestamente, certa independência econômica, formo no ano que vem um filho em Direito pela UFAC e tenho uma filha de 11 anos com deficiência física causada por uma lesão cerebral.

 

Aqui tenho plena convicção de que posso dar à menina melhor qualidade de vida. Ela está cursando a 5ª séria em escola normal. Não tenho curso superior, apenas o nível técnico.

 

Nem sempre sou a pessoa que demonstro ser nos debates calorosos de política e politicagens. Gosto de coisas muitas amenas. Acho que assim a gente vive melhor.

 

No Acre, conheci e vivi a política velha dos coronéis da política e estou vivendo a nova política de progresso deste estado, implantada pelo PT, por seu mentor aqui do Acre, o ex-governador Jorge Viana. Sou PTzinho e Lula do pé rachado e como defeito sou corithiano…“.

 

Para entrar no blog de Simei:

http://www.somosdaselva.blogspot.com

 

 

 

Abaixo, reproduzo a crônica “Mundo bão, sô!”, de Simei de Almeida:

 

Existem dois mundos: o mundo de quem gosta de agitação, corre-corre, buzinações, gás carbônico, diferente do  mundo dos “oi sô”.

 

Nada sou contra quem gosta de ficar em cima de um viaduto vendo a sintonia dos carros se movimentando, frenagem por igual, uma fila vai e outra vem.

 

Chega ser contagiante ver a habilidade dos condutores dos veículos e motociclistas fazerem suas obrigações na condução de suas respectivas máquinas, às vezes até inconscientes do que estão fazendo, conduzindo seus carros por vias super movimentadas pela praticidade do dia-a-dia. Já fazem a condução pelo seu subconsciente pelo hábito de quem faz aquilo todos os dias.

 

Grandes metrópoles, progresso, grandes executivos, oferta de consumo e vítimas do consumo.

 

Alberto vai trabalhar, sai de casa as 04:00 horas da manhã para pegar o ônibus e depois o metrô. É possível que chegue ao trabalho lá pelas 07:00h. Antes de sair ele vai à cama de sua  Aninha, sua filhinha, e lhe dá cheiro, ela ainda dormindo.

 

Alberto, devido seu computador ainda ser um Pentium ele trocou por um Dual Core, mais uma promoção de uma TV de LCD de 32 polegadas nas Casas Bahia, tem que fazer umas horas extras para ajudar no pagamento das prestações do Dual Core e da TV LCD.

 

Depois da hora extra, mais metrô, mais ônibus. Alberto chega em casa lá pelas 22:00h. Sua filhinha já está dormindo. Nesse corre-corre, talvez Alberto a verá acordada para lhe dar um abraço e um cheiro somente no final de semana.

 

E assim é a mesma coisa para João, Dna. Marta, Dna. Francielli e tantos Antónios.

 

Pô, mais tem uma coisa boa nisso tudo! Num domingão Alberto pode ficar em frente da TV LCD de 32” para assistir estes programas de palco que rolam nas telinhas.

 

Uma pessoa que vem de fora, não adianta pedir informação pro Alberto no meio da rua. Ele tem muita pressa para chegar no trabalho ou fazer uns afazeres fora dele. Se pedir informação, talvez a receberá. Mas começa a ouví-la numa esquina e acaba de ouví-la na outra esquina, não dá para dar informação parado!

 

Vou à casa do Alberto e pergunto:

_ Você sabe onde mora o Sr. Custódio?

– Sei não, seu moço, vai aí no vizinho e pergunta! 

Vou na casa do vizinho e pergunto:

_ Você sabe onde mora o Custódio?

– Custódio do quê?

– Custódio de Mato Arruda!

– Sou eu mesmo moço….O Alberto não conhece o vizinho.

 

Nas cidadezinhas, lá nos Rincão do Brasil, a coisa é bem diferente.

 

Sai-se na rua para resolver determinado assunto que você faria em trinta minutos, e você acaba gastando três horas para resolvê-lo. Não há contentamento em apenas dizer: boa tarde “Seu Jão”, como tem passado? Não, o problema é perguntar como tem passado. Porque o Seu Jão vai lhe dizer como está passando, ali vai um tempão. Mais na frente, oi Dona Crotilde, mais na frente, Dona Esmeralda……quanto tempo…..como está Seu Firmino? Vai ali mais um bom tempo.

 

Sair pela rua principal da cidade é outro problema. De taberna em taberna, o proprietário lhe chama….Vem tomá um cafezinho moço! De comércio em comércio, você daqui apouco está esturricado de tomar cafezinho. Cafezinho você não nega, é falta de educação.

 

Vizinho você não só o conhece, você sabe literalmente da vida dele. Se o seu vizinho do outra lado da cidade der “uma puladinha de cerca” você saberá, com certeza saberá. Soltar gases é outro problema, tem que ser o mais discreto possível, se não a cidade ouve.

 

Político em cidade pequena tem que ser muito “cara-de-pau” ou ser muito transparente, pois o contato com o famigerado eleitor é comum nas ruas. O cabra não tem por onde escapar ou ficar no anonimato, o corpo a corpo é diário, e não é só em épocas de eleição.

 

Que bom, que bom, você na área rural poder pisar literalmente na bosta da vaca, sentir o cheiro da terra molhada, ouvir o gorjear dos pássaros e ouvir os gritos dos vaqueiros, ver carros fazerem malabarismo em estradas de barro. Dá diversidade, se vê algo contagiante. Bicho de pé também é bom. Bicho de pé não é chato, Bicho de pé dá no pé. “Chato dá noutro canto”, esse é chato pra dedéu.

 

Cidade pequena tem lá seus problemas, vizinho chato é um caso sério. Sei de uma história de um cabra que processou seu vizinho porque o galo dele cantava muito cedo e o acordava. Como ninguém processa galo, processou o dono do galo.

 

Ainda bem que existem grandes metrópoles, lá tudo se produz. O que seria se não tivesse quem não gostasse de buzinações, ônibus e metrô lotados, congestionamento, fábrica contratando para turno diurno e noturno.  Se não existissem os Albertos, o que seria dos Jãos? O que seria de nóis, se não existissem vocês!

 

 

 

 

 

 

 

 

   

73 thoughts on “Férias paulistanas: frio, chuva, gripe, fretados…

  1. Prezado Ricardo, Bom dia…

    Realmente, que Julho. Até para caminhar duas quadras, e tentar fazer alguns exercícios físicos na nossa academia, está difícil. Mas gostaria de dar o meu pitaco nesta questão dos ônibus fretados, algo que me incomodava há muito tempo.

    Uma coisa é a teoria. Nada mais inofensivo que um grupo de cidadãos, que mora em cidade vizinha, alugar um ônibus e vir para o seu trabalho na capital. Aparentemente, nada de mais.

    Outra coisa é o fenômeno acima citado, ser multiplicado por 50.000, e todo concentrado na pior hora paulistana, ou seja, entre 7 e 9 da manhã e 5 e 7 da noite.

    Independentemente do direito de ir e vir, a certa “lógica” de quem defende este tipo de transporte, etc etc etc, a verdade é que o conceito não fecha; falta espaço pra tanto ônibus. E olhe que nem estou me referindo ao fato de que os citados coletivos, que barbarizam o trânsito e destroem o piso por onde circulam, não recolhem os impostos devidos aqui, mas nas cidades de origem onde, evidentemente, são muito mais baratos.

    Enfim, é um tremendo pepino, mexe com o chamado direito de inda e vinda, mas acho que não tem outra solução. Deve-se encontrar um – ou mais – local estrategicamente favorável para que, a partir dele, cada trabalhador encontre a sua forma mais conveniente de chegar em seu emprego. Afinal, nem quem mora na capital, tem esse privilégio de descer na porta da empresa em que trabalha.

    Ah, parece que parou de chover. O velhinho aqui vai tentar dar um pulo na academia e reagir contra a preguiça que esta triste paisagem paulistana de fim de inverno trás.

    Abraços, Ricardo.

  2. Bom Dia Ricardo Kotscho,

    Sou Paulistano igualmente a você, tenho apenas 26 anos e vivo circulando esta cidade a trabalho exatamente a uns 11 anos.
    Já presenciei nesta minha curta vida muita coisa, dentre enchentes na avenida Aricanduva preso num ônibus a infúndaveis Greves de Transporte Coletivo e eu estando em São Miguel Paulista no famoso Largo do Forró em plena 16h.
    São situações adversas que vivi e acho que nenhuma esta comparada a frustrante situação destas pessoas que necessitam dos Fretados, não vou entrar no mérito do certo ou errado eu acredito que tudo pode ser acordado de forma digna e justa. Só não podem acabar com Carreiras, planos de pessoas que saem de outras cidades ou viajam de ponta á ponta por São Paulo para garantir o Ganha pão da Família!
    O Tempo Nublado, Caro Kotscho não causa problema para nossa visão do câos que se implantou em nossa sociedade, após esta nova epidemia, aqui já estamos acostumados a enfrentar tudo, gripe do frango, dengue, febre amarela e agora a suína. O casco do Paulistano vai resistir a mais um novo baque, porem a pergunta que se fica é sera que nossa realidade ainda persiste em depredar o que esta ali quieto, no caso a Sra. Natureza.
    Não tenho filhos, sou Noivo e apenas tenho neste momento as minhas pequenas divídas para administrar e me lembrei de uma música do Caetano Veloso que ouvi na voz do Querido Lazaro Ramos e ela dizia num trecho assim:

    ” Pr’esse canto do mundo
    Quando virá o amor?”

    Amor pelo que temos hoje e pensando no amanhã dos nossos próximos, o amor pelo que nos faz sorrir, o amor por nós abrirmos os olhos e descubrimos que sim o mundo ainda existe e estamos vivos, o amor pelos caminhos que a vida nos traça, o amor próprio!

    Pela 1º Vez escrevo pra você, nem penso que você venha ler ou responder minha mensagem…só penso o quanto foi grato expressar o que eu realmente sinto!

    Obrigado!

  3. Ah, esqueci de dizer que moro em Balneário Camboriú. Convido você, Ricardo, a passar férias aqui e a conhecer um lugar aqui pertinho, a praia da Sepultura, em Bombinhas. Que paraíso (apesar do nome). A praia é minúscula, mas pode-se praticar mergulho e ver os peixes ali, nadando aos nossos pés (parece que foram pagos pra isso, hehe). Alugue um caiaque e se der sorte, vai ver alguma tartaruga. Foi o melhor programa de férias que já fiz!

  4. Ricardo,

    Tudo consequência do individualismo doentio, tão exaltado, pelos fiés fanáticos por este capitalismo selvagem.
    Não seria mais coerente, retirar os veículos de transportes individuais, destas zonas de maior fluxo de pessoas ?
    Mas…infelizmente, ainda temos que nos curvar aos caprichos daqueles que acreditam que o socialismo esta morto.

  5. POIS É SR.RICARDO SOU VÍTIMA DO KASSAB EM RELAÇÃO A PROIBIÇÃO DOS FRETADOS, VÍTIMA POR TER PROBLEMA DE COLUNA, USUÁRIO DO FRETADO NÃO POR SER CONFORTÁVEL MAIS SIM, POR NÃO PODER DIRIGIR POR MUITO TEMPO. POIS MINHAS PERNAS E COSTAS DOEM, ANTES COM O FRETADO SAIA DE CASA AS 6:30HS, DESCIA NA AV.PAULISTA TRANQÜILAMENTE, HOJE SAIU AS 5:30 HS, PEGO ÔNIBUS E METRÔ, ACREDITE NESTE HORÁRIO JÁ ESTÃO LOTADOS, COMO EU MUITAS PESSOAS VOLTARAM A UTILIZAR O TRANSPORTE PÚBLICO QUE É UM CAOS, IMAGINA COMO FICARÃO QUANDO AS AULAS COMEÇAREM!!!!!
    É REVOLTANTE , ME VINGAREI, POIS MEU VOTO NAS URNAS PRO KASSAB NUNCA MAIS.

  6. Com relação ao tempo chuva é um bem necessário ,com relação ao transito um mau necessário e com relação a gripe suína um mau desnecessário !Mas amigos usem máscaras na 25 de março e também na Oscar freire pois o melhor é se previnir.

    Um beijo ao bairro Vila Clara que tanto amo !

  7. Acho muito covarde sua pose de bonzinho, imparcial, começando o texto com um inocente Ufa..para depois meter o pau nas entrelinhas. É a mesma pose do seu cupincha Lula, o que rouba e deixa roubar. .
    O prefeito pelo menos está tentando, está trabalhando e ainda volta atrás quando vê que não deu certo.
    Se vc tivesse noção do que estes fretados fazem no trânsito, parando e cada 50 metros, sem nenhum critério e pouco se lixando pro trânsito…
    Ricardo, mostre a sua cara e puxe abertamente o saco do governo Lula. Pare de se fazer de coitadinho..

  8. ..pra piorar o que já era péssimo, os analfabetos políticos, que vivem nesta sucursal do inferno, elegeram um capeta tresloucado, para os governar, até o nome do bicho tem algo de coisa ruim.

  9. notícias de floripa não vão te deixar o agosto menos cinzento. nosso prefeito continua pensando que asfaltar tudo é a solução para o trânsito, nossos ônibus continuam horrivelmente caros, nossas ciclovias são uma piada, os pais daqui vão ficar bravos porque as escolas não vão carregar suas crianças mal-educadas. deve ter mais alguma coisa, sempre tem, mas eu sou uma pessoa feliz, sabia?

  10. Claro que os frestados precisavam de uma regulamentação. Mas não essa, feita de forma canhestra com muitas proibições e transferindo o problema para outras áreas: o já saturado metrô e o péssimo sistema de transporte coletivo através de ônibus. O plano dos fretados teve falta de racionalidade da prefeitura e , em especial, da secretária de transporte e transito chefiada por um advogado. TRansferir pontos para ruas residências estreitas? Ninguém viu isso antes? Voltaram atrás, mas o caos continua, o desemprego nas empresas de fretados também vai existir a partir de segunda (está na Folha de hoje). Enfim, faltou razão e sensibilidade nesse plano.

  11. Caro Kotscho

    Quando a ex-prefeita Marta ACABOU com os perueiros aqui em São Paulo ( aquilo sim era o apocalipse ) foi obrigada durante meses a andar com colete a prova de balas diante de tantas ameaças que sofreu por parte dos sindicatos, da máfia dos perueiros e da imprensa que os estimulava.
    E como foi que conseguiu por ordem na cidade e com isso criar o bilhete único?

    COM DIÁLOGO E INCLUSÃO !!! Nenhum “perueiro” deixou de ingressar nas cooperativas e com isso perderem o seu ganha pão !!!

    Mas esperar que possa haver alguma iniciativa de dialogo e preocupação com o trabalho de quem vive dele destes DEMOtucanos que ora ocupam a prefeitura da maior cidade do Hemisfério Sul é o mesmo que esperar que os eleitores paulistanos deixem seus preconceitos e ódios de lado ao votarem em QUALQUER UM desde que não seja petista !!! Só elegeram Erundina e Marta aqui depois de desastres como os de Jânio, Maluf e Pita.

    E esse Kassab confirma ser mais UM QUALQUER !!!
    A nossa mídia esquizofrênica já se esqueceu de que ele ainda é o prefeito daqui, tanto que dele NADA se fala, nem de bom e muito menos de ruim ( conforme o acordo ) mas parece que aos poucos o povo paulistano já vem também esquecendo o tal sujeito !!!

    Eita tempo ruim !!!

  12. È caro Ricardo, eu me ferrei também aqui no Rio, sempre tiro férias nesta época e por incrível que pareça, dá muita praia, adoro ir a praia nesta época, mas esse ano o tempo não ajudou. Aqui com relação ao transporte publico não está diferente não, a solução todosnós sabemos, investir maciçamente em metro e trens de superfície, não tem outro jeito. Porque não ivestem? Cada um dê sua opinião.

  13. ….depois de 2 anos fora de Sampa,na europa, voltar já não foi fácil mas me apeguei na memória de um julho ensolarado e seco aonde eu poderia andar de bike no parque novamente,rever os amigos indo e vindo de bus e metro,apesar do medo,do bode e dei bem de cara com esta chuva,caos e frio e uma cidade feia,suja,com calçadas mais esburacadas do que podia me lembrar e esta sendu uma dura volta,pior do que eu imaginava.

  14. Sou paulistano e desisti. Deixo São Paulo para os deslumbrados se ralarem. Não existe a menor possibilidade de criar minha filha nesse lugar. (sucursal do inferno ahahaha). Viva o ar puro Belo!!!

  15. A proibição dos fretados, forma como foi colocada originalmente, foi uma coisa bem burra, de fato. Mas que esse troço precisa de regulamentação, isso precisa. Afinal, se por um lado eles ajudam a tirar carros da rua, por outro lado, também ajudam a atravancar o tráfego, a partir do momento em que param onde querem.

    Só acho que, se a Prefeitura arrecada impostos com os fretados, ela tem que oferecer infra-estrutura para eles também – pontos de embarque e desembarque equipados para atender à essa demanda.

    O que sempre reclamo – e aí meu ataque vai contra os políticos em geral, Kassab em particular – é que o Estado, sempre que resolve fabricar uma estatística o faz não com base em um trabalho de investimento em infra-estrutura ou de melhoria do serviço. Isso nunca ocorre. O que o Estado faz é ir com a faca no pescoço do cidadão, violando seus direitos e liberdades, sem nenhuma contrapartida.

    É assim: pra melhorar o trânsito, te proíbo de sair de casa. Pra diminuir a violência, boto toque de recolher no bar e te proíbo de ter armas. Agora, construir metrô e investir numa polícia melhor, numa Justiça mais ágil isso, nem pensar!

    Dá um trabaaaalho… e Macunaíma tem tanta preguiiiiiça…

  16. Caro Ricardo,

    O povo sempre se dá mal, com estas medidas aleatórias de governos que não fazem nenhum planejamento antes de tomar uma medida destas. O que me causa espanto é que SPO é a maior cidade do país, com o trânsito mais caótico do Brasil. Onde estão os grandes cérebros para fazer um bom planejamento prévio, antes de prejudicar tanta gente que trabalha e só quer ter um pouco mais de conforto em seus trajetos ?
    As férias aqui no Rio estão esquisitíssimas: um dia faz um tempo bastante quente, onde você pode inclusive ir às praias e outras muitas áreas verdes da cidade. E no outro dia, esfria muito e cai aquela chuva torrencial. Enfim, está sendo um inverno totalmente descaracterizado, que creio, está ocorrendo em todo o Brasil.
    Aí vai um alerta para se cuidar melhor da natureza, antes que seja tarde demais.
    Agradeço por você fazer tão bem sua missão e mostrar o que realmente importa aos habitantes da sua cidade.

  17. Como disse um empresário e usuário do transporte fretado: as mudanças foram feitas por quem não é do ramo. O que importa é criar normas e regras que deixem todos loucos. Esse é o papel dos políticos atuais. Quanto mais pessoas loucas, mais chances eles têm (com acento mesmo, porque não gosto da reforma ortográfica) de vencerem as próximas eleições.

  18. Paulistano em Natal
    Ricardo Kotscho
    Bom dia, bom dia mesmo, como dizia o famoso e saudoso Omar Cardoso.
    Natal RN, temperatura 22 graus, céu azul, mar contrastando com azul e verde, cores da bandeira do Brasil. À noite esfria chegando a temperatura lá pelos 18, 19 graus, no centro. A beira mar mais frio. Não é pra fazer inveja não, no verão chega a 33 graus, mas na Av. Paulista chega aos 45 graus.Mas mesmo assim tenho saudades de minha terra Natal São Paulo, Onde e quando era criança era feliz e não sabia.

  19. Obrigado Kotscho, eu fui um dos que desabafei com essa historia de fretados. Pai sofre junto com os filhos; minha filha tá penando com a decisão do Kassab, filho do Serra. Formada e com mestrado em engenharia pela Unicamp minha filha trabalha em S Paulo. Lida com cálculos estruturais, coloca de pé coisa imaginada por arquiteto. Não é em todo lugar que encontra trabalho assim, dai que viaja todos os dias Campinas/S Paulo. Não há alternativa de transporte, coisa ao meu ver absurda, porque são milhares de pessoas que transitam por necessidade nesta rota em que há diversas cidades de médio porte. Ninguém pensa numa solução, só fazem uma melhoradazinha nas rodovias de vez em quando; coisa séria, pra resolver neca-de-petibiriba.

    Julho cinzento, agosto chegando. Bato na madeira tres vezes. Espero um agosto cor de rosa, com pouco cachorro louco.

    Um abraço

  20. Ricardo Kotscho:

    Escrevi uma Crônica em meu Blog onde faço uma paródia da vida da cidade grande e a pequena cidade. O pessoal do Boteco já conhece, se você me permitir eu trago para o Balaio. É só dar a senha!

    Abs

  21. Bom dia, Kotscho!
    Excelente resumo desse mês caótico! Ainda bem que está acabando! Isso porque é agosto que tem fama de trazer problemas, não?
    A previsão diz que sábado a chuva dá uma trequa, e já estava na hora! Quando aos outros males, tem uma resolução mais difícil.
    Sou estudante de jornalismo (não desisti apesar do diploma!), minha faculdade fica na Paulista, e eu moro em Santo Amaro, ou seja, o Kassab e sua proibição acabaram com a minha manhã! Ter de pegar ônibus para o centro será terrível e desgastante.
    E ainda essa gripe suína, para coroar tudo. Não sei se para nosso bem ou mal, minhas aulas voltarão normalmente semana que vem!
    Vamos torcer para o resto do ano ser melhor!
    Um abraço!

  22. Olhem que comentário pertinente no Blog do Nassif

    foi feito Claudio Roberto Basilio (10:59) – 30/07

    (…)

    Tenho quase certeza que o Prefeito Kasaab tomou essa medida baseada em um calculo politico muito claro. A maioria dos usuários de ônibus fretados são de fora de São Paulo, e portanto não são eleitores da cidade, o que torna a opinião dessas pessoas um tanto quanto irrelevante.

    Por outro lado, para os moradores de São Paulo fica a imagem de um prefeito que tomou uma “providência” para melhorar o trânsito na capital, ainda que tal “providência” fosse “dura” e desagradasse milhares de pessoas.

  23. Não esqueça de dizer caro “jornalista”, que o ministério da saude do governo Lulla não garante medicamentos e atendimento descente para os brasileiros.
    Você tem algum´ponto de fretados na sua porta?
    Pois, então poderiam fazer uma e você pensaria duas vezes em dar sua opinião como sempre “oficial” e comprometida.
    Tudo bem que quem mora em Santos, Jundiaí, Campinas, Indaiatuba precisem trabalhar, mas São Paulo não pode ser a cidade que topa tudo. Venham pra São Paulo, mas aceitem as regras da cidade, ou então, que tal morar em Porangaba?
    Seja menos parcial, e mostre que você já foi um jornalista um dia,
    Você esqueceu do seu inverno de falar do apoio do Lulla ao Sarney e ao Collor. Do pior supeávit desde 1988. Ah, não diga que não é importante, pois isso fez parte da campanha do seu presidente e amiguinho.

  24. E tem mais !!!

    Esse Kassab tem agido como quem busca imitar o Imperador Nero em toda a sua essência. Nero botou fogo na parte de Roma que lhe era adversa, Kassab tenta afogar !!! Basta ver as constantes enchentes que inunda somente as casas dos mais pobres na periferia. Nero foi o imperador que mais ampliou a quantidade de escravos naquela cidade, Kassab faz dos ônibus daqui verdadeiros “navios negreiros” de tão cheios e apertados. Há até vários relatos de aumento significativo da violência dentro desses coletivos tão somente por conta de simples e inevitáveis “peidos” impossíveis de serem guardados por viagens tão demoradas !!!

    Kassab é isso !!! Um “peido” bem dado na cara dos seus eleitores de classe média que são os que mais se valem desses “fretados” aí e que agora são obrigados de uma hora pra outra a ANDAREM DE “BUSUM” e a terem de se misturar junto à “bugrada” dentro de umtrem de Metrô !!! ( QUE COISA MAIS POBRE, NOJENTA E CHOCANTE !!! “CANSEI” DE NOVO !!! QUE HORROR !!!)

    Hehehehehê…..Eu quero é mais…..!!!!

  25. A seguinte situação:
    Um dia o Kasaab sonha com o governo, com essas atitudes mesmo não sendo a maioria eleitores da cidade de São Paulo ele acorda com um pesadelo.
    O máximo que ele vai conseguir é ser presidente da associação (GLS) e dos dançarinos de dança do ventre.
    ps. nada contra ambas as opções.

  26. Para o Simei.

    Bem, não direi mais nada sobre o senhor Kotscho, pois todos sabem tratar-se de um empregado partidário, com ideias definidas e que utiliza o seu Blog somente para difundir suas ideologias de cunho duvidoso.

    O que gostaria hoje de comentar é sobre Simei, não sei se é homem ou mulher e que goza de muito respeito e admiração nestes comentários do blog, inclusive dos internautas e da tropa de choque que cuidam da exclusão de todos aqueles contrários às mensagens veiculadas pelo Sr. Ricardo Kotscho.

    Eu tive a curiosidade de ler seu Blog e chequei que em seus posts grassam a falta de comprometimento com a língua pátria, com vários erros crassos de português, faltas de concordâncias e desconhecimento completo da língua.

    Seria o fato de Simei, esse representante dos grotões realmente ser uma pessoa semi-analfabeta e representar sua região? Acredito que não, há pessoas inteligentes nos sertões. O que acontece é que a arrogância e prepotência de algumas pessoas com a facilidade de ter blogs hoje em dia nos traz a tona apenas o que ocorre neste país no decorrer dos séculos: Servilismo, compadrismo, pensamentos simplistas e estúpidos.

  27. Não tendo o que comentar escreve coisas que não me dizem nada. Acabo perdendo meu tempo mas não consigo deixar de deixar (boa essa hem!) o meu comentário. Não tenho essa boa vida do caro jornalista e ninguem me paga para escrever qualquer coisa em qualquer coluna. Preciso sair de casa todo dia. Não sou de São Paulo e assim sendo acho que carros ou lotações clandestinas e sem condições devem mesmo ser proibidas.Parabéns ao tal Kassab, em Curitiba ele seria aplaudido. Estou cansado dessa história de poder burlar as regras porque é menos ruim. Chega de cultura de sub-desenvolvimento. Chega de ilegalidade.Chega de rouba mas faz. Moral e ética já, para todos os segmentos inclusive para o jornalismo,com ou sem diplomas! Boa tarde!

  28. Ale, não vejo assim.

    Sou morador de São Paulo, eleitor aqui (votei no Kassab, diga-se) e não vejo esse tipo de medida como “providência”. Pra mim, trata-se de uma simples fabricação de estatística – é a eterna mania dos políticos brasileiros de acharem que resolvem as coisas por decreto e não por trabalho. Ou, pior ainda, achando que simplesmente gastar mais, ou botar mais gente pra dentro, significa melhorar o serviço.

    Rodízio de autos, proibição de fretados, cotas raciais, proibição de armas – são medidas que tentam produzir a mágica da solução instantânea, fácil, automática. Uma canetada e pluft!, o problema some! Aí vem a frase (caudilhesca), falada em voz alta e batendo no peito: “o que faltava era vontade política!”.

    Números produzidos assim podem até ser bonitos, mas falta-lhes qualidade. Vemos um exemplo disso na educação brasileira: o número de crianças nas escolas brasileiras (percentualmente um dos mais altos do mundo) versus as notas que elas tiram nos exames internacionais de avaliação de ensino (temos as piores notas – há anos!). Ou seja – o método está errado. Pouco importa o número de crianças atendidas ou o quanto se está gastanto. O resultado não é bom.

    Quem trabalha sabe que não existe solução mágica pra nada nessa vida – o que existe é trabalho árduo, diário, incansável. O resto é ilusionismo à la David Copperfield, bonito de ver, mas pouco verdadeiro.

  29. Rsrsrsrsrsrsrs….
    Desculpa rir, mas é muito engraçado.
    São Paulo é o caos, os governantes são o capeta, tem todo tipo de confusão e continua todo mundo lá… rs.
    Gente: ou sai ou para de reclamar…rs
    Ô povo estressado – típico de paulista mess…rs

  30. Que Kassab que nada…
    Depois de dizer que o Sarney não poderia ser traado como uma “pessoa comum”; tentar impor ao PT (Partido dos Traídos) que fechasse questão quanto ao apoio ao Sarney; depois de mandar o Ministro de Assuntos Institucionais (isso existe em algum outro lugar do Universo?) desautorizar o Senador Mercadante e “um ou dois” da bancada Petista do Senado. o nosso INSIGNE Presidente disse: “Não é problema meu. Eu não votei para eleger Sarney presidente do Senado, nem votei no Sarney no Maranhão, nem votei no Temer, nem votei no Arthur Virgílio. Votei nos senadores de São Paulo. Quem tem que decidir se ele continua presidente do Senado é o Senado, não sou eu”, afirmou Lula.
    eh, eh, eh, eh…
    E agora José???
    É sempre assim, primeiro junta-se, une-se, alia-se a qualquer porcaria que estiver boiando… Depois quando começam a aparecer as SUJEIRAS, coloca todo o seu prestigio e popularidade para defender o indefensável e, finalmente quando o FEDOR está insuportável e não é mais possível esconde-lo com aromas artificiais e não há mais FRASES DE EFEITO que possam dar um jeito na situação, ele saí com algo assim: ‘EU NÃO SABIA DE NADA” ou “NÃO É PROBLEMA MEU”…
    Esse é o dono, senhor, lider, comandante, ideógrafo, inspirador do PARTIDO DOS TRABALHADORES… e de todos os ILUMINADOS que não ceitam o óbvio…

  31. Estimado Enio Schumacher!

    Vamos parabolar de outros papos, vou passar aqui um papo que tive com o Ricardinho por estes dias e ele me pediu para colocar no balaio, e na correria destes tempos complicadíssimos para mim acabei me esquecendo!

    Estimado Schumacher:Perca 5 minutinhos com este velho Tamanduá!

    Bom dia Ricardo, como tem passado!

    Bem espero que você já esteja quase 100% e vamos aqui falar de coisas boas?

    Você acredita em Deus Ricardo?

    Certamente sabe o que é a verdade e a mentira?

    Seu eu te afirmar que Deus existe você acreditaria?

    É um Fato no mínimo nteressante: Nós acreditamos em Deus, mas nem sempre estamos ao lado da sua verdade, e a política realmente vulgariza os nossos sentimentos em relação aos nossos irmãos e semelhantes.

    Não é preciso ir a uma igreja, nem ao menos conversar com algum teólogo.

    O dom do conhecimento da verdade e da graça Enio, ele é gratuito, e alguns gênios da humanidade como Eisten apesar de incrivelmente sábios como atesta a sua vida, sabiam clara e perfeitamente da existência de Deus!

    Um petista Ricardo, um amigo do Luiz Ignácio, saberia a diferença do bem e do mal?

    Você que tenho em relevada conta, sabe discernir o bem e o mal?

    A quem se deve ouvir:

    A verdade que eu te digo, ou as mentiras dos políticos?

    Fica aí pra voc~e também a questão Enio, a mim ou ao Arthur Virgílio por exemp´lo, ou o Maluf, ou o Collor, quem sabe o Sarney?

    O Lula é amigo deles e não é meu amigo, nunca conversamos e portanto não sei quem, é!

    Ricardo estou profundamente indignado com a postura do Luiz, ele se mostrou um ser mesquinho, sem ética sem valores e desconhecedor da Austeridade da lisura que deveria possuir para ser um líder como pode sewr amigo destas tralhas da huimanidade?

    Me responda você Enio?

    Bem deixa pra lá, veja que legal:

    Veja o que meu filho, o que leciona na USP, um cientista esforçado, um idealista educacional e um garoto que foi criado num lar cristão, me enviou agora de manhã:

    Querido papai,bom dia!

    Hoje pela manhã, ao ler este texto não pude deixar de recordar os teus ensinamentos, pois foi graças a eles pai que eu hoje, sei que não o sou e não me sinto nem de perto a a melhor das criaturas. Porém, no dia de hoje, me considero uma criatura melhor que fui no dia de ontem, e ainda estou em processo de evolução conforme o senhor sempre nos ensinou.

    Pai, eu me lembro ainda hoje de suas palavras: “Meu filho, aprenda com os erros de hoje e tente cometê-los em menor número amanhã, e um dia virá meu filho, em que você estará errando muito pouco”.

    Gostaria um dia papai quando tudo isto passar, ( Ele sabe o que estou vivendo neste momento, e isto me conforta, e ele me enche de esperança quando diz: “(Quando tudo isto passar!)” que eu possa apresentá-los aos meus alunos, pois pela primeira vez eu mencionei a palavra Deus em uma sala de aula, e graças a um dos alunos, por curiosidade ou ainda po extrema sutileza ter me questionado sobre a existência de Deus, eu pude falar sobre o nosso lar e sobre a nossa formação de caráter, e de como nossa personalidade pode ser lapidada.

    E creio ter sido a primeira vez que se falou de religião num curso de XXXXXXXXX, na XXXX, e ao terminar falei um pouco a seu respeito, e eles me pediram o seu e-mail e querem uma palestra um bate papo, sei lá, sabe, uma coisa bem formal e sua assim que o senhor tiver uma oportunidade.

    Beijos Tadeu!

    Leia o que eu falei a aquele garoto pai,.Pai, é você escrito:

    Deus Sabe

    Um senhor de 70 anos viajava de trem, tendo ao seu lado um jovem universitário, que lia o seu livro de ciências .

    O senhor, por sua vez, lia um livro de capa preta.

    Foi quando o jovem percebeu que se tratava da Bíblia e estava aberta no livro de Marcos. Aquele discípulo que o senhor nos ensinou que era um médico investigativo, ia descobrindo passo a passo a evolução das enfermidades, bem como o Lucas!

    Sem muita cerimônia o jovem interrompeu a leitura do velho e perguntou:

    O senhor ainda acredita neste livro cheio de fábulas e crendices?

    Sim, mas não é um livro de crendices filho, é a Palavra de Deus! Estou errado?

    Respondeu o jovem:

    Mas é claro que está! Creio que o senhor deveria estudar a Historia Universal. Veria que a Revolução Francesa, ocorrida há mais de 100 anos, mostrou a miopia da religião.

    Somente pessoas sem cultura ainda crêem que Deus tenha criado o mundo em seis dias.

    O senhor deveria conhecer um pouco mais sobre o que os nossos cientistas pensam e dizem sobre tudo isso.

    É mesmo? Disse o senhor

    E o que pensam e dizem os nossos cientistas sobre a Bíblia?

    Bem, respondeu o universitário, como vou descer na próxima estação, falta-me tempo agora, mas deixe o seu cartão que lhe enviarei o material pelo correio com a máxima urgência .

    O velho então, cuidadosamente, abriu o bolso interno do paletó e deu o seu cartão ao universitário.

    Quando o jovem leu o que estava escrito no cartão, ficou triste e saiu cabisbaixo sentindo-se pior que uma ameba.

    No cartão pai estava escrito
    Professor Doutor Louis Pasteur, Diretor Geral do Instituto de Pesquisas Cientificas da Universidade Nacional da França.

    “Um pouco de ciências nos afasta de Deus. Muito, nos aproxima“.

    Fato verdadeiro, integrante da biografia ocorrido em 1892.

    Que Deus abençoe imensamente
    a sua vida, a sua família, o seu trabalho,

    Seus amigos, e todos aqueles que você quer bem, afinal e por que não aos seus inimigos também?

    Deus sabe de todas as coisas.

    Deus sabe Ricardo o mal que está sendo praticado contra esta nação?

    Deus sabe Enio, e pode ser menos ou um pouco mais!

    Se acaso eu estiver errado me corrija, sempre é tempo de aprender, e se você me convencer estarei ao seu lado também na política!

    Pois na vida real, eu os tenho em grande conta!

    Mas a minha tristeza é maior que qualquer afeto neste momento fúnebre por qual passa esta nação, portanto desculpe meu amigo, eu não consigo mudar, é muito mal assolando este solo sagrado!

    Abraços fraternos

    Manoel Ferreira

  32. Eu sou usuária de fretado e o que mais me deixa indignada é que as pessoas esquecem que estamos vindo de outra cidade.
    O custo para tal é grande, não somos bibêlos nem pouco mimados, o dinheiro que usamos para pagar o transporte é suado, para que possamos dar uma vida digna as nossas famílias já que infelizmente não conseguimos oportunidades nas nossas cidades de origem.
    Esse é um problema social e cabe aos nossos governistas olhar com um pouco mais de atenção para tal.
    Não queremos privilégios, queremos ser tratados com dignidade, somente isso.
    Os protestos não são em prol a uma liberação total e sim a uma regulamentação. O prefeito disse ter feito pesquisas com os usuários, pergunte para qualquer um se essa pesquisa realmente foi feita.
    Vou mais adiante, por acaso eles pensaram nos moradores das regiões que estão sendo afetadas hoje com essas restrições?
    Tem gente que mal consegue sair de casa, porque há uma fileira de onibus encostados, será que eles também foram pesquisados?
    Agradeço a sua compreensão, como jornalista eu também procuro me colocar no lugar de quem está com problema antes de criticar.
    A questão é eles deveriam governar pelo bem comum e isso de fato nunca aconteceu.
    Para aqueles que hoje agradecem ao prefeito, fica aqui o meu comunicado, esse problema é de vocês também.
    As melhorias precisam ser para o todo e não para alguns, pensem nisso quando estiverem parados no trânsito ou quando estiverem esperando mais de um trem pra poder entrar.

  33. São Paulo sempre tem o que reclamar.
    Logo virá o calor, e dá-lhe reclamação dos paulistanos; torrando dentro de seus automóveis sem ar condicionado, ou com refrigeração, sabe-se lá respirando o que.
    São Paulo, é para respirar toda a sorte de gases.
    Sabe! Na verdade os pulmões dos paulistanos é que estão filtrando tudo.
    E aos automóveis, prioridade.

  34. Não vão liberar os comentários hoje? É devido a chuva ou a gripe?
    Continuo aguardando a liberação deste espaço democrático.

  35. Descendo a serra, e chegando em Praia Grande, O cenário não muda por completo. Cidade turística. Vazia? nem tanto, mas com paulistanos nada satisfeitos com o clima. Aqui no litoral não se ouvia falar tanto sobre os casos da nova gripe, ouvíamos sim o telejornal relatar os casos da capital e dos outros estados, porém agora, a recomendação são as máscaras… Já que a Universidade Católica de Santos não aderio ao adiamento das aulas teremos que seguir as recomendações, afinal, o surto da doença é grande e ficar trancado em uma sala com mais de 20 respirando juntos, não é nada positivo.

  36. Ricardinho, tomei uma decisão: Vou parar de ler!

    Pronto só escrevo, ler eu não leio!

    Acabo de ler isto:Só 3% dos brasileiros com mais de 60 anos têm hábito de ler!

    O incentivo à leitura no Brasil vem recebendo cada vez mais atenção do governo, de empresas e de instituições que acreditam na construção de um país mais desenvolvido por meio do hábito da leitura.
    Porém, o quadro de brasileiros que lêem com freqüência não é muito animador, principalmente entre pessoas com mais de 60 anos, que, apesar de estarem com a vida mais tranqüila, em sua grande maioria, não ocupam o tempo livre com a leitura.

    De acordo com a pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, realizada pelo Instituto Pró-Livro, a maior parcela de não-leitores está entre os adultos de 30 a 39 anos, somando 15% dos entrevistados. De 40 a 49, também 15%; 50 a 59, 13%, e 60 a 69, 11%. Esse número diminui de acordo com a renda familiar e classe social, o que reforça que o poder aquisitivo é significativo para a constituição de leitores assíduos.

    A pesquisa foi realizada com 92% da população, a partir dos 5 anos de idade. Desse número, apenas 3% de leitores têm mais de 60 anos, e a maioria da população leitora do país é de mulheres: 55%.

    Viu, eu só vou antecipar!

  37. O prefeito demo-tucano Kassab afirmou (segundo a Folha) que não há metrô na Berrini. Foi uma preciosa revelação. Se ele não desse tal informação, ninguém saberia do fato. Faz-me rir.

  38. ”A única certeza é que na próxima sexta-feira, dia 7, entra em vigor a Lei Serra, que promete o banimento do fumo na cidade e a caça aos fumantes.”

    Pois é meu caro Kotsho, pois é. É o ”politicamente correto” em sua forma mais tenebrosa.

    Repasso um texto do professor e filósofo Denis Lerrer Rosenfield:
    VÍCIO X VIRTUDE E O NAZISMO. . Embora seja normalmente atribuído a uma moda americana com origem nos anos 50-60 do século passado, a satanização do hábito de fumar teve origem na Alemanha Nazista.
    A propaganda nazista apregoava a virtude de seus dirigentes, ressaltando que Hitler era antitabagista, enquanto seus inimigos, eram adeptos do fumo. Hitler, ademais, era vegetariano, só comia carne em raras ocasiões, e tampouco bebia.

    Na perspectiva nazista, Hitler era um homem virtuoso, que se dedicava a combater o vício, seus adversários eram degenerados, frutos de uma civilização decadente.
    Tratava-se, portanto, para ele, de fazer um resgate da virtude, em contraposição aos que se dedicavam ao vício. Em linguagem contemporânea, diríamos que Hitler era politicamente correto, enquanto os seus inimigos eram libertinos da pior espécie, não propriamente humanos.

    Interessante, não é Kotscho?

  39. COMENTARIO DO CLAUDIO ROBERTO É PERFEITO P/ ESSE PREFEITO QUE FEZ ESSA PROIBIÇÃO NADA HAVER DO KASSAB…NÃO VAI SER ESSE TIPO DEPROIBIÇÃO QUE VAI MELHORAR EM NADA O TRANSITO DESTA CIDADE…..

  40. Parabéns pelo texto! Sou usuária de fretado e MORO EM SÃO PAULO, não sei porque todos insistem em pensar que fretado é só para quem vem de outras cidades. Moro na zona leste, trabalho na oeste, vou fazer o quê? Atravessar a cidade de carro? Pegar trem e ônibus? Fala sério! Venho dormindo, chego tranquila. Gostaria de verdade que muito mais pessoas pudessem pagar o fretado para ter alguma qualidade de vida e não se amassar nos coletivos e trens insuportáveis. Sou a favor de regulamentação, de estipular paradas e ter regras claras. Não quero descer na porta da minha empresa (as pessoas falam sobre isso com raiva, parece até inveja!), mas me fazer caminhar 30 minutos por calçadas absolutamente esburacadas já é demais! Aproveitando, táxi para em cada lugar…
    Sou uma cidadã consciente, pago impostos, não jogo lixo na rua, economizo água e faço artesanato com materiais recicláveis, mereço respeito não é?!

  41. Enio,seu comentário beira o grotesco e denota uma falta de educação gritante e que dói nos olhos já que,graças a Deus, não posso ouvi-lo através deste blog.
    Eu sei, vc não tem culpa porque bolsas”esmolas” não transferem educação por osmose, apenas acho que vc poderia ter usado a palavra pum! Lamentável.

  42. Caro Simei.
    Bom, muito bom mesmo. Nós, eu e você, somos lá do interiorzão Paulista. Eu sou de ”mais prá lá ainda”.
    Ontem mandei um e-mail para a senadora Marina Silva. Estou sugerindo a nobre Senadora que, se possível, repita agora, o gesto honroso que a tornou conhecida quando se elegeu vereadora em Rio Branco;

    ”Em 1988, Marina Silva foi eleita como a vereadora mais votada para a Câmara Municipal de Rio Branco e conquistou a única vaga da esquerda. Em dois anos de mandato como vereadora, Marina promoveu polêmicas que mudaram a política do Acre. COMEÇOU POR DEVOLVER O DINHEIRO DAS GRATIFICAÇÕES, AUXÍLIO-MORADIA E OUTRA PREBENDAS E MORDOMIAS QUE OS DEMAIS VEREADIRES RECEBIAM SEM QUESTIONAMENTO. Entrou com processo na justiça exigindo que todos fizessem o mesmo, mostrou nos jornais e na televisão o valor dos salários pagos aos vereadores, que a maioria da população desconhecia. Ganhou a oposição e até a ira dos adversários, mas recebeu uma solidariedade popular nunca antes destinada a nenhum político do Estado.”.

    No e-mail eu disse que o eleitor que não sabe os rendimentos do eleito, não é um eleitor, é um VASSALO.
    Lembrei ainda à Senadora para que ela nunca esquecesse os ensinamentos de Dom Moacir Grecchi que, afinal, foi quem, de fato, trabalhou no sentido de conscietizar a população excluída dos seus direitos. Uma bandeira que o PT se apropriou com unhas e dentes e a tranformou numa máquina de fazer votos.
    Acho que D.Moacir não vê com bons olhos o que se passa atualmente. Os seringueiros sindicalistas estão todos ricos.

    O Sibá, Simei deixou uma triste lembrança no Senado como um grande coveiro de CPI.

  43. Esse blog não deveria estar na pagina oficial do PT
    Ou na rede oficial do traço de audiência
    Com a resposta o IG
    Informação deturpada a bel prazer, isso é que é assustador.
    E vou continuar vindo aqui e escrever contra essa babozeira partidária. E espero que você não exclua meus comentários quando você é incapaz da dar as respostas.

  44. Para Mister Me – das 15:18

    Meu nobre intelectual, não é a primeira vêz que você me provoca com sua intelectualidade, já te respondi em outra oportunida que sou homem, homem o suficiente para não esconder no anonimato atrás de pseudônimo.

    Você com sua genialidade o que é Mister me?

    Sou ciente de minha curta sabedoria, muito diferente de você que deve estar gozando do prazer em críticar quem não é tão culto como você. Se você estiver me usado para desabar, como terápia para o seu problema de alta firmação, me cinto bem em poder te ajuda-lo….

    Tenho uma identidade e não me envergonho de expo-la. E você?

  45. Me esforço para pensar na vantagem da cidade em dificultar o sistema de ônibus fretado,penso que de um ônibus com 30 passageiros e se apenas 3 passageiros resolverem ir e voltar com seus próprios carros já está consumado um prejuízo em relação ao trânsito,apenas 3 ou 10 % dos usuários de 1 ônibus apenas.Quem está levando vantagem neste processo?qual é a teoria do cidadão paulistano em apoiar esta medida da prefeitura a não ser “secar’ a vaga de trabalho alheia……..pois alguns poderão perder o seu tão suado emprego sim.

  46. Para o tal de “Mister me” das 15h 18

    Que em determinado momento da sua declaração pública e criminosa de preconceito e arrogância travestida de “comentário” escreveu assim:

    “…Eu tive a curiosidade de ler seu Blog e chequei que em seus posts grassam a falta de comprometimento com a língua pátria, com vários erros crassos de português, faltas de concordâncias e desconhecimento completo da língua.
    Seria o fato de Simei, esse representante dos grotões realmente ser uma pessoa semi-analfabeta e representar sua região? Acredito que não, há pessoas inteligentes nos sertões…”

    É nessas horas que eu queria que um “estúpido” como voce tivesse nome !!! Mas não !!!! Gente como voce é medrosa !!! Não passa de um “cagão” !!! É cria de cabaré !!!
    Uma coisa é se ter aqui divergências políticas e ideológicas para civilizadamente se debater, outra coisa é cometer o crime da agressão gratuita e covarde do preconceito, da arrogância e da prepotência !!!

    Ô “Mister me”, VOCE É A PROVA DEFINITIVA para explicar a estrondosa e a histórica popularidade do Presidente do Povo Lula. Tanto o Simei como o nosso Lula quando se expressam aqui ou em qualquer parte do mundo são compreendidos pronta e profundamente por todo o nosso povo, por toda uma imensa nação !!! Sabe por que ?
    PORQUE ELES FALAM COM O CORAÇÃO !!! PORQUE ELES TÊM ALMA !!!

    Gente da tua marca são ao contrário : Frios, rancorosos, invejosos, prepostos sem importancia alguma mas com surtos de impertinência e arroubos intelectuaióides e pseudo aculturados !!!
    Sabes o que é cultura?
    Cultura é vivência, é história, é dança, é música, é comida, é amor. é troca, é partilha, é solidarizar, é ser civíl para ser civilizado !!! Cultura é ter podido ter um pai, ter uma mãe, É TER AMIGOS !!! É SER AMIGO !!! E poder com eles contar sempre !!! Você não é culto !!!

    JÁ O SIMEI É E ASSIM VEM SENDO UM DOS CARAS MAIS CULTOS QUE PUDE TER O PRAZER E A HONRA DE CONHECER NESSE QUASE UM ANO DE PARTICIPAÇÃO NA INTERNET E AQUI NO BALAIO DO KOTSCHO !!! COM ELE EU JÁ APRENDI MUITO DE VIDA E DA VIDA E ESPERO SEMPRE PODER TER O PRIVILÉGIO DE APRENDER MAIS !!! ( se assim ele me der esse prazer e essa honra )

    O Simei está VIVO em todos nós !!! Demtro dos nossos corações e já enraizado em nossas almas !!! Eu particularmente o adoro e o admiro !!!

    Voce, covarde Mister me, ESTÁ MORTO !!! SE ENTERROU SÓZINHO !!!
    Espero que depois do que voce escreveu hoje aqui que não seja mais notado por ninguém que aqui nos lê e se OUSAR me retrucar e responder, espere por “truvejos” e ‘relampeios” já que eu não sou e nunca fui “cagão” como voce !!! Eu não me escondo em pseudônimos !!! Eu não sou de nenhuma tropa de choque ou de elite mas com “criminosos preconceituosos” da tua laia EU NÃO TENHO NENHUM PUDOR EM AQUI VIRAR BICHO !!!

    CAGÃO !!!!

  47. Boa noite Ricardo!
    Boa noite amigos balaieiros!

    Estou de saída para uma cidadesinha chamada Salesópolis no (berço do Tietê)…Onde vou ficar, não tem net, o celular não pega, enfim um fim de semana completamente livre de chatíces.

    Excelente texto…Ricardo, e Simei, em um dueto novamente com um amigo do balaio….explêndido…

    …bem…o motívo pelo qual, eu estou passando aqui correndo, é que o INÇÇUPORTÁVEL desse “Miste Me” que não se identifica e agora fica atacando um grande amigo meu.

    Detesto esses “ssábios” que hentendem da lingua pátria, e se axam no direito de ficar acorregendo os outros.

    Não tem um mínimo de quapacidade de entender uma mensagem…Se aplicão tão somente em ficar apontando os malditos erros de ortografía…

    Esses que entram num ambiente e cauzam o maior furor criticando tudo e todos. (já não bastava o Kavanocú)

    Serta vez eu já me indispúis com esse hindivíduo, e parece que me chamou de capaxo do Kotscho não é mesmo???

    Meu amigo agente somos o que somos, e agente fazemos o que fazemos…se vem aqui só pra enxer o saco, então tente ao menos entender o que peççoas não ´tão didáticas como voce demonstra ser, querem transmitir do fundo do coração…e não simplesmente se preocupando com os herros da pôrra da limgua pátria tá?

    Grassas a Deus eu vou passar dois dias livre desses pentelhos.

    Simei meu grande amigo…adorei seu texto…!

    Não liga pra essas amebas metídas á nobres lombrigas…eita!

    Segunda estarei de volta…

    Abraços a todos…

    Robson de Oliveira nosbornar@ig.com.br

    Ps…antes de me chamarem de petísta, eu informo que não o sou,…sou apartidário, mas me dou muito bem com todos os amigos petístas que aqui se apresentam…
    São seres humanos de grande valôr, e que muito respeito, tanto nas ideologías, como na natureza de suas lindas almas.

    Para eles…(os petístas) e os (não petístas) que são meus amigos também…um ótimo fim de semana, e que ao menos não CHOVA MAIS!!!

  48. Olá!… Ricardão,
    Q coisa, heim?… O Simei é “regra-treis”; além de estúpido, simplório e “anarfa”.
    Kakakakakkkkkkkkkkkkkkk…
    Qtos predidados, heim?
    Nossa!… É mto preconceito, junto.
    Mas… Ricardão, eu ia lhe convidar p’rá vir, de vez, morar no Rio–Maravilhoso… A única cidade, no mundo, no meio de uma floresta tropical e replantada; sabia?
    Pq a Floresta da Tijuca, plantada no meio do Rio, foi obra do Imperador D.Pedro.
    Caso vc tenha curiosidade de passear, pela floresta, poderá fazê-lo, tranquilamente ( não acredita, não dê ouividos ao q diz a mídia; pq vc tem garantias, sim. Ao nível internacional, mesmo. Sem essa de assalto por tdo lado, bala perdida… essas coisas, tdas, espalhadas diariamente, pela mídia, ao cansaço… P´rá ver se cola ), ao frescor de uma aragem , confortante, vinda do Atlântico.
    Aliás, existem ptos da floresta, de onde vc divisa, ao largo, a imensidão do mar. O mesmo mar, q banha as mais famosas praias do nosso Brasil – Copacabana, Ipanema, Leblom, Barra da Tijuca e mtas outras… tão lindas, qto… risos
    E não é preciso falar das pessoas q circulam por essas… praias. Opostas, ao “caretismo” desses Mister Me, da vida; ou mesmo, de Erubson, qualquer… risos
    Pq o carioca, antes de tudo, Ricardão, é civilizado e convive com a diversidade; sabe conviver, naturalmente; sem afetações ou tentação por parecer culto e inteligente. Afinal, ele, o carioca e os demais q aqui se estabeleceram, têm consciência de seu valor, interior — as pessoas, no Rio, não são melhores, nem piores; apenas, diferentes… E simplesmente, por sererm filhos de ares cosmopolitas.
    Vc sabia, cara, q aqui no Rio convivem milhares e milhares de paulistas e paulistanos… despoluídos? Vivem. E, agora, depois dessa de tentarem acabar, na marra, com o “frescão” dos paulistas…risos, mtos mais, alguns, poderam se mudar.
    Mas.. o assunto seria esse, de convidá-lo. Sei, lá. Vc poderia optar pelo paraiso do Simei… Então, corri p’rá tentar vc mudar de idéia… E me perdi, com a falta de compustura — logo de cara, desses dois “tipóides”, portadores de alguma falha de comportamento, agredindo, gratuitamente, ao Simei… e a vc, igualmente.
    Poxa! Sinto, mto.
    Aproveito ( em tempo), para convidar a Claudia… e confirmar q ela é, sim, dona de todo o respeito — por ser mulher, batalhadora e dígna.
    Buenas!

  49. para erubson albuquerque das 18h 25

    Grotesco aqui é um sujeito que tem por nome “erubson” achar feio se escrever “peido” !!!
    Detesto gente que prefere dizer “pum” ao invés de “peido” !!! São muito “albuquerques” pro meu gosto !!!

    OU O TEU “PUM” FEDE MENOS DO QUE O MEU “PEIDO” ?

    Mas não vamos ficar nem com um termo e nem com o outro.
    Que tal se eu dissesse que algum engraçadinho soltou um “erubson” dentro do onibus ou de um elevador ?
    Ficaria de bom “tom” e melhor assim para voce ?

    Faça-me o favor !!! Aqui tem cada um e cada uma….

  50. O PT na oposição se utilizava dos dados do DIEESE para os discursos propositivos do salário mínimo e como parâmetro de rendas e desemprego.
    Pois bem;

    DIEESE-SALÁRIO MÍNIMO NECESSÁRIO
    SÃO PAULO 28-06-2009 – Levantamento divulgado hoje pelo DIEESE apontou que o salário mínimo do trabalhador brasileiro deveria ser de R$ 2.014,73 levando em consideração o preceito constitucional que estabelece que o salário mínimo deve ser suficiente para garantir as despesas familiares com alimentação, moradia, saúde, transportes, educação, vestuário, higiene e previdência.
    Segundo o DIEESE a taxa de desemprego na área Metropolitana de S.Paulo está em 11,8%, isso significa que há, na região 1.420.000 (Um milhão quatrocentos e vinte mil) de pessoas desempregadas.
    Mas, barbaridade mesmo é o índice da Área Metropolitana de Recife; 19,4%!

    A oposição não faz nenhum carnaval sobre estes números porque é responsável e sabe que, com qualquer governo nas circunstâncias atuais, os números seriam estes mesmo.

    Imaginem estes dados com o PT na oposição. Imaginem o carnaval que promoveriam o Dirceu, Genuíno, Mercadante e a moçada do barulho. Imaginem.

  51. Que leitores cultos e quantas opiniões edificantes encontrei aqui…O Brasil está mesmo vivendo um momento de grande criatividade cultural,moral e ética. Será consequência da Era Lula ? Acho que precisamos ampliar esse debate sobre Pum x Peido. Precisamos inaugurar a Era Dilma ,aprofundando cada vez mais nossos conhecimentos…Que futuro brilhante espera este País…

  52. “Mundo bão, sô!”.
    Caro Simei, me permita chamá-lo de amigo, vou mais longe nosso Patativa do Acre, com todos os méritos do saudoso de Assaré, sempre fui seu admirador e agora muito mais. Fiquei feliz com o que você escreveu sobre o cotidiano paulistano, simples, porém profundo. É exatamente dessa forma que vivemos nesta metrópole e aí quando chegam as férias de julho temos um inverno (ou será inferno) como bem relatou o Ricardo.
    Você realizou seu sonho já tentei uma vêz, com certeza voltarei à Pasárgada.
    Fique com Deus.

  53. Não perca a oportunidade de publicar essa que saiu na folha de hoje,Leia essa Enio:
    Carta ao último exilado

    DAVID LERER

    Neguinho, você foi o último exilado a voltar. Eu fui o primeiro. Tenho 30 anos a mais de experiência. Assim, envio instruções básicas

    DEPOIS DE quase 40 anos vivendo na Suécia com identidade falsa, o ex-marinheiro Antônio Geraldo da Costa, 75, o Neguinho, desembarcou no Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro, no último dia 21. Em vez de agentes da Polícia Federal prontos para prendê-lo, encontrou um emissário enviado pelo Ministério da Justiça para lhe dar as boas-vindas. Neguinho foi o último exilado a voltar.

    Eu fui o primeiro, logo que o AI-5 acabou. Portanto, tenho 30 anos e meio a mais de experiência de Brasil do que o Neguinho, razão pela qual estou lhe encaminhando uma carta com algumas instruções básicas.

    Companheiro Neguinho,

    Em primeiro lugar, muita calma. Se você for convocado para um ato secreto em Brasília, não se apavore pensando que é uma sessão de porrada ou choque ou para ser pendurado no pau de arara, como nos velhos tempos.

    Ato secreto pode ser o meio pelo qual um senador, que pesquisou e descobriu ser teu parente, está tomando as providências para lhe arrumar um emprego de, por exemplo, “encarregado professor adjunto de Nós Náuticos e diretor das Embarcações do Senado no Lago Paranoá”, dada tua condição de marinheiro.

    Outra palavra chave é “anistia”. Se algum advogado chegar falando baixinho que você tem de “pegar tua anistia”, não vá estranhar e responder, todo orgulhoso, que já está anistiado -embora isso seja tanto verdade que você está andando de um lado para o outro sem problemas.

    Não terá sido bem isso o que o doutor quis dizer. Essa expressão “pegar tua anistia” significa mesmo ganhar uma grana -e o doutor, claro, leva algum com isso. Tem jornalista que levantou 1 milhãozinho só porque, depois do golpe, perdeu um emprego que nem tinha nada a ver com o golpe.

    Aliás, é pena que você tenha sido da Marinha, e não da Petrobras. Se você fosse da segunda, eu até iria sugerir que me convidasse para o churrasco em comemoração. Você nem imagina a grana que essa turma levantou. É bem mais preta do que o petróleo.

    Mudou tudo, compadre.

    Agora nós é que estamos por cima. Ou melhor, só alguns de nós, uma meia dúzia, se muito. Exagerando, talvez um pouco mais. O resto continua pastando, inclusive o povão. “Povão” é o que a gente chamava antigamente de “massa atrasada”.

    O presidente Lula é o primeiro da lista. Há uns 40 anos, era torneiro mecânico. Depois entrou no sindicato como sub do sub, foi subindo, subindo… e não quis mais saber de outra vida. Fala qualquer coisa, parece entender de tudo e todo mundo acha graça. É um talento.

    Outro é o José Serra. Foi presidente da UNE quando você era vice-presidente da Associação dos Marinheiros e Fuzileiros Navais, agora governa São Paulo e, de repente, pode ser eleito para a vaga do Lula.

    Tanto o Serra quanto o Lula têm o apoio daquela turma que queria ver a gente enforcado.

    Mas, em vez do Serra, o Lula prefere a Dilma, outra ex-companheira. Essa você não conheceu, veio depois de nós, mas é esperta, menino, você precisa ver. Tem currículo para tudo. Precisa de guerrilheira? Ela tem. Torturada? Tem. Doutora? Também tem currículo. Nem sei como conseguiu fazer tanta coisa e mais ainda o serviço de casa.

    Outros que foram da pesada e estão se dando bem são o Carlos Minc, que tem a chave da Amazônia, e o Franklin Martins, que tem a chave do cofre da mídia.

    Falando em cofre, toda essa turma “fez” o cofre do Adhemar. Esse item é parte importante do currículo. Pega bem porque, afinal, o Adhemar era tido como ladrão. E, pelo número de companheiros que “fizeram” o cofre dele, parece que aquilo nem foi assalto, mas um show da Madonna.

    É, companheiro, as coisas mudaram.

    Quer um conselho: dá uma de Gabeira, faça como ele, que também veio da Suécia, e escreva um livro do tipo “O Que É Isso, Companheiros?” -“companheiros”, assim mesmo, no plural-, sobre o que você está vendo de diferente, de estranho, e espere um pouco. De repente, você até se dá bem. No ano passado, Gabeira quase se elegeu prefeito do Rio de Janeiro e agora já o convidam para tentar o governo do Estado.

    Enquanto nada disso acontecer, venha me visitar em São Sebastião, onde moro atualmente. Aqui tem peixe, pinga, porto e mulher bonita. Tudo de que a gente precisa. Tenho um barco velho com motor de caminhão que vivo reformando, mas dá para pegar umas garoupas e sororocas.

    Vamos fazer umas pescarias. E falar mal do governo, porque eu estou onde sempre estive: na oposição.

    Você sabe, Neguinho, o lugar de um homem que se preza é na oposição.

    Aquele abraço,

    DAVID LERER , 71, é médico, ex-deputado federal pelo extinto MDB, cassado na primeira lista do AI-5, em dezembro de 1968, viveu exilado em países da América Latina, da África e da Europa.

  54. BOM DIA BRASILEIROS E BRASILEIRAS.

    COMEÇA AGORA O CAFÉ DO TONHO DA LUA!

    ESTE PROGRAMA É UMA CORTEZIA DOS SAPÓLIOS KOTSCHO, SAPONÁCEOS E DETERGENTES PARA A FAMÍLIA BRASILEIRA!

    HOJE COM DOIS CONVIDADOS ESPECIAIS:

    ZÉ BIGODE DE BODE E , CHICO BOCA DE SAPO!

    BOM DIA CONVIDADOS?

    BOM DIA TONHO!

    DIRETO AO ASSUNTO:

    BOCA DE SAPO: VOCE DISSE QUE O BIGODE DE BODE É IMEXÍVEL, QUE A GENTE TEM QUE RESPEITAR O PASSADO DELE, E QUE ELE NÃO É UM HOMEM COMUM?

    NÃO FOI BEM ISSO SEU TONJO SABE COMO É QUE É, O HOME JÁ FOPI PRESIDENTE E EA GENTE NÃO DEVE FALAR MAL DE EX-PRESIDENTE!

    TONHO; É O SENHOR VAI SER UM NÃO É?

    BOCA DE SAPO ; U COMPANEIRO INTENDEU UI RACIOCÍNO!

    BIGODE DE BODE É VERDADE O NEGÓCIO DA SUA FUNDA ÇÃO?

    SILÊNCIO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    BOCA DE SAPO AFINAL VOCÊ É DA ONDE : DO MARANHÃO DE SÃO PAULO DE GOIÁS, AFINAL VAI TER UMA VAGUINHA LOGO LOGO EM CUBA, VOCÊ NÃO TOPA?

    NOVO SILÊNCIO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Ô BOCA DE SAPO, VOCÊ ACHA QUE O BIGODE DE BODE É UM SAFADO OU NÃO?

    SEO TONHO, UMA COISA É MATAR E ROUBAR OUTRA É O RESTO E OI RESTO POOODI!

    MAS O SENHOR NÃO ACHA QUE O BIGODE DE BODE AFANOU UMA BUFUNFA NÃO?

    EU NÃO SEI DE NADA, EU NÃO VI NADA!

    AH! ENTENDI, QUINÉM DAS OUTRAS VEZES?

    É U CUMPANHERU TÁ ACOMPANHANU U RACIOCÍNO! ENTÃO É ISSO AÍ PRIMERO TEM DI PROVA, UMA COISA É FALÁ OUTRA É PROVÁ?

    MAS O PAÍS INTEIRO JÁ TÁ SABENDO O SENHOR NÃO?

    BEM CUMPANHERU NUM SI CONDENA NIONGUÉM ANTIS DI PROVÁ!

    PASSADO ALGUNS DIAS NA ILHA DA ESBÓRINIA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    SENHOR BOCA DE SAPO E O PROBLEMA DO SENADO COMO FICA?

    BEM CUMPANHERU O NEGÓCIO É O SEGUINTE, O POBREMA DU SENADO É DO SENADO EU NÃO CUNHEÇO ESSE BIGODI DO BODI, NUNCA VI MAIS MAGRPO?

    UÉ SEU BOCA DE SAPO,VOCÊS NÃO ERAM AMIGOS. TIPO IR PEGAR UMAS MAROLINHAS LÁ NA CASA DE PRAIA DELE?

    CUMPANHERU EU VOTEI EM SUM PAULO EU NEM SEI ONDI FICA U MARANHÃO?

    MAS SEU BOCA DE SAPO ELE NÃO FOI CANDIDATO PELO MARANHÃO!

    UÉ ELE NUM MORA LÁ?

    P´REZADOPS AMIGOS DEVIDO AO ADIANTADO DO HORÁRIO VAMOS TER QUE DEIIXAR O AGRADÁVEL PAPO PARA OUTRO DIA!

    ESTE PROGRAMA É UMA CORTEZIA DOS SAPÓLIOS KOTSCHO, DETERGENTES PARA A FAMÍLIA BRASILEIRA!

    ATÉ LOGO SEU BOCA DE SAPO !

    BRIGADU TONHO E DILMA CUMPANHERA PRA 2.010, ESQUECE ESSE NEGÓCIO DI QUERE SE CANDIDATO TÁ BAUM?

    ATÉ LOGO SEU BIOGODE DE BODE?

    SILÊNCIO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!1

    E ASSIM TERMINAMOS MAIS UM CAFÉ COM TONHO DA LUA!

  55. Caro Kotscho.
    Aí está uma lição para os candidatos a ditadores. Sim Kotscho, prolongar mandatos usando os meios e as ferramentas da democracia se tornou um vício feio na América Latina. Mas, há exceções. Raras e honrosas, mas há.
    Michelle Bachelet, disse ontem que lamenta ter de sair agora que seu governo alcançou o recorde de 74% de aprovação, um dos índices mais altos entre os presidentes latino-americanos. “Preferiria um mandato de cinco anos, ou quatro com direito à reeleição” afirmou a presidente do Chile.

    Desde os anos 90, a maioria dos países sul-americanos aumentou o mandato de seus presidentes e criou o direito à reeleição, enquanto o Chile encurtou a gestão de seus presidentes de seis para apenas quatro anos. Mas Bachelet descartou qualquer surpresa ao estilo bolivariano: “JAMAIS MUDARIA A CONSTITUIÇÃO PARA ME BENEFICIAR”.

  56. Para: Bento Bravo.

    É recíproco meu amigo. Sou seu admirador a muito tempo!!!

    Muito Obrigado.

    Para: Renato.

    Só muito obrigado, você é muito amável.

    Esse Balaio nos emociona…..

  57. 31/07/2009 – 09:01
    Enviado por: oromar
    ”Não perca a oportunidade de publicar essa que saiu na folha de hoje,
    Carta ao último exilado
    DAVID LERER.”

    Caro Dr. David Lerer.
    Antes de mais nada, parabéns.
    A sua carta deveria ser exposta em lugares público bem visíveis e, ainda, entrar no currículo escolar para ensinar nossas crianças que, apesar de tudo, ainda há gente assim. Há brasileiros de verdade.
    Valeu Dr.David, valeu muito. O Sr. reacende a esperança no ser humano.

  58. Se a Martinha fosse Prefeita de São Paulo e tivesse proibido os ônibus fretados, a mídia paulistana a teria colocado de joelhos. São Paulo sempre teve a chance de melhorar o seu presente e futuro mas a mídia o inviabilizou. Luiza Erundina e Marta Suplicy foram, em primeiro lugar, derrotadas pela mídia, e em segundo lugar por estarem filiadas a partidos políticos fracos que se capitulam diante de seus adversários. Os partidos políticos de esquerda e seus supostos líderes morrem de medo da mídia.

  59. Pergunto por que o Ministério da Saúde decidiu adotar o método arcaico de não ministrar Tamiflu assim que um paciente é diagnosticado com o vírus?

    Não me venham com essa balela de ‘’resistência’’. Fosse este o caso, os Países de 1ª mundo estariam seguindo essa mesma linha de raciocínio. E justamente por não estarem é que temos os seguintes dados (28/06/09): EUA+UK+AUSTRALIA+CANADA= 84.405,00 casos com 471 mortes. Tradução pouco mais de 0,5% de fatalidades. Ai vem à tradicional cultura e política retrógradas dignas de países de 3ª mundo (28/06/09): BRASIL+CHILE+ARGENTINA+PARAGUAY=16.458,00 casos com 292 mortes. Tradução pouco menos de 2%.

    A POLÍTICA ATRASADA DO BRASIL RESULTA EM QUASE 4 VEZES MAIS MORTES DO QUE EM PAÍSES DESENVOLVIDOS. Em crises como esta fica evidente o despreparo de países emergentes em acudir sua população. Isso tudo jurando 9 milhões de vacinas e blá blá blá. Conversa pra Boi dormir, até o PERU está se saindo melhor em cuidar de sua população, pois com 3.292 casos tem apenas 23 mortes. Enquanto que nós graças a atuações tímidas, pálidas, anêmica, e lenta do MS já temos mais de 64 mortes com menos da metade de casos que o Peru tem.

    ASSIM COMO A POLÍTICA, A SAÚDE DO BRASIL É MOTIVO DE VERGONHA NACIONAL! (dados de 28/06/09)

  60. Governo DEMocrático: – “Esses usuários de fretados não estão devidamente expostos à GRIPE SUINA ou Influenza A. Vamos retirá-los do FRETADO, ainda que por um trecho para que ‘DEMocraticamente’ todos sejam expostos, da mesma forma e assim, levem para suas casas, também o vírus da gripe suina, e se por ventura já estiverem contaminados, levem o vírus para dentro do sistema de transporte público”.
    É, no mínimo absurdo, diante das orientações da OMS e Ministério da Saúde, por um lado precarizar a situação daqueles que já pagam pelo seu transporte ao trabalho, no caso dos FRETADOS por terem que descer no meio do caminho e arcar com os CUSTOS e RISCOS de adentrar no sistema público de transporte e no caso dos usuários do TRANSPORTE PÚBLICO pelo fato de precarizar o sistema transformando o que era SUPERlotação em MEGAlotação.

  61. Caro Ricardo,
    Perdoe-me, mas a lei não exige diploma de educação física para ser Treinador. A Lei 8650 que regulamentou a profissão diz que a profissão será exercida “preferencialmente” por portadores do diploma de educação física e não “exclusivamente” ou “obrigatoriamente” como querem nos fazer crer. O ideal não excluir as pessoas, mas oferecer curso a elas. É levando educação e conhecimento a todos que vamos melhor a qualidade de vida, seja nas relações sociais ou de trabalho e não simplesmente promovendo a “exclusão social” no futebol.

  62. Gosto muito das suas abordagens e por isso me sinto à vontade para comentar. Sou jornalista provisionado com militância em Imperatriz do Maranhão e concordo que seria excelente se conseguíssemos dar uma capacitação – essa é a finalidade dos nossos cursos universitários – aos profissionais em qualquer área. Mas posso lhe garantir que, mesmo respeitado no período que exercí, não consegui ter a chance de realizar o que você cobra agora. Não considero a comparação compatível porque o técnico de futebol trata diretamente com a saúde, a vida orgânica de atletas e, embora ele conte com profissionais especializados, isso não tem sido suficiente para evitar que atleta como Serginho morresse em campo. E eles sabiam, embora tenham sido absolvidos. O jornalista lida com a saúde intelectual que, em caso de fraqueza ou deficiência mais mata (de raiva) do que suicida. Mas o problema mais sério é a qualidade dos nossos jornalistas formados. Em Floripa, onde moro, não há mais mercado para jornalistas e as universidades continuam despejando, todos os anos, levas de formandos nessa saturação. Leio os principais jornais e. só para relatar um fato, quando aconteceu um acidente aqui no Estado, onde um caminhão atropelou e matou policiais, bombeiros e curiosos que atendiam a um outro acidente com (não me lembro direito) umas duas vítimas fatais, resultando após o segundo episódio em vinte e uma fatalidades, se não me engano, busquei nos jornais escritos mais detalhes e, posso lhe garantir, lí sobre a estória de uma família pobre que perdeu membros de arrimo, lí sobre o heroísmo do policial e dos bombeiros mortos, fiquei sabendo a opinião de cada mãe, parente ou amigo o que eles achavam das vítimas enquanto em vida, mas a única coisa que eu não encontrei nos três dias subsequentes foi de fato o que aconteceu. Falar no jornalismo político eu me abstenho, fiz curso de jornalismo político com José Argolo. O trabalho do técnico de futebol tem uma avaliação imediata, pública e transparente, e o jornalista? Quantas vezes podemos saber de fato o que está por trás da notícia? Concordo com você em dar uma formação vocacional aos nossos talentos e, para tanto, não precisamos fazer comparação com nenhuma outra categoria, basta ressaltar a excelência na profissião. Lí em algum lugar, há muito tempo, sobre Samuel Wainer e suas peripécias sobre os muros da casa de Getúlio Vargas para dar os ‘furos’ jornalísticos no dia seguinte. Nenhuma universidade ensina rapel, escalada de alturas ou corrida alucinada em fuga dos cachorros. Na matéria que lí, relatava que havia um folclore sobre ambos personagens, em que Getúlio, ao ouvir os cachorros, chamava os serviçais e mandava prende-los e trazer o Samuel até onde ele estava, num instinto repetitivo da façanha. Concordando ou não, seus temas trazem uma sequência de assuntos interessantes. Abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *