O Caso Folha-Dilma e o que ameaça os jornais

O Caso Folha-Dilma e o que ameaça os jornais

Frase do leitor Francisco, em comentário enviado às 13:37 de terça-feira sobre o post publicado abaixo:

“Para a sobrevida dos jornais, o problema não é a internet, é a credibilidade”.

Qual o futuro da “velha” imprensa?, indaga meu bom colega Caio Blinder, correspondente do iG, em sua coluna de hoje, direto de Nova York.

Muitos jornalistas e leitores se fazem hoje esta pergunta. Pegando como gancho o filme “State of Play”, que aqui será “Intrigas de Estado”, segundo Blinder, “uma sessão-nostalgia para jornalistas para lá da meia idade, como eu”, ele escreve:

“A sessão-nostalgia do filme tem o ápice justamente quando rolam os créditos e vemos o processo de impressão e distribuição do papel-jornal. A cena é de doer, pois não dá para visualizar um happy-end para os jornais impressos. Aqui nos EUA é uma sucessão de más notícias, com jornais fechando, ameaçando fechar ou em regime de concordata. Como disse acidamente o comediante Stephen Colbert:

“Onde será impresso o obituário da indústria de jornais?”

Quem está ameaçando o futuro dos jornais? O primeiro suspeito é sempre a internet, o jornalismo online que é oferecido de graça o tempo todo e já chega às telas de 60 milhões de brasileiros.

Será mesmo só a internet a culpada pela debacle inexorável da imprensa de papel em nosso país? Há controvérsias…

Ao comentar este emblemático Caso Folha-Dilma, em que o jornal de maior circulação do Brasil se afunda cada vez mais ao tentar justificar uma inacreditável “reportagem” publicada no dia 5 de abril, o leitor Antonio Lúcio Rodrigues de Assiz escreve hoje no site Comunique-se:

“São essas práticas que ameaçam o futuro do jornalismo. Não são as novas tecnologias(…)”

Na própria Folha, uma solitária carta de leitor trata hoje do tema que o jornal gostaria certamente de esquecer. Escreve para o jornal Valmir de Costa, de Curitiba, Paraná:

“Em relação à reportagem `Autenticidade de ficha de Dilma não é provada´(Brasil, 25/4), a certa altura o texto diz que `o jornal cometeu um erro técnico: incluiu a reprodução digital da ficha em papel amarelo em uma pasta de nome `Arquivo de SP, quando era originalmente de e-mail enviado à repórter por uma fonte´.

Errado. O erro não é técnico, é ético. O texto tinha visivelmente a intenção de manchar a imagem de Dilma, qualificando-a como terrorista. Isso é erro técnico? Onde?”. 

Desde o começo, todo o enredo desta história em que a Folha se enreda, é um clássico do antijornalismo que daria um outro filme, talvez mais emocionante do que o “State Of Play” do Caio Blinder. Se não, vejamos:

* Como o próprio nome indica, a sede da Folha fica em São Paulo, onde vive o principal personagem da matéria, jornalista Antonio Roberto Espinosa, ex-comandante da Vanguarda Popular Revolucionária. Mas a entrevista com ele foi feita por telefone, num total de três horas, pela repórter Fernanda Odilla, da Sucursal de Brasília. Não sairia mais barato escalar um repórter da sede para entrevistá-lo? Ou mesmo pagar uma passagem para Odilla conversar com ele pessoalmente sobre assunto tão delicado? Pelo menos, o jornal não erraria na grafia do nome dele e na sua qualificação profissional.

* Baseada na entrevista com Espinosa, cujos termos depois ele desmentiu em carta ao jornal, que só publicou dela um breve resumo muitos dias depois, a Folha deu a manchete de capa: “Grupo de Dilma planejava sequestrar Delfim”.

* Dilma, que também foi ouvida por telefone (não sei por que a Folha adora um telefone…), e teve uma entrevista de página inteira publicada na mesma edição, também mandou uma carta ao ombudsman, contestando o jornal:

“Apesar da minha negativa durante a entrevista telefônica de 30 de março (…) a matéria publicada tinha por título de capa `Grupo de Dilma planejou sequestrou de Delfim´. O título, que não levou em consideração a minha veemente negativa, tem características de `factóide´, uma vez que o fato, que teria se dado há 40 anos, simplesmente não ocorreu”.

* O grande “furo de reportagem” estampado na primeira página, sobre um sequestro que não houve, foi a reprodução de um documento com o carimbo “capturado”, suposta ficha policial de Dilma que a repórter teria obtido no Dops paulista, em que ela é acusada dos mais variados crimes, para o jornal poder provar, como queria, sua condição de perigosa “terrorista”, “assaltante” e “assassina”.

* Dilma denunciou também na carta a falsidade deste documento e o jornal pediu um tempo para provar, mobilizando sua equipe de “reportagem”, a autenticidade da dita cuja. Com sua habitual agilidade para apurar seus erros, a Folha publicaria 20 dias depois, no último sábado, sem chamada de capa, uma estranhíssima matéria sob o título “Autenticidade da ficha de Dilma não é provada”. 

* Mais estranho ainda é que, desta vez, a matéria tem por procedência a Sucursal do Rio, e não a de Brasília, menos ainda a da sede, que, com sua competente equipe de repórter especiais, deveria estar mais do que interessada em esclarecer o caso.

* Sem conseguir provar a autenticidade da tal ficha policial, o jornal admite ter cometido dois erros. Só dois? Sim, a Folha reconhece que o documento não foi capturado nos arquivos do Dops, mas chegou à redação por e-mail, de fonte não revelada. Diz o jornal: “O segundo erro foi tratar como autêntica uma ficha cuja autenticidade, pelas informações hoje disponíveis, não pode ser assegurada _ bem como não pode ser descartada”.

* Como assim? Em carta enviada ao ombudsman (e até hoje não publicada pelo jornal), no mesmo dia da publicação da segunda matéria, desmentindo a primeira, embora de forma bastante constrangida e enviezada, Antonio Roberto Espinosa vai direto ao ponto:

“A ficha citada, na verdade, foi produzida recentemente por quadros que, na época da ditadura, eram subalternos, faziam o trabalho sujo dos porões. Hoje já estão aposentados, mas se sentem como os heróis do regime de terror e preparam armadilhas com o objetivo de desestabilizar uma virtual candidatura presidencial da atual ministra Dilma. Eu e alguns amigos fizemos uma pesquisa amadora na internet e descobrimos que o primeiro a divulgar a ficha falsa, e seu provável autor, é o hoje coronel reformado (na época major) Lício Augusto Ribeiro Maciel, o Dr. Asdrúbal, torturador e assassino de dezenas de pessoas em Xambioá. A seguir foi reproduzida por dois dos mais conhecidos blogs da direita mais reacionária, também alimentado por quadros subalternos do regime militar, o Ternuma, do notório coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, e o A verdade sufocada _ As histórias que a esquerda não quer contar, também mantido por sargentos e oficiais de baixo escalão dos porões”.

* Estas acusações contra Dilma pela internet, a que se refere Espinosa, circulam em forma de spam desde o ano passado, junto com aquela falsa ficha policial da primeira página da Folha e serve de base para os milhões de comentários anônimos com ofensas, agressões e acusações à ministra que infestam blogs e sites. Mas a culpa pelos erros da Folha não pode ser atribuída à internet: ninguém com um mínimo de responsabilidade publica este lixo sem checar a sua origem.

* No final da sua carta, Espinosa repete um desafio ao jornal, que bem poderia aceitá-lo para que os leitores possam tirar suas próprias conclusões:

“Da mesma forma que a repórter Fernanda Odilla, em resposta à minha carta, em 8/4/2009, agora a Sucursal do Rio também garante que a Folha dispõe das gravações de minhas entrevistas. Essas entrevistas por acaso são secretas? Constituem um segredo jornalístico, inexpugnável e à prova dos leitores? Por que a Folha insiste em dizer que tem, mas não publica as entrevistas? Eu já estou cansado de desafiar o jornal a fazê-lo. Na sua coluna de 12/4/2009, V.Sa. (o ombudsman) também informou ter sugerido à Redação que as publicasse, ainda que na Folhaonline, e reiterou sua sugestão. Além dos arquivos secretos da ditadura, temos agora também as entrevistas secretas da Folha de S. Paulo, que são uma arma da redação contra suas fontes, os leitores e a verdade?”  

   

  

 

156 thoughts on “O Caso Folha-Dilma e o que ameaça os jornais

  1. CHRISTIANE TORLONI recebe advertência da TV Globo. RACISMO?

    A atriz Christiane Torloni foi advertida formalmente pelo departamento de RH da Globo por ter tratado de forma discriminatória uma camareira, identificada apenas como Fátima. A situação aconteceu em um ônibus, que serve como camarim nas gravações externas de “Caminho das Índias“. A camareira cuidava de Letícia Sabatella quando Christiane entrou e, irritada, disse: ”Sai, sai, sai! Que raça, ô raça!“ A situação só não ficou pior porque Sabatella interferiu e pediu à camareira que mantivesse a calma.

    Fátima, então, foi ao RH para reclamar da atriz. Até agora, ninguém na Globo sabe a que ”raça“ Christiane referia-se: à raça negra (a cor da pele da camareira), à sua classe social ou categoria profissional.

    É sabido na Globo que Christiane não permite que ninguém toque nas roupas de suas personagens, nem mesmo quando elas estão no cabide. Christiane também não bebe a água do Projac (ela leva de casa).
    fonte:extra.globo

  2. DITABRANDA ABRIU A CAIXA DE PANDORA DA FOLHA. E OS PODRES VÊM À TONA.

    Depois que tentou se autoindultar, transformando em ditabranda a ditadura que serviu, a Folha deixou aberta a caixa de Pandora e todos os seus podres parecem vir à tona de uma vez.

    A reclamação começou de dentro, quando Editor da Folha critica jornal:‘Ditabranda é demais’.

    Depois, ficou claro que a Defesa da ditadura é tradição de pai para filho na Folha.

    Vem a denúncia da jornalista Rose Nogueira: Torturada pela ‘ditabranda’, demitida pela Folha por abandono de emprego.

    Em seguida, o ato contra a ditabranda, comandado pelo presidente do Movimento dos Sem Mídia, Eduardo Guimarães, que obteve grande repercussão na blogosfera e obrigou o diretor de Redação da Folha a retratar-se: Mais uma vitória da blogosfera: Herdeiro da Folha reconhece que ‘ditabranda’ foi um erro.

    Só que nesse reconhecimento, Frias voltou a pisar na bola, quando ainda insistiu em acusar o professor Fábio Konder Comparato de nunca haver criticado o governo cubano.

    Foi desmentido pelo próprio jornal, pois o professor havia criticado o regime cubano na própria Folha: Folha errou de novo: Comparato criticou governo cubano.

    Na sabatina que realizou com o presidente do STF, Gilmar Mendes, nova bola fora. Sabatina da Folha: Perguntas que não foram feitas.

    Aí vem o “caso Dilma”. A Folha chama guerrilheiros que combateram a ditadura de terroristas, usando jargão dos ditadores. Para Folha, terrorista não era a ditadura, mas quem a combatia.

    Além de chamar a ministra de chefe de organização terrorista, o jornal fez uma reporcagem sobre um pseudofato (o suposto sequestro que seria feito de Delfim Netto), negado de forma veemente por Dilma.

    Para piorar as coisas, a fonte da jornalista – o também jornalista Antonio Roberto Espinosa – enviou uma carta ao Painel dos leitores da Folha (carta esta que não foi publicada) e a distribuiu pela internet, sendo reproduzida em vários sites e blogs.

    A Folha teve que se retratar novamente. Folha reconhece erro em reporcagem sobre Dilma.
    (fonte: Blog do Mello)

  3. “MARIA-LOÇA, governador do Paraná, não é APENAS adepta do Nepotismo! http://www.jornale.com.br/Zé Beto

    Laranja na Justiça.28 abr 2009 – 08:36

    Com ou sem manifestação do Ministério Público do Paraná a respeito do fantástico caso da compra dos 22 mil televisores cor de laranja por parte do governo do Estado, muito em breve a coisa será exposta à luz da Justiça.

  4. Nada seria melhor para todos ,principalmente para a Sr. Dilma,a divulgação da sua verdadeira ficha do periúdo em ela atuava na clandestinidade ,e os atos que a levaram a prisão, resolveria de vez esta pendenga ,e a paz voltaria ao reino de branca de neve .

  5. Para a sobrevida dos jornais, o problema não é a internet é a credibilidade. Desde sua origem, jornais estão muito associados a grupos politicos, não só aqui no Brasil, mas no mundo inteiro. O problema é que a internet fornece a “contraprova” muito facilmente. Dois clics e a pessoa vê a versão alternativa, sua argumentação e suas documentações. O jornal pago na banca ocupa espaço debaixo do braço e tem custo. Daí que, só se compra um. A questão não é do “fim” do jornalismo é, isto sim, o seu aprofundamento. Se o conteúdo for desprovido de credibilidade, não sobreviverá. O mínimo que se espera de um orgão de comunicação é que anuncie claramente sua filiação partidária quando ela houver. Pronto, o cliente fica satisfeito, sabe de onde vem a bala e toma as providências para se esquivar. O papel impresso é só uma tecnologia, nada mais. Veja o capitalismo. Já foi movido a força hidráulica, de animais de carga, a vapor, a eletricidade, a combustível fóssil, nuclear, começa a entrar na era do bio-combustível e continua o mesmo. A essência é a mesma. O jornal viverá o mesmo processo. As pessoas querem, sem perda de tempo, ter conteúdo atualizado para as suas conversas sociais, profissionais e para “impressionar” os amigos e colegas (ninguêm é de ferro…), sem o vexame de sustentar suas opiniões e julgamentos em informações sem credibilidade. A questão, pois, é outra: continua valendo a pena ler a Folha on-line, mesmo de graça, mesmo sem ter o trabalho de ir na banca de jornais da esquina, pra saber, vinte dias depois que o que ela escreve, não se fala?

  6. HIPÓTSE ESQUECIDA???

    Discutiu-se há alguns dias atraz, neste blog, o fechamento do
    congresso.
    De repente assim como aventou-se a possibilidade, e os e-mails
    congestionaram o blog, a tal da hipotse foi esquecida(?) e não se
    viu mais nenhuma manifestação a respeito.
    Como na ocasião escrevi e fiquei aguardo MODERAÇÃO(?) a respeito do meu comentário achei estranho não encontrar mais
    nada a respeito nem mesmo meu comentário, MODERADO ou
    NÃO MODERADO.
    Vai aqui uma ideia para o Sr. Ricardo K.:
    Talves seja interessante tambem criar uma maneira de dizer aos aficcionados pelo blog, quando nossos comentários passam ou não por uma censura, desculpe-me por uma~”moderação” . Afinal moderado ou não, todos merecemos uma resposta pelo
    mediador, mesmo que não querendo fazer allgum comentario, já
    que com os demais participantes da coluna o canal encontra-se
    aberto. (?)

  7. Não li a reportagem da folha, mas existe algo inegavel que a companheira DILMA-ESTELA foi sim terrorista isto é ponto.
    oculta seu nascimento é outro ponto, nasceu em minas não no rio grande do sul.
    demorou 30 dias para contar a verdade do cancer, é outro ponto
    que o PAC é uma enrolação, outro ponto
    quem o BRASIL da querendo enganar????

  8. Caro Kotscho.

    Não é à toa que a Folha está em decadência. Com a iminente derrocada, seus editores e repórteres, provavelmente a mando da família Frias, atiram para todos os lados, na tentativa desesperada de sobreviver ao cataclisma que assola o jornalismo impresso no nosso país. E pensar que já elogiei a Folha tantas vezes, citando-a como exemplo de bom jornalismo, democrática, pluralista, republicana. Já era. Depois dessa palhaçada em relação à ministra Dilma, espero que desliguem os aparelhos que mantêm viva essa empresa que um dia já nos orgulhou, lutando ombro a ombro com o povo pela volta da democracia. Que decepção ! Não leio mais, para não me sujar com o jornalismozinho marrom que eles vêm praticando.

  9. Caro Kotscho, há muito a Folha já se transformou em D.O.S – Diário Oficial do Serra. E não pense que ela vai parar por aí. Já é uma ordem do Frias, fazer de tudo, não se importando com ética ou com a verdade, afinal a Folha ainda conta com aqueles leitores “micos de auditório”, para fazer Serra presidente. Infelizmente no jornalismo, tínhamos algum padrão, mas agora, a maioria está se transformando em um padrão Veja de jornalismo. Lamentável.

  10. A Folha errou em cheio.

    Essas coisas só alimentam a caldeira da maria-fumaça.

    A Dilma metralha agora sai de heroína, e de vítima de um regime opressor e truculento blá blá blá blá.

    Pronto a Wanda tá com a biografia limpa.

    E ainda por cima o pessoal aproveita e faz um trem da alegria, mete os terroristas de Xambioá no meio e vão escondendo os hipopótamos no meio das elódias.

    Xambioá não foi fácil pra ninguém, foi um perrengue até cair o primeiro, alías o primeiro ainda anda por aí, se não me engano o Geraldo. Depois que ele caiu o aparelho caiu também.

    A Folha exagerou na dose do remédio.

    Os jornais de São Paulo, de desmancham em dizer que eram contra que sofreram agruras nas mãos dos censores e os cambaus.

    Mas quando a notícia interessa aparece, quando não, some.

    Não querer, querendo lembro que mesmo que na notícia seja um crime de morte, basta uma ligação para que uma notícia não saia no Estado e outra a para que não saia na Folha.
    Por causa dessas coisas que não assino mais jornal, e pode agregar até o episódio da Dilma.
    Azar o meu pode ser, mas também é azar para um monte de anunciantes, certo ?
    .
    E os caras falam que são independentes, arautos da sociedade e os últimos bastiões da liberdade.

    Em memória da imprensa escrita da minha querida e amada cidade segue pedacinho de Os Lusíadas.

    “Eternos moradores do luzente
    Estelífero pólo, e claro assento,
    Se do grande valor da forte gente
    De Luso não perdeis o pensamento,
    Deveis de ter sabido claramente,
    Como é dos fados grandes certo intento,
    Que por ela se esqueçam os humanos
    De Assírios, Persas, Gregos e Romanos.

  11. Provavelmente a super fonte secreta da super preparada jornalista seja a mesma que eu recebi, há bem mais tempo, quase no começo deste ano, quando tive o desprazer de receber tal ficha . O documento era tão inverossímel, que bastaria uma simples leitura para saber que, caso todos os atos praticados pela DILMA fossem verdadeiros, com certeza estariamos aquif falando “in memorian” da fichada, pois como poderia a ditadura coadunar com tamanhos “atos” e ter sido tão incompetente vis a vis à sua imperdoável lógica assassina?? Bastaria um pouco de bom senso, raciocínio mínimo, ou, o mais difícil, boa-fé jornalística, para desconfiar que aquilo não poderia ser verdade.
    A matéria jornalística nos faz lembrar que aos comentários de Otto von Bismarck sobre a elaboração das salsichas e das leis, deveriam ser acrescida a elaboração das notícias. Se as pessoas soubessem como são “criados” os factóides pela grande imprensa, certamente pensariam várias vezes antes de reproduzirem o que ouvem, feitos robos, sem nada questionar.

  12. A senhora terrorista, Dilma Roussef, não tem moral nenhuma ao contestar o seu passado. Foi uma mulher perigosa sim, criminosa, assaltante de bancos, ladra, fazia parte de grupos de sequestradores e o escambal. Naquela época os comunas, pessoas de idéias totalitárias, tentavam a todo custo tornar o Brasil numa nova Cuba, mesmo indo de encontro à maioria dos Brasileiros que jamais aceitaram ou aceitarão tal disparate. Eram truculentos, pois haviam recebido treinamento de guerrilha junto a cubanos, cambojanos, russos e pelo diabo que os carregue. E isso na fase em que se realizava o famoso milagre econômico brasileiro, quando tínhamos picos de crescimento de cerca de 8% aa. ÉPOCA EM QUE OS BRASILEIROS TRABALHAVAM, E MUITO. Isso são fatos, senhores!!

  13. O imprensalão quer destituir a governadora Júlia Carepa mediante impeachment ou intervenção de Gilmar Mendes, sob a alegação de que descumpriu descisão judicial no caso da fazenda de Daniel Dantas naquele estado, motivo dos recentes conflitos envolvendo armas de fogo.
    O objetivo maior é o impeachment da governadora Júlia Carepa
    A senadora Kátia Abreu/DEM TO exige a cabeça de Carepa.
    O imprensalão alardeia que as mortes no campo aumentaram sob o governo Carepa
    Isto é mentira, é só consultar os números da CPT
    Vi no site da Globo/Fantástico a manchete “Mais de 800 mortos no Pará”
    Achei que fosse no governo de Julia.
    Foi só ler com atenção vi que as 800 mortes foram da década de 70 prá cá.
    Sob o governo Carepa, se não me engano, parece que houve uma morte, da irmã Dorothy
    O Frei Rui, de Xinguara, agora anda sob escolta armada.
    Se fosse Kátia Abreu a governadora o Frei Rui já teria sido assassinado há muito tempo por estes bandidos travestidos de fazendeiros, entre eles o Daniel Dantas, dono desta fazenda do conflito recente.
    Um detalhe: no JN a Globo nunca diz que Daniel Dantas é um dos donos daquela própriedade, quando este dado seria de grande interesse para o Brasil
    Há alguma diferença entre o nosso imprensalão e o PCC?

    ps
    Noutros paises a imprensa noticia os fatos como eles são e os politicos fazem politica
    Por aqui a mídia não noticia os fatos como eles são, pois que distorce as coisas em sua linha adotada para destruir Dilma e eleger Serra

  14. ” ela oculta seu nascimento”. Onde é que o post tira isso? Esta
    na TV falando de Minas e da infancia la. Foi aproveitada no RS, e
    claro e conquistou admiradores nos dois Estados: sinto muito, Benê.
    “demorou 30 dias para contar a verdade sobre o cancer”.
    O que vc queria? O Serra ja nao demora 6 meses, com a cumplicade da midia pra NAO dizer ate hoje que esteve no sirio;libanes um cateterismo e sabe-se la mais o que? Porque
    ela que inimigos mais poderosos ia lhes dar pretexto? Quanto ao PAC ‘ enrolaçao’ , os livros escolares vão falar dele e dela de
    um jeito que nao aprovarias facilmente.. Pede-se nao fazer mais
    publicidade gratuita da candidata, senao teremos que agradecer a ajuda invoiluntária.E quanto aó rotulo de ´terrorista, aonde esta mesmo o Dr Manoel Gonçalves Ferreira, secretario de Serra
    no estado de SP, que dirigia automoveis emoperações anti-ditadura e depois mudou de lado? E Serra no comicio da Central
    em 1964, na Une?

  15. ………………………………………………………………………………………………………….
    …………………………………………………………………………………………………………
    …………………………………………………………………………………………………………
    ………………………………….PROPONHO,….a partir de
    …………………………………………………………………………………………………………
    ……………………………………………hoje,……………………………………………………
    …………………………………………………………………………………………………………
    ………………….chamarmos o famigerado “jornal”,………….de………….:
    …………………………………………………………………………………………………………
    ………………………………………………….a………………………………………….
    …………………………………………………………………………………………………………
    ……………………………………”Frias de sun paulo..”
    …………………………………………………………………………………………………………
    ………………………………………………………………………………………………………..
    ………………………..Vamos usar a intenét,….prá tornar
    ………………………………………….. PÚBLICO,…
    …………………………………………………………………………………………………………
    ……………………………………….o nóme déssa,…
    ……………………………………………………………………..
    …………………………………………. FAMIGLIA
    ……………………………………………………………………..
    ……………………………………..mafiósa paulista.
    ………………………………………………………………………………………………………….
    ………………………………………………………………………………………………………….

  16. A falsa ficha, aceita pela Folha como verídica, foi fabricada por militares que participaram das torturas, há blogs e sites que divulgaram a identidade destes torturadores e falsificadores.

    Como se vê, a Folha não se desgarra mesmo da ditadura, deve ser muito bom torturar os outros né

  17. Os jornais no Brasil, sem exceção, sempre foram voltados para
    poucos, pois o povo não tem a minima condição de interpretar/
    um texto.
    Agora, com o advento da internet, apenas os que liam jornais,
    pouquissimos por sinal, passaram a utilizar esta nova forma de
    comunicação.
    O povo não vai perder nada, pois nunca o teve.
    Mais uma enganação das elites, que a proposito começo a achar
    que o Sr. se enquadra.
    A D. Dilma foi sim terrorista, o que não piora ou melhora em nada
    sua biografia. O resto é semantica!

  18. Inicio dando-lhe os parabéns pela lúcida análise dos acontecimentos! Confesso não ter tido estômago suficiente para acompanhar os desdobramentos Folha-Dilma em detalhes. Mas, juntando isso ao episódio “Ditabranda”, ocorre-me a seguinte reflexão: não estaria, a Folha (impressa), pondo em prática uma deliberada estratégia de atração dos leitores, no segmento ultra conservador? Ou seja, assim como pegou carona na demanda criada pelo movimento diretas já, buscando agradar o (potencial) leitor progressista, agora, vai no sentido contrário. Visa conquistar um dos poucos segmentos que não se informam pela internet. Supondo que os segmentos (com poder aquisitivo para comprar jornais) que não acessam o noticiário pela internet sejam de faixas etárias mais elevadas e, ao mesmo tempo, politicamente conservadores, fica fácil compreender a (desesperada e arriscada) tática para atraí-los: linha editorial que “planta” polêmicas infindáveis entre ‘esquerda’ e ‘direita’; agrada particularmente esses últimos e, ao mesmo tempo, quase que obriga os primeiros a se posicionarem. É a Folha, outra vez, no centro de nossas conversas… Nesse contexto, bom pra ela, que todo mundo ajude espalhar que “endireitou”, não acha?
    Márcia, jornalista, profa. de jornalismo, são paulina.

  19. Impressiona-me a Folha, cada vez mais! Seu processo de descrédito é rápido e sem volta! Temos a “Veja” aos domingos, e a “Folha” todos os dias: inventando notícias e protagonizando a política como atores, e não veículos.

  20. Ricardo.

    Alguns amigos tem feito muitas criticas aos jornalistas mais jovens. Que são despreparados e arrogantes.
    Agora pergunto, e a velha geração? Que virarão colunistas.
    Eles tambem são os responsáveis pelos rumos que os grandes jornais estão tomando.
    Boa parte da minha geração estão deixando de ler a grande imprensa, tenho 56 anos.
    É lamentável!

  21. Não é só a Folha que está decadente , é o nível das profissões no Brasil, jornalismo, engenharia ,medicina,. Nossos governantes ( se é que assim podemos chamar quem tem como presidente um LULA) ao invés de elevar o nível do povinho, rebaixaram ainda mais o nível de nossas faculdades. O ensino fundamental não existe, o nível médio é validado com uma provinha fajuta após tres meses de estenuantes estudos e todos os galpões vazios das nossas ex industrias hoje são ocupados por faculdades. O que esperar desse país? A guerrilheira quando era pobre, era guerrilheira, agora é ministra do LULA, então a imprensa tem que chama-la de ex guerrilheira, mas a capacidade desses jornalistas vai acabar chamando-a de Deusa e o povinho ainda vai ter que lhe pagar uma indenização como aconteceu com todos pilantras de 1964. Está dificil dizer que sou brasileiro, fico envergonhado.

  22. Kotscho, sabe o que é o pior de tudo isso. Alguns órgãos de imprensa da grande mídia dão carona trôpega a figurões, de togados dos altos escalões a aero viajantes do baixo ao alto clero. Não posso aceitar tantas vantagens deles: ganham o pão dourado do dinheiro público e mais o pedestal da mídia torpe. Aí nem Gabeira, nem a esquerda esquerdinha vê e nunca viu tanta indecência, implantada há tanto tempo. E mais: beneficiou-se e beneficia-se dela e sempre se calou? No que deu a ética da solidariedade humana pregada que agora despreza o trabalho árduo, os salários módicos e as dificuldades de milhões de brasileiros?
    Então entra a mídia para atazanar a vida de quem ainda age pela decência. Sempre votei em Lula, mas procuro não me orientar pelas conveniências. Se a imprensa é pegajosa e torpe com o governo Lula, não podemos esquecer que o poder desorientou a fantasia das esquerdas brasileiras. Elas se locupletaram também. Restou-nos a internet para tentar contrabalançar? Daqui a pouco tentarão nos tomar até a liberdade de navegar. A vida parecer valer a pena para alguns poucos que ainda não estão nem aí com a maioria.

  23. Caros,

    que a Folha falseia a verdade, ataca ferozmente o Governo Lula, a Dilma e o PT e, ainda por cima, faz campanha declarada para o Serra todos sabemos. O incrível nisso tudo é que colunistas do porte de Clóvis Rossi e Jânio de Freitas, que vivem se posicionando acima do bem e do mal, não escrevam uma única linha sobre essa sacanagem.
    Na verdade, seu compadre Rossi não vive a nova realidade do nosso país há muito tempo, já que não viaja pelo interior do Brasil, preferindo sempre fazer matérias especiais pelo mundo afora. Tudo bem que ele não enxergue o que ocorre nos rincões, mas ignorar o que acontece na própria casa, aí já é omissão demais.
    Em tempo: se a Folha não quer assumir que faltou com a ética ao publicar a matéria sobre a Dilma, que ao menos publique reportagem sobre o Serra, que tb agiu na clandestinidade, militou na esquerda e foi procurado pelo Dops.
    Tá feito o desafio.

  24. Oi Ricardo,
    Um abraço,
    Carlos R. S. Moreira ( Beto )

    Orlando Senna fala sobre a TV Brasil

    De: lista informativa da Associação Brasileira de Cinematografia
    abc@mailman.visualnet.com.br

    Data: Domingo, 26 de Abril de 2009, 12:34

    Embora todo mundo já tenha percebido que o projeto da TV Brasil está indo
    pro brejo, existe uma certa superficialidade na análise da questão por parte

    do cinema independente, dos cinestas e produtores progressistas, enfim, dos
    que lutaram pela criação e implantação de uma TV pública no Brasil (indo
    bem
    além das TVs educativas e muito além das TVs educativas transformadas em

    pseudo TVs públicas). E, consequentemente, no vislumbre de uma estratégia de
    salvação do projeto.

    Tomo como exemplo uma afirmação esperançosa de Zoel Zito na lista, hoje:
    ³mas ainda restam bons quadros lá dentro². Não se trata disto, esteja Joel

    Zito se referindo a quadros técnicos ou políticos. O buraco é bem mais em
    cima e a entrevista de Leopoldo indica onde está este buraco, o que e quem
    estão dentro dele. Se existe algum caminho de salvação ele passa por outra

    frase de Joel Zito na
    mesma mensagem: ³espero que esta tragédia ainda ajude
    em uma articulação renovadora². Só que essa articulação e uma ação que
    vise
    resultados concretos terá de enfrentar-se a uma situação real e exigir
    mudanças radicais na TV Brasil, uma refundação (sei que estou me repetindo,

    mas quem não é escutado tende a se repetir).

    A EBC, empresa que opera a TV Brasil, não é uma empresa apta a operar essa
    atividade, seu arcabouço jurídico/estatal resulta em vagarosidade,
    engessamento e confusão gerencial, é mais fechada que as outras 116 empresas

    do estado existentes no país, a única que põe o poder de decisão nas mãos
    de
    um só pessoa. À raiz disso e do perfil de quem manda na empresa, nem 10% das
    ações previstas para o primeiro ano de funcionamente foi cumprido. 100

    milhões oriundos do MinC e da Ancine não foram recebidos por absoluta
    incompetência e 18 milhões foram devolvidos ao
    s cofres públicos graças ao
    inferno burocrático da empresa (perdemos 118 milhões, destinados à produção
    audiovisual independente). Quem manda na empresa é, pela ordem, os globais
    ministro Franklin Martins e Tereza Cruvinel, que não só em declarações mas

    também em atos, deixam claro que não concordam com o projeto original. O
    Conselho Curador nunca funcionou como tal, até funcionou ao contrário,
    negando-se a fazer audiências públicas, a dialogar com a sociedade < e agora

    está esvaziando com a renúncia de conselheiros (dos que compareceram às duas
    ou três reuniões, alguns deles nunca deram as caras).

    Como jóia da coroa de espinhos, a TV dita pública, a TV da sociedade, está
    vinculada à Secretaria de Comunicação Social, que cuida da relação do

    governo com a mídia e das verbas de publicidade, ou seja, uma vinculação que
    jamais deveria existir, como não existe em nenhum paí
    s que tem TV pública,
    uma vinculação que por si só desqualifica a natureza e a missão de uma TV
    pública. A programação de uma TV pública não pode ser desenhada no gabinete
    de nenhum ministro, principalmente na mesa do ministro da Comunicação

    Social, onde várias reuniões com esse teor já foram realizadas, para
    desespero e com discordância de Leopoldo Nunes (com sua demissão,
    possivelmente o locus dessas decisões se fixará, sem oposição, no segundo
    andar do Palácio do Planalto).

    A cristalina verdade é que não temos uma TV pública nos moldes pensados e
    projetados pelos milhares de trabalhadores audiovisuais e categorias afins
    que participaram de centenas de reuniões durante três anos, culminadas no

    Forum Nacional das TVs Públicas. Nos moldes democráticos (para dentro e
    para
    fora) e verdadeiramente republicanos (coisa pública, propriedade da
    sociedade) do projeto entregue pelo
    ministro Gilberto Gil ao presidente Lula
    e aprovado publicamente por ele. Todos sabem o momento em que aquele sonho
    começou a ir por água abaixo: no momento em que a implantação do projeto foi
    retirado do âmbito da cultura e mergulhado no âmbito da informação e

    propaganda do governo. Em bom cinemês, não deu para montar, a alma e o
    corpo
    não combinam, à intenção não corresponde uma ação para alcançá-la, o
    antagonista virou protagonista.

    O outro lado dessa questão é a reação dos trabalhadores audiovisuais e da

    sociedade diante do projeto desvirtuado. A reação é insignificante frente
    à
    magnitude cultural e social do problema. Se queremos que se materialize o
    sonho daquela TV pública da Carta de Brasília, a reação tem de ser musculosa

    e dirigida aos dois poderes que podem operar tal milagre: o presidente da
    República ou o Congresso. Existe outro, a mídia (o primeiro poder, com
    o
    disse o papa João Paulo I), mas nossa grande mídia está se lixando para a TV
    pública e quanto mais ela morra no nascedouro, melhor < embora possa
    insistir na relação expúria da TV Brasil com o Palácio do Planalto, mas só

    para bater em Lula, não para dar força aos princípios da Carta de Brasília.

    Se alguma coisa há que ser feita neste momento é isso e não suscitar ou
    alimentar fraturinhas ou torcicolos internos, como as acusações improváveis

    de que nossos companheiros ³que assumiram cargos executivos se isolaram no
    poder², que não aproveitaram estrategicamente o apoio da classe. Leopoldo
    Nunes seguiu estritamente, durante seus mais de seis anos no governo, os

    difíceis caminhos determinados no projeto de políticas públicas audiovisuais
    elaborado coletivamente e aprovado por todos nós, ou nossos
    representantes,
    no Seminário Nacional do Audiovisual, em dezembro de 2002. Refiro-me
    a
    Leopoldo Nunes (embora eu também tenha sido criticado por isso aqui na
    lista, hoje e por primeira vez) e à sua missão de estar lá dentro, no fogo
    da batalha, cumprindo uma tarefa por delegação de seus companheiros (nós

    todos), tentando salvar alguma coisa daquele sonho que se arruinava sobre
    sua cabeça. Refiro-me a suas seis internações hospitalares por estresse.
    Refiro-me à sua entrevista à Revista Forum, onde tem a coragem de perder o

    emprego (com filho recém nascido) na tentativa de chamar a nossa atenção,
    mais uma vez, exatamente para o fato de que o buraco é mais em cima.

    Essas percepções anuviadas de isolamento no poder me fazem lembrar um conto

    zen do sertão, porque sertão também é Ser Tao, como revelou Guimarães Rosa,
    e portanto tem historinhas zen. Duas tribos estão em luta e uma delas pede
    ao valoroso chefe que se infiltre no meio do inimigo e ganhe a batalha. O

    ch
    efe se mete no cerne do exército inimigo e luta desesperadamente. Seus
    companheiros, como estão longe do epicentro da batalha, não vêm o que o
    chefe está fazendo e suspeitam que ele se aliou ao inimigo, principalmente

    quando o inimigo vai embora, e o amaldiçoam. O chefe, que tinha sido
    sequestrado, consegue escapar e traz informações preciosas que levam sua
    tribo à vitória.

    A diferença é que, no caso da TV Brasil, não se trata de sequestro. É rapto.

    Orlando Senna

  25. ESTE É O COMEÇO DE UMA SERIE DE BOMBARDEIOS MIDIATICOS ONDE MISTURA A FICÇÃO POLITICA E AS MENTIRAS QUE DEPOIS SÃO REVISTAS MAS QUE JÁ FEZ UM ESTRAGO TOTAL, ATÉ ONDE VAI A LIBERDADE DE IMPRENSA.

    TENTARAM SANGRAR O LULA, PARA VENCER A ELEIÇÃO DE 2006, TENTARAM NOVAMENTE EM 2010, MAS PODERAM COM ISTO FORTALECER A “DILMA”. E VAMOS VER SE ELES APRENDEM…

  26. Muito bom, Kotscho. É isso mesmo!
    Só tem uma coisa que eu não concordo: “O texto tinha visivelmente a intenção de manchar a imagem de Dilma, qualificando-a como terrorista”.
    Em minha modesta opinião, ser chamado de terrorista por aquela gente não mancha ninguém. Muito pelo contrário. Qualquer um que tenha sido chamado de terrorista por eles terá automaticamente toda a minha admiração, respeito e reverência.

  27. De Benedito Duzi
    ” companheira DILMA-ESTELA foi sim terrorista isto é ponto. ”

    Defina terrorismo. Ela explodiu alguma bomba? Matou alguém? A Dilma como muitos outros que lutaram pela liberdade deste país deveriam ser homenageados. Se hoje você possui espaço para criticar o governo agradeça a ela e a alguns poucos que se levataram contra o estado TERRORISTA – ASSASSINO que comandou o Brasil durante a ditadura.

    ” o PAC é uma enrolação ”
    Pare de ler jornais! Aqui na minha cidade estão levando saneamento básico para 40 mil pessoas com os recursos do PAC.

    ” demorou 30 dias para contar a verdade do cancer ”

    Você vai morrer amanhã? Se isso não me interessa porque me interessaria se a Dilma tem câncer ou não? Ela fala se quiser!

  28. Não por acaso, eu, que assinei a Folha por mais de 20 anos desisti dela há tempos atrás. E mais, conversei e justifiquei ao meu neto, que igualmente cancelasse sua assinatura, já que ele havia se tornado assinante seguindo meus passos. Um jornal, e penso que todos os outros também, que procede com tal canalhice, não tem credibilidade alguma como eu desconfiara há cerca de 5 anos. Na verdade a imprensa escrita, mentirosa, comprometida até o pescoço com o engano e a manipulação tem mais é que falir para deixar de proliferar suas falsas notícias. Prego a desistência deles também a todos os amigos próximos.

  29. Eu me pergunto: do que os blogueiros vão falar quando não houver mais reporcagens dos jornalões para desmentir? Ou, por outra,
    por que esperar que a fragilidade da apuração de fatos pelas versões eletrônicas dos jornalões vai melhorar quando a “imprensa impressa” migrar completamente para as suas páginas na internet?

  30. A Folha está á beira da decadencia e da falência.. seus posicionamentos ideológicos comprometidos com interesses de grupos particulares e escusos, abreviam ainda mais sua sobrevivência…uma linha editorial jornalistica que defende a ditadura logicamente já diz para que está aí…..

    Seu objetivo é atuar de forma impune e covarde utilizando a força do veiculo de comunicação, para atingir,denegrir, levantar suspeitas e calúnias sem fundamentação,contra autoridades do governo Lula ao qual se opõe,; Conspira e ataca a candidatura da ministra Dilma e fará ainda muito pior, antes de fechar definitivamente suas portas.. que seu fechamento seja logo, seja breve…. não fará falta!!!

    Felizmente a internet nos permite ter acesso a um universo de informações pluralistas, independentes, rapidamente atualizadas, não estamos mais a mercê de editoriais pre-determinados e comprometidos.. escolhemos e interagimos com as noticias, fazemos parte do contexto… adeus jornais impressos.. readequem-se, recriem=se, com ética e transparência.. democratica..

  31. Apenas retificando informação acima: recebi a dita ficha em novembro de 2008!!! Além de tudo, a folha está atrasada para o seu super equivocado furo!!!

  32. amigo jornalista,já escrevi,há dias,neste espaço,a tua tendenciosa opinião,sempre favorável ao poder dominante,todas as pessoas bem informadas e esclarecidas,que estudam(ou estudaram)a recente historia do brasil,sabem que a sra. dilma foi sim, uma guerrilheira,como a maioria dos integrantes do atual governo,cassados demitidos ou que ainda mamam nas tetas do mesmo,por isso porquê o espanto,se a folha errou no caso do documento não errou ao publicar a verdade,outro fato que tem-me chamado a atenção ´e que toda a vez que algum periodico ou revista semanal noticia algo que vai contra os interesses do pt e adjacencias,vem a malta de plantão esquerdista dizer que são isto e aquilo etc e tal,ora meu amigo se publicam inverdades,se mancham a honra da pessoa citada,a justiça está aí para resolver o caso,o que não pode continuar é essa palhaçada da esquerda de só aceitar noticias e fatos que lhe agradem,nós temos observado diáriamente as patifarias que o lula e cia estão fazendo,gastando milhões com propaganda,aproveitando todos os espaços permitido e não permitidos,divulgando verdades e inverdades,inaugurando obras inacabadas,lançando pedras fundamentais de obras que na maioria das vezes nem são feitas,etc etc.sempre no sentido de inaltecer essa mesma guerrilheira que você sita hoje no seu blog,são falcatruas em cima de falcatruas,veja o caso da tv estatal,ou a imprensa está sempre errada e noticiando inverdades a respeito do governo,chaga acho que está na hora de cada um assumir os seus erros.

  33. Mas que a Dilma entrou na luta armada, para combater uma ditadura sob o pretexto de lutar em favor da democracia, quando na verdade queira implantar uma outra ditadura, ah, isso é verdade. Que a cagada feita pela FSP não sirva para apagar o passado nebuloso e mal explicado da Dilma, como já qurem fazer seus colegas comunas.

  34. Em recentes encontros com o objetivo de se analisar a atual conjuntura da imprensa brasileira, li que não se deve esperar qualquer mudança de comportamento dela, a imprensa, simplesmente porque nasceram com o propósito de divulgar os anseios de seus donos, que sempre foram as oligarquias em todo o mundo. Não se pode esperar mais nada desse verme que atende por nomes como FOLHA, VEJA, ESTADÃO, GLOBO. Mas a Justiça brasileira, esta sim, poderia abreviar o tempo de vida dessa mídia golpista, porque fatos como o ocorrido com a Ministra Dilma não podem passa incólume.

  35. Como é bom ser ex-guerrilheiro no Brasil……… Ficou doente vai se tratar no hospital mais caro,as custas do povo.Porque não vai pra CUBA,ou no SUS ou ainda nos hospitais federais do Rio de Janeiro?????????????

  36. É verdade, a Folha errou em publicar aquela ficha sem confirmar TODOS os fatos. Mas é inegável que a Ministra foi terrorista; assim, a reportagem da Folha não manchou a imagem de Dilma (Vanda, Estela…) porque não há mais o que manchar.

  37. Ricardo, só para reflexão…..

    Estou aqui vendo o caminho do seu pensamento com relação à Folha e atentei para a frase ” a folha adora um telefonema”…hahahaha Será que o Protógenes tem razão em acusar repórteres de conspiração? Veja este quadro: Supostamente a Folha fabrica notícias que serão refutadas e quando as vítimas da notícia se expressassem por telefone seriam supostamente grampeadas pela PF e num xadrez sujo de informações ela (a Folha) conduziria um teatro orquestrado por chantagem, ou sei lá qual outro interesse, de algum poderoso com a faca no pescoço…. Kotoscho, são verdadeiras drogas as notícias….acho que lí muito jornal hoje e fiquei chapado! hahahahahhahaha
    Abraço a você e ao seleto público!

  38. Leitor da Folha há mais de trinta anos, observo desanimado a trajetória a que o jornal se imprimiu ao longo desse tempo. Resta-me deixar de lê-lo, fechar os olhos e sentir a imensa falta que um Claudio Abramo faz em qualquer redação.

  39. Desculpem-me mas não consigo enxergar ética num Lula que junta ao Barbalho e aos salafrários do Mensalão, aos terroristas do MST ( quem invade e toma o que não é seu, é ladrão e, usando força , é terrorista) – aprendi isso desde criança. Onde está a ética nas alianças espúrias com os sindicalistas sangue-sugas e vadios,pois nunca trabalharam e vivem às custas dos descontos dos trabalhadores ( e nada fazem por eles) e das gordas transferencias do governo ( mantido por impostos aviltantes).

    Onde está a ética da Dilma ? tudo o que ela faz hoje contradiz o que ela pragava quando era opositora e das brabas.

    Não. Não posso confiar nessa gangue.

  40. Esse auê todo só está nos blogs porque a vítima é uma figura,(controvertida por sinal)do alto escalão lulista e que não sai da mídia(com cancer ou não) porque é a candidata do soba de plantão.Agora,quando se trata do massacre recorrente,perpetrado impunemente pela Petrobras (miliardária patrocinadora dessa grande imprensa marron) nas plataformas(69 mortos) o silêncio é (desculpe o trcadilho macabro) sepulcral.Emblemático é o c aso do mergulhador Marcio Camargo Costa Filho,o Gaúcho,morto em 15 de maio de 2007,na Plataforma FPBR,a 70 milhas da costa de Macaé-RJ, a Folha negou-se a publicar o crime,apurado em inquérito da Marinha.Fez mais: dois dias depois de que a família denunciou o fato,enviando o resumo do inquérito(418 páginas) saiu uma página inteira de propaganda da Petrobrás mais uma entrevista com Sergio Gabrielli,capo da petroleira,exaltando a qualidade dos serviços da empresa assassina.Coincidência?Faz-me rir. Gaúcho estava a 30 metros,quando pifou o compressor de ar.Restabelecido o funcionamento,o tubo rompeu.O tubo de reserva não estav a conectado.O botijão de oxigênio de emergência tinha a válvula emperrada e o mergulhador de sobreaviso não se encontrava na àrea.Há tres processos em andamento: na Justiça comum(crim inal) na Justiça do Trabalho e no Tribunal Marítimo.A Petrobrás tem cerca de 200 processor semelhantes.E a Folha e a grande imprensa não publica nada. O caso da Dilma é emblemático: querem um jabaculê da candidata.Depois falam em liberdade de imprensa!Liberdade de morder,isso sim.

  41. Perde-se tanto comentando sobre se ela foi ou não, se a forma da notícia foi correta ou não, se a fonte teve intenção de prejudicá-la ouajudá-la (ajudá-la sim, já que olha a gente aqui falando dela…), enfim, perde-se tanto tempo com bobeiras, enquanto essa mulher está sendo forjada para continuar a maior lavagem de dinheiro desse país, maquilada pelo barbudo manipulador do lula…

    A mãe do pac é uma piada, a mulher que quem que vencer o câncer porque o povo precisa dela… Que absurdo! Quem da mídia leva à sério o que está acontecendo, a manipulação que está sendo feita… E ela ainda tinha e deve ter a cara de pau de negar que será candidata… Que Deus nos ajude ! Só Deus mesmo… E coitada da folha, está sendo usada, pelo bem ou pelo mal…

  42. Boa tarde Ricardo!
    Boa tarde amigos balaieiros!

    Numa passadínha rápida, pois estou com horário corrído!

    Tenho a impressão de que está se reduzíndo em muito a já fina linha que separa um notícia, de uma fofóca.
    Essas apelações são muito perigosas, pois movimentam opiniões, e podem gerar complicações muito graves.

    O que me espanta, é que isso tem acontecido em organísmos até considerados mais sérios em têrmos de compromissos com a verdade.

    Pôxa Ricardo…informações por telefône? Sem um checagem?
    Será que consideram nossos olhos, ou nossos ouvídos um depósito de “lixo”?

    Na internet também encontramos muita porcaría. Mas como dizíam…o papél aceita qualquer coisa que nele seja colocada, e pelo vísto isso sempre foi assim…o problema é que agora com a velocidade de competição, tudo parece ter piorado.

    Acho que não só os veículos de informação necessítam pesquisar mais sobre suas fontes,como também nós os
    leitores, e receptores, devemos pesquisar um pouco mais sobre o que lêmos.

    Temos também que analisar a posição que toma o veículo que está divulgando a notícia, além de pesquisármos outras fontes.

    Só assim poderemos ter os nossos próprios julgamentos.

    Acho que aqui cai bem uma frase que eu disse outro día.

    SOU BRASILEIRO, E ESTOU DE OLHO!

    Gostaría de dizer mais uma coisa sobre o sistema de MODERAÇÃO em que o baláio se encontra.

    Muitos leitores tenho vísto aqui reclamando sobre o sumíço de seus comentários…a solução é bem simples.
    Disponibilízem os seus e-mails, e caso isso ocorra, eu tenho certeza de que serão alertádos sobre o motívo.
    Eu sempre fui contra essa moderação como todos devem ter vísto no baláio mais precisamente no dia 31/01/2009 .
    Aínda sou, mas fiz uma sugestão aqui, e ninguém se manifestou até agora.
    Minha sugestão é que seja criado um sistema de cadastramento com senhas, e quem não quiser ou não puder se cadastrar ficaría ainda sujeito à essa moderação, enquanto que os outros…”identificados” sendo responsáveis diretos pelos seus comentários, poderíam dispor do espaço…”sem moderação”. Acho uma forma jústa, e bem democrática.

    Obrigado a todos e boa tarde!

    Robson de Oliveira nosbornar@ig.com.br

  43. Kotscho, entrei e vi que meu comentário das 14:28 espera pela moderação. Reli, para entender se continha alguma gravidade. Retorno, mesmo antes de sua moderação sem inenção de reclamar. Talvez meu comentário tenha sido dúbio na referência à esquerda-esquerdinha. Não é jogo. Considero-me de esquerda há muito tempo. Como professor tantas vezes tive que solicitar certidão negativa do DOPS para lecionar Moral e Civismo e OSPB, durante a ditadura. De lá para cá, cada vez mais busquei a defesa da solidariedade. Daí a minha decepção com tantos que traíram princípios éticos inegociáveis. Hoje vejo como se tornou quase impossível a entrada de valores novos nos quadros de direção do PT. Isso eu lamento profundamente. Os nomes das direções são quase sempre os mesmos, ou parentes dos mesmos, enquanto muitos que se doaram nas praças e nas esquinas das campanhas, como volutários, vêem o desapego próprio da ética ser atirado ao esquecimento. É isso.

  44. a invenção da “não matéria” no caso Dilma vai matando as próprias cobras pois a internet tem as vacinas para o veneno. e cada blog vai dando a sua posição até que eles são obrigados a um “erramos” ridículo! Vão morrer pela falta de credibilidade.

  45. É incrível como voce defende esse governo
    E ainda essa que quer ser a nossa presidente.Uma mulher com um passado de gurrilheira, assaltante de banco e sequestradora, quer dar uma de honesta agora.
    Na minha terra, assaltar banco , matar seja por qualquer motivo, é crime.
    Só no Brasil mesmo………..

  46. É muito interessante a natureza e o processo histórico que sempre coloca frente a frente o velho e o novo. A briga Senna-Proust, que todos nós nos lembramos tão bem, era o novo campeão que chegava e o velho que estava por se despedir.
    Assim é Folha e Dilma, ou vice-versa. Essa linda brasileira é a nova mensagem, o novo Brasil. Já fora do alcance, mesmo etérico, do nosso jornal, que, por muito tempo, deteve consigo uma verdade mais objetiva que a verdade das demais forças, Dilma está sendo e vai se consolidar cada vez mais a nossa vanguarda de idéias e propostas para realizar um pais deste novo século.
    O filme Guerra nas Estrelas nos trouxe esta idéia que a força está em um dos lados, que é sempre o lado vencedor. Pois, Dilma tem a força. Em 2010, ela é uma promessa. Mesmo que não vença esta eleição, não vai sair de cena. Porque uma hora dessas ela será nossa primeira mulher presidente da República.
    Na luta pela supremacia de um ideal, as armas não são tão relevantes. A simples vontade pode trazer a coragem de se opor à uma ditadura, que silencia a todos, assim como dá uma incrível predisposição de enfrentar uma batalha tão cheia de milonga, como a esta história do seqüestro do Delfim Neto, que é apenas o ingresso para se adentrar ao verdadeiro cenário dos blá-blá-blás e diz-que-diz da eleição de 2010.
    Quanto ao jornal da Barão de Limeira, dizemos o seguinte: Não vamos execrar a Folha, onde tanto você como eu trabalhamos, porque ela já foi um jornal de vanguarda e nós respeitamos quem tem um passado.

  47. Antes do Lula a Folha era a preferida pelos considerados intelectuais no Brasil. Clóvis Rossi, Gáspari, Jânio, Heitor eram os principais; Josias de Souza, como os citados, era um pau por dia no governo FHC. Agora não servem mais.

    O grande erro do jornal foi considerar a ministra como ex-terrorista. Pois na essência foi o que atingiu os éticos da notícia.

  48. A Folha errou, mas que o PT tinha um projeto semelhante ao do Hugo Chaves isso parece nítido. Caro Ricardo, chega de Lula e do PT…..já deu!! São mentiras em profusão e corrupção aos montes. Porque você não fala que o Protógenes só fez escuta clandestina porque sabia que se pedisse iam avisar os meliantes? Fonte da Polícia!!

  49. Eu vivi os anos sessenta. Vamos parar de emcarar esses esquerdistas atuais como defensores da Democracia na decada de sessenta. Nenhum deles ( e aqui está incluida a Dilma)pensou em democracia, muito menos em defender o povo brasileiro da ditadura. Vamos tirar essa máscara e ser sinceros pelo menos uma vez. O objetivo unico deles era apoderar-se do poder, para transformar o Brasil numa ditadura de esquerda. E tenho dito.

  50. Não se iludam. A imprensa tem todo o direito de tomar partido em política. Inclusive isso é tradicional nos EUA. Situação mais grave é no Granma em Cuba a serviço exclusivo do Fidelão.

    “Toda instituição reflete a qualidade moral e intelectual do indivíduo que a compõe.”

  51. Alguem falou que as faculdade de jornalismo vão acabar ,parece que acabou a muito tempo . Em outros paises um jornalista derruba um governo ,com fatos comprovado .,Jornalista não quer saber de investigar com isenção ,despolitizado ,na busca da verdade , nada mais que á verdade ,prefere um gabinete com ar ,e trabalhar tranquilo sem ir a campo .Como vamos ter noticias acreditaveis?

  52. PARA BENEDITO DUZI: Desculpe-me, mas você comporta-se como papagaio de pirata do Josias de Souza quando repete: “…demorou 30 dias para contar a verdade do cancer ”, consideração dele em post de seu blog.

    Josias portou-se como médico incompetente e jornalista de leviano naquele post. Você sabe muito bem do que estou falando.Acho que Josias e você nunca acompanharam doentes de câncer na família ou de amgios. Eu estive ao lado de vários, acompanhei-os, câncer familiar de intestino, do qual até agora fui preservado. Perdi irmãos e outros parentes. Agora acompanho um amigo com câncer de assoalho de boca. Eu quem faço contatos com médicos e os incomodo com peguntas. Pois sei como são extremamente cautelosos em cada diagnóstico, inclusive quanto à reação ao tratamento Pois, bem, você acha, como o Josias, que câncer tem prazos para ser detectado e delineado com segurança. Será? Ou quanto tempo você acha que demora para sair um resultado de biópsia? Deveria saber para evitar repetir Josias. Ora, por que Dilma deveria preocupar-se e preocupar Lula antes de ter certeza de que era portadora de um linfoma? Você sabe que ela informou ao Lula assim que o resultado deu positivo? Antes disso houveram procedimentos que lhe davam a esperança de que não fosse maligno o caroço estranho. E se você lesse mais atentamente aquele texto matreiro do Josias de Souza, tomaria consciência do cronograma estúpido que ele traçou para Dilma e Lula em relação à doença da Ministra. Quem lhe deu o direito de organizar as reações de Dilma psico-emocionais de Dilma diante do ocorrido? Mas você sonegou por aqui (ou não percebeu) que, no dia seguinte, Josias postou outro texto na tentativa enrustida de consertar as besteiras que dissera no dia anterior. Senhor, Benedito Duzi, sua argumentação pode valer para eruditos engomados, mas não resiste ao bom senso para o qual não se exige diploma de Terceiro Grau. Alías, conheço muito diplomado que repete, repete, de memória, mas é incapaz de juízo crítico formal. Duzi, volte lá e pergunta ao Josias qual a diferença entre erudito e culto? Quem sabe Josias deixe de brincar matreiramente com a notícia e entenda que já adentramos á era da Internet.

  53. BENEDITO DUZI, você não está ENTENDENDO NADA. Vou simplificar para você entender: Quem LUTOU CONTRA a DITADURA são HERÓIS NACIONAIS, TERRORISTAS são os DITADORES!!!! Entendeu?????

  54. Como jornalista, é lamentável ver um importante veículo de comunicação como a Folha, trilhar o caminho da auto-destruição. Costumo afirmar que a credibilidade é fundamental para um órgão de comunicação assim como para nós jornalistas. E quando se perde, fica difícil retomá-la. O que foi que aconteceu? Má fé da empresa mesmo (o que não seria novidade), ou mal preparo dos atuais profissionais, mesmo com todas aquelas exigências que a empresa costuma priorizar na hora da contratação. Infelizmente, não é só a Falha, digo Folha, que vem cometendo esses absurdos. Tem jornal ( não cito o nome por receio da “lista negra”, que existe mesmo), que publica nome de empresa em sua manchete (eu disse na machete!), somente porque alterou o nome de fantasia, deixando bem claro de que lado o veículo está. Sobre as 45 mortes que ocorreram dentro dessa mesma empresa nos últimos 16 anos, o jornal dá, quando dá, uma nota no rodapé nas páginas do meio. E assim caminha a nossa imprensa, ou melhor, a deles. É desanimador prá gente.

  55. Caro jornalista: O que mais me espanta, é volta e meia o senhor fazer elogios e afirmações a Folha, deixando no ar a idéia que este jornal é imparcial, independente, ético, honesto, o que francamente, não é. Na sua época de Folha pode ser que tenha sido, mas hoje, está cada vez mais parecido com a Veja. Esse episódio com a Ministra Dilma, é gravíssimo, não é um erro pequeno não. Dizer que o documento é oficial e depois saber que foram feitos por torturadores, viúvas da ditadura, é um absurdo. Acho tudo isso muito bom, pois vc, Eugênio Bucci e mais alguns jornalistas mais arejados que defendem a Folha vão descobrir na realidade o que é este periódico. Um panfleto político partidário, que difunde no Brasil, as idéias dessa elite paulistana e do neoliberalismo nacional e internacional. É isso, simples, está mais no que na cara só não ver quem não quer ou não tem capacidade intectual para isso.

  56. Ainda há dúvidas que a voz da Folha é a voz de Daniel Dantas, Gilmar Mendes e cia?!?! Assim como alguns reporteres/colunistas da Veja, da Band, da Globo… Boa parte da impressa está no bolso dessa máfia e está jogando na lama toda a sua credibilidade. Portanto que se afundem e que de seus restos mortais venha a nascer algo melhor, algum veículo de comunicação realmente livre e imparcial. Mas enquanto isso assistimos a sua agonia (vide folha e veja), usando dos seus maniqueísmos, que de tão óbvios já despertaram até o desinteresse no público… Será que o povo está acordando?!?!

  57. Aposto uma mariola que o sr. Arthur Virgílio foi o responsável pelo envio do prontuário ao jornal. Ou seria o sr. Tasso Jeressaiti? Pode ser também iniciativa do sr.Daniel Dantas!

  58. Ao longo dos meus 80 anos, já vi tanta coisa neste país, que não ficaria surpreso se esse caso de Da..Dilma não é senão uma versão pós-moderna do Plano Cohen. Para ganhar eleição vale tudo! Prefiro ficar com a Constituição do velho históriador Capistrano de Abreu. É mais realista.

  59. Sabemos muito bem que num pais democratico com o nosso, há uma plena liberdade de expressão. Mas tambem sabemos que cada cidadão ou entidade é responsavel pelo que diz ou que pelo escreve. Eu por exemplo, estou sendo processado por uma pessoa que entendeu que o que eu falei, atingiu sua honra. Tenho plena certeza do seu equivoco, mas ela está um direito que é seu.
    Eu estou respondendo, mesmo sem caluniar ninguem.
    Pergunto:
    o que acontecerá á folha, useira e veseira em publicar calúnias?
    Que tipo de democracia é essa?
    Há diferença da lei para eu e para o jornalista?

  60. A péssima qualidade de nossa imprensa é notória!!!! aliás o que ocorreu com a brasileira em zurique que foi um erro absurdo da imprensa? cadê alguém pode me dizer? aqui em minas Gerais o jornal “Estado de Minas” é um jornal que não publica nada sobre os desmandos e erros de Aécio Neves!!! é por isso que os jornais vem perdendo espaço!!!

  61. BOCA LIVRE AÉREA PARA A IMPRENSA.
    CORTESIA DO SENADOR HERÁCLITO

    28/04/2009 – 12:58 – Blog Nassif

    Por Paulo Henrique
    caro jornalista,

    Eu sou piauiense e uma das minhas grandes revoltas e que, a midia local, a exemplo da nacional, costuma blindar alguns politicos canalhas. Um exemplo disso é esse senador Heraclito Fortes. Todos os anos ela faz uma “confraternização com a imprensa” e sorteia entre os “JORNALISTAS”, vários brindes. Até aí tudo bem, o problema e que ele sorteia PASSAGENS AÉREAS, inclusive para a EUROPA.

    Quando começou a pipocar esse escandalo das passagens aéreas, eu fiquei feliz. Pensei, agora vão pegar esse salafra. Na própria revista(lixo) Veja aparece uma charge dele e a frase: “se forem atrás das passagens, nem JORNALISTA escapa”. Eu pensei que fosse uma confissão, mas pelo visto foi uma ameaça. Simplesmente não vi uma linha sobre a distribuição de passagens aereas que o nobre senador faz todo ano.

    Mas que um desabafo, caro jornalista, estou escrevendo na esperança que você possa aprofunda mais esse tema, pois é mais uma mostra da relação promiscua entre a “midia” e “políticos”. Para o senhor verificar como essa pratica é antiga, basta ir no GOOGLE e usar as palavras sorteio, café da manhã, confraternização e senador heraclito fortes. Vários colunistas locais são agraciados com os brindes e até o jornalista Paulo Markun (em 2005) citou essa farra.

    Para finalizar, gostaria de agradecer por me brindar com temas relevantes sobre mídia e economia, seu sitio e espaço acessado várias vezes por dia e sempre acompanho suas materias. Obrigado por tudo

    Do Terra
    Obelix do Piauí e sua escada magirus
    Sexta, 30 de dezembro de 2005, 15h27

    Paulo Markun – Colunista do Jornal do Terra

    Pois nesta sexta-feira, Heráclito Fortes reuniu a imprensa de Teresina para um encontro de fim de ano. Os jornalistas que compareceram ganharam do senador uma agenda eletrônica. No final, ainda foram sorteados brindes como uma passagem para Lisboa, Portugal, ganha pelo cinegrafista Mardone Valcacer. Na festinha, o senador apresentou sua nova conquista, a escada magirus para Teresina.

  62. Olá, Ricardo! Todo dia acompanho seu blog. Seus textos são ótimos, um alento em meio a tanta porcaria que anda rolando por aí.
    Você sabe que eu fico aqui imaginando o que será a cobertura dos jornalões (e infelzimente de grande parte da imprensa nacional) durante a campanha 2010?. Se efetivamente a ministra Dilma Rousseff for a candidata, que Deus a ajude e dê serenidade porque a coisa vai ficar muito, muito pesada. Esgoto vai perder!
    Abraço grande, Cátia.

  63. Prezado Ricardo, Boa noite…

    Sinceramente, gostaria de uma orientação do amigo, experiente jornalista e sempre compromissado com a noticia legítima, verdadeira.

    Já cancelei a assinatura de Veja há aproximadamente dois anos. Não era possível continuar pagando por um produto que consistentemente abusava da minha inteligência. Raramente assisto a telejornais. O JN parece mais uma sucursal do Domingão do Faustão, falando mais da própria Globo do que dos fatos ocorridos.

    Aindo me escoro na Folha mas o viés pró Serra está ficando tão escancarado e, como a Veja, tão pouco inteligente que serei obrigado a cancelar também este periódico.

    E aí? O que faço? Infelizmente nem dizer que ficarei mal informado é possível pois bem informado, com este tipo de matéria por você abordada sobre a Ministra Dilma, é que eu não estava.

    Forte abraço.

    Abraços.

  64. Se analisarmos praticamente tudo no atual mundo globalizado e “moderno – tecnológico”, perceberemos sem nenhum esforço, que praticamente tudo está em crise, os relacionamentos humanos, as instituições (de todos os níveis), religiosas, politicas, educacionais, médicas, cientificas, juridicas, jornalisticas, bancárias, econômicas, sociais, etc. Não sei dizer se há excessões.
    A crise econômica mundial parece que veio “coroar” tudo que vem acontecendo de errado há muito tempo.
    Creio humildemente, que já estamos dentro de um período de grandes transformações, a exemplo do que já aconteceu na história da humanidade através dos séculos e que posteriormente, recebeu nomes que passaram a designar esses períodos como: Idade Média, Iluminismo, Racionalismo, Modernismo, Idade da Trevas, Revolução Industrial, dentre muitos outros nomes que marcaram eras.
    A “atual” crise mundial, ultrapassa todas as fonteiras da moralidade, da étca, da verdade, da responsabilidade, da honestidade, da espiritualidade, da honra, da autoridade, da dignidade, da razoabilidade, da tolerável e de muitas outras fronteiras.
    Sem pessimismo, creio que a mudança que está em andamento (com essa tormenta), é para melhorar, para depurar, para sanear, para evoluirmos para um mundo menos cruel e perverso, muito diferente do que estamos vivendo agora. Acredito que após a passagem da tormenta (“tsunamica”), virá a reconstrução de mundo melhor e mais humano.
    Não sei se isso ocorrerá só depois de dezembro do ano 2012 quando o Planeta X, passar pela Terra. (brincareida para descontrair)
    Os jornais impressos, a internet, a política, a gripe suína, a gripe aviária, a queda das bolsas, a farra das passagens aéreas, o STF, o Congresso, a Folha, a Ministra Dilma, O presidente Lula, eu, enfim, todos nós, fazemos parte e estamos dentro desse período de transformação e de turbulência. Espero que ele acabe antes que eu não esteja mais aqui e possa ver e aproveitar nem que seja por alguns segundos um mundo melhor e mais humano.

    Flavio Santos

  65. Será que a maioria das pessoas são tão tapadas que não enxergam oque a D Dilma ta querendo: que é ficar na boca do povo, quer estar na mídia de qualquer jeito, ficar conhecida. Brasileiro é muito ignorante mesmo, já elegeu um pra presidente e agora vamos ter que engolir outro petista. Chega eu tenho é vergonha dos políticos e do povo brasileiro.

  66. Incrível com ainda tem gente que ainda tem medo de comunista.

    Como tem gente que ainda acha que o Lula é comunista? E porque não acham isso do Serra ? FHC ?

    A Dilma foi um heroína pela luta justa na sua juventude, na sua época.
    Afinal, os tempos eram outros. Jovem e corajosa, lutava contra uma Ditadura.

    Porque esta classificação de terrorista? Serra, Fernando Henrique, Gabeira, Aloísio, Herzog, e tantos….eram todos taxados de comunistas pela Ditadura. O Herzog foi morto, pelo que consta nunca pegou em armas.

    Os que fugiram não foram torturados, exemplo: Serra e FHC, hoje sabemos que não são tão comunistas assim.
    Os que não fugiram foram torturados e até mortos, exemplo: Dilma e Herzog

    A posição da Folha é política, desqualifica a Dilma porque apóia o Serra. Somente isso.

    Agora os interesses são outros.

    Comunistas não comem mais criancinhas.

  67. Eis um exemplo de como o PIG (partido da imptensa golpista) fabrica e divulga notícias mentirosas no velho estilo facista; afinal, quem se esqueceu do famoso escândalo Globe/Proconsult?

  68. Enquanto isto cá embaixo
    Nóis que semu o povão
    Num instamu nem aí
    Pra Folha ou pro Estadão
    Nóis vai é votá na Dirma
    No dia da inleição

    È ou não é meu irmão?

    VIVA LULA
    VIVA DILMA

    e…vamu qui vamu…

  69. Se eu fosse a Dilma, eu mesma, imprimiria uns milhões de panfletos, com aquela ficha dela, e distribuiria , agora bem antes da campanha eleitoral, pois assim, amorteceria, ou neutralizaria os efeitos de sua exploração pelos adversários durante a campanha.
    O PIG, entrou numa sinuca de bico, virou uma bola sete na boca da caçapa.

  70. Quando um jornal do porte da Folha se dá a um serv iço tão mesquinho, não há dúvida: Este veículo está a deriva e tende a fundar em breve. Felismente!!!
    Ética? O que vem a ser isso para este jornal?
    LIXO TOTAL A SERVIÇO DO LIXO NEO-LIBERAL.

  71. É lamentável que a Folha se sujeite a esse tipo de artimanha, somente para denegrir a imagem de pessoas integras.
    É lamentavel que seus colunistas não se refiram a esse “erro”, eles que estão sempre c/o guardiões da ética e da honestidade.
    Assuntos proibidos na pg.2:falar mal do Serra; não dar destaque aos indiciamentos do grupo Opportunity; não citar Gilmar (STF);não comentar o semanário Carta Capital; não criticar a Veja,e muitos outros.

  72. Quatro observações:
    a) o texto critica com razão (e ninguém se indispôs contra esse fato nos comentários ao blog) a postura antiética da Folha;
    b) esse fato, por si só, fere a credibilidade do jornal, e merece maior reflexão, pois não se trata desta ou daquela linha editorial, mas da seriedade do trabalho investigativo e da lisura no tratamento das notícias;
    c) é justo perguntar se há outros interesses por trás desses fatos, embora as inferências corram o mesmo risco de serem despropositadas e movidas por paixões mais que por dados de fato;
    d) há “excomunistas” em diferentes grupos políticos, com diversas orientações éticas. Esclarecer o passado dos candidatos é um direito que cabe ao leitor/a, mas fazer ilações desconsiderando contextos históricos e existenciais específicos pode mostrar má fé. Sendo mais direto: não há elementos (e já deveriam ter aparecido de alguma forma) para dizer que fatos passados da Dilma “guerrilheira” tenham emergido como ameaças presentes. Imagino o mesmo de militares que, na época, participaram da ditadura.
    e) por fim, o blog é espaço de liberdade — tem de ser assim –, mas precisa nos habituar ao debate de idéias, de considerações ponderadas.
    Ou não?

  73. Mais fácil que nessa “estória” sejam sócias a FOLHA e a DILMA.
    Joga toda a sujeira, …depois vai limpando.
    Para a Dilma sair limpa no final
    ou,
    que o caso de GUERRILHEIRA como a própria diz,
    seja visto como algo suave, de ideais, de meias-mentiras e meias-verdades para ninguém levar a sério.
    E lógico, que o caso de terrorismo,
    fique gravado como uma grande mentira;
    e a Dilma, como a grande vítima.
    Vem aí muita coisa ainda para 2010.
    Se bem que, do outro lado, os “pigs” do PIG, já devem estar
    tramando sujeiras muito piores.

  74. A face direitista da Folha, esta apenas maquiada e readequada aos novos tempos, tempos estes da “pós-constituição de 1988″, bem como as novas tendências e exigências da sociedade brasileira, e da nova realidade política criada a partir daí, porém a verdadeira faceta deste meio de comunicação, digo “Folha de São Paulo”, bem como de outros meios de comunicação em massa, tão ou mais fortes do que à própria Folha, como a rede Globo e a revista Veja, vem a ser no âmbito de suas edições jornalísticas, que demonstram ainda explicitamente suas tendências reacionárias, com os óbvios resquícios do velho discurso utilizado na época da ditadura militar, e demagogicamente maquiada para os tempos atuais. Esta é a Folha de São Paulo, bem como outros meios de comunicação jornalística, que ainda figuram como grandes formadores de opinião em nosso país.

  75. A liberdade de expressão no mundo capitalista é muito mais relativa e ilusória do que é apregoado pela imprensa e por suas associações de classe, que se colocam muitas vezes, como perseguidas e extirpadas de suas atribuições (concordamos que são em determinadas situações), por afirmarem como verdade determinados fatos ou acontecimentos, mas estas “verdades”, nem sempre são compostas de fatos verdadeiramente reais, ou mesmo são expostos com isenção de caráter, mas são colocações falseadas por interesses de grupos que as financiam, pois também os meios de comunicação no mundo capitalista vivem de patrocínios, propagandas e de interesses políticos pré-determinados pelos grupos econômicos e sociais que estão no poder, os quais se impõem pela própria força de seu poder econômica, e pela própria fragilidade e necessidade de sobrevivência dos grupos de notícias, ditando as tendências e as verdades a serem expostas pelos meios de comunicação, assim sendo, determinam como e o que deve ser colocado na mídia jornalística, e que tipo de informação deve ser levada a público, conforme os interesses destes grupos econômicos, que em sua totalidade, financiam estes meios de comunicação. Não podemos separar este mecanismo, que é ligado ao próprio sistema de produção capitalista, onde o capital financia as empresas (que podem ser de produção de bens, de serviço, ou mesmo de comunicação), que vendem seus produtos, conforme lhes é conveniente, sendo que os produtos que são vendidos e relacionados à mídia jornalística em geral, nada mais são do que as notícias veiculadas em jornais, rádios e televisões, bem como os tendenciosos comentários e verdades idealizadas por seus editores, em conformidade aos interesses de quem os financiam e dos grupos econômicos que os patrocinam, pois sem o dinheiro destes grupos econômicos, não haveria condições de sobrevivência dos meios de comunicação no ambiente capitalista, vitimando assim a verdade a ser exposta para a população, como o preceito maior do jornalismo, em favor de interesses muitas vezes escusos, dos que financiam sua sobrevivência, alienando as pessoas, conduzindo-as a falsas verdades, a realidades invertidas e pensamentos que se opõem as suas próprias necessidades de vida. Então podemos concluir que a imprensa numa sociedade capitalista, jamais vai poder ser politicamente isenta, pois ela sobrevive da ideologia, preceitos e dos interesses de alguns poucos grupos econômicos, e não tem, por se tratar de um sistema capitalista, isenção sobre assuntos que divirjam dos interesses destes grupos, e assim sendo, torna-se intrinsecamente um instrumento de manipulação das populações no mundo moderno, e a maior arma contra qualquer pensamento contrário aos conceitos, regras e interesses estabelecidos pela classe econômica dominante, tornando-se hoje em dia na mais forte e eficaz arma contra os que são contrários aos interesses desta classe, sendo uma arma muito mais eficaz do que qualquer exército.

  76. Vindo da Folha nada me espanta.
    Desculpe Kotscho, sei que vc trabalhou lá, mas creio que eram outros tempos; ou não eram? Dizia-se, naquele tempo, que a Folha emprestava as Kombis de distribuição para a repressão.
    Depois a coisa mudou. A violencia, (a Marcha da Familia / 1964, foi incentivada pela Folha, também, entre tantos outros orgãos de imprensa), a violencia naõ conhece limite, primeiro os inimigos, depois os conhecidos, depois os amigos, e depois todos viram alvo.
    “soldado é o cidadão uniformizado para o exercício civico da violencia. Não é para outra coisa não. Não é pra dar injeçãozinha na beira de rio” (a frase do general Leonidas Pires Gonçalves em entrevista de janeiro de 1992 concedido a Maria Cecina D’Araujo e Glaucio Ary Dillon Soares, no livro “Memória militar sobre a repressão”, é usada para justificar a tortura, que o general achava normal)
    O general deixou muita saudade em um certo grupo de interessados.
    A Folha representa hoje um grupo que quer a volta ao passado; que está cheia da democracia.
    Democracia foi bom enquanto foi instrumento para seus interesses.
    Hoje a democracia, (que horror !!!), serve ao cidadão. Ou começa a servir ao cidadão.
    Dai que a Folha publica e pubicará qualquer coisa pra mudar este cenário.
    Minha colaboração pra mudar este tipo de imprensa é singela: não leio e nao assino a Folha (assinei, sim, por mais de 20 anos…)
    Bom texto o teu RK, boas lembranças de fatos vergonhosos, que de vez enquando ganha espaço na midia irresponsável.
    Felizmente temos outros meios de nos comunicar, felizmente a internet, felizmente os blogs, felizmente voce Cidadão K…
    Um abraço – não quero cansar vc que com certeza tem coisas mais importantes do que fazer moderação…

  77. Kotscho,
    Realmente vergonhoso!
    Surpreendente é a velocidade com que a Folha se precipita rumo a vala do descrédito nos últimos tempos. Parece até auto-sabotagem, suicídio ou…, sabe-se la o que …!? …

  78. Bento, assine a Carta Capital e a Revista Piauí; nas questões internacionais procure a Le Monde Diplomatique, em português, e o Granma de Cuba. Você terá a Luz ! ! !

  79. Sobre o comentário do Alex, aí de cima.

    A Cristiane Torloni tem antecedentes, sempre foi burrinha. No

    passado, quando ainda era “verdinha”, soltou a seguinte

    pérola: “Eu voto no PMDB já a minha empregada vota no PT”. A

    Cristiane provavelmente humilhou a camareira porque sempre

    deu declarações preconceituosas em ralação a pessoas pobres.

    Um vez disse que não era mulher de fritar bolinhos. A Cristiane é a

    propria Melissa, personagem que interpreta na novela. Racismo

    é crime inafiançável, será que anos e anos de tucanismo nem

    isso ela aprendeu?

  80. O antigo Notícias Populares, jornal sensacionalista que adorava noticiar sobre mazelas, sinistros e sobre o grotesco social, respeitava mais o que fazia do que a Folha se respeita hoje. A Folha virou um jornaleco panfletário, de baixíssima qualidade. E pensar que eu já fui assinante dessa porcaria. Faz tempo, mas mesmo assim, peço desculpas.

  81. O josé maria (14h15) é um bobalhão. Acredita em tudo. Primeiro: o fato de a Dilma ter lutado contra a ditadura, só a engrandece. Segundo: se o Brasil tivesse se toonado uma Cuba, estaríamos hoje, em saude, emprego e educação, em situação muito melhor, mesmo com o bloqueio dos malditos norte-americanos!
    Abre o zoio Zé Maria. Anjinho assim, nesse passo assim, tu vai levá e nem vai sabe donde veio.

  82. A participaçao de Estela é publica e notoria no assalto na casa da amante do entao gov.Adhemar de Barros,quanto ao aspecto,da reportagem da folha demonstra claramente que ha algo por traz disso,porem aos defensores do atual governo procurem se inteirar dos absurdos praticados em nome de anistiados politicos como exemplo, o mor o sr nao sabe de nada pois recebe atraves do inss SBC os miseros proventos de anistiado de + ou menos ¨6000,00 reais isento de qualquer tributo IR,previdencia e voces defensores o quanto pagam,e o numero de anistiados é enorme,sem contar a previdencia dos aposentados que foi criado pelo desgoverno atual.
    Coitado de nós mortais que temos que aturar sempre os mesmos ou dicipulos dos mesmos,olhemos na camara e no senado se há um. Os governadores entao sao todos modelos do que temos na camara e no senado.
    Por isso estamos em um mato sem cachorro,se ficar o bicho pega se correr o bicho come,que lámentavel.NAo é o pig nem a impresa Hiena(aquela que come mer…………,e da risada pelos beneplacidos governamentais nao a é veja a folha ou outro orgao da imprensa e sim nossa cultura.

  83. Lamentável é que não haja um Conselho nacional dos Jornalistas para, a partir de uma denúncia e garantindo o direito de defesa, poder cassar os registros de todos os envolvidos nesta tramóia golpista que nada tem a ver com o exercício do Jornalismo.
    Pena também que ninguém do governo Lula processe devidamente esses panfletos da direita perigosa, inclusive usuária de concessões públicas, por esse tipo de crime. Fica como está, e esperamos a próxima e a próxima calúnia. Até quando?

  84. É por isso que há mais três anos deixei de assinar esse Jornal pois ele não presta um serviço a nação e sim aos Tucanos. Prefiro um jornal neutro e independênte

  85. É notável que o jornalismo está falido, tanto o internético quanto o impresso. Aqui nesse blog mesmo, que hoje está questionando a Folha, já foi publicado uma notícia veiculada na internet sem chechagem prévia. Feio…

    Pra quem não lembra (sempre dizem que brasileiro tem memória curta) está aqui http://noticias.r7.com/blogs/ricardo-kotscho/2008/11/25/juiz-condena-114-e-vive-preso-no-forum/

    Tudo isso porque hoje em dia nenhum jornalista quer tirar a bunda da cadeira, muitas vezes usa só a internet mesmo como fonte, ou no máximo o telefone. Seja por preguiça seja porque se investigar é capaz de descobrir algo que contrarie os interesses de quem o financia.

    Tá mais fácil acreditar em papai noel do que na imparcialidade da imprensa, qualquer tipo dela.

  86. O deputado federal Raul Jungmann, do PPS, aparece em um anúncio eleitoral do partido dizendo que Lula mexerá na poupança como o fez Collor. Os mais novos não sabem o que ocorreu naquela época. Havia excesso de liquidez no mercado e uma medida de choque era inevitável. Collor trabalhou em sigilo sua idéia de confiscar a poupança. Até especialistas em finanças, como Paulo Henrique Amorim e Joelmir Betting, então comentaristas da Globo, foram pegos de surpresa. Collor submeteu o plano à apreciação de seu guru Mário Henrique Simonsen. Para não perder a viagem, pediu-lhe que sugerisse um nome para o ministério da fazenda. Simonsen sugeriu dois: Pérsio Arida e Daniel Dantas, segundo ele, dois garotos prodígio. Nenhum deles aceitou a missão. Coube a Zélia Cardoso de Mello a macheza que faltou aos dois. Eu perdi dinheiro na época. Vendi um terreno na Vila Andrade, próximo ao Morumbi, e comprei um Voyage. O restante dava para comprar outro Voyage e sobraria dinheiro, mas, ficou preso na poupança. Quando retirei, deu para comprar um vídeo cassete Sharp. Não condeno Collor pelo que fez. Pelo contrário, só posso enaltecer sua coragem. A irresponsabilidade de governos anteriores levaria o país à bancarrota. A situação da economia atual, porém, nada tem a ver com a daquela época. O anúncio que está sendo feito por Jungman na TV é uma fraude. Termina dizendo que o PPS é um partido decente. Pode até ser, mas, o anúncio é indecente. Cabe à Justiça Eleitoral tirá-lo do ar o quanto antes.

  87. A “Folha de São Paulo” não vai mudar a sua linha editorial. De braços dados com as Organizações Globo e a Editora Abril, dentre outras empresas de comunicação, vai continuar a tentar impingir aos consumidores de seus produtos o seu “Homer-jornalismo”. É da natureza dos setores da sociedade que essas empresas representam. Desde quando a elite econômica do Brasil aceita opinião do povão, mesmo que este esteja correto? Nunca. Antes, trata de esmagar o “inseto” que cometeu a ousadia de ter opinião. Portanto, a grande imprensa vai continuar com a sua esquizofrenia editorial, contrariando os fatos que dão conta da melhoria do Brasil sob um governo de centro-esquerda. Ao invés de mudar, a imprensa quer mesmo é calar as novas vozes do país, representadas na internet por milhares de novos criadores de conteúdo jornalístico. Por isso, querem o fim da Lei de Imprensa, qualquer que ela seja, para que o cidadão fique sem qualquer defesa legal contra a sua sanha persecutória. Ao mesmo tempo, querem censurar a Internet, com a famigerada Lei Azeredo, o senador do mensalão tucano. A imprensa está enganada, se acha que vai conseguir o seu intento. Nunca mais alguém vai conseguir barrar a democracia no Brasil!

  88. A fita com a entrevista de Espinosa e o audio do grampo de Gilmar Mendes Dantas, são parecidos. Ninguem viu, ninguem ou
    viu e ninguem sabe Folhinha e Vejinha, tudo a ver.

  89. A Dilma foi terrorista, nem ela mesmo nega.
    E o terrorismo praticado por ela e seus asseclas não visava a implantação da democracia e sim do comunismo no Brasil.
    Se não queriam sequestrar o Delfim, queriam por certo praticar um outro crime.
    Quanto ao Paco aí de cima, melhor chamar-se “Parco” de inteligência.
    Vai pra Cuba meu filho, vai pra lá! Um bobão a menos por aqui e um servo a mais pro Coma Andante. Se oferece pra trocar de lugar com um cubano… vai ter congestionamento no Consulado!

  90. Quando eu leio a FSP tenho apenas uma certeza: São Paulo é O PAÍS!. Nada de corrupção no governo, nada de problemas na saúde, no trânsito e, principalmente, nada de crimes, drogas ou tráfico, eis que focam apenas a criminalidade no Rio. Verdade é que a FSP se (des)nivelou à Veja, sensacionalismo, manchetes escandalosas e à margem de qualquer prova fática, direitista, neoliberal…e por aí segue a decadência. Pobre Jânio de Freitas, em que jornal você está a encerrar sua carreira jornalística. Contudo – e lamentavelmente – não há opções na imprensa, nenhuma opção.

  91. Pessoal há muito tempo que não leio jornal. Tenho visto e lido p/ internet e me sinto um privilegiado. quando procuro alguma coisa em revistas leio a super interessante.
    MAS GOSTARIA DE DEIXAR UM COMENTÁRIO A NÍVEL DE PERGUNTA E GOSTARIA QUE ALGUEM PODESSE ME RESPONDER.
    Enquanto a ministra estava sendo torturada nos porões da ditadura lutando pelo nosso ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO, oque estava fazendo o Srs SERRAS E CIA…

  92. SEMPRE FUI ADMIRADOR DO DEP. ROBERTO FREIRE E CONFESSO QUE VIA COM BONS OLHOS O SEU PARTIDO QUE ME PARECIA O MAIS ÉTICO NO MOMENTO, MAS SÓ FOI DAR UMA OLHADA NAS FARRAS DAS PASSAGENS AÉREAS E ME DECEPCIONAR COM ELE E SEU PARTIDO.

    APROVEITO P/ DEIXAR UM AVISO; QUEMINHA SANTA MAEZINHA SEMPRE ME DIZIA : QUEM TEM TELHADO DE VIDRO NÃO DEVE JOGAR PEDRA NA CASA DO VIZINHO.

  93. Prezado Kotscho,

    Cinismo, hipocrisia, covardia, são adjetivos menores para qualificar a atitude da Folha e a “ingenuidade” de alguns poucos navegantes, a respeito das atividades de resistência à usurpação imoral do poder pelos militares em 1964.
    Bendita aquela geração de idealistas cuja juventude foi sacrificada pela causa coletiva demonstrando abnegação e desprendimento ainda que a maioria dos jovens se mantivesse alienada pela força das armas e conivência destes mesmos aparatos de propaganda legitimadora da usurpação, ou pela glamurização do uso de drogas igualmente disseminado mundo afora pela mídia vendida.
    Menos que denegrir, qualquer referência ao engajamento da ministra, torturada e encarcerada aos 18 anos e assim mantida por 6 longos anos, é um enaltecimento digno de orgulhar a cada um brasileiro que acredita no estado democrático de direito, termo tão vulgarmente utilizado lá pelas bandas do supremo.
    Continuo afirmando que o PIG, além de venal, é burro, pois a cada tiro no pé contribui para a popularização da imagem e consolidação da candidatura da ministra Dilma à presidência em 2010.
    Da mesma forma ocorre com o Delegado Protógenes Queiroz e, até com o Juiz De Sanctis, que, a meu ver, para realmente incorporarem a missão de combatentes da podridão reinante nos meios políticos nacionais, têm o dever de concorrer a cargo eletivo no próximo pleito.
    Poderão desta forma encorajar outros notáveis com virtudes afins, como o ministro Joaquim Barbosa, a permear os meandros da política.
    Quem sabe teremos a próxima legislatura mais altiva?
    Convenhamos, ninguém merece ouvir o senador Mão Santa reiterar o autoelogio de que O ATUAL É O MELHOR CONGRESSO DA HISTÓRIA DA REPÚBLICA.
    Que vã pretensão!

  94. No mundo todo os jornais vem tendo uma acentuada queda de cirtculação. O Azenha por esses dias (http://www.viomundo.com.br/voce-escreve/folha-e-estadao-tem-o-pior-trimestre-da-decada/) que o mesmo vem acontecendo por aqui, ao menos com os jornais “grandes” (os popularescos e esportivos continuam a subir).

    Parte do meu comentário por lá serve ao assunto aqui:

    “Mas, no geral, a queda na circulação de jornais é fato em todo o mundo, é uma tendência mundial.

    Nota-se que os jornais que cresceram no Brasil foram os de teor mais popular, o Valor que vem tomando o lugar de outros tradicionais na área econômica e o Lance, esportivo.

    A internet cresce e reflete na queda dos jornais, os mais pobres, sem acesso à internet acabam por recorrer ainda aos jornais.

    Nos Estados Unidos, grandes jornais fecham as portas, outros como o NYT tem prejuízos gigantescos e alguns, como o Christian Science Monitor passam a ter só versão online (alguns jornais passaram a circular ainda só em alguns dias da semana, algo bizarro). Talvez o Brasil acompanhe esta tendência no futuro. A grande discussão hoje é, ainda, se o jornal online tem a mesma credibilidade que a impressa. Especialistas divergem bastante nesse ponto.”

    Eu deveria, porém, fazer um acréscimo, se por um lado a internet vem tornando os jornais de certa forma obsoletos – e não só a internet, mas os jornais não souberam como se adaptar, e ainda não sabem, aos tempos modernos – por outra vejo que aqui no Brasil alguns jornais vem passando por uma verdadeira crise de identidade e credibilidade.

    Não sei o número exato mas me recordo que a Folha perdeu milhares de assinantes depois do episódio da Ditabranda – seja pela campanha blogueira ou por consciência mesmo – e imagino que chegamos a um ponto em que o conhecimento proporcionado pela internet bate de frente com a desinformação diária dos jornais. É fácil ler A em um jornal e B nos blogs do Azenha, PHA, Idelber ou mesmo aqui.

    Não posso falar pelo NYT e afins – ainda que suponha terem os mesmos problemas e “deslizes” que os daqui – mas ao menos no caso brasileiro, acredito ue haja uma verdadeira crise nos jornais, mas de ética, de compromisso e de verdade.

    A tentativa de desestabilizar o governo do PT a qualquer custa é absurda. Antes de mais nada vale dizer que eu não apoio o governo, eu me considero de oposição, oposição de esquerda, mas não dá pra ficar sentado e rindo dos escândalos e acusações pois eles são falsos!

    Resta, enfim, saber se a queda da circulação é mero fenômeno mundial ou se aqui existe algo mais por trás porque, credibilidade, os jornalões já não tem.

    tsavkko.blogspot.com

  95. Não gosto da Folha de São Paulo, nem da Veja, a leitura destes veículos de comunicação causa raiva e uma sensação de estar sendo manipulada. Não gosto da filosofia de vida destes veículos de comunicações. Reviver algo que aconteceu 40 anos atrás é sensacionalismo e falta de assunto, o que interessa ao eleitor é a Dilma hoje, e hoje o editorial do Estadão é sobre a sucessão do Lula, a forma como o presidente impõe a ministra Dilma Roussef ao PT. Tudo bem, já perdoei o presidente, mas não dá para acreditar que um homem que manda e desmanda no PT, não sabia da contabilidade “delubiana” e dos “negócios” de Zé Dirceu. Da mesma forma que um empresário comum, como a dona da Daslu, que a Justiça diz que é organização criminosa, o PT omitiu informações, mandou dinheiro ilegalmente para o exterior, e também é acusado de ser organização criminosa. O ministro Joaquim Barbosa que recentemente ofendeu publicamente seu colega de tribunal é o relator do processo público contra o PT, e aparentemente não está com muita vontade de julgar, li que reclama de dores nas costas, e tirou licença para tratamento.
    Os novos veículos de comunicações como TV e internet fazem com que ocorra uma diminuição na venda de jornal impresso, mas as empresas jornalísticas têm sites na internet e faturam com a nova tecnologia. Não leio jornal impresso há anos, desde que instalei a internet, e gosto muito de ler blogs. Neste blog, por exemplo, há a possibilidade de se exercer cidadania, o dono do blog é amigo do presidente, amigo da Dilma. Podemos discutir idéias e soluções para nossos municípios. Sou paulista, paulistana, sãopaulina, casada há 15 anos, moro num sítio em Borrifos, Ilhabela, no meio da Mata Atlântica, não só planto árvores, como mantenho um grande pedaço de mata nativa, fico preocupada com a forma como o litoral paulista vem sendo ocupado e já esqueci que a Dilma foi terrorista, mas não esqueci que ela é petista.

  96. A midia estã indo de ladeira abaixo não só devido a internet, mas porque perderam a credibilidade. Um exemplo CRASSO:
    NO GLOBO esta sendo divulgado: “BATE-BOCA NO STF – Empresário pede ao CNJ punição a Joaquim Barbosa”
    “um empresário paulista protocolou nesta terça-feira (28), no Conselho Nacional de Justiça (CNJ), uma representação contra o ministro Joaquim Barbosa, do Supremo Tribunal Federal (STF). O motivo foi a discussão travada na última quarta (22) entre Barbosa e o presidente da Corte, Gilmar Mendes”.
    A “notícia” dá o nome completo desse grande brasileiro: Luiz Eduardo Auricchio Bottura. Diz o texto : “Nos últimos meses, Eduardo Bottura ganhou destaque por entrar com dezenas de representações contra desembargadores do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. Ele acusa alguns magistrados do estado de tomaram decisões conforme o grau de relação com os advogados envolvidos nas causas. “Eu sou um patriota. Se vejo algo errado, em especial, que me ofende, pratico democracia”, explicou.”
    O que o brilhante jornalismo do maior grupo de comunicação do país não quis informar é que esse exemplar cidadão possui mais de 900 processos judiciais tramitando contra ele, por crimes como estelionato, contra a honra, extorsão, uso de documento falso, coação, denúncia caluniosa e falsidade ideológica.” BLOG CLOACA NEWS

  97. O que dizem os ex-deputados

    Moral de Cueça!

    O moço é do mesmo time do Gabeira,de conduta ILIBADA “PERO NO MUCHO”.
    Como diz nossa balzaquiana
    É UMA GRACINHA.
    http://www.congressoemfoco.com.br.
    Por meio de sua assessoria,

    Roberto Freire

    disse que as passagens foram utilizadas
    “conforme prática generalizada na Câmara, já que as cotas permaneciam em nome dos parlamentares”.
    Com uma moral destas só poderia ser CHEFE de GANG partidária.
    Muda Brasil!
    Só quando EXTERMINAR estas moscas.

  98. Os dois maiores erros dos militares no tempo da ditadura foi não eliminar esses terroristas e ainda por cima anistiar esse bando que nunca perdeu o vicio de roubar e hoje assaltam os cofres públicos.

  99. Sinceramente, estou pouco me lixando para saber se a reportagem e verdadeira ou não. O fato é que Dilma faz parte da gangue do PT, junto com o Zé Dirceu e tantos outros camaradas. Queria sim é que abrissem novamente a investigação da morte do Prefeito Celso Daniel e o Toninho do PT. Mas enquanto o PT estiver no poder, infelizmente não saberemos a verdade…

  100. Muito fácil. É só todo mundo deixar de comprar A Folha. Todo mundo publicar em todos os seus blogs, sites, comentários, o escambau, conclamando a toda a população paulista deixar de comprar o jornal.

    Ah, e que todo mundo escreva pra eles, comunicando o que vai fazer e porquê.

  101. Bom dia pessoal !!

    Queria comentar com todos uma matéria que li outro dia, mas são tantos assuntos que passam por aqui que acabei esquecendo. Mas aí vai:

    Ciro Gomes insulta Ministério Público e deputados
    http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u554977.shtml

    Falaram tanto do Gilmar Mendes e do Joaquim Barbosa, que o Ciro Gomes escapou de fininho… não teve tanta repecursão.

    Mas a postura dele me lembrou a de Edmar Moreira, quando divulgaram a existência de seu castelo: sentiu-se “indignado” e desafiou todos, imprensa e MP, aos brados de “Não tenho medo de ninguém”.

    PS: pessoal, nesses últimos dias tenho percebido um clima de PT x PSDB, ou partido A contra partido B, em várias declarações aqui no Balaio.

    Eu tenho a plena convicção de que esse tipo de disputa é sadia, mas eu acho que ela deveria existir para que tudo funcione a favor do Brasil.

    Por exemplo, o que acontece no Brasil, na minha visão, é o seguinte: partido A e partido B fazem de tudo para conseguir vencer as eleições – até aí, tudo bem, dentro de certos limites.
    PORÉM, uma vez encerradas as eleições, eu entendo que ambos deveriam trabalhar em favor do país, até as próximas eleições. E, na verdade, o que ocorre é que a oposição sempre tentar embolar o meio de campo e atrapalhar o avanço do país, para que tenha motivos de sobra para contestar o governo nas próximas eleições.
    As coisas deveriam ser assim: OK, vocês venceram, vamos trabalhar EM CONJUNTO em favor do país e daqui a 5 anos nós voltamos a nos enfrentar nas urnas.
    Mas se algum partido fizesse isso, estaria na verdade beneficiando seu adversário, pois tenho certeza de que as coisas aconteceriam (pelo fato da oposição não embolar o meio de campo) ou seja, a impressão que passaria para o povo é a de que o partido A fez um excelente trabalho no governo (e o partido B teria participado de maneira ativa, mas assim entregaria as próximas eleiçoes novamente ao partido A, por causa do apoio popular).

    Não votei no Lula, mas torço REALMENTE para que ele vá bem no governo – torço para que o Brasil vá bem.

    Independente do partido a que o presidente pertença, e mesmo que suas opiniões sejam divergentes das nossas, devemos respeitá-las – criticar, sim, ok, mas embolar o meio de campo pra atravancar tudo por mais 5 anos, aí é demais.

    Giuliano

  102. Todos nós sabemos que a Folha é um jornal sem ética, que busca vantagens politicas em detrimento da verdade.
    Umapena que ainda tenha leitor que se dê ao trabalho de comprar um jornal tão parcial.
    Para o bem do país espero que entre em falência e feche suas portas. Colocando todos esses jornalistas corruptos, como esta reporter de Brasilia, na rua. Pois bons jornalistas não se vendem
    nem são manipulados. portanto, se um jornalista trabalha na Folha não deve prestar e seu lugar é na rua.

  103. Infelizmente, a tão alardeada e propagada isenção de veículos como a Folha de S. Paulo é mera ficção, assim como as muitas “reportagens” perpretadas por esta e por outros veículos como a Veja.
    É estarrecedor que repitam as mesmas práticas de futriqueiros irresponsáveis que pululam na Internet.

  104. Um internauta escreveu aqui no fórum:nao sei mais em quem acreditar!
    e eu afirmo: acredite em qualquer um, menos no PT e na sua jogada de marketing!
    Meu amigo Ricardo, adoro seu blog, seus textos, e suas idéias, mas, ser partidário do PT na atual situação já é demais, partilhar dessa farsa eleitoral é ainda pior!
    Ontem, vi uma cena que me deixou chocado, numa região tomada pelas enchentes, por causa do rompimento de uma barragem,a s mães estão dando banho em seus filhos coma água das enchentes, em plena rua! enquanto nosso querido presidente lula viaja, e sorri orgulhoso de emprestar dinheiro pra brancos de olhos azuis!e se essa linha de pensamento sobre a “marolinha” é a idéia de bom governo do PT, nao podemos permitir que Dilma assuma o Trono do PT, e dê continuidade à esta bandalheira, à esta palhaçada!Dilma Roussef é a Dama e Ferro do Pt, que foio blindada intencionalemente para parecer carismática, e boa política, quando na verdade, é petista, e isso ja diz tudo.Ao ver que o povo ja estava se mexendo para impedir a tragédia dela ser eleita, o PT, e seus marqueteiros, trataram de atingir no povo onde mais dói os corações, e sensibilizam a alma, que é igualar os bandidos à nossa condição de meros seres humanos.Assim foi com o Lula, o nordestino pobre, brasileiro, que lutou, perdeu um dedo, e virou presidente.E assim querem fazer com dilma, a mulher de fibra, mãe, batalhadora, que tem cancer, e será um exemplo à todas as mulheres, para que se espelhem na luta dela, que palhaçada!Já chega a susan boyle ser nossa atual virgem maria, nao precisamos de duas.É lamentável que dilma tenha se valido de uma coisa dessas, para ganhar votos, isso é apelação demais, e se ela tivesse ido numa favela beijar crianças, teria sido mais comum, mas, compartilhar sua doença, ou sua farsa conosco, para se mostrar igual a nós, e ao mesmo tempo sofrida, foi uma jogada lamentável e triste ao meu ver.
    Nunca me filiei à nenhum partido, nunca fui muito engajado com tais ações, pesquisava, e até dava uma olhada na vida dos que votei, pra ver se valeu a pena, mas, depois dessa palhaçada, passarei a conferir de perto o que está sendo feito, e vou fazer parte ativamente de um partido, vou pesquisar, e ver qual é o menos mentiroso, ou o mais ativo, para que meu voto, e minha condição de cidadão, sejam respeitados, porque, assistir ao Pt nos chamar de trouxas, é demais pra minha cabeça!O nosso cancer, é a dilma Roussef e toda a sua laia, Todos os brasileiros tem cancer, e o nosso cancer é o PT e a sua marolinha.
    Pedir que eu acredite em coelho da páscoa, saci pererê, ou papai noel, tudo bem, mas, pedir que acreditemos em Dilma Roussef e na sua história pra boi dormir, é pedir demais!!!

  105. Olá para todos.

    Por essa e outras é que a folha, o jornal, em minúsculo mesmo, como a veja, rádio jovem pan e outros, há anos, não entram em minha casa. Dá ânsia.
    Os ” fazedores de opinião” se esquecem que temos outros meios de informação e não nos atrelamos aos seus cabrestos.
    Hoje nós fazemos a notícia, participamos da notícia, interagimos com a notícia e, principalmente, contestamos a noticia. Tudo em tempo real.

  106. A mi muchos amigos, no se oscuridad-la nueva hora!

    Estos amargfuras hoy, mañana será una cosa del pasado! No hay mal que dure para siempre!

    Pero la quaresmeiras están en flor …

    Cada vez que voy a subir la montaña, y yo subo regularmente dos veces al día, el día en que Dios da, me sale el mismo efecto: el sentido de la belleza de la montaña, los bosques, que, de repente, irrumpieron en las flores.

    Existe en la parte superior, cerca del cielo, se quaresmeiras, ephemerality muy morado y muy blanca, llena de laçarotes de satén, una ligera lluvia sobre el trenzas. La selva sin claros abrió un espacio abierto, con el viejo truco de resolver a la luz. Mi amor por este oscuro bosque, todos los rebrilhante de rocío, donde el sol en miles de astillas, la joyería, el mal róseos los dedos del alba encendida la lámpara del día, se decide en una dolorosa ternura. Se trata de un amor inquieto, como todos los grandes amores. Al mirar quaresmeiras entender que nunca entiende el verdadero significado de estas palabras de Cristo sobre los lirios del campo: el rey que no siempre vestida con tanta magnificencia como cada uno de ellos. Así que consideramos que sufren de dos males: el de mi corazón no apoyar esa belleza sin hacer clic, la angustia y la alegría de un tamaño, en una mezcla de codicia detestable, yo soy el propietario quaresmeiras de la montaña en toda su pompa y esplendor. De ahí viene el miedo a perder un tesoro que no puede ser escondida bajo la bushel, debido a que brilla y brilla más que el oro, mucho más que las piedras y perlas de Ofir. ¡Ah! Que no puede ocultar! ¡Ah! No puede demostrar que gloriosamente al mundo! Y el resultado de estas contradicciones que estoy dolorosamente ricos a los pobres como ricos avaro, a quien el dinero mártir.

    Cuando leo novelas y cuentos en las descripciones de amplias praderas, donde hay abundancia de especies silvestres florinhas. Y hablar de nombres hermosos, como la petunia y primavera. A pesar de cantar en alto gritando que nuestros campos tienen más flores, no es cierto y clamant. Raro es raro ver en el soplado de alta hierba. El IPE, oro vivo, aquí es otra adición. En el momento de la de cerdo, los árboles de los zapatos rojos son los mismos espacios intervalos. El agua a veces en flor púrpura, como el jacinto de agua. Campos de flores? ¿Dónde? Y mi temor es que otros quaresmeira es flor púrpura, y, por tanto, estos árboles florecen en la luz del sol, rebrilhando

  107. A noticia em tempo real.
    Esta na internet agora.
    A direção do Centro FEDERAL de Educação Tecnológica de São Paulo (Cefet-SP), instituição mais bem colocada entre as escolas públicas da capital paulista (média de 73,38), atribui a posição no ranking à qualificação dos professores e aos investimentos FEDERAIS em reformas e melhorias dos laboratórios. Desde o final do ano passado, o nome da instituição mudou para Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP).

    Na outra ponta, na Escola ESTADUAL Doutor João Ernesto Faggin, que obteve a menor nota da cidade de São Paulo (média de 37,48), os estudantes apontam como causas do resultado a falta de compromisso dos colegas, possível reflexo do ambiente social em que vivem, e o pouco estímulo da escola aos alunos.

    A propaganda do governo do estado diz que deu grana para prefessores e funcionários das melhores escolas do estado.
    Pelo visto acho que ninguém recebeu.
    Propaganda enganosa.

  108. Bom dia Ricardo, vc é mesmo o cidadão K.!!!
    Quanto a Folha, fui leitor e assinante desde quando o grande Carlos Drumond Andrade e Lourenço Diaferia nos presenteavam com suas crônicas da vida diária, aliás eu recortava essas colunas e as lia para amigos e grupos que não tinham acesso ao jornal. Devo ter algumas dessas guardadas até hoje. Saudade, sabe o que é isso companheiro K? Mas hoje, simplesmente tenho nojo da Folha e de toda essa midia mentirosa, indescente, incoerente que esta na contra mão da História, contra a verdade, contra o povo trabalhador, prestando um desserviço à sociedade.
    Quanto a ditadura é pagina virada da história,mas é preciso cuidado com os seus rescaldos e seus filhotes, engedrados e monstrualizados nos porões do DEOPS e DOICODE, as contas não foram acertadas e eles estão poraí…..
    Quanto ao Lula é o Cara de mais longo mandato hoje na terra, porque essa midia mentirosa não conseguiu desestábilizá-lo, olha que já tentaram muitas vezes e apesar daquela bandaiera que é o congresso nacional……
    Quanto D I L M A , vai ser mais fácil ela vencer a doença do que vencer essa elite conservadora e reacionária que cria confusões histéricas, faz acusaçoes levianas, misturando fascismo com socialismo, através desta falsa Midia.
    D I L M A vencerá o CA e este conservadorismo reacionário que já atrazou muito o Brasil!
    Por isto D I L M A 2010,com ternura e vigor!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  109. Que Deus nos livre de um governo Dilma (Curinga)depois da plastica, ela ficou com a cara do Curinga do filme Batman.
    Mostrando realmente o que ela é.
    Deus não nos permita, que tenhamos mais 4 anos de governo corrupto com este de Lula, em que a Dilma é um dos pilares mais forte.
    Será que Deus deixou de ser brasileiro?
    Para permitir que o nosso sofrido Povo tenha mais este desgosto.
    De sermos novamente engandos por esta quadrilha que hoje infesta o nosso Governo.
    Não permita Senhor, esta nova prova de paciencia.
    Pois um Povo que não tem Educação,Saúde,Segurança,Trabalho, dignos, e que se ilude por qualquer migalha oferecida por estes trambiqueiros.
    Que governam em prol de si mesmo.
    Livrai nós Senhor desta maldição.

  110. A VERDADE DEVERIA EXISTIR, A JUSTIÇA DEVERIA SER PARA TODOS, A IMPRENSA DEVERIA TER LIBERDADE, NÃO É O QUE VEMOS. TUDO ACONTECE EM FUNÇÃO DE INTERESSE PRÓPRIO OU ESCUSOS. NO BRASIL A JUSTIÇA NÃO PODERIAM TER VÍNCULO COM GOVERNO, COM POLÍTICOS, COM EMPRESÁRIOS, DEVERIA SER INDEPENDENTE, NÃO SER INFLUENCIADA, NEM MESMO PELA MÍDIA. COMO EXEMPLO É SÓ LEMBRAR DOS ESCÂNDALOS, DO MENSALÃO, DAS PESSÔAS LIGADAS DIRETAMENTE AO EXMO SR PRESIDENTE DA REPÚBLICA, ENVOLVIDAS EM ATOS DE CORRUPÇÃO, TESOUREIRO, PRESIDENTE DO PARTIDO, COORDENADOR DA CAMPANHA,; APRESENTADOR DE JORNALISMO AFASTADO POR CRITICAS AO GOVERNO, NÃO ESTOU FAZENDO CRÍTICAS, APENAS ESTOU RELEMBRANDO OS FATOS, PERGUNTO: VIVEMOS UMA DEMOCRACIA?

  111. Giuliano. Hoje.
    Desde o ano de 1974 defendo o fim dos partidos políticos. Faça duas colunas; dados positivos para partidos políticos numa, negativos na outra. O resultado será de 10 X 0 pelo fim dos partidos. Candidatos à candidato. Devem ser selecionados pela Justiça Eleitoral mediante processo previamente aceito pela sociedade. E nunca pelos chefes das organizações criminosas pomposamente chamadas de partidos políticos. E agora ainda vem o voto em lista para acabar de vez com a democracia representativa. De quem é a culpa ?

  112. A VERDADE É UMA SÓ!
    DILMA NO GOVERNO, JAMAIS!!!!!!!!
    O BRASIL NAO PODE AFUNDAR NA LAMA DE VEZ!
    chega desse governo que empresta dinheiro pra extrangeiro, e deixa seu próprio povo passando fome!
    chega de governo que quer salvar a industria extrangeira, e deixa seu povo perder o emprego!
    Chega desse governo que só quer entrar pra histório, pro livro dos recordes, e deixar seu povo na merd….
    Chega de lula, chega de PT, e Dilma Curinga Roussef Boyle, jamais!

  113. Falta uma complementação nesta matéria. A Folha admitiu o erro da ficha no mesmo dia em que anunciou em primeira página a doença da Dilma.
    Minha conclusão como leitora (dos porões da Folha): já podemos tirar a pecha de terrorista, sequestradora e assaltante de banco da ministra. Ela não será problema ao enfrentar o candidato do jornal José Serra pois vai morrer de câncer antes.

  114. Só para deixar claro o que penso, enquanto as críticas à Ministra forem estas bobajadas de gurrilheira e assaltante de banco, a candidatura dela não corre riscos.

    Agora, pior que a folha só mesmo a Dilma: atropelou todas licenças ambientais que pôde e conseguiu tirar a última figura séria do governo (Marina Silva); apóia o neoliberalismo do sr. Ministro Stephanes na desregulamentação da legislação ambiental (é, é neoliberalismo de manual, igualzinho ao do FHC, só que o agrário é mais longe do que a lei de outorgas). A briga entre o PT e o PSDB está cada vez mais parecida com intriguinha de escritório pelo carguinho de gerente.

    Resumindo: A Dilma é um trator, um trator rumo ao passado!

    Abraços,

  115. Ricardo, não precisa aprovar, é só um desabafo: o nível dos comentários está lamentável. Dá desespero ler as besteiras que muitos escrevem. E é surpreendente que tantos “direitistas” viúvas dos ditadores leiam seu blog. Não sabem de seus posicionamentos? Que você é amigo pessoal de muitos desses que eles xingam?

  116. A imprensa brasileira esta a reboque da candidatura do Serra que foi inclusive presidente da UNE mas o seu partido o PSDB(O PARTIDO DO NEO-LIBERALISMO E DO DESEMPREGO) E QUE O PREJUDICA MAIS A SUA CANDIDATURA – QUANTO A IMPRENSA É CONSERVADORA VAI FAZER DE TUDO PARA DESTRUIR A DILMA.
    MAS É DURO PARA OS MILITARES HOJE EM DIA TER QUE BATER CONTINENCIA PARA AQUELES QUE ELES CONSIDERAVAM SUBERSIVOS.ACHO QUE DEVEMOS É LUTAR PARA FORTALECER O BRASIL SEJA NA ECONOMIA, NO SOCIAL É FORTALECERMOS NOSSAS FORÇAS ARMADAS.QUERO VER OS TUCANOS DEFENDER PRIVATIZAÇÃO ÉO LIBERALISMO DEPOIS DESTA CRISE ECONOMICA . E A DESREGULAMENTAÇÃO(CHORA VILMA LEITÃO).

  117. Dilma Roussef, chefe da casa civil do governo Lula, tem muito mais chances de vir a presidir o Brasil do que pensam IBOPEs e DATA FOLHAs. A priori, porque é mulher!!! Segundo, porque não queremos um governo privatista como o do PSDB novamente no Brasil. E é simples perceber essa diferença em São Paulo: enquanto as rodovias federais cobram pedágios de R$ 1,00 por trecho, rodoias do Estado de SP cobram R$ 5,00, em média! O que vai definir isso é a estratégia de campanha aliada à peculiar sinceridade da ministra, quando vier a época da disputa…
    Veremos!

  118. Como pode ser a vez de um grupo(Folha, Globo, Gilmar Mendes, Dem, Psdb), que faz este tipo de coisa? Não se pode nem cogitar uma coisa dessas. O Brasil não merece.
    POCUREM assistir o RODA VIVA passado com o Sr. fundador do PSDB, Candido Mendes, vão ver uma pessoa sensata.

  119. Quem começou o MENSALÃO?-Eduardo Azeredo-PSDB
    Quem comprou os deputados para sua releição?-FHC-Psdb
    Quem tem uma filha funcionária fantasma no senado?FHC-psdb
    Quem reza dia enoite para crise quebrar o Brasil ?-PSDB/DEM
    Qual governo abandonou o Brasil durante 8 anos? -psdb
    Qual governo afundou o Brasil em dividas?-psdb
    Qual governo chamou os aposentados de idiotas?-psdb
    Qual governo deixou o Brasil quebrar em crises localizadas?-psdb
    Qual o governo teve uma das menores médias de crescimento da história, de 2,10%, em 8 anos- PSDB
    qual o governo não fez nenhuma obra de relevancia no País?-psdb
    qual o governo do apagão?-psdb
    qual governo que governava com dinheiro do FMI? -psdb
    Quem criou o plano REAL? -PERSIO ARIDA

    DE QUEM SERÁ QUE DEUS TEM QUE NOS LIVRAR?-psdb claro.

  120. Quem vai acabar com os Jornaos sao jornalistas como DIOGO MAINARDI, REINALDO AZEVEDO, MIRIAN LEITAO, os moleques de recados da Globo e da Folha de Sao Paulo. Sao esses ratos de esgoto que vao dar cabo dos jornais.

  121. Boa tarde,
    Não brinque com doença, vi varios comentarios absurdo sobre a saude da ministra da Casa Civil Dilma, o que estamos discutindo é o futuro do Brasil, portanto precimos deixar o preconceito c/ as mulheres de lado, pois na minha opinião a Dilma entre os possives canditados p/ presidente em 2010 é a mais preparada p/ governar o Brasil.

    Reinaldo

  122. Por essas e outras que renovo com prazer minha assinatura da FSP!
    Dilma é uma guerrilheira. Matou gente.
    Como neste balaio quem domina são as viúvas de Ernesto Guevara (que o diabo o tenha), ela é um exemplo e qquer um que ouse dizer o contrário é surrado.
    Por mais que vcs queiam o Brasil NÃO será uma Venezuela!

  123. Partidos Políticos ????

    Partido dos Trambiqueiros = ex-PT ;
    Partido da Boquinha = PMDB ;
    Partido da doação de estatais = PSDB ;
    Partido dos capitalistas às custas do Estado = DEM ;
    Partido dos rejeitados = PTB.
    Soma dos Partidos = Corte da corrupção.

    Que saudades do Palácio de Versailles. Lá a corrupção era menor. Imaginem.

    Para que partidos políticos ? É puro sado-masoquismo. Nem Freud explica.

  124. É impressionante a disputa entre PSDB e PT, gente, não podemos ser cegos, existe corrupção em todos os níveis do Governo, ninguém aqui fala do Filho do LULA, dono da OI (Uma carreira brilhante, que foi de Filhinho de Papai, à dono de uma grande empresa de telefonia em apenas um mandato do papai), com toda certeza na era FHC também aconteciam as mesmas proezas.. Agora o que não consigo entender é como pessoas inteligentes podem ser enganadas ao ponto de acreditar em um partido ou outro. Gente a nossa Amazônia esta sendo vendida para estrangeiros, (também corruptos), os nossos irmãos estão morrendo em leitos de hospitais, que nem o governo Estadual, nem o Municipal e nem o Federal investem, eles gastam mais com cartões corporativos, viagens de avião, custeio de apartamento, mensalão….. imaginem se pegassem todo esse dinheiro, será que não daria pra construir diversos hospitais, ou pelo menos um ótimo hospital em cada estado, já não ajudaria? Caro Kotscho, este comentário não precisa ser postado, mas gostaria muito de fazer uma pergunta ao Presidente ( que 80% da população acredita nele ), e como acho que esta minha pergunta nunca chegaria a ele, será que você poderia me informar, honestamente, existe algum sistema(ao estilo teoria da conspiração), que funciona além do que simples cidadãos como eu possam entender, e que rege todo este sistema político em nosso pais? Eu sou um cidadão de 22 anos, com pai Petista e mãe Psdbista, e que sempre vi a história real da política sendo ofuscada por partidarismos, então infelizmente desacredito na política, mas acredito que exista algo nela que seja verdadeiro, e que faça funcionar este país, só não sei oque é, não sei se é um acordo entre cavalheiros (PSDB e PT) para tornar o país governável. Não entendo também porque o Lula não sabe de nada, ou porque você tem tanta certeza de que a Dilma R. é tão confiável, eu gostaria de acreditar, também não sei se você lê todos os comentários, gostaria de ser respondido, se possível, ou quando possível, ou se pudesse me informar quem poderia me dar uma resposta dessas, porque realmente estou completamente desiludido com a política, e acho isto ruim, já busquei esta resposta em professores universitários, vereadores (4 vereadores de nosso município), e não encontrei, acho que porque talvez ela não exista, mas se existir, e você conhecer seria grato. Obrigado.

  125. o que um politico não é capaz para ter o poder esse negocio de dilma ter cancer acho que é uma tremenda jogada para chamar atenção. só isso e nada mais. tenho até hoje vergonha do episodio do dinheiro na cueca e valdomiro diniz, kd ele? sumiu. VERGONHA ISSO SIM DESSES NOSSOS POLITICOS, ACHO QUE DEVERIA SIM ACABAR COM O CONGRESSO PARA ISSO SERVE.

  126. Sempre haverá demanda de público para a imprensa séria.Seja impressa, veiculada via internet ou mediante sinais de fumaça .A questão é conteúdo .Quanto ao fato de chamar de terrorista quem combateu a ditadura, acho que foram terroristas sim, de ambos os lados.Por favor, leiam as “Ilusões Armadas” de Hélio Gaspari, pelo menos os dois primeiros volumes.È um trabalho honesto, imparcial, escrito por cara inteligente e íntegro.Não adianta assaltar bancos, (ou fazer “apropriação do dinheiro”) para a causa de libertar o povo, se o seguro do banco será coberto pelo resseguro , custeado pelo contribuinte, em cuja liberdade, teriam sido cometidos os assaltos.

  127. PS: Refiro-me áqueles que pegaram em armas para combater a ditadura (comen tário de 11:27 hs),apenas radicalizando uma situação que já era muito ruim.

  128. Diariamente na vejo comentários que os jornais vão acabar por causa da Internet. Isso me faz lembrar quando do aparecimento da televisão no Brasil. Falavam que o rádio ia acabar, que a televisão era um meio de comunicação mais moderno e que o rádio já estava com os dias contados. O tempo passou e o rádio está ai mais forte como nunca!
    O que aconteceu tempos atrás com a chegada da televisão em relação ao rádio vai acontecer o mesmo em relação à Internet e os jornais. Enganam-se aqueles que falam do fim dos jornais! Muito pelo contrário, os jornais ganharam mais força e se transformaram com o crescimento do uso da informática nas redações e as novas tecnologias que serão certamente usadas para que a notícia chegue mais rápida nas mãos dos leitores e numa velocidade digital.

  129. Para J.Brasil.

    FHC pegou o Brasil em 1993?
    Hoje quer dizer que quem governa é o Guido Mantega?
    Vc acredita mesmo que FHC tenha tido a inteligencia de criar o plano real, ja que não teve competencia para conduzi-lo?
    Procure saber quem foram Persio Arida e Edmar Bacha. A capacidade de FHC esta limitada a legalizar uns “fuminhos basicos.”
    no Brasil que eu conheço em 93 o presidente era Itamar. FHC só em 95.

  130. Se quiser-mos fazer uma comparação de competência, é comparar como ele deixou, e como esta hoje.
    Selic em 2002= 25%
    selic em 2009= 10,25%.
    Vc não vê jornal, é a menor taxa da história, como nunca antes na história desse País.

  131. Absolutamente nada a ver uma coisa com a outra. Erros de reportagem podem ocorrer, da mesma forma, no papel ou na internet, única responsável pelo fim – cada vez mais próximo – dos jornais impressos.
    Da mesma forma, todos os “inimigos” do PT intricheirados na Folha e na Veja estarão escrevendo online (muitos já estão) quando pararem as rotativas. Sinceridade? Acho que não é preciso artimanhas como esta para defender a “companheira” Dilma.

  132. A Folha realmente surpreendeu. Mas, nem tanto. Além de ser a Folha de “São Paulo” – cidade do tal obscuro militar, também é a Folha de “São Paulo”, cidade de José Serra, da FIESP e de toda a elite econômica.
    O grosseiro título da capa – apesar de todos os desmentidos, tem um propósito único: dar boa imagem aos programas eleitorais do ano que vem.

  133. Veja: O câncer no palanque!

    Depois da Folha de São Paulo ter divulgado uma ficha falsa do DOPS acusando a Dilma de ter tentando seqüestrar Delfin Neto, nos tempos da ditadura, A revista Veja se adiantando um ano e meio para as eleições de 2010, começou a guerra de difamação contra a possível candidata petista.
    A Capa da Veja dessa semana, faz acusações levianas, contra ela. Acusando-a de usar o câncer, uma questão íntima e delicada, como propaganda de campanha eleitoral.
    Nos últimos dias venho acompanhando o noticiário na net e na TV. Dilma e nem o Lula nunca usaram essa questão como arma de propaganda. Quem veio pela primeira vez com essa História foi a FOLHA, ao dizer que a ministra estava com câncer, como pessoa pública, a mesma informou a sociedade, tentando inclusive demonstrar que nada mudava em sua vida. A Estória do uso político surgiu com o blogueiro da Veja, Reinaldo Azevedo, que fez inúmeros artigos atacando a ministra e o Lula, de uma forma raivosa e irracional, coisa típica do mesmo. Quando essa estória estava apenas sendo explorada pelo blogueiro ultraconservador, estava tudo bem. Reinaldo Azevedo já era conhecido por sua militância anti-Lula, e desmoralizado como estava, por defesas polêmicas em favor do ministro do supremo Gilmar Mendes, a Dona da DASLU etc. Isso não gerava nenhum desconforto.
    O problema foi a Veja, revista de repercussão nacional, participar abertamente dessa campanha difamatória, leviana e de muito mau gosto. A acusação da mesma, dizendo que a Dilma está usando o Câncer para fins políticos, é uma jogada arriscada, pois pode simplesmente desmoralizar a revista, pois transforma um drama humano em jogo político. A impressão que tive foi que a Veja tentou abafar de uma forma grosseira e deselegante a invenção da Folha da tão falada Ficha do DOPS, tentando tirar a atenção do público, para uma questão de cunho pessoal.
    A estratégia adotada pelos setores conservadores da Mídia, de antecipar os ataques faltando um ano e meio para as eleições, além de mostrar para sociedade a guerra suja que a direita prepara para o período eleitoral. Talvez seja muito arriscada, pois pode criar nojo na sociedade e se voltar contra a própria mídia e capitanear simpatia dos eleitores para Dilma Roussef.
    Espero que a mídia conservadora retorne ao seu equilíbrio, trazendo para o palanque político as grandes questões nacionais, como a reforma política, dos impostos etc. contribuindo para o debate e para a consolidação de projetos que devem ser debatidos pela sociedade. Seria melhor forma da mesma contribuir para democracia:)

  134. O jornal a Folha e a revista Veja foram atacados pelo virus WBush oriundo dos EEUU. Fazem parte da imprensa tendenciosa e de um sensacionalismo irracional. São dois mulambos da imprensa nacional.

  135. O blogueiro do http://www.brasilwiki.com.br reclama de um internauta chamado Mafrinha, segundo ele, um mosca de boi: “Quem já teve um mínimo contato com o campo sabe do que estou falando. É aquela mosca que gravita em torno do gado. Voa, zumbe para lá, para cá, e vai assentar no olho do boi. Incomodado, o bicho dá uma balançada na cabeça. Ela voa, zumbe para lá, para cá, e vai assentar no outro olho. O boi balança a cabeça outra vez e lá vai a mosca, voar e zumbir para assentar em outro canto”. Segundo o blogueiro, o Mafrinha “entra nos textos que o desagradam para fazer uma espécie de pichação: depois que ele escreve, é necessário usar a barra horizontal de rolagem para ler o texto. Uma criança dengosa, ou melhor, uma mosca dengosa: não gostou, bate os pezinhos, chora e quer “descontar”. Não sei se aqui costuma entrar algum mosca de boi desse tipo. Estive relendo, porém, o alentado relatório de 111 laudas escrito pelo ministro Carlos Ayres Brito no recém julgado processo da lei de imprensa. Nele o ministro cita ensinamento de Roberto Civita, da Veja: “Contrariar os que estão no poder é a contrapartida quase inevitável do compromisso com a verdade da imprensa responsável”. Então a imprensa tem de estar sempre contrariando o governo? Não há alguma coisa de mosca de boi nisso?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *