"Diretas-Já" na frente em semana difícil

"Diretas-Já" na frente em semana difícil

Esta foi certamente a semana mais difícil para o Balaio desde a sua entrada no ar, em setembro do ano passado.

Variados problemas técnicos, que me impediram de atualizar o blog, e tentativas de mudança no sistema de moderação causaram transtornos aos leitores e, por isso, começo este balanço semanal pedindo desculpas a todos.

O fato positivo, para mim, foi a grande quantidade de comentários enviados por jovens para o Especial Diretas-Já, publicado no domingo passado, dia em que o primeiro grande comício da campanha, na praça da Sé, completava 25 anos (nenhum outro blog jornalístico que eu tenha visto lembrou da data).

Estudantes que nem tinham nascido em 1984, o grande ano do processo de redemocratização do país, participaram ativamente do debate, enviando boa parte dos 337 comentários que tornaram a matéria a mais comentada na última semana.

Em segundo lugar, ficou o caso do italiano Cesare Battisti, acusado pelo governo italiano por quatro homocídios, a quem o governo brasileiro concedeu status de refugiado político, que recebeu 208 comentários.

Um texto sobre a brava luta pela vida do meu amigo José Alencar, o vice-presidente da República que se submeteu a uma cirurgia de mais de 17 horas de duração, recebeu 190 comentários, a imensa maioria com palavras de estímulo e solidariedade.

Por falar nisso, quero abrir um parênteses para elogiar a belíssima reportagem sobre a cirurgia de Alencar escrita pela colega Adriana Dias Lopes, na revista Veja desta semana.

Foi o melhor trabalho publicado sobre este delicado assunto em toda a imprensa brasileira, destacando o trabalho da equipe médica, com a descrição completa dos procedimentos durante a longa cirurgia. 

Como destaque negativo da semana, além dos problemas técnicos e de moderação, tivemos a volta de alguns mentecaptos, que tinham sumido do Balaio, e agora fizeram um verdadeiro passeio pelo Código Penal, cometendo crimes variados, de falsidade ideológica a acusações caluniosas.

Na medida do possível, excluí os dejetos que os cachorros loucos deixaram na área de comentários, mas me senti como se estivesse enxugando gelo.

Fizemos ume tentativa de mudar o sistema, represando os comentários até serem liberdados por mim, mas isso revoltou alguns leitores, pois impedia o diálogo entre eles _ uma das boas coisas do Balaio.

Claro que não se tratava de censura, mas, mesmo assim, diante da reação de bons parceiros/leitores do blog, voltei logo ao sistema anterior, que me permite excluir comentários ofensivos após a sua publicação.

Estamos estudando outras formas para fazer a moderação, garantindo a liberdade de todos e, ao mesmo tempo, adotando medidas para evitar que a internet se torne uma porta de banheiro _ um drama enfrentado por muitos colegas blogueiros.

Defendo, desde o começo, que todos os comentaristas se cadastrem e se identifiquem com seus nomes verdadeiros, recebendo uma senha para ter acesso ao blog, como alguns colegas meus de outros portais já fazem.

Tenho horror ao anonimato, uma covardia sem tamanho, que emporcalha este espaço democrático. Mais grave ainda é que agora alguns criminosos da net usam nomes de outros leitores para atacar fazer suas agressões. 

Confesso a vocês que já não sei mais o que fazer, pois perco mais tempo cercando estes loucos que querem entrar no Balaio do que apurando e escrevendo minhas matérias.

O que fazer? Se algum leitor tiver uma boa sugestão, por favor mande pra mim.

Apesar de todos estes problemas, mesmo passando um bom tempo fora do ar, impedindo a publicação de novos textos, o Balaio manteve a boa média das últimas semanas, com as matérias recebendo um número de comentários na casa de três dígitos.

Então vamos logo aos números, com os três assuntos mais comentados durante a semana no Balaio, na Folha e na Veja (as duas publicações impressas que também fazem este tipo de levantamento).

Balaio

Especial/ Diretas-Já 25 anos: 337

Caso Cesare Battisti: 208

José Alencar: 190

Folha

Caso Cesare Battisti: 96

Israel X Palestinos: 41

Crise: 22

Veja

Aborto: 103

Cartilhas do MST: 47

Caso Cesare Battisti: 44 

Em tempo: o post com o balanço da semana, que publico sempre aos domingos, hoje também entrou com atraso devido a novos problemas técnicos.

64 thoughts on “"Diretas-Já" na frente em semana difícil

  1. Esta é a primeira vez que tive acesso e conhecimento desse blog. Sou professor de química no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães em Irecê/Bahia.
    Tenho 47 anos e acompanhei o movimento das diretas já em Salvador, inclusive, participando de passeatas e correndo dos cachorros da polícia de Antonio Carlos Maglhães. Foi o movimento mais impressionante que já assisti e partricipei em toda a minha vida. Acredito ter participado da história do meu país. Parabéns pelo excelente artigo sobre esse assunto. É de jornalistas assim que precisamos.

  2. Caro Kotscho

    Eu já imaginava que esses “transtornos” não partiram da tua vontade, nesses tempos de “balaiadas” já deu para te conhecer.
    Voce sempre incentivou os nossos “debates” entre “doidos”, é claro que às vezes exageramos mas como voce mesmo diz, é esse o diferencial deste nosso grande “Balaio”.

    A minha sugestão: Criarmos uma espécie de “carrocinha” para nos livrarmos dos vira latas, eu me coloco à tua disposição para ser “laçador”. Como já disse aqui, só tenho medo de tres coisas na vida, Motos, pastor de igrejas de arrecadação monetária e comida estragada.

    E quanto à minha “tese” das encruzilhadas ?
    Ainda acho que isso tudo é “coisa feita” vinda lá de fora, não acha?

    um GRANDE abraço !!!

  3. Caro Enio,
    não achava, mas já começo a desconfiar…
    É muita urucubaca… Quando parecia que tudo estava indo bem, com os nossos leitores/comentaristas crescendo em número e qualidade, debates a cada dia melhores, de repente, sem aviso prévio, parece que abriram a porta do hospício, quer dizer, do canil…
    Vamos em frente que um dia a gente dá um jeito nisso. Nem que seja nas encruzilhadas…
    Abração,
    Ricardo Kotscho

  4. Kotscho, acho que a ideia de cadastramento com senha vai ser uma boa medida.
    Pelo menos dá pra “localizar” o comentarista, e assim evitar os “cachorros loucos”, com as devidas desculpas aos nossos amigos da raça canina…

  5. Caro Ricardo Kotscho

    É repugnante a forma como algumas pessoas expressam aquilo que lhes vai na alma refugiando-se através da utilização do nome de outras pessoas, bem como de “nicknames” ou ainda sob diversas formas dissimuladas com o intuito de atingir os seus “alvos”. O mesmo já aconteceu comigo, e creio, já tenha acontecido a outras pessoas, o ideal seria que este tipo de “comentadores” pautasse a sua forma de agir com verdade e transparência! , Mas isso creio eu, seria pedir demais…
    Temos, entretanto que nos atentar também para o fato de que há pessoas com nomes iguais, portanto pode algumas vezes tratar-se de coincidência.
    Aqui mesmo no balaio tem outra pessoa que comenta com o nome de Mauricio que é o meu nome de batismo, por isso mudei para Mauricio – Barretos para não gerar nenhum tipo de confusão, outro exemplo que posso citar é o caso da Sra. Norma,M, pois havia uma outra Sra. com nome de Norma.
    Não vejo como evitar os nick names.
    É preciso tolerar um ou outro nick-name, é preferível a usar nomes falsos ou de outras pessoas. Além do mais haverá pessoas que querendo dar a sua opinião, não querem mais tarde poder ser enxovalhadas por alguém menos educado que por aqui apareça.

    Há uma passagem de Bocage que ilustra bem sobre este episódio. “Senhores, o peido que aquela Senhora deu, não foi ela! Fui eu!”
    Ricardo… segue o teu caminho e reserva a tua preocupação e amizade aos teus amigos, os verdadeiros serão sempre teus amigos,
    Mexer mais às vezes é pior que esquecer…
    Mas a crítica nunca fez mal a ninguém antes pelo contrário. Boas polêmicas até são saudáveis
    Para terminar, llhe digo que,não serão estes tipos de “infelizes” que farão abalar a excelente qualidade do teu blog ou a amizade e respeito que nutrimos uns pelos outros.

    Abraços.

  6. Com o uso do apelido (“nickname”, em português) a internet é um espaço de denuncias que o medo da repressão do sistema normalmente intimidaria, com o uso do nome, reaparece o medo da repressão e, portanto, a intimidação. Dilema cruel! Verdade verdadeira é que no Brasil Império os politicos usavam os “capoeiras” para bagunçar os comícios dos adversários, na República Velha usavam os “jagunços” e, a partir da Dita cuja Militar, usavam os famosos “bate-pau”. Outra república, outros comicios, outros capoeiras. Essa claque que bagunça sites de outras convicções (ou visões de mundo) é a mesma claque que vai em terreiro para expulsar o “dimônio”, ou vai a sinagoga pichar suásticas. É um bando de gente sem namorada (como já dizia Drummond, por sinal) e sem amigos pra bater um papo sadio sobre idéias mais ou menos convergentes. Isso mesmo, mais ou menos convergentes. Todo mundo sabe que entre idéias totalmente divergentes o dialogo é 80% das vezes inprodutivo. Vai no “terreiro” dos outros procurar o quê? Confusão! Palmeirense gritando bobagem no meio da torcida do Corinthias… vai dar confusão, claro! Se as idéias são diametralmente opostas o negócio é respeitar – de longe. E esperar a hora do voto. Ponto. Todo mundo sabe disso. Por quê esses “manés” vem fazer “bate-pau” nesses sites libertários (e sadiamente divergentes em vários aspectos)? Porquê são pagos. Pa-gos! PHA, tu, Nassif, todo o campo libertário (socialistas, liberáis radicais, etc.) todo ele é objeto de bate-pau. Lugar de bate-pau é no ministério público, uma vez, duas, três, até a sociedade criar uma legislação que proteja a liberdade de pensamento de quem frequenta esta ou aquela ideologia, ou visão de mundo. Veja se um ser humano normal vai perder tempo enporcalhando site de alguem que tem outra religião? Só pago para eu ir procurar futrica num site neo-nazista! E olhe que eu tenho horror a nazista! Esse povo é pa-go. Liberdade de associação é lei petrea, liberdade de expressão é lei petrea. Cada um que vá exerce-la em seu canto no dia-a-dia e todos no mesmo canto, na hora e no dia da urna. Não é porque a praça das diretas já virou virtual que a lei ficou virtual. A República é nossa – também!

  7. Apóio a proposta do Kotscho, que nos cadastremos, como fazemos para acessar nossas caixas postais e muitos sites.
    Os “pit-bulls virtuais” são uma praga em todos os blogs de política e economia, nem dá vontade de escrever algo…

  8. Ricardo, desculpe insistir no assunto, mas estou realmente interessado em saber dos bastidores da “Campanha das Diretas”.Você poderia escrever sobre o processo de mudança do velho Frias, da Folha de São Paulo, de apoio a linha-dura militar à postura de amplo apoio às “Diretas”?Afinal, ninguém esperava que a empresa que apoiou diretamente a repressão (o “aparelhamento” da “Folha da Tarde” pela Polícia Política é fato fartamente documentado) fosse a única da “grande” imprensa que apoiou as “Diretas Já” quase desde o ínicio (o primeiro comício grande pelas Diretas foi aquele do PT, ainda em 83, na Praça Charles Miller).O Estadão publicou editoriais contra, e depois apoiou com reservas, e a televisão Globo boicotou até começar a perder credibilidade.Só deram o espaço devido às Diretas-Já no dia do “Comício de 1 milhão”, no Rio de Janeiro. Qualquer coisa, desculpe o incômodo.

  9. Caro Marcosomag,
    houve uma profunda mudança na política editorial da Folha, a partir do final dos anos 1970, comandada pelo jornalista Cláudio Abramo, que transformou o jornal em porta- voz da sociedade civil na luta pela redemocratização do país, com todo apoio de Octavio Frias de Oliveira. A história completa das Diretas-Já está contada no meu livro “Explode um Novo Brasil’, da Editora Brasiliense, como informei na matéria especial do dia 25.
    Abraços,
    Ricardo Kotscho

  10. Sou contra a identificação do comentarista. Isso vai trazer às páginas do Blog apenas comentários do puxa-sacos. O anônimo é quem de verdade espelha a realidade da notícia. Por exemplo, um anônimo tem a coragem de dizer que o Tarso genro é um imbecilóide a serviço do canalha Fidel Castro e do terrorismo sul-americano. Um internauta que teria de assinar seu comentário diria no máximo que o Tarso Genro é um puxa-saco do ditador mais safado das américas, depois do canalha do Bush, evidentemente.
    Deixe o internauta a vontade, porque fichar, se as fichas inibem a realidade?

  11. Ricardo, tambem opino pelo cadastramento. Particularmente sou favorável, no caso de comentários, ao uso do nome verdeiro, até pelo fato da comprovação histórica, compromissada ou de cidadania nas emissões.Não participo de todos seus assuntos, procuro fazê-lo sempre em ‘acrescimo’, se possível aditando conteúdo. Mas que é divertido e divergente seu polemicos leitores, isto é bem verdade. Abraços.

  12. Cidadão K, não são urucubacas os problemas técnicos, são apenas resultado, na prática, do primeiro princípio da lei de Murphy: “Se algo pode dar errado, vai dar errado.”

    Bom domingo, um abraço em todos e acho que mudei de idéia, o Dagoberto não cai dar certo com o Washington.

  13. Olha,

    Já foi dito aqui que eles têm o nosso IP e portanto qualquer um de nós pode ser rastreado e encontrado.
    Se colocarmos senha, o que eu acho bom, vamos medir nossas palavras e encontrar um novo vocabulário, posto que o nosso é tão pobre, numa lingua tão rica como o português.
    Ficar escrevendo o que dá na telha é coisa fraca. Temos que pensar, pesquisar, escrever, corrigir e aí postar.
    Não adianta escrever com raiva, com angústia, com medo ou com espírito crítico, devemos escrever o que sentimos em nossa alma, porém, aprendendo uns com os outros e cada vez mais postarmos coisas saudáveis e inteligentes.
    Não estaremos lambendo ninguém a não ser o nosso próprio ego quando ganharmos um elogiozinho aqui e ali, pois é bom sentirmos que outras pessoas gostam do que escrevemos !
    Como disse o Mauricio Barretos das 17:15 não queremos confusão ! Queremos um diálogo que fortaleça nossas idéias ou então que nos convença do contrário com fatos.
    Fora isso, por favor, barre.
    É tão legal discorrer sobre o dia-a-dia assim como também sobre coisas importantes que as vezes eu nem sei comentar, mas vou pesquisando e lendo o que meus amigos tem a mostrar e tiro minhas conclusões, fora as matérias maravilhosas do Ricardo K., claro !!!! ( puxa-saco que eu sou rsrsrsrsrs…)
    Quero discutir sim, mas discutir com quem gosta de mim e ter certeza de não levar ofensas.
    Obrigada a todos,
    Norma M.

  14. Boa noite senhores!

    Dando uma verificada, e percebendo que os comentários não rolam normalmente, fico sem saber se surgíram novos ou não.
    Neste exato momento são 20:45, e o último que estou vendo é do Enio das 15.42. Portanto só irei saber se exístem outros no exato momento em que este entrar.
    Caro Ricardo. Não estou triste com voce. Nem pense nisso. Mas o teu texto mesmo me esclareceu o suficiente para entender que voce só está tentando melhorar o baláio.
    Eu ví que até meu nome foi usado por aqui, mas nem cheguei á ver o comentário.
    Entendo a sua preocupação, e estou á disposição para ajudar no que for preciso. Mando aqui algumas ideias!
    1- Cadastramento…Ajudaremos na divulgação, e a coisa vai crescer mais saudável!
    2- Determinação ou sugestão de após quantos comentários poderíamos iniciar assuntos diversos. Sendo que continuam os comentários normais.
    3- Ajuda de algum profissional da área, ou racker para identificar os IP’s dos usuários CL
    4- Apoio jurídico para processos contra os mesmos, sendo que os mesmos sendo processados pagaríam as indenizações, e com elas cobrir os custos processuais, e caso sobre, para a possível festa anual.

    Bem…exístem outras alternatívas, mas acredito que possam ferir também o código civil.

    no mais…um abraço!

    Robson de Oliveira

  15. Como observou o Robson das 20:51, quando eu entro no blog, envio uma letra qualquer, no caso o “M”, só para aparecer os comentários mais recentes e eu poder ter um aidéia do que está rolando, caso contrário fico sempre com o meu útimo comentário.
    É coisa simples de solucionar junto ao pessoal do IG.
    Sem problemas. O sistema não está enviando atualizações…
    Mas a gente vai usando dessa maneira até a equipe técnica consertar.
    Abraços,
    Norma,M.

  16. Ricardo,
    Muito boa sua lembrança na semana passada sobre as Diretas, apesar da linda festa que foi o movimento das Diretas, como só tinha 3 anos de idade tenho o sentimento de grande derota… ao contrário dos que viveram o momento como você Ricardo, vejo hoje o movimento e vejo vários defeitos no movimento e a traição dos politicos com o povo brasileiro…
    E lembrar que o Sarney, lutou tanto contra e ganhou e depois foi o primeiro presidente depois da ditadura… acho muito triste e tenho esse sentimento de tristesa em relação as Diretas…
    O que você pensa sobre isso depois de 25 anos… foi uma grande derota ou a primeira mobiliçazão para uma vitória maior
    abraço

  17. Eu acho o seguinte:

    Para mim não importa se o sujeito escreve com o proprio nome ou com apelido, o que impota é saber o que ele escreve pois aprendi aqui mesmo que “nós somos aquilo que escrevemos”. Tem gente que gosta de ser chutado, ser humilhado, ser xingado e chamar ódio para si mesmo, fazer o que? cada um aqui que se expresse como queira, mas não se queixe ao ser contestado na mesma medida com que contesta. Se vier com educação e conteúdo, eu duvido que qualquer um daqui não haverá de respeita-lo e até mesmo admira-lo.
    Eu tenho aqui no Balaio, “adversários” ideológicos e de visão contraria de mundo, pelos quais nutro profundo respaito e admiração, chego a inveja-los pelo seu alto grau de sabedoria. Mas tem outros aqui que chegam com estupidez e transpirando ódio por todos os poros, afirmando a sua total falta de conteúdo e informação, (até mesmo de carater) que de imediato já o caracteriza como um perfeito imbecil. Para esses nem vale a pena, tempo e “gastar teclado” para responder ou revidar, pois se vem aqui para defender uma idéia e tenta faze-la valer desta forma, fica claro e evidente a fragilidade das suas teses e portanto a sua derrota antecipada.

    Deixe-os vir e se forem “fortes” que nos enfrentem, mas com a devida educação que só é esperada dos seres ditos humanos.
    “Cachorros loucos” tem como destino o sacrifício para que não contaminem o resto da cachorrada.

    É o que eu penso…

    P.S. Eu prefiro ser “EU MESMO”, transparente e sem medo de nada e de ninguem.

  18. Esqueci de dizer que ESTAMOS AQUI PARA NOS DIVERTIR, ou será que alguém pensa que com um simples comentario mudaremos o mundo?
    O mundo ou a vida só podem ser mudados com atitudes e lutas, com militancia para cada causa escolhida, com dedicação e participação na contrução de uma sociedade solidaria e cidadã.
    Para opinar com segurança sobre a política por exemplo, seria muito bom que participasse da política ou que a conhecesse mais de perto pelo menos .
    Quem faz a história são os que dela participam como atores e ativistas.
    Quem constrói uma Nação digna desse nome ou uma Pátria são os que vão a luta com fé, garra, coragem e determinação.

    Comentarista? ora, ora…. “comentarista” comenta.

  19. Prezado Kotscho
    tá virando rotina eu pedir licença pra sair do (balaio) assunto…mas…pelo que tenho notado,na minha humilde ( tô nem aí pra quem não gosta do termo ) observação,a “ tropa de choque” faz uma abrangência muito ostensiva,ao que se pode dizer CLs…já que se leva em conta críticas ao governo Lula ou mesmo,críticas que não está no agrado da tropa…enfim,faz sentido tal atitude…e lhes é de direito,mas,é claro que há algumas pessoas raivosas,que realmente praticam ataques de cólera…dá pra ( ler )ver que as pontas de seus dedos chegam a espumar…de tanta raiva,independente do assunto em questão…por expor ( comentar ) aqui no balaio,as minhas duras ( observações ) críticas ao que acredito…posso até ter a mesma opinião de outras pessoas,mas,não sou “maria vai com as outras”…e no entanto,eu já fui xingado aqui…até mesmo ( indiretamente ) ameaçado por alguns membros da tropa,e no entanto,momento algum revidei…”lhes dirigi” um : ( CLs ) ,ainda na maior cara de pau,fazem de meu comentário…dessa minha atitude,ser uma maquiavélica tentativa de causar discórdias .. ora,não sou desequilibrado,tenho 44 anos,portanto,idade suficiente pra não permitir,me passar por um papel de “muleque”…isso é coisa de desocupado na net !!! navego bastante pela net,mas,não vou perder meu tempo precioso,usando o ( balaio )blog pra ficar de cri cri cri,causando mal estar a pessoas que nem conheço…não tenho o menor talento pra isso…mas,enquanto o “crivo” do (blogueiro) balaio permitir,continuarei (comentando) participando ativamente,se pra criticar,vou criticar…se é pra elogiar,vou elogiar,claro,que sempre de maneira lúcida e equilibrada…já em tempo,não agrade algumas pessoas,nada poderei fazer…se não…deixar minhas sinceras desculpas…e nada mais ! bem…Kotscho,gostaria de dar alguns pitacos quanto a essa invasão raivosa …mas,não vou me atrever,será mais saudável a mim,eu garanto ! fui um dos primeiros a dizer que a moderação implantada,seria “uma mão na roda”…e ainda acredito assim,mas,pensava que você tivesse alguma colaboração,sendo assim,poderia lhe auxiliar…ainda que pequena e esporádica ajuda,mas,na frente do balaio,está somente você,e será totalmente impossível você conseguir fazer o balaio fluir,de maneira que atenda aos seus leitores com a devida dedicação,já que você não conseguiria ficar a frente do pc o dia inteiro por conta da moderação …o trabalho de criação e pesquisas,e com agravante : o “sinistro” que o balaio tá passando “ …e assim,retardar…envelhecer…o ápice dos comentários,que é a maneira de interagir entre os participantes . de início,todas mudanças causam desconforto e questionamentos,mas,sei que você saberá conduzir o balaio,da melhor maneira possível . e seja lá,quais forem essas mudanças,serão sempre por mim acatadas,e me esforçarei de uma maneira descomunal,pra que me enquadre conforme as mudanças . me resta torcer pra que tudo seja solucionado da melhor maneira possível,e continue a cada dia,proporcionando a nós os eleitores,a alegria e o orgulho de participar do balaio . a quem possa interessar : não tenho nada contra alguém aqui do balaio !
    abraços

  20. Ricardo, bom dia com muita alegria!!!!! ALEGRIA sim por saber que vcs estão providenciando cadastro e senha para garantir a boa participação neste debate democrático Eu tb tenho horror ao anonimato, à covardia e ao uso de outras pessoas para emporcalhar este espaço. Lugar de mentecaptos, de cachorros loucos, de agressores que acham que estão numa porta de wc é com os seus comparssas do mesmo naipe no seu ínfimo mundinho cão. E vamu que vamu, crescer nos digitos e na circulação de idéias, experiências, fatos, Práticas que transformam o Brasil e o mundo para melhor, para todos, e até para eles que nos agridem!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  21. Ainda bem que saiu.
    Cada absurdo que esses raivosos postam.
    Eu sei que já me despedí, mas estou escrevendo ( como disse) de outra forma.
    Procurando respeitar as novas regras.
    Só espero que tudo de certo, e possamos nos registrar com senhas.
    Daí então, quem sabe voltemos á ser aquela família.

    Robson

  22. Prezado Ricardo, Bom dia…

    Você solicita sugestões e, como “interneteiro” de primeira hora vou dizer o que penso sobre os desafios e oportunidades que a internet oferece.

    O primeiro grande desafio é imaginar que é possível replicar num espaço virtual as regras do espaço formal. Como você bem abordou anteriormente, o que fascina no virtual é a possibilidade da participação ativa, e em tempo real, do público que é HETEROGÊNEO. A implementação de regras muito rígidas – como senha de acesso – vai acabar com os aloprados mas, suspeito, vai transformar o blog em um “clube da esquina”. Se a intenção é essa, tudo bem…

    Eu apenas eliminaria as mensagens que contivessem ofensas pessoais e linguajar inapropriado. Infelizmente, numa sociedade moderna, os imbecis não são minoria e – fazer o que? – vão aparecer na exata proporção do sucesso do blog. A recomendação é deixá-los falando sozinhos.

    Abraços, Ricardo e ótima semana a todos.

    PS – Adorei o post sobre o tal do Jaques… Aposentado, dentro de casa, é visto, pelo resto da família, como um alvo fixo…

  23. Não tem jeito Ricardo, voce pode ficar com raiva dos cachorros loucos mas internet é assim e ponto final. O que voce tem que fazer é censurar termos que ofendam e pode resultar em algum processo. Como voce pode ser contra que uma pessoa revoltada com esses políticos não dê uma xingadinha? É muito bom, a internet proporcionou isso. As vezes estamos revoltados mesmo e escrevemos coisas mais ácidas.

  24. Bom dia Ricardo!

    Outra sugestão nos próximos dias, seríam os assuntos mais amenos, e que não causem tantas polêmicas.
    Talvez algum repeteco. O mundo está ficando de pernas para o ar, só tem tragédia, críses, e loucuras.
    No meu caso específico, estou com as atividades paralizadas devído ao tempo.
    Mas vejo que os ânimos estão exaltados de todos os lados.
    Nada como algum texto mais leve, menos politizado, e de grandes lições de vida.

    Abraços

    Robson

  25. È fácil:
    Manten-se o Balaio do Kotsho, com cadastramento e senhas, e nêle coloca-se um link, para uma sucursal com o nome de “Balai de Gatos”, iaí o vagabundo pode fazer o que quizer, inclusive passar a mão, ou meter o pé na bunda, dos dos Balaieiros oficiais..
    É por aí…

  26. Kotscho o mau não merece comentario,pois só traz resultados desagradáveis.
    Qualquer palavra produz vibrações,que atraem vibrações semelhantes.
    Acho que não devemos se nivelar a esses malucos,usando termos improprios e anedotas pesadas.
    Mas tambem acho que não devemos parar ou modificar nosso blog,só para obedecer os cachorros loucos.Talvez seja isto que eles querem.

  27. …como, o portal IG, vai se tornar o portal mais acessado no planeta, espero que me mandem a remuneração pela idéia, pois, o cardápio aqui em casa, só tem duas variações: arroz com feijão e ovo, ou feijão com arroz e ovo. No domingo a gente compra um bife, e realiza um bingo, antes do almoço, pra ver quem vai come-lo, faz cinco domimgos que não ganho uma.

  28. Olá Kotscho,
    aqui neste Blog tem feras da Web, certamente. Gente que entende muito do negócio e que pode se manifestar dando idéias. De vez em quando, no Blog do Nassif, entra um destes caras dando idéia ou comentando tecnicamente algo. Chego a ficar com inveja. Peça ajuda a estes caras. Tente falar com eles fora aqui do Blog, via algum e-mail, sei lá!

    Opinião minha:
    tem que acabar com este negócio de anonimato.
    Se o cara quer ficar na moita que escolha um Blog Moita!
    Se amanhã vc me disser que para trafegar neste blog será preciso preencher um campo com RG e CPF eu faço. Para mim a Web tem que ser transparente.
    Se não concordo com o Post lasco “o verbo” e pronto. Pq devo enrustir meu pensamento. O email meu que vc tem aí é verdadeiro. É o mesmo que uso no Mino, no Nassif, no Mello e outros blogs.

    O cara pode até ter um codinome. Sem problemas. Mas lá no “registrinho” deve estar sua identificação correta. Claro, que tem gente que vai alegar o motivo segurança… “pô vou passar todos os meus dados confidenciais para o Kotscho, pro Nassif…E se amanhã algum hacker entrar no sistema e arrebatar as informações?”…

    Bom aí, a conversa é mais longa né… Não é possível que não tenha solução e que esta verdadeira bandalheira na Web tenha que persistir.

    Se falei bobagens, me perdoem. abs

  29. ROBERTO FREIRE RECEBE “JETONS” DA PREFEITURA DE SP

    O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), tem despesa de até R$ 4,17 milhões ao ano com jeton de integrantes dos conselhos de administração das empresas da Prefeitura. Hoje em R$ 6 mil mensais, a remuneração teve dois aumentos na gestão passada: o primeiro foi em 2005, com José Serra (PSDB), de quem Kassab era vice; o último foi há pouco menos de dois anos. O mesmo ocorreu com o total de conselheiros, que hoje chega a 58 – eram 48 no início do governo passado. Os jetons têm sido usados para ?turbinar? o salário de secretários – que gira em torno de R$ 5 mil.

    As informações sobre os integrantes dos conselhos foram levantadas com auxílio de funcionários das empresas municipais. Das seis empresas municipais – Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), Companhia Metropolitana de Habitação (Cohab), Empresa Municipal de Urbanização (Emurb), Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Município (Prodam), São Paulo Transportes (SPTrans) e São Paulo Turismo (SPTuris) -, apenas o conselho da Cohab tem oito pessoas. Os demais têm 10 integrantes há pelo menos dois anos.

    Responsáveis por estabelecer diretrizes das empresas, os conselhos fazem, em média, uma reunião por mês, segundo integrantes. Em muitos casos, os conselheiros são nomeados pelo prefeito. São, em boa parte, integrantes do primeiro ou segundo escalões do governo. Dos 58 nomes apurados pela reportagem, 15 são secretários municipais – ao todo, o governo paulistano conta com 27 secretarias. Destes, oito estão lotados em dois conselhos e, por isso, têm direito a R$ 12 mil por mês em jetons, além do salário. A soma – R$ 17 mil – supera, inclusive, o salário do próprio prefeito: R$ 12,3 mil brutos.

    Roberto Freire recebe recebe jeton embora nunca ter residido em São Paulo

    O vereador do PT José Américo disse em seu blog que, o ex-deputado federal e atual presidente nacional do PPS, Roberto Freire, embora não resida em São Paulo – ele é de Recife –, Freire participa dos conselhos daquelas duas empresas, recebendo por isso R$ 12 mil. “Fiquei particularmente indignado com o seu caso. Afinal, Roberto Freire tem se empenhado na defesa da moralidade pública em nosso país e, por esta razão, o seu comportamento deveria ser exemplar no campo da ética”.

    Alguém imagina que Roberto Freire disponha de conhecimentos técnicos comprovados nas áreas de atuação da EMURB, que cuida das obras de urbanização da cidade? Ou da SPTurismo, responsável pelo desenvolvimento do turismo e da organização de eventos, como Carnaval?

    O PPS de Roberto Freire, apoiou Kassab, em troca, o prefeito deu uma subprefeitura para Soninha (PPS), do partido de Freire.

    FONTE: http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com/

  30. Pessoal: imagina o que rola nestes comentários. Pro Kotscho chamar esta turma de “cachorros loucos” é pq o bicho pega. Imagina o tempo para selecionar estes comentários. Imagina o que não rola de racismo?

    Putz, tem que ter muito tempo e paciência.

  31. Olá Kotscho e amigos e amigas do Blog. Deve ser uma tarefa complexa fazer a moderação do blog. Sugiro algo, não sei se é viável técnicamente, mas me parece mais democrático. Pelo menos tira o slogan “censura” do blog. A minha proposta é que qualquer comentário postado possa ser excluído por voto direto dos que acessam ao blog. Um número x de pessoas que sentirem-se ofendidas ou acharem que o comentário só está ocupando o espaço podem excluir o comentário. Assim o seu público decidiria que comentários deveriam continuar expostos. Chegou num número x de pedidos para exclusão e o mecanismo do blog automaticamente deletava o comentário.

    Waldemar Garcia Carvalho Jr.
    S. Paulo, SP

  32. Aos leitores
    Waldemar, Alex, Bento, Robson, Givago, Everaldo, Gelson e demais que enviaram sugestões para resolver o problema da moderação de comentários.
    Agradeço a todos e vou levá-las para uma reunião que terei hoje à tarde com colegas do portal da área de informática para ver o que podemos fazer.
    Estou muito preocupado com isso porque não busco audiência no blog a qualquer preço.
    É preciso encontrar uma forma para que cada um seja responsável pelo que escreve neste espaço público.
    Não podemos permitir que seja utilizado para campanhas a favor ou contra quem quer que seja, mas para debates civilizados, com respeito às divergências.
    É inadmissível que se continue utilizando nomes ou apelidos de outros leitores para ofender e caluniar terceiros.
    Um abraço a todos,
    Ricardo Kotscho

  33. Oi Kotscho! Oi Balaieiros!

    Opiniões diversas apenas enriquecem o debate e a gente aprende muito com eles também. O problema são essas pessoas que entram aqui com o único objetivo de desqualificar os outros, ofender, chocar. É uma agressão gratuita de quem não tem argmento suficiente para fazer valer sua opinião; e até de que nem tem opinião a emitir, mas quer chamar atenção através do grotesco. Dá vergonha de ver esse tipo de coisa, mas fazer o que, eles estão por toda parte. O problema é que isso compromete a qualidade do espaço e a moderação começa a ser necessária e muito trabalhosa. Mas saibam que tem muita gente interessada em acabar com essa sintonia boa que temos aqui no Balaio, tanto entre os visitantes como com o Kotscho. Muitos jornalistas espírito de porco adorariam acabar com esse ambiente tão propício à reflexão, a liberdade a à amizade por pura inveja, uma vez que não conseguem ser tão bons pra chegar a esse nível.

    Agora, uma sugestão, fazer o que…
    Eu não sou muito a favor de cadastramento porque não é algo tão prático quanto apenas clicar no link e escrever, mas diante da situação e da ameaça que o Balaio sofre, uma vez que sua qualidade fica comprometida pelas ações de tipos infelizes como temos visto, vale a pena o caminho. Por que você não usa um sistema como o do Comunique-se? Lá, pra poder comentar, é preciso preencher um cadastro completo. Você só faz isso uma vez, mas quando acessar uma notícia e quiser comentá-la, tem de entrar com seu nick e senha, aí sim. Já no nick você já vê o nome da pessoa, o meio em que trabalha e até a foto, quando a pessoa quer colocar, etc. Nem precisa ser tão extenso assim, mas que seja o suficiente para selecionar leitores.
    Só sugestão…

    Beijos pra vocês e boa a todos nós!

  34. Olha gente, a “Aliz” das 12h54 não sou eu, tá?

    Provavelmente alguém que não tem nome, nem identidade, nem personalidade, nem capacidade para defender suas opiniões sem precisar roubar o nome dos outros. Esse é um ladrão de nicks digno de dó!

  35. O chamados “cachorros-loucos”, continuaram a ladrar e a sua cravana há de continuar a trilhar o mesmo detino: A VERDADE DOS POUCOS! Só que também é a minha verdade!

    Não gosto de quem faz do BALAIO um “chat pessoal”.
    Quem não tiver amadurecimento, que não participe.
    Existe uma definição de democracia que, prefiro não repetir. Soa muito stalinista.

    Abraço Ricardo,

    GILBERTO

  36. ONU; Bom dia caro colega e eu em meus comentários não costumo apalpar nem este e nem aquele, e creio que assim deveria ser a lei! Mas veja vc; antes de votarem a lei seca foi liberada a venda de bebidas em rodovias, com certeza alguém ganhou alguma coisa por baixo do pano das fabricas de bebidas para votar esta liberação: então já esta errado; e porque eu acho errado? É que esta lei hora molhada hora seca só servi para confundir e arrecadar, e a meu ver não estão preocupados em nos dar segurança! E para comprovar eu vou lhe recordar que a poucos dias o ministro do Lula estava ensinando o povo a fazer caipirinha, metade do país viu esta reportagem! E porque ele fazia propaganda? Pelo fato de ter muitos po0liticos investindo na plantação de cana! Entende é tudo um jogo de interesse e esqueça que algum político trabalhe pelo povo, se trabalhasse visando o bem comum não suportaria calado tanta mentira e patifaria!

  37. Quanta futilidade desta pessoa que não tem coragem e insiste em comentar e assinar com o nome de outros.

    Essa pessoa deve se sentir o máximo quanto faz tais comentários como se fosse o tal, cada vêz que clica o enviar é como se tivesse um orgasmo, Não sei também por qual lado ele gosta de sentir prazer, se é que ainda a tem, mas quando se dirige com sua imbelicidade ao seu algoz é como se chegasse ao êxtase sexual.

    É o tipo de pessoa que quando passa na rua o visinho vira o rosto para não ter que cumprimenta-lo, quanto chega no trabalho, os colégas dis: lá vem o chato.

    Meu coléga, esse espaço é um lugar que a gente troca ideias, constroi amigos, debate e passa tempo com algo salutar. Porque não faz o mesmo? Vai ver que sera bom pra você!

    Não é possivel que isso que você faz, te de algum tipo de satisfação.

    Acho até que você pode continuar usando apelido, mas que seja próprio, com sentido e não vulgar como faz.

  38. Bom meus caros. Eu havía saído, mas diante da situação tenho que voltar.

    Não vou me direcionar á nenhum nick em especial, até porque uma mesma pessoa pode estar por tras dando á entender que se trata de muitos.
    Pois bem. Caso já tenham me conhecido aqui, sabem que sou apartidário. Não gosto de nenhum político, voto nulo, e não acredito em nossa pseudo-democracía.
    Também não sou admirador da figura do presidente, do qual só conheço o que a mídia (contra ou a favor) publica.
    Aí está a questão:
    Estou fazendo uma pesquisa e escreví recentemente para um certo diretor de uma das inúmeras publicações sobre a tão falada fortuna do presidente. Essa fortuna estaría publicada na Forbes.
    Pois bem…até agora vários dias se passaram e não obtive resposta.
    Fiquei pensando! Se exíste realmente uma publicação assim, é muito fácil. Basta a oposição encaminhar uma investigação em cima da fonte, e pronto.
    Não entendo o por que de todos esses ataques.
    Vejo aqui o desperdício de umas pessoas que escrevem muito…mas muito bem mesmo, e utilízam esse espaço para infernizar outras pessoas.
    A troco de QUÊ? Com finalidade de QUE?
    Eu passei o ano de 2008 segurando as pontas com minha pequena indústria. Chinguei o governo, protestei quanto ás taxas de juros, paguei impostos exorbitantes, fui lezado por diversos clientes, dediquei e estou dedicando a maior parte do meu tempo atual em acertar minhas dívidas com a união, o estado, e o município, além de fornecedores, ex funcionários, e agiotas.
    Alguns parceiros caíram, outros sumiram, até um se matou.
    Nesses exatos últimos oito anos tenho tentado fazer malabarísmos para manter o nome limpo. PERDÍ.
    Tenho todos os motívos para chegar aqui e decer o cacete em todos os laboriósos apreciadores do governo.
    Mas o que eu ganharía com isso? E pra que eu faría isso?
    Para criar mais brigas, mais confusão, e ainda receber mais sentimentos negatívos?
    De repente alguem chega aqui e diz…OLHA saiu na forbes que o dr`Protógenes passou a ter uma colocação ótima nas fortunas.
    Devído ao seu trabalho na pol[icia, e mais os ganhos como palestrante, ele comprou uma fazenda, uma mansão, e duas ferraris. E daí?
    Eu vou acreditar? Vou espalhar? Vou me descabelar?

    Eu admiro o sr Protógenes, e procuro seguir o exemplo daqueles que eu admiro. Sejam quais forem seus times de futebol, ou partidos políticos, ou preferência sexuais, ou religião.
    Eu sigo o exemplo daqueles que são comedidos, cientes que tem de uma visão sem exageros de uma realidade propria, e não imposta pela mídia partidária.
    Eu não paro. Sou dinãmico. Busco todos os dias alguma saída, alguma forma de driblar as próximas 24 horas. Sem lesar ninguém, sem enganar, sem levantar falsos protestos, nem calúnias, nem ajudar a propagar denúncias infundadas.

    Eu sei que muitos estão revoltados. Impacientes, Boquiabertos com a atual situação.
    Existem tres tipos de indivíduos em uma jangada que vai pela correnteza em direção á cachoeira.
    Um se levanta e se descabela, agride os outros culpando todo mundo.
    Outro assiste resignado, e estático no seu conformísmo, e inerte tornando-se completamente inútil.
    Finalmente temos aquele que busca uma saída até o fim. Não entrega os pontos, pensa…pensa…analisa…e acaba encontrando uma maneira de sair do problema.

    Precisamos ser fortes. Olhar pra frente e ver que a crise independentemente de quem a tenha criado,ou onde se originou exíste e está sendo sentída.
    Pessoas no mundo inteiro e aqui também estão perdendo suas ocupações, mas a maioría não deixa perder a sua DIGNIDADE.
    Todos estamos tensos…Todos estamos preocupados…Todos estamos na mesma jangada.
    Ficar em eternas discussões improdutívas, ou simplismente provocatívas, só vai colaborar para piorar o quadro.

    Se eu for a falência…e me ver obrigado á conseguir outros meios de subsistência, saberei fazer isso com DIGNIDADE.
    Assim como o homem que também admiro.
    Foi expulso da corporação de forma vil, mas manteve-se firme, com postura de homem inteligente. Com atitudes dígnas de serem apreciadas e seguidas.
    Sem arrancar os cabelos, sem agredir todo mundo que pensa diferente ao seu redor.
    Apenas utilizando-se de ARGUMENTOS racionáis.

    A chama dessa histería propagada pela imprensa, só serve para causar mais danos. Para elevar a grandes posições , jornalístas pouco preocupados com a verdade, e mais interessados em gerar polêmicas que os ajudem a galgar os degráus na fama.
    Vejam o exemplo de um grande amigo nosso, que tenho conversado bastante. O nosso querído Enrique Andres…Sua história está postada aqui como o empresário que virou motoboy.

    Tenho vísto tanta alegria em seus textos…podem procurar aqui mesmo lá atras.

    Ele tentou, não conseguiu, levantou e segue em frente.

    Pra que perder tempo e gastar o fígado cultivando mais inimigos do que amigos?

    Aqui temos um espaço de comentários, e debates.
    Podería nem existír…mas exíste.
    Ainda temos isso…diferente de alguns países onde nem isso tem.

    No entanto exístem ainda outros milhares de pontos como esse espalhados pela internet.
    Se alguém tem uma denúncia grave realmente…encaminhe á um advogado…ao ministério público…á qualquer lugar onde essa denúncia possa ser verdadeiramente útil.
    Mas ficar AQUI fazendo isso?
    O que podemos fazer?

    Eu peço que o sr Maurício Barretos meu amigo aqui, nos oriente nesse sentído…

    Mas ficar se mostrando…ou melhor se escondendo, e deixando todos nervosos com certeza vai somente criar climas desagradáveis.

    A crise chegou mas vai passar. Tantas já passaram, e muitas deixaram um rastro de sangue, morte, e destruição…isso faz sentido?
    Por isso eu digo minha amiga Aliz…o mundo com certeza é das mulheres.
    E ohem…vou confessar uma coisa. Eu estive observando muitos comentários aqui, e de acordo com os que o professaram, e contrapondo os argumentos dos outros contrários, eu digo que se nesse país for finalmente instituído o voto-facultatívo, com certeza meu candidato será do Partído dos Trabalhadores.

    Obrigado a todos e não me desculpem pela lonjura!

    Robson de Oliveira

  39. Ricardo, boa tarde!

    É com pesar de um assíduo participante que me dirijo a você, que nada tem a ver com a estupidez alheia, mas porque infelizmente o balaio está sendo invadido não só pelos CL,e os VR (Velho retardado como eu!) mas por sêres alienígenas que querem boicotar tua obra prima!

    Ao ponto Ricardo de um dos meninos que mais admiro por aqui me segredar e depois dizer abertamente que vai se mandar daqui por causa deste idiotas, eu nem ligo, sou como juiz de futebol, tenho duas mães, pode descer a lenha que não afino prá vagabundo nenhum, nem o Enio, nem Você , o Simei, o Mauricio, o Luiz,enfim, balaieiro m pode sematar nas divergências mas nunca agente desrespeita ninguém!

    Mas como nem todo mundo é assim, então eu peço a você em nome daqueles que não querem reclamar, por serem educados e cortezes, para que o IG ou você veja lá o que pode ser feito, pra dar um pé no trazeiro destes imbecís e covardes, que estão achando que podem quebrar o nosso ritmo!

    Se acaso forem homens e tiverem vergonha em suas caras, que se identifiquem adequadamente, e se tiverem algum pensamento contrário ao de um dos participantes, que se manifestem como homens e democraticamente !

    Eu , e a maioria dos Véios, daqui, pensamos que assim como você mesmo disse ninguém precisa ser igual, nem pensar igual, mas o balaio é uma família e quando um burro fala o outro abaixa a orelha e escuta, se estiver errado se manifeste educadamente. achou ruim mete bromca, mas enrustidos aqui não se hospeda, mole não!

    Lamento profundamente por você e hoje principalmente pelo Robinho, mexeu com ele ? Mexeu comigo!

    Então aos canalhas que se escondem taí o recado: Vai baixar em outra freguesia!

    Ricardo, desculpe ! mas estes elementos estão deturpando, e merecem um pé!

    Abraços fraternos

    Manoel Ferrira

  40. Realmente Ricardo…voce tem razão!
    Não há como não moderar. Esse infeliz está usando os comentários do ultimo segundo para encher o local.
    Está usando depoimentos de pessoas que nem sequer sabem que estão sendo usadas.
    Muitas com e-mail aqui postadas contra a vontade.
    Se isso não é crime, eu não sei realmente o que pode mais ser.

    Como eu gostaría ( não estou dizendo no sentído de vingança) mas de ver justamente esse responsável…ou melhor írresponsável sentado diante de um juís!

    Quería ver o sorriso dele enquanto ouvía a sentença de trabalhos assistenciais, e multas á pagar.
    Talvez fosse até mais gratificante do que ver o Daniel Dantas sendo preso.

    Espero que tenha encontrado alguma solução na reunião com o pessoal do ig.
    Ao menos um programador que consiga rastrear esse IP.

    Se não conseguir legalmente, tente chamar o servíço de um racker.

    Era essa uma das sugestões que eu iría mencionar como não lícitas. Mas agora vejo que é profundamente necessária.

    Conte comigo no que eu puder te ajudar.

    Robson

  41. Robson escreve ai mil vezes Juiz, Juiz, juiz, até aprender” é mais facil ele ser preso, por te ensinar e ao seu amigo safado, que o Daniel Dantas não é mesmo?

  42. FOLHA DE SÃO PAULO – 28/12/2008 Os “Capitanistas”, que são militares do exército, é uma nova força que surge no cenário político brasileiro e que tem especial admiração pelo Governo Lula Apesar de não se considerarem de direita ou de esquerda, os capitanistas são simpáticos ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Entre as razões, segundo Sousa, está sua veia desenvolvimentista. He,he,he…

    Passa um passa dois passa tres, desta forma passara o menino do xadres!

  43. cachorro louco so pode ser curado com a vacina das palavras, da paciencia e da dignidade….

    Alias, por falar em dignidade e em diretas-ja, eh bom lembras que o movimento nao seria o mesmo se nao tivessemos um montao de competentes
    reporteres e jornalistas que naquele momento exerceram a profissao de uma forma
    que jamais imaginariam exercer: com um objetivo de buscar a cidadania antes de tudo, a democracia antes de tudo…

    (mesmo que tenham sido usados de certa forma pelos conservadore que acabaram elegendo tancredo, valeu a postura digna desses jornalistas, entre os quais, claro, esta ricardo kotscho, que fez historia
    em 78 com as antoligicas e historicas
    materias sobre a greve do abc – ali ele e a imprensa brasileira fizeram historia, um tempo que precedeu a movimentacao em busca de um momento como o atual, de maior inclusao social…)…

    quando lembro desse temoo fico emocionado
    pelas suas materias que registraram a emocao daquele momento…
    abracos, companheiro..

  44. Ao meu comentário das 16:42 sobre o homem que foi “expulso da corporação! na verdade eu quís dizer “afastado da investigação” que é totalmente diferente eu sei, mas acho que é o excesso de adrenalina que me deixou balão!

    ao menos rimou!
    Grato

    Robson de Oliveira

  45. 16:38

    Ênio!

    Foi por isto e tantos outros que dei um tiauzinho temporário para o Balaio.

    Leia meu comentário das 16:38.

    A semana passada tive que fazer defesa de nosso amigo Robson de Oliveira, pois ele não estava presente e alguém usou o nome dele para fazer comentário impróprio ou que não é do costume do Robson.

    Quando li o comentário que você se refere tive a mesma indignação por você e comentei no horário que citei acima.

    Vamos ver se muda!

  46. KOTSHO: As esquerdas tem algo haver com a abertura política, especialmente os políticos aglutinados em torno de Tancredo Neves,Ulysses Guimarães, Mario Covas, Marcos Freire etc
    Inclusive, eu muito me emocionei com o movimento Diretas-já!
    E com todo processo.

    Mas, há uma esquerda que acho que não nos serve com a democracia que almejamos, são as esquerdas que abraçaram e abraçam o modo de luta de Cesare Battisti…Li a reportagem na ISTOÉ que est´[a nas bancas, sua ficha é crítica…Ele nega os quatro assassinatos. Mas não nega os assaltos, dizendo que no jargão “politicamente correto da época” se dava o nome de “expropriação proletária”. Ainda hoje tem vitimas em cadeiras de rodas dessa “expropriação proletária” que o mesmo Cesare dá o nome de “coitados”.

    Acho que é válido para quem ainda não sabe bem o que é esquerda radical, ler a revista ISTOÉ desta semana.

    Bom ressaltar, que nesse tipo de time não jogavam ativistas tipo: Tancredo e os que citei acima. Nem o próprio LULA, pelo que sei, foi preso por participar de um movimento paredista, isto faz parte, não se traduz em crime. Já o que nos chega do Battisti, é bem mais cabeludo. Claro, pode até ser inocentado de parte dos crimes, não de todos. Já que declara alguns publicamente.

    Fatlou a repórter perguntar ao Battisti: 1) Se ele considera o Brasil em guerra civil. 2) Se considera os incendios a carros e maioria dos assaltos e invasões no pais, como “expropriação proletária. POis se as respostas forem afirmativas, proporcionará a muita gente o status de “ativistas políticos”.

    Abraços

  47. Prezado Kotscho,
    Considero tua preocupação com a cachorrada pertinente, mas tu sabes bem como eles funcionam: deixe-os latir o quanto quizerem, até cansar. O barulho e a inconveniência da cachorrada é um fato, mas não há nada a fazer. Para quem viveu sob censura, qualquer mecanismo de controle se parece com ela. A liberdade é assim mesmo: todos usam, embora nem todos saibam o que estão fazendo. E uma família, como a deste blog, não desaparece por causa de uma matilha sem eira nem beira. Alguns podem se recolher momentaneamente, outros não se intimidam e chutam os cães que passam muito perto.
    Mas os cães ladram e a caravana – e o blog e o país – passam.
    Abs.
    Heitor

  48. Deve-se ter o direito de todos emitirem opinião, mesmo que não nos agradem.
    De fato, uma única regra deve ser vigente neste blog: o comentário só pode comentar o post, e não outros comentários.
    Um blog deve ser diferente de um fórum, um blog se comenta sobre o texto e não sobre outros comentários.
    Uma vez feito isto, as discussões deixam de existir, mas por favor, deixem que o espaço seja plural.

  49. Acho bom que todos devam ser identificados e também que todos os comentários que incitem a violência, que sejam desrespeitosos ou que usem palavrões devam ser censurados.

    Só penso que não devam ser censurados e eliminados os textos que tragam opiniões divergentes senão (sei que não farei falta ao balaio) serei o primeiro a abandonar o barco (balaio).

    Respeitosamente.

  50. Ricardo,olhe eu aí de novo, e vc, também com Lulla.Somos 180 M I L H O E S ,entrevistaram 2.000 pessoas.Faltam 179980 mil pessoas pra deixar seus palpites.Cadê?Somos 5.645 municipios,pesquisaram somente,somente 160.Cadê o resto?Cadê a ficha com as perguntas?Perguntaram o que pra os entrevistados?Foram na favela de Paraisopolis?Lá com certeza seria 100%Lulla.Bandidos protegendo bandidos.Acho que quem deveria ser moderado era vc. Desculpe.E sempre o mesmo assunto;Lulla.

  51. Kotscho, aqui conhecemos pontos de vista de todas as espécies, porém alguns deles como disseram acima cheios de ódio que na realidade é pura frustração, outros, cumprindo uma missão (a de tentar defender ou atacar) encomendados e pagos ou expontâneos, dotados de fanatismo. Nos meus 70 anos de idade, (como disse mais ou menos assim a maior poetiza goiana Cora Coralina) vivi todas as vidas e passei por todos os mundos e tendo sido funcionário público do Poder Executivo federal hoje aposentado por tempo de serviço, nunca em instante algum fui omisso no cumprimento do dever de lutar em prol do engrandecimento geral do meu país o Brasil que a partir dos anos 60 roubou-me o o único sonho que era de constituir uma família e quando partir desta vida terrena deixá-la entregue em mãos de um Governo que a amparasse e não a ex terminasse como se faz. Parcialmente concretizei o sonho com uma maravilhosa família que hoje se ver vítima do Sistema. Convivi com a corrupção no pequeno espaço que trabalhava e conhecia, desde a década de 60 e até achava que aquilo era coisa de gente poderosa, pois vivia em um mundo de sonhos onde o pequeno não se chegava perto do grande, mas com o passar dos tempos passei por situações em que me vi também como um dos grandes e assim, com o fragmento do poder, passei a achar que poderia ajudar a curar a bicheira, que nada, ao me meter a fazê-lo, quase que já estaria hoje fazendo mais de duas décadas de despedida da vida terrena e quando me aposentei nada levei, só deixei muito prazer da minha ausência e durante todo o tempo, jamais presenciei uma só punição para quaisquer das dezenas de relatórios onde se registrava a roubalheira na área da saúde pública e hoje a coisa continua do mesmo jeitinho só que reconhecida em Lei. Quando o Leonel Brizola esteve em Goiânia em sua última vizita “disse publicamente que a coisa é assim mesmo” referindo-se a um político seu cupincha aqui em Goiânia envolvido em corrupção e quebrou minha cara impondo-me uma grande decepção. Estou acompanhando de perto o desenrolar (o que já foi desenrolado) da Operação Satiagraha que o Governo já decretou silêncio absoluto sobre o assusnto (toque de recolher) e o que restou foi o produto da desgraçada injustiça que se pratica por força de Lei com a punição do delegado Lacerda que foi psicologicamente expulso do Brasil e a cortina de fumaça que se produz na imagem do herói nacional delegado Protógenes Queiroz que tenta abrir os nossos olhos para a gravíssima situação que vive o nosso País, que, se não defendido por nós filhos, fatalmente haveremos de inconsientemente ter-mos que sepultar nossas famílias em vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *