Milhões nas ruas, nenhuma desgraça

Milhões nas ruas, nenhuma desgraça

Para quem gosta de notícia ruim, o Carnaval brasileiro deste ano foi um grande fracasso.

Milhões de pessoas pularam, dançaram e se esbaldaram durante quatro dias e quatro noites nas ruas e nas praças deste imenso país, e não aconteceu nenhuma tragédia, nenhuma desgraça, nada que rendesse uma manchete negativa, tão ao gosto dos nossos editores.

Depois de ler os principais jornais nacionais e percorrer o notíciário da internet, em busca de algum assunto que rendesse matéria para o Balaio nesta Quarta Feira de Cinzas, fiquei decepcionado.

Cheguei à conclusão de que a grande notícia foi exatamente a anti-notícia, a falta de notícias que dominou o Carnaval, tirando, é claro, as futricas e fofocas dos camarotes dos bacanas.

E acho isto muito bom, uma coisa fantástica, uma benção que se renova a cada ano, a demonstrar que, apesar de todas as crises e desgraças do noticiário do dia a dia, reais ou imaginárias, o brasileiro continua tendo esta capacidade de se divertir sem medo de ser feliz.

Claro que sempre vai ter gente que não gosta, vai reclamar que o Brasil tem feriados demais. Imagina ficar pulando Carnaval deste jeito, em plena crise mundial?!…

Basta ler as cartas dos leitores de O Globo, reclamando da sujeira e do barulho provocados pelos blocos que se multiplicam pelas ruas do Rio de Janeiro ou dos trios elétricos em Salvador, e até da presença do presidente Lula no Sambódromo.

Eu mesmo faz tempo que não ligo mais para Carnaval, depois de passar anos fazendo a cobertura dos desfiles das escolas de samba em São Paulo, para o Estadão e depois para a Folha, seguindo cada uma delas pela antiga pista da avenida Prestes Maia, trabalho que me deixou meio surdo até hoje.

Mais tarde, ainda peguei um tempo bom do Carnaval de rua e no salão paroquial de Porangaba, em que minhas filhas e suas amigas de São Paulo saiam na Escola de Samba Verde e Branco, bons tempos em que todo mundo ainda se conhecia naquela pacata cidade e colocava cadeiras nas calçadas para ver o desfile.

Mas eu não vou ficar agora blasfemando contra esta grande festa popular brasileira, única no mundo, que atrai gente e divisas de todos cantos, com o desfile das escolas do Rio sendo transmitido para mais de 100 países. Aproveito para colocar minhas leituras em dia e fico na minha, não invejo quem tem folego e disposição para pular quatro dias sem parar.  

Ao contrário, fico feliz em ver as pessoas se divertindo sem culpa, inventando suas fantasias, brincando com o destino, dando a volta por cima nas mazelas do cotidiano, nas mil e uma manifestações da mais genuína cultura popular nas diferentes regiões do país.

Morei por algum tempo na Alemanha, onde era correspondente do antigo Jornal do Brasil, e lá também fiz cobertura de Carnaval, se é que aquela festa cheia de ritos, formalidades e não-me-toques, sem graça e sem pecado, pode ter este nome _ e morria de saudades do Brasil.

Sou filho de imigrantes europeus que para cá vieram depois da Segunda Guerra, e foram eles que me ensinaram a amar este povo e este chão, com todos os seus problemas economicos e imensas desigualdades sociais, porque nunca foram tão felizes em nenhum outro dos muitos lugares em que viveram antes.

Já no final da vida, sem nenhuma vontade de voltar para a Europa, nem a passeio, minha mãe, filha de alemães nascida na antiga Checoslováquia, não perdia um desfile de escola de samba. Passava o Carnaval inteiro com a televisão ligada e um sorriso no rosto.


Foliões curtem o carnaval de Salvador/ Foto: A Tarde

    

64 thoughts on “Milhões nas ruas, nenhuma desgraça

  1. Kotscho, é um prazer ler seus textos, sempre impecáveis e elegantes.
    Lembrei-me de meus pais, também imigrantes, que sempre enalteceram o valor e a grandeza dessa terra abençoada.
    Meu pai dizia que era brasileiro e que jamais sairia daqui, apesar de ser libanês e ter passado quinze anos estudando e morando nos EUA.
    Um abraço!

  2. Ricardo, tudo bom?
    Gostaria que vc comentasse o polêmico editorial da Folha sobre a ditabranda brasileira. E vc, que conhece tão bem o jornal, dissesse o que achou dele ter chamado os professores Maria Victória Benevides e o Comparato de cínicos e mentirosos.
    bjs
    degoes

  3. O povo este ano estava nas ruas.

    Todos se voltaram para as ruas, foi a opção pela diversão, pelo livre.

    Até o Exmo Sr. Lula estava.

    E inúmeros estrangeiros estiveram lá no Rio, é claro, houve assaltos, mas a coisa
    já toma outro rumo. Assaltar turista já soa como algo covarde e imperdoável.

    E sempre recebemos a todos de braços abertos.
    Pode ser de qualquer lugar da Terra, de qualquer canto.

    Por isso nosso passaporte é tão cobiçado. Que cara tem um brasileiro ?
    O Brasil é a cara do mundo

    O brasileiro é a cara do universo. Pode ser um oriental, um tipo assim britânico ou um afro atarracado, ou longilíneo.

    Pode ser um tipo andino, ou dos pampas, um teuto, ou um indígena.
    um eslavo, ou aborígene ou um árabe, um indiano, um jamaicano, todo mundo.

    Em Varginha até os que não são da Terra.

    O brasileiro não tem um tipo, por isso todos se sentem bem aqui.

    Bem vindo mundo, este é o Brasil

  4. Só tem uma coisa de errada na sua crônica… é que o carnaval ainda não acabou. Pelo menos aqui em Recife e Olinda vai até domingo quando sai, pelas ruas do bairro de Água Fria o “Camburão da Alegria”, bloco dos policiais que trabalharam no carnaval, mas também são filhos de Deus e gostam de carnaval. Quem também gostar e quiser aproveitar, pode vir: ainda tem lugar para todo mundo.

  5. BELO TEXTO!

    Humano! Cheio de vida… A vida é bonita (Gonzaguinha)!

    O povo brasileiro ainda sabe viver…

    Não se pode perder a capacidade de inventar! A fantasia é necessária… Carnaval sempre!

    É a alegria lutando contra a formalidade. É a grande massa rompendo a escravidão do trabalho! Não se pode ter vergonha de ser feliz! Brincar faz parte do aprendizado da criança… É bom ser criança! Quem não quer ser criança novamente? Talvez os burocratas…

    Parabéns pelo texto… É humano e inteligente!

    Abraços.

    Lailton Araújo

  6. Caro Kotscho

    Como bem disseste aqui não houveram desgraças para que a nossa “midiazona” ou “midiota” pudesse estampar em suas manchetes. Houveram fatos sim que poderiam ser alardeados, tais como as ensurdecedoras vaias destinadas à dupla Serra / Kassab no sambódromo do Anhembi, as enchentes terríveis nas regiões periféricas de Sampa, o desastroso desgoverno da tucana Yeda Crusius no Rio Grande do Sul ( um sujeito foi “suicidado” lá em Brasilia e ninguém fala nada ), a cassação do Governador tucano na Paraíba, a promessa de fortes “emoções” com as prévias do PSDB, a descoberta de que o irmão daquele Edmar Moreira, dono de um castelo é cunhado da Miriam Leitão, que vive “urubuzando” a nossa economia, que aquela assessora do Serra e esposa do Arnaldo Jabor deu uma festa para o pessoal da direita aqui em São Paulo e onde sobrou confusões, enfim notícias não faltaram, mas faltou vergonha na cara da “midiota” panfletária, Queria ver se qualquer um desses fatos tivesse qualquer relação com o PT !!!
    Ah !!!, teve também um “caos aéreo” causado pela câmara deslizante da Globo lá na Marques de Sapucaí, mas não foi nada, só causou ferimentos e escoriações em seis pessoas.

    Enquanto isso depois de 18 anos sem a presença de um Presidente da Republica no Carnaval do Rio,( o ultimo foi o Itamar que tirou a “famosa” foto ao lado de uma modelo “calorenta” ), a voz de Neguinho da Beija-Flor ainda ecoa em nossos ouvidos:

    -” Olha O PRESIDENTE LULA aí gente….!!!!!”

    Seguida de aplausos delirantes de todos os presentes no desfile, claro, o Cesar Maia não é mais o prefeito do Rio e não pode pagar com dinheiro público àquela “claque” que vaiou o Lula na abertura do Pan.

    Como eu já disse antes, inspirado no Washington Olivetto:
    “SE A GENTE QUE É POMBO NÃO FALA…..NINGUÉM FALA !!!”

  7. Passei o carnaval no Rio. Maravilhoso!
    A Lapa trnasbordando de gente, alegre e feliz. Centenas de bandas e blocos pela cidade toda. Todo mundo na boa, curtindo muito. Pra combinar com a quarta-feira de cinzas volto pra cinzenta e neurótica são paulo.

  8. Ainda bem, mas quem pensa com responsabilidade e deseja um Brasil sem a criminalidade e a corrupção que são uns dos maiores do mundo e que servem de palco para os governantes e que tanto atinge a família brasileira e tanta desgraça nos traz, se o carnaval acabasse, seriamos o povo mais feliz do mundo.

  9. Ricardo,
    Concordo com Adriana: textos impecáveis e elegantes.
    É sempre uma alegria partilhar de sua sabedoria e
    sensibilidade, neste espaço.
    Abraço

  10. Lá vem as viúvas do Paulo Henrique Amorin e essa bobagem de PIG. Bem, Amorin como empregado de um bispo que lesa milhares de ingênuos e ignorantes cidadãos não tem moral para criticar nada, e nenhum órgão de comunicação. Houve violência sim no detestável e anti-higiênico carnaval baiano. Elitizado, segrega o povão cobrando caro por aquele tal de abadá, uma vergonha nacional. O carnaval das toscas Ivetiiisss..dos pobres chiletiiiisss e, como diz o magnífico maestro Júlio Medaglia, de um povo que acha que música é o que toca na Rede Globo e no rádio.

  11. Pois é Kotscho, fico sempre impressionada com a capacidade fantástica do povo brasileiro. Porque mesmo e apesar da(s) crise(s), da violência e do dinheiro curto, ele corre atrás da alegria e da fugaz felicidade destes dias “sem pecado”..

    Carnaval é tempo de liberar, de beijar, anestesiar as dores, as frustrações e brincar atrás do trio, nas escolas de samba, nos blocos, ou como gosto de fazer, curtir uma pousada numa praia do nordeste onde moro ..
    Afinal amanhã será outro dia, apesar da ressaca, dos cheques para cobrir … apesar do pig, dos cretinos corruptos… Salve o povo brasileiro, viva a vida e o ano que começa agora depois do carnaval rsrsrsrsrs!!! bjs..

  12. Ué Kotsho, primeiro você diz que “não aconteceu nenhuma tragédia, nenhuma desgraça, nada que rendesse uma manchete negativa, tão ao gosto dos nossos editores.”

    Depois, diz que percorreu o noticiário e a internet e nada “que rendesse matéria para o Balaio” e que o grande acontecimento é a falta de assunto.

    Quer dizer que sem uma notícia ruim você não faz matéria?

    Abraços

  13. Cara Denise.
    Se você comparar:
    China = 50 milhões de mortos pela ditadura comunista
    URSS = 30 milhões de mortos pela ditadura comunista (você sabe de onde vem a expressão ” Comunista come criançinha”? Isso é histórico, pois na era Stalin, milhões morreram de fome e frio (confisco da produção) e as crianças por serem mais frágeis morriam antes, sendo devoradas pelos que ficavam.
    Você sabe o que é Homolodor em Ucrâniano = morto pela fome
    Nessa época Lenin disse: A fome não só acabou com o Czar como acabou com a crença em Deus”
    Temos mais o Camboja, Coréia do Norte, Vietnã, Cuba, Europa Oriental (inclusive a Tchecoslováquia da progenitora do Kotscho) = 6 milhões de mortos pelos ditadores comunistas, assim diante dessa grandeza de número de pessoas assassinadas, talvez entenda o sentido da palavra ditabranda.
    E quanto aos que queriam transformar o Brasil num regime comunista, eles assassinaram umas duzentas pessoas (entre elas, simples pessoas do povo), então como você os chamaria?
    Vendo o pessoal da esquerda falar, tem-se a impressão que a Torre de Pisa está no prumo e o resto dos edificios é que estão inclinados.
    Pelo seu nome e por suas palavras, acredito ser bem jovem e não tem idéia do que se passou no Brasil a partir de 1964.
    Eu fazia faculdade e os enfrentei. A grande maioria era massa de manobra, instigada por anarquistas profissionais, boa parte treinada em Cuba e se você não aceitasse suas idèias, partiam para a intimidação em seu próprio campus. Mostravam aí sua verdadeira face numa agressividade e arrogância sem limites, pareciam os donos do mundo.
    Se você tiver oportunidade, veja uma fita daquele tempo e preste atenção no incitamento, nas palavras de ordem (ou de desordem), todas de cunho comunista.
    Quanto eles dizerem que começaram a luta contra uma ditadura é pura falácia. O povo se reuniu ( 1 milhão em SP e 1 milhão no RJ) e pediram a queda do então Presidente João Goulart. Em 63, através do Julião (lider camponês) e de outros lideres suburbanos a situação já estava se encaminhando para uma guerra civil. Os comunistas é que levaram o país ao regime militar, se assim não o fossê, iriamos para uma ditadura de esquerda. Aí eu queria ver se estavamos hoje aqui nesse blog !!!

  14. A única, é assistir o nosso desgovernado apedeuta empurrar aquela criatura sem a minima condição moral de governar o país para ser a candidata a presidencai do Brasil. Seria um castigo enorme termos após essa desgraça de governo petista outro desatino de termos uma terrorista abominável como mandatária de um país que já é visto como base do terrorismo internacional. Além de safadezas o terrorismo é muito !

  15. Olá Ricardo, tudo bom? Beleza de carnaval para a gente descansar, não é? Claro que deixei a tv ligada e numa das passadas estava lá o Barack Obama fazendo seu discurso ao vivo na Câmara dos Deputados. Ele falou de três coisas fundamentais: energia, saúde e educação. Aliás é só isso o que importa, vc não acha? Para um país se desenvolver é preciso investir pesado na educação, cuidar da saúde dos vivos contribuintes e claro cuidar das energias renováveis, brancas para saber que a terra precisa de cuidados e q o petróleo um dia pode acabar (última vez que li sobre o assunto era menos de 50 anos. Tomara que leve adiante este projeto. O Brasil sai na frente em energia, a saúde p a população a desejar e educação, precisamos de muito ainda… a notícia ruim é que aqui em sp, depois de tanta divulgação na imprensa do caso da pernambucana na suíça, o palco foi numa praça da zona sul, aconteceu mesmo um ataque de um grupo de skeenread à um jovem…gente é a tal educação, respeito pelo outro e sociabilidade que precisamos no mundo. estou na do frei Betto quando diz no seu livro “o amor fecunda o Universo” é preciso compaixão e amor, vontade para que nossa nave terra navegue no caminho da paz e prosperidade. abs, marilia
    ps. por favor me envie o tel do quartim de moraes, preciso falar com ele.

  16. Kotscho

    Deu VERMELHO em São Paulo com a Mocidade Alegre !!!
    Deu VERMELHO no Rio com o Salgueiro !!!

    Sinal dos tempos ?
    O que será que anda acontecendo no lado “Azul” que já tem como favas contadas desde há muito tempo o seu “presidente eleito” ?

    É o “Coração” e o “Tambor” batendo muito forte nessa imensa Avenida Brasil !!!!

    “Explode coração na maior felicidade….”

    “Meu coração é vermelho, Hei…Hei…”

  17. O carnaval já deixa saudades.
    Até agora foi tudo muito bem.
    Daqui em diante, no entanto, a vez do enorme problema.
    A PETROBRÁS.
    As coisas parece que não andam nada boas com a estatal.
    Muito funcionário, muita diretoria, salários altíssimos, acomodações de lideranças sindicais, e por aí vai.
    O Governo… deixando correr e correr, e o BNDS injetando
    dinheiro para o abafa.
    Um grande desafio para o Lula, não pela onda (que não é marola não) e não para 2010. O negócio mesmo é para o povo, é para o Brasil e assunto que merece ser colocado à discussão.

  18. Olá grande Ricardo!

    Boa tarde á todos!

    Realmente é bom não ler sobre tragédias. Saber que todos brincaram, se divertíram, e retornam agora á normalidade para enfrentar um ano que promete fortes emoções.
    Quanto aos comentários acima, incluíndo o do Sr João Alberto, eu não tenho muito conhecimento sobre a ditadura a não ser sobre o que me é contado, ou o que ficou registrado.
    Sei que como sempre os que vencem é que tem o privilégio de narrar os acontecimentos, portanto devem ainda ter muitas informações escondidas.
    O que eu poderia dizer sobre o comunísmo? Já que parece ser esse o foco dos comentários hoje!…Além do aspecto descríto pelo comentário acima, eu vejo como uma utopia que só serve para sustentar loucos no poder.
    Tem que ser mantído através da força, e violência, e é de uma diretríz brutal!

    O sonho é bonito, e até desejável, mas dificilmente podería ser mantído hoje em dia pelos motivos descritos acima.
    Já na democracía, quando plena, podemos partilhar dessas decisões de alguma forma, e isso ao menos nos tras a alegria de fazer parte do contexto social.
    Podemos cobrar, exigir, fiscalizar, e isso não tem preço.
    Quanto aos que lutam pelo que acreditam, e o fazem de forma honesta, correta eu admiro que cultivo respeito.
    Mas aqueles que buscam cultivar as massas apenas com intuito de angariarem mais poder, eu tenho minhas reservas.
    Grandes homens no mundo, começaram suas lutas sozinhos, e aos poucos e com muito sofrimento e força de vontade, conquistaram o poder, para logo em seguida demonstrar a que viéram…infelizmente nem todos estavam preparados para administrar a vitória, e dessa forma acabaram passando para a história de forma tão negativa.

    Acredito que a humanidade irá conquistar novos sistemas, novas habilidades com o passar dos anos.
    Cada vez mais a participação popular irá exigir isso.
    Assim é nosso caminho atravéz dos tempos. De clãs à reinados, de reinados à impérios, e destes para governos…
    Tirania sempre houve, mas está se extinguíndo por si só.
    Com o advento dessa maravilhosa ferramenta a internet, logo poderemos governar lado à lado com os nossos representantes, tendo muito mais facilidades em fiscalizá-los e se for necessário também puní-los.
    Imaginem se na China a internet fosse liberada! O país iría entrar em convulsão.
    Vemos agora na nossa visinha Venezuela, o poder sendo perigosamente constituído através da própria democracía. Chaves com a idéia de um socialísmo louco se utilíza de mecanísmos democráticos para conseguir se perpetuar no poder.
    Até diría que tudo bem, desde que os direitos fossem respeitados afinal ele pode não ser reeleito. Mas…e o que esta acontecendo com a oposição dele? Será que desfrutam essa liberdade para se expressar de forma contrária?

    Bem…não sou entendido nesse assunto…

    O importante é como voce disse Ricardo…
    Os sanguinários editores terão que esperar novas oportunidades para encherem suas páginas, pois essa festa foi só alegria mesmo.

    Abraço à todos..

    E VIVA O BRASILLLLLLLL!

    Robson de Oliveira

  19. Aos leitores,
    Alexandre G., das 17h03:
    Não entendi a lógica do teu comentário. Tanto faço matéria sem precisdar de notícia ruim _ e prefiro assim _ que escrevi este texto que você acabou de ler, mas parece que não entendeu…
    Robson, das 16h09:
    meu amigo, acidentes de trânsito acontecem todos os dias, todos os fins de semana, sendo ou não Carnaval.
    Abraços,
    Ricardo Kotscho

  20. O “zifio” João Alberto das 17h.12

    Voce além de ser um direitista perturbado é um grandissíssimo mentiroso !!!!

    Vamos aqui então desmascara-lo:

    1ª mentira: “..O povo se reuniu ( 1 milhão em SP e 1 milhão no RJ) e pediram a queda do então Presidente João Goular…”

    Só voce viu essa multidão em uma época em que São Paulo por exemplo tinha uma população em torno de 2 milhões de habitantes e o Rio um pouco menos, essas tuas “manifestações” reuniram portanto mais da metade de todo o povo dessas cidades, tenho certeza que até os presos e os enfermos, foram pra rua enfeitar o teu delírio.

    2ª Mentira: “..Eu fazia faculdade e os enfrentei. A grande maioria era massa de manobra, instigada por anarquistas profissionais, boa parte treinada em Cuba…”

    Se de fato voce enfrentou alguem como apregoa em teu comentario mentiros, como é que explica que os milhões de manifestantes do teu delírio anterior não vieram em tua defesa ?
    E se de fato enfrentou alguma coisa na tua vida chego a conclusão que voce sim era o terrorista e aprendiz de torturador pertencente àquela minoria denominada CCC.

    3ª Mentira (e a mais grotesca e absurda ) : “..E quanto aos que queriam transformar o Brasil num regime comunista, eles assassinaram umas duzentas pessoas (entre elas, simples pessoas do povo)…”

    É espantosa a tua podre imaginação pois não há registros desses assassinatos, que só voce diz que viu, em nenhum documento ou sequer na lembrança de ninguém.

    TE ACONSELHO A VOLTAR AO MÉDICO E TENTAR MUDAR A MARCA DO TEU REMÉDIO !!!
    TÁ TE DEIXANDO MALUCO !!!

  21. A Lógica deste Sr. João Alberto para justificar o Golpe Militar e a Ditadura implantada em 1964 (é exatamente assim que os historiadores se referem ao período chamado “anos de chumbo”) é a mesma lógica do estuprador que atribui à beleza e sensualidade de suas vítimas o “motivo” para serem estupradas.
    E, enquanto ele estava na faculdade sendo “intimidado” por seus “colegas” tão desarmados quanto ele, alguns brasileiros estavam sendo barbaramente torturados e mortos pelo governo fortemente armado exclusivamente porque discordavam dos ditadores que tomaram de assalto o país.
    Pois é Sr. João Alberto, tive a oportunidade de ver muitos filhinhos de papai (provavelmente iguais a você), que faziam parte de uma elite apoiada e que a apoiava a ditadura, dizerem a mesma coisa naquela época. Mas me orgulho de todas as marchas de braços dados com Teotônio Vilela, Marcos Freire, Roberto Freire (hoje do lado de lá) e Ulisses Guimarães pedindo a restauração da democracia. Guardo na lembrança, com orgulho, todas as fugas alucinadas pelas ruas de Recife tentando escapar de gás lacrimogêneo, Balas (nem sempre de borracha) e cães de guarda.
    Hoje, graças a muitas destas corajosas pessoas, não só você (que defende a ditadura militar de 1964) como todos os brasileiros, mesmo os que discordam do governo, podem expressar seus pensamentos, exatamente como dizia Voltaire na frase que, para mim, é um resumo do que é uma democracia: “Sou contra o que diz, mas lutarei até a morte pelo seu direito em dizer”.
    PS. Texto corrigido – Desculpem as falhas anteriores

  22. João Alberto 17:12
    Desculpa, meu nego, mas eu tenho que fazer esta comparação.
    Tu tá parecendo aquele viralatazinha, que derrepente apareceu, no desfile da Beija-flor.
    Rapais, acorda, muda o teu enredo, tu vai acabar se rebaixando pra segunda divisão.

  23. Veím !!!
    Tú tá ficando cada vez melhor nos teus posts. Quer assunto melhor do que este ? A alegria deste povo maravilhoso, que sentindo a segurança de estarem sendo bem governados, a cada ano, mais e mais, saem para a rua espressarem a sua alegria.

    Já ouvi uns cochiços por aí que a DILMA já beira os 18%.

    QUANTO RISO Ó QUANTA ALEGRIA…

  24. Estive recentemente de ferias no Rio de Janeiro e nao achei que o povo carioca seja menos neurotico que o paulista. A cidade em muitos lugares e horrivel e deteriorada.Fomos achacados em quase todos os lugares que paravamos pra conhecer, fomos roubados por dois hoteis, pessoas falando palavrao em alto e bom som em restaurante cheio de crianca. Achei um verdadeiro horror gastar dinheiro num lugar que nao se respeita o turista, as pessoas sao grosseiras, mal educadas pois nao tem preparo para lidar com quem vem de fora. A sorte dos cariocas é a paisagem que eles tem. Imagina se fosse cinzenta como Sao Paulo como voce diz.———- Roberto (das 14;42)—————quer um conselho muda de cidade ja!

  25. Nada contra o carnaval, mas pelo contrário. No carvaval há uma expressão cultural de uma gente. Na religião, há uma expressão de ignorância de uma gente. Por isso, o carnaval não contribui para o atrazo do Povo; enquanto que a Religão assim o faz. O grande mal do Brasil é que tem carnaval durante 4 dias ao ano e religião o ano todo. Pobre maioria do Povo Brasileiro para a qual é direcionada a mentira de que o cidadão Jesus Cristo que aqui viveu e desencarnou como qualquer homem é DEUS. O mesmo se diga em relação aos outros povos e mesmo com outras religiões. A guerra existe onde há fanatismo religioso. E para haver o fanatismo, basta existir a coisa. A humanidade precisaa de ciência e nunca de religião.

  26. O jornal da Famíglia Frias escancarou toda a sua postura autoritária, de viés fascista, ao insinuar que o governo bolivariano de Hugo Chaves seria pior do que a ditadura militar brasileira que prendeu, matou e torturou milhares de patriotas entre 1964-1984.
    O editorial chega a qualificar a ditadura brasileira de “ditabranda”.
    Como se sabe, o Grupo Folhas sempre esteve ligado aos setores mais reacionários da sociedade.
    Clamou pelo golpe militar de 64 para “combater o comunismo e a república sindical de Jango”; apoiou a setor “linha dura” dos generais golpistas; cedeu suas peruas para transportar os presos políticos à tortura; e foi o jornal de “maior tiragem do país”, não pela quantidade de exemplares, mas sim pelo número de tiras (policiais) na redação.
    Neste período sombrio,O Grupo Folhas também esteve envolvido em casos obscuros de corrupção, como o da antiga Rodoviária Júlio Prestes.
    A empresa prosperou nas masmorras da ditadura militar.

  27. Caro Ricardo, queria ter tido a sorte do Roberto (14:42h). Há pessoas que preferem no Carnaval fazer retiro, passear no interior, etc. Eu moro no interior mas, antes tivesse ido fazer retiro ou mesmo pular o Carnaval em qualquer lugar. Tive a grata surpresa de receber em minha casa 19 escorpiões amarelos (foram todos mortos), 1 ratazana, (também regiamente assassinada)1 sapão e outros bichos tipo lesma ou coisa assim. Uma violência. Apesar de todos os apelos (Saúde, Prefeitura, Vereador, ex-candidato, vizinho, o diabo), não houve uma manifestação; nem de solidariedade. E depois dizem que o Rio (ou São Paulo) é que é violento. Aqui não tem tiroteio, mas morre gente picada de peçonhento, porque às vezes até o soro anti-aracnídeo falta. Estou me mudando. No próximo Carnaval vou ver a escola passar; acho que corro menos riscos.

  28. Como os políticos podem ser tão sacanas com um povo alegre como nosso povo. O carnaval é a maior expressão de singularidade nacional. O carnaval é o povo brasileiro alegre, buscando pelo menos, nos quatro dias ser feliz.

  29. Às leitoras,
    Vera Ferreira, das 20h38:
    também matei alguns bichos lá na casa do sítio, entre eles uma aranha de meio palmo, mas não trocaria aquela paz do mato por carnaval nenhum do mundo. Cada coisa na vida tem seu tempo e tudo tem seus prós e contras. Espero que no próximo carnaval, em qualquer lugar, você encontre a felicidade.
    Silvana, das 20h09: se você tiver denúncias a fazer, desde que comprovadas e sem ofensas pessoais, pode publicar aqui mesmo contra quem quer que seja. Não sei se existe algum site especializado no assunto.
    Abraços,
    Ricardo Kotscho

  30. convocação de manifestação contra a fsp para o dia 7 sábado.

    denuncias contra Yeda , governadora do psdb,rg.

    vaias que serra e kassab tomaram no sambodromo.

    Lula é aplaudido e declara que não haverá risco de apagão elétrico.

  31. Acho mais é que nós não estamos querendo admitir que os problemas continuam por aí. As mortes nas estradas paulistas superaram as do ano passado.

  32. A história do Brasil,para muitos,prevalece a versão contada pelas Seleções do Riders Digest, ainda da década de 60/70, quando algumas pessoas faziam daquela publicação,fonte de conhecimento.Imaginem,que autores de romance e outro livros ,tinham sua edições condensadas!! O mesmo acontecia, com a matéria política: “O EUA,eram guardião da democracia no Vietnã e no Mundo”,O Brasil salvara-se a si mesmo!”, A Suécia ,pelo seu sistema social elevado possuía o maior índice de suicídios do mundo ocidental”. E por ,ai afora, o Departamento de Estado Americano,que patrocinava a publicação,difundia as maravilhas da democracia. Houve um “gap”,político nessa época. Esterilizou-se uma geração de possíveis líderes. Os que sobreviveram,são poucos,lhes resta, contar histórias, ou almejar cargos honoríficos. Este é um particular, que traz problemas recorrentes. Os líderes que faltam ,foram substituídos por oportunistas,que não tem compromisso nenhum ,com a história,e certamente com a sociedade. O mais destacado deles,veio de um extrato inesperado,operário industrial. Independentemente, do que pensem, Lula, é um fenômeno produzido pelo golpe de ´64. E como nenhum outro ,líder ou estadista,conseguiu exumar o preconceito social, subjacente na sociedade brasileira. Talvez ,nenhum outro tenha sofrido tantas agressões como ele.Basta ler as publicações das “quatro famílias”,e o método “martelo & bigorna”,em ação. Curiosamente,não conseguiram “cobrir ” a vaia, desejada, no camarote presidencial,mas omitiram as vaias à Serra e Kassab, no evento paulistano. Significa ,que , enquanto houver internet a verdade fica mais difícil de ocultar.

  33. Esta síndrome do cachorro louco, esta se tornando uma coisa muito séria. Tem portador que, não tendo mais o que falar do LULA, acham que as mortes nas estradas é culpa dele ! Pode ?

  34. Adorei sua matéria, não é só os Editores que adoram notícias ruins, é porque vende jornal. Não para mim e nem para você, mas para uma gente que adora ver o circo pegar fogo, e para continuar dizendo que “tá vendo, isso só acontece no Brasil”. É mesmo esse belo espetáculo de alegria nacional “Sé acontece no Brasil”.
    Muitos beijos, e viva o “Obama”.

  35. Caro Ricardo
    Ainda temos apologistas da ditadura, proveniente do golpe militar de 1º de abril de 64, batizada por alguns como revolução.

    Muitos, hoje, podem abrir a boca e falar livremente o que não tinham coragem de falar naquela época.

    Dentre os que lutaram para que pessoas como, com todo o respeito, o sr. João Alberto, (17:12 ), possam se manifestar livremente encontram-se o nosso presidente e sua sucesssora Dilma.

    As pessoas fazem questão de esquecer aquilo que se passa ou passou sob suas barbas, por conveniência.

    Vamos lembrar um fato recente, historicamente. Quando a Marta, um pouco antes do fim do seu governo, viajou para a Europa a cidade de São Paulosofreu uma inundação, só faltaram pendurá-la no tronco.

    Hoje, ou seja quarta feira, bem como em outros dias tem acontecido enchentes tão intensas ou mais que aquela época.

    Não vejo nenhuma critica ao governante de plantão. Até um lago se rompeu no Parque da Aclimação, por “culpa” da chuva, segundo ele. E a manutenção?

    Os meios de comunicação eram censurados.Hoje, boa parte, prefere se omitir ou será auto censura, por conveniência?

    Felizmente hoje podemos falar, temos a internet, temos o Balaio.
    Abraços

  36. Caro Enio.
    Você me lembra o pessoal daquela época, vociferando e agredindo quem fosse contra (aceitam a verdade, contanto que seja a verdade de vocês).
    Não sabes de nada, és um inocente útil, repetes tudo que tem colocaram na cabeça, não consegues ver nada além do umbigo.
    Ser chamado de mentiroso e ofendido por pessoas como você é uma honra.
    Por favor cresça, estude e conheça a história verdadeira, pois pelo jeito, você é daqueles que sabe xingar uma galinha com pelo menos 10 palavrões, mas ainda acredita que quem põe o ovo é o galo.
    Respondi porque sei que és um dos que vivem aparelhando a internet com muita intolerância e falta de educação, aliás peculiar a seu pessoal.

  37. No Rio, como em qualquer outra cidade, os turistas são bem vindos. Mas pessoas arrogantes não são bem recebidas em lugar nenhum, Dona Maria. Que é pra não voltarem. Quanto a sugestão dada, tenho uma melhor: se pessoas que se acham as donas desta terra, sairem de São Paulo, com certeza a cidade deixará de ser cinza e neurotica e eu terei prazer em viver em uma cidade verdadeiramente democratica.

  38. Na reunião com os diretores da EMBRAER ontem, o presidente Lula ouviu o que, certamente, jamais tenha ouvido em toda sua história de sindicalista. A empresa não tem culpa nenhuma no processo que culminou com a demissão dos funcionários e, mante-los, seria o que, na iniciativa privada se chama de ”Gestão temerária” que, pode ser traduzido para o popular de: DOIDURA.

    O ministro da Indústria e comércio que também participou da reunião, disse logo após;
    O governo descartou uma retaliação à empresa por meio da redução de financiamentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), apesar de ter anunciado que as linhas de financiamento do banco seriam condicionadas à manutenção e geração de empregos.

    Na sexta-feira, sindicalistas tentaram ser recebidos pelo presidente Lula em Brasília, mas não conseguiram. Eles queriam a interferência de Lula para reverter as demissões, utilizando como argumento os empréstimos concedidos pelo BNDES.

    Segundo o ministro, os empréstimos do BNDES no setor são feitos diretamente às empresas que compram os aviões da Embraer.

    Como se vê, os sindicalistas estão voando mais que os jatos da empresa. Eles estão simplesmente fora da realidade.
    Entendeu João Felício.
    Entendeu Paulinho.
    Entendeu CUT.
    Entendeu Força Sindical, conlutas e o que lá mais se apresente como ”representantes” dos trabalhadores.

    Já lá na Petrobras, não tem problema; nós pagamos a farra!!!

  39. Bela opinião!
    O Carnaval é a festa mais democrática do Brasil e deve ser celebrada, sim. É quando a faxineira, a recepcionista e a dona de casa brilham tanto quanto artista de novela. É a vez do pobre virar nobre. É compreensível que alguns não gostem do Carnaval, afinal, são tantos excessos que realmente assustam. Mas, no geral, essa é a festa do povo, e assim deve continuar.

  40. Caro João Band.
    A liberdade desses que voce tanto admira, é a mesma que impera até hoje em Cuba, onde a maior bloguista tem que recorrer a diversos caminhos e atalhos para conseguir que sua mensagem chegue ao mundo.
    Se você considera isso liberdade, o que será para voce então uma ditadura?
    Se estou falando com você e vice versa, foi justamente por impedirmos que a esquerda tomasse o poder naquela época e por favor, não insulte a inteligência dos brasileiros, pois o movimento esquerdista começou muito antes (com a coluna de Prestes e depois com a morte covarde dos soldados do Forte de Copacabana – morreram dormindo), ou seja, há tempos a esquerdopatia vinha tentando tomar o poder no Brasil.
    Assim como o Enio, você precisa se informar melhor, caro aparelhador.

  41. 26/02/2009 – 09:06

    Enviado por: Marisa Moretti

    Bela opinião!
    O Carnaval é a festa mais democrática do Brasil e deve ser celebrada, sim. É quando a faxineira, a recepcionista e a dona de casa brilham tanto quanto artista de novela. É a vez do pobre virar nobre.

    Ou seja, minha cara Marisa; TRATA-SE DE UM POTENTE ALUCINÓGINO. Dê uma olhada no noticiário dos dias anteriores e leia como é que funciona esta linda festa; os bastidores, patrocinadores e os ”donos” do pedaço. Leia, por favor, leia…

  42. Pois é João Alberto !
    Quase quinhentos anos a direita no poder, e mesmo assim, quando vocês eram os formadores , os donos das opiniões, não tiveram um governante com tamanha aceitação popular como o LULA.
    Acorda João Alberto, este teu sonho de ser o cavalo do Erasmo Dias, é totalmente irrealizável.
    Acorda, enfia a cabeça no vaso e dá uma boa descarga, tem sido muito eficiente para o teu caso.

  43. 26/02/2009 – 00:37

    Enviado por: João Band
    ”Vamos lembrar um fato recente, historicamente. Quando a Marta, um pouco antes do fim do seu governo, viajou para a Europa a cidade de São Paulosofreu uma inundação, só faltaram pendurá-la no tronco.”

    Ô João da Band. Você não pegou o espírito da coisa. O problema é que a Marta prometeu acabar com enchentes. Entendeu? Ela, como todo iluminado, dizia que a questão era de pura incompetência dos antecessores. Era fácil, só ”vontade política”. Não era. Não é e, nem será.
    Quem prometer resolver problema de inundação em São Paulo está mentindo. A não ser que se reconstrua os locais, aterrando-os acima do nível estático do Rio receptor de esgoto. Seria o mesmo que reconstruir a cidade.
    Quando construir seu cafofo, lembre-se, faça-o acima dos locais que foram atingidos pelas últimas inundações. O resto é palanquismo. E o povo acredita né?

  44. João Alberto

    Nem eu e nem o mundo inteiro terão o mínimo de respeito ou o menor sentimento de compaixão para com fascistas defensores de golpes militares e ditaduras de direita !!!!
    Quem me dera eu tivesse o poder de “aparelhar” a internet, só escrevo e comento aqui no Balaio do Kotscho e mais nada.

    Me informar melhor ? Com quem ? Com voce ?
    Voce que escreveu aqui que “um milhão” de pessoas saíram às ruas em São Paulo e no Rio em 64 para pedir o golpe militar ?
    Voce que escreveu aqui que militantes de esquerda assassinaram mais de 200 pessoas do povo?
    Eram esses “militantes assassinos da esquerda” por acaso quem detinham os canhões e a tortura como as suas armas na tentativa de fazer valer pela violência as sua “verdades” ?

    QUEM É O AGRESSOR AQUI ?

    Não dirigi nem um “palavrão” às tuas “galinhagens” pseudo intelectuais apresentadas aqui nos teus comentários absurdos e delirantes mas
    TE DIGO COM TODAS AS LETRAS:
    VOCE É UM MENTIROSO E UM FASCISTA CONFESSSO DA PIOR MARCA !!!!

  45. O período do Carnaval brasileiro pode ser considerado sombrio, já que alimenta o psiquismo da promiscuidade, da hiper sexualidade, dos vícios de drogas, álcool. Estimula a profanação no sentido próprio da palavra, gerando grandes ondas de alienação, futilidade, que abastecem a atmosfera extra-física da terra de um padrão que muitas vezes demora 6 meses para ser transmutado. Esse psiquismo promove um rebaixamento no padrão moral e espiritual do país, afetando todo o planeta. No plano espiritual, as zonas umbralinas são abastecidas com fluídos perniciosos, que dão vida a maldade e tornam os homens desavisados cobaias indefesas contra os ataques obsessivos de ordem espiritual. Em resumo, a energia do Carnaval alimenta o umbral, assim como nossos resíduos domésticos alimentam os esgotos e aterros sanitários. Assim como nossas orações purificam os ambientes, os fluidos densos do carnaval escurecem a aura do nosso país. As festas em geral são regadas a muita bebida, drogas e perversão, que contribuem para a formação de um ambiente desregrado espiritualmente, onde não gravitam fluídos sutis, tão pouco atitudes cristãs. Você pode ser uma pessoa do bem, fazer o bem, pagar suas contas, ajudar ao próximo, mas isso não faz de você um inocente. Se você se entrega a esse estilo de “viver a vida”, inegavelmente estará alimentando o psiquismo que dá força ao astral inferior, também conhecido como umbral.

  46. Chacina em São Joaquim do Monte deixa quatro mortos

    Vítimas seriam seguranças de uma fazenda ocupada por sem-terra que foram despejados pela Justiça

    Uma chacina em São Joaquim do Monte (a 137 quilômetros do Recife, no Agreste pernambucano) deixou quatro pessoas mortas. Segundo a polícia, as vítimas seriam seguranças da Fazenda São José, conhecida como Fazenda Consulta, que era ocupada por sem-terra.

    Ainda de acordo com a polícia, no último dia 19 foi dada a reintegração de terra ao dono da Fazenda, cujo nome não foi revelado, que teria contratado quatro homens para fazer a segurança do local, após a saída dos sem-terra.

    Na tarde deste sábado (21), os sem-terra voltaram ao local e, quando os seguranças foram tirar satisfação, aconteceram os assassinatos. Dois suspeitos de participar do crime foram detidos no local, os demais conseguiram fugir. Neste momento, as polícias Militar e Civil aguardam a chegada do Instituto de Criminalística.

    ——————————————————–

    Tentativa de arrastão faz motoristas voltarem na contramão da Dutra, no Rio

    Uma tentativa de arrastão assustou motoristas que trafegavam pela rodovia Presidente Dutra, já na chegada ao Rio de Janeiro, e fez com que alguns deles voltassem na contramão da pista, por volta das 17h deste sábado.

    ——————————————–

    Garçom morre espancado durante Carnaval de Salvador

    O garçom Walzenir Luís Borges, 28, espancado durante o Carnaval de Salvador, morreu na madrugada desta terça-feira no HGE (Hospital Geral do Estado).

    ——————————————–

    PRF prende 576 motoristas alcoolizados durante o Carnaval

    da Agência Brasil

    A PRF (Polícia Rodoviária Federal) realizou 14.129 testes de bafômetro durante os seis dias de Operação Carnaval. Foram aplicadas 862 multas a motoristas flagrados dirigindo alcoolizados da 0h da última sexta-feira (20) à meia-noite de ontem (25). Do total, 576 foram presos em flagrante.

    ——————————————–

    Carnaval na periferia termina com mais de 200 prisões em Salvador (BA)

    Um minicarnaval realizado na periferia de Salvador (BA) terminou com 213 foliões presos, de acordo com a Polícia Militar. A 18ª Companhia Independente da Polícia Militar informou que cerca de 60 mil pessoas participaram da festa, realizada no último final de semana, em Periperi –80% dos detidos se envolveram em brigas generalizadas.

    A festa, que contou com a presença de 413 policiais, foi organizada por duas associações.

    ———————————————–

  47. Olá, Ricardo, obrigada por me responder. Duas leitoras chamaram você de elegante e eu endosso: Você de fato é. A gente aprende a gostar de você porque chega a parecer que se está conversando frente a frente. Quando lhe escrevi sobre os peçonhentos, talvez nao tenho sido muito clara: Não falava da paz do interior porque já moro aqui há treze anos. Sou carioca, trabalhei 21 anos em Sampa e quando me aposentei comprei uma casa aqui. Nunca houve o que aconteceu agora. Azar ou descaso de autoridades da saúde? Quando disse que ninguém se manifestou, foi ninguém mesmo. Mandei e-mail, telefonei, gritei de pavor em ver aqueles bichos vivos querendo picar a gente(e matar, porque os amarelos sao venenonos), chorei desesperadamente, abandonada à própria sorte. Valeu pra alguma coisa: Os escorpiões continuam aparecendo (agora já são 21) mas já tenho uma técnica de extermínio. Quem sabe eu ganhe até algum dinheiro ensinando aos citadinos como eu? Sei que o socorro não virá de lugar nenhum. Deveria existir uma política de limpeza dos terrenos baldios, vistoria nas casas com pilhas imensas de tijolos de oito furos, possivelmente cheio deles (eu não juro) ou outra providênciia qualquer. Não adianta passar o fumacê – voce deve conhecer -, mas depois de 16 litros de sanitária, 2 tubos inteiros de inseticida, 4 vidros de butox e muitas vassouradas e gritos, qualquer um vai dispensar essa paz e vai morar no inferno, grudado no diabo. Beijo.

  48. Para João Alberto 10:20

    Você pode falar à vontade – ou escrever – o que quizer, agora você pode. Estamos em plena democracia de esquerda e no Brasil e não em Cuba.

  49. Para Luiz Ricardo 12:28
    O Alkimim, Geraldo para os íntimos, colocou placas ao longo do Tietê dizendo que não haveria mais enchentes em S. Paulo.
    Depois de uma chuva foi estampado em diversos jornais fotos onde se via uma dessas placas quase encoberta pelas águas em razão do transbordamente do Tietê. A obra já havia terminado.
    O resto, como você diz, é palanquismo.
    Quanto ao cafofo, vou seguir sua experiência.

  50. Que alegria…Não?

    Que contentamento!

    E quanta ilusão. (2)

    Enquanto isso o Congresso não trabalha, a saúde e a educação continuam um caos e apenas avançamos em volta do Trio Elétrico.

  51. Sr. Jornalista Kotscho. Eu, hoje raspando a linha dos oitenta anos, mas felizmente com saúde física e mental, incluindo nisto excelente memória geral, graças à Internet e a Jonalistas nela atuantes, é que mantenho meu prontuário da história diutruna em dia. E ti devo isto em alta escala. Em particular agora devo cumprimentar-te pelo senso de cavalheirismo para com a Sra. Dona Marisa Leticia-Sra. Presidente Lula. Quanto a quaisquer ilustres varões ou madamas nativos, que fulminem diatribes contra a nossa Primeira Dama, lembro frase ferina do saudoso Agripino Grieco, eles apenas soltam latidos, próprios de fraldiqueiros caninos.

  52. 27/02/2009 – 00:45

    Enviado por: João Band

    Para Luiz Ricardo 12:28
    ”O resto, como você diz, é palanquismo…
    Quanto ao cafofo, vou seguir sua experiência.”

    Ô João Band, obrigado pela deferência em ”seguir” meu conselho. Mas, não é minha experiência. Na verdade, desde que o mundo é mundo é assim; o terreno abaixo do nível estático é inundado quando este nível sobe, caso das enchentes.
    Presenciei enchente no Km 180 da rodovia transamazônica (a água invadiu a estrada mais de 1,5m no deserto, isto se deu porque o Tapajós subiu o nível. O km 180 era, até então inóspito e o Tapajós enganou os engenheiros e o levantamento aerofotogramétrico. Resultado; em vários lugares foi preciso ”levantar” aterros depois da obra pronta.
    Será que a Marta ou o Alkmim sabem disso? Acho que não.

  53. E eu recomendo os cometários, para que se constate que a grande maioria de quem leu, está contra o que Sakamoto escreveu.
    Alem do mais, o texto trás a ” lógica”, que pontifica:
    Como crime de poderosos nunca é considerado crime, agora tambem, para descontar ou por pirraça, o que o MST comete, tambem não pode ser crime! Só falta perguntar: “Que é que é isso companheiro?”
    de que

  54. Para Luiz Carlos 16:26
    O Tapajós não enganou ninguém. Essa enchente que você presenciou deve ter acontecido há mais de trinta anos. O que deve ter acontecido é que, por ser uma região, ainda hoje, de pouco interesse não havia, como pode acorrer até hoje é que não se tenha dados suficientes sobre os índices pluviométricos capazes de nortear qualquer obra de engenharia, principalmente estradas.
    Já em São Paulo, aqui sim, com toda a tecnologia, não somos capazes de dimensionar a vasão para um bueiro, não há interesse.
    Tanto a Marta como o Alkimim ou Kassab, com certeza, não sabem disso, por essa razão se assessoram de secretários e dos próprios servidores públicos.
    Quanto as inundações ao longo do Tietê/Pinheiros, é o mesmo caso do bueiro: não há interesse.
    Até.

  55. Quando ainda estava cursando fotografia, minha professora contou o porque de ter largado a profissão de fotografa para jornais.
    Quando aconteceu a tragédia do fokker 100 da TAM, ela correu para o local para fazer a cobertura.Durante a “sessão” ela viu alguns fotografos rindo, e um deles chegou a comentar:puxa vida, graças a deus que aconteceu isso, senão, ia ter que tirar meus filhos da escola particular, porque nao ia conseguir pagar mais a escola deeles.Isso chocou ao mesmo tempo que comoveu.ISto, é apenas uma amostra da industria dos jornais, tv, e rádio, que vivem de desgraça, como nosso amigo blogueiro citou no inicio de seu texto.
    tenho vergonha de ser brasileiro, e temo pela humanidade, porque Deus é justo.

  56. 28/02/2009 – 15:16

    Enviado por: João Band

    Para Luiz Carlos 16:26
    ”O Tapajós não enganou ninguém., principalmente estradas.
    Já em São Paulo, aqui sim, com toda a tecnologia, não somos capazes de dimensionar a vasão para um bueiro, não há interesse.”

    Ô João, ô João. Foi sim, foi há mais de trinta anos, mas foi feito estudos geográficos e meteorológicos. Havia uma empresa – a LASA- com um Bandeirante, equipado com instrumentos. E aquela região não é tão esquecida assim não.
    Bom, quanto aos bueiros dimensionados é importante lembrar que, um bairro abaixo do nível, será inundado com bueiros livres de qualquer dimensão. Aliás, quanto maior e mais limpo os bueiros, melhor ainda para inundações, nestas condições geográficas. Isso é primário João!!!
    Caro João, a propósito; quando ainda trabalhava fabriquei quatro máquinas de limpar bueiros para a empresa em que era empregado; Bucket Machine -máquina de caçamba- é o nome. Se vc souber de alguém que precise do projeto é só dá um toque. Tô aí, aposentado mas o projeto tá na cuca, vivo…Sou barato, sou pobre.
    Se o problema é só ”limpar” bueiros, tá resolvido.

  57. Essa matéria do Boaz ficou maravilhosa!!!!

    esse garoto vai longe, tenho certeza!!!!

    obrigada Sr. Ricardo pela atenção ofertada no seu blog!!!!

    Parabéns..

    Elizabete

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *