Battisti e Rother: a arte dos tiros no pé

Battisti e Rother: a arte dos tiros no pé

Uma coisa que nunca falta nos governos, em qualquer governo, são problemas. Não passa um dia sem que eles apareçam de onde menos se espera. Governar é encontrar soluções, com a celeridade possível, para evitar que estes problemas virem crises.

“Temos um problema”, era a frase que mais ouvia dos meus colegas da Secretaria de Imprensa nos dois anos em que trabalhei no Palácio do Planalto. “Só um?”, eu respondia, brincando, enquanto tentava advinhar de qual se tratava desta vez.

Por uma sina misteriosa que nunca consegui entender, se por acaso não havia problema em determinado momento, a gente mesmo criava um.

Fiquei pensando nesta compulsão de dar tiros no próprio pé, se já não bastasse viver em meio a um fogo cruzado, que não dá um dia de folga, ao ver hoje o caudaloso noticiário sobre a decisão do governo Lula de negar a extradição de Cesare Battisti pedida pelo governo italiano.

E me lembrei de outro episódio muito desgastante para a imagem do governo, aqui dentro e, principalmente, lá fora, quando o governo decidiu não renovar o passaporte de Larry Rother, o agora famoso correspondente do New York Times, que escreveu um texto infame sobre o presidente Lula.

Bastaria mover um processo contra o jornalista na Justiça, por injúria, calúnia e difamação, em defesa da honra do presidente. Num primeiro momento, recordo-me bem, o presidente Lula recebeu solidariedade unânime de toda a mídia e dos líderes da oposição, algo até então inédito nos dois primeiros anos de governo.

Mas, ao tomar a decisão radical que correspondia a expulsar o jornalista do país, toda a opinião pública voltou-se contra o governo, acusado de atentar contra a liberdade de imprensa, e Rother virou uma pobre vítima.

Desde o primeiro momento, fui contrário à medida e alertei meus colegas de governo para este risco (conto a história completa no livro “Do Golpe ao Planalto _ Uma vida de repórter”, da Companhia das Letras). 

Com a decidida atuação do meu amigo Márcio Thomas Bastos, então ministro da Justiça, que se encontrava no exterior e voltou a tempo de consertar o estrago, a decisão foi revertida, mas até hoje é lembrada quando alguém quer criticar o governo.

Agora, repete-se a história, como revela reportagem da Folha desta sexta-feira. O jornal teve acesso ao processo sigiloso do Comitê Nacional para os Refugiados (Conare), orgão vinculado ao Ministério da Justiça, com todos os argumentos para não conceder o status de refugiado a Cesare Battisti, contrariando as alegações de Tarso Genro para negar a extradição.  

A decisão do Conare foi em novembro, mas só ontem o Supremo Tribunal Federal, no qual tramita há anos o processo de extradição solicitado pela Itália, requisitou uma cópia do documento de 16 páginas.

Não existe “se” em política, mas imagino que se esta decisão do Conare, um orgão interministerial formado por conselheiros de diversas áreas do governo e da sociedade civil, tivesse sido simplesmente encaminhada ao STF na época, não estariam hoje abaladas as relações entre Brasil e Itália.

Nem o nosso país teria revertido contra ele um noticiário internacional amplamente favorável, agora ocupado por críticas contundentes, vindas de toda parte contra a decisão de conceder refúgio a um cidadão condenado por homicídios e práticas de terrorismo pela Justiça italiana.

Mais do que a decisão em si, o que provocou a violenta reação do governo italiano foram os termos utilizados pelo ministro da Justiça, Tarso Genro, para negar o pedido de refugio, aceitando as alegações de Battisti, segundo as quais correria risco de vida e de perseguição política caso voltasse à Itália.

Ao contrário de Genro, o Conare reconhece em seu documento que a Justiça italiana é democrática e respeita os direitos humanos.

Seja como for, a última palavra (poderia ter sido a primeira) sobre o caso agora será dada, provavelmente na próxima semana, pelo Supremo Tribunal Federal, que concedeu ontem prazo de cinco dias para que o governo italiano se manifeste sobre o pedido de liberdade apresentado pela defesa de Battisti.

O ex-militante político, que virou escritor e se refugiu primeiro na França, antes de vir para o Brasil, em 2004, depois de ter sido um dos líderes do grupo Proletários Armados pelo Comunismo, foi condenado na Itália à prisão perpétua, já faz 15 anos.

Não fosse esta nossa mania de criar e ampliar problemas onde eles não existiam, deixando questões jurídicas para serem decididas no lugar adequado, ou seja, na Justiça, não transformando tudo em questões políticas, Larry Rother e Cesare Battisti jamais teriam virado manchete de jornal, pelo menos no Brasil.  

Em tempo: entrou agora na área de comentários do post “Formatura sem festa: tristeza de pais e filhos”, mensagem de Dalva Aleixo, da Assessoria de Comunicação da Astral Formatura e Eventos, de Bauru, empresa que cancelou o evento marcado para o dia 10 de janeiro, em Marília, em razão do mau tempo, provocando o protesto dos estudantes.

Dalva informa que a festa foi apenas adiada e aconteceu no último dia 23, com a participação de 98 dos 110 formandos de Enfermagem da Unimar. 

Um final feliz para uma história triste. Melhor assim. 

  

 

 

219 thoughts on “Battisti e Rother: a arte dos tiros no pé

  1. Magnifica sua colocação. Você simplificou com ótimos argumentos aquilo que no governo complicaram.
    Basta ser racional para tomar as melhores decisões.
    Parabéns Kotscho!!!

  2. É democrático condenar alguém a prisão perpétua sem a sua presença? Sem dar direito a ampla defesa? Até o Cacciola que fugiu aqui do Brasil está só agora respondendo a Justiça… E diga-se de passagem teve a desculpa do governo italiano que não tinha acordo de extradição e que ele era cidadão italiano. Ou seja, os italianos podem vir aqui no Brasil, roubar milhões, matar 100 e voltar que estarão seguros?? Cadê a justiça?

    Batisti pode até assassinado as 4 pessoas, mas essa decisão da justiça Italiana precisa ser revista. É coisa de máfia.

  3. Muito bom seu comentário. Pra quê comprar briga com pais amigo? Parece necessidade de aparecer. Porque o Ministro não agiu humanitariamente com os cubanos que pediram asilo? Medo de Fidel?

  4. A imprensa tem que ser mais contundente durante as perguntas a este Senhor que entende de Educação e de Direito Internacional Cubano. Será que sòmente o CQC sabe ser incisivo.

  5. …taí um post, que não deixa espaço para comentários.Autocompleto.
    …por isto é que os comentários, não devem se ater somente ao post, viu Marc Kavangoo? Klango? Sei lá.
    O jeito é chamar a turma pra “briga”, em outras questões.

  6. Parabéns Kotscho, bem colocado.

    Toda a discussão da imprensa é em relação ao fato de Battisti ser ou não culpado. Isso não importa mais para nós. A lambamça toda do governo, da justiça, da mídia e do governo italiano já foi feita. Só resta agora seguir com a decisão e deixar que o STF dê seu parecer sobre o caso. Não sei pra que tanto estardalhaço!

  7. Caro Ricardo,

    O governo do “seu” amigo Lula, é inábil em quase tudo e esse
    tal de Tarso Genro, não tem condições alguma de ser Ministro
    de Coisa Alguma…mas é da panelinha do PT…..
    E nosso país pode perder e muito com essa briga por esse
    terrorista, aliás, será + um bandido na corte.
    Wilson

  8. Caro Kotsho.
    Este seu leitor aqui, no dia , ou melhor, na hora que a nota foi divulgada, cantou a bola; Vai dar problema!
    Observe que, os defensores do ”militante” (com moderador, não chamo mais de terrorista) alegam, como justificativa, a legalidade do ato. Isto, ser legal, não atenua o ato, ao contrário, agrava-o. Diferente do caso Cacciola, este sim, o governo Italiano não podia, legalmente, extraditá-lo.
    Como se vê agora, o ministro Tarso, desprezou completamente os orgãos técnicos e, para piorar ainda, deitou falação sobre o sistema jurídico Italiano sem sequer ler o processo original que, como se verificou, trata-se de um ato jurídico perfeito.
    Permita-me Kotsho, repetir um pensamento de Mário Quintana. ”É graças a Deus que o Brasil tem saído de situações difíceis. Mas, graças ao diabo, é que mete em outras”

  9. Ou melhor, a imprensa não questiona, a imprensa apresenta como sendo um FATO dele ser o assassino. E de quebra toda opnião pública toma o que a mídia apresenta como fato. Mas em breve isso vai acabar.

    Ao invés de apresentar: “líder de partido armado comunista acusado de assassinato de 4 italianos tem o pedido de extradição analisado pelo STF”
    Faz questão de dizer: “Assassino italiano condenado a prisão perpétua tem pedido de extradição negado pelo GOVERNO brasileiro”

  10. Mas não é a imprensa quem decide e, quando ela resolve opinar, sempre dá merda. Lembram-se do surto de febre amarela do ano passado, quando gritaram que tratava-se de uma epidemia e diversas pessoas vacinaram-se repetida vezes?

    A imprensa tem sim papel fundamental e é responsável quando assim deseja, mas em grande parte das vezes os grandes veículos de comunicação não perdem a oportunidade em fazer uma análise menos cautelosa e maisparcial. As pataquadas e comentários de Jabor exemplificam isso. Portanto, que o STF se redima das decisões anteriores com relação a alguns habeas corpus concedidos, e mostre-nos que ainda merece algum respeito.

  11. vcs se preocupam muito com os problemas dos outros, o brasil é soberano,nada de ficar dando uma de “miguinho” com itália, ate porque a italia e um pais formada por mafiosos,eles tem que respeitar a decisão do governo brasileiro,acho estranho o brasileiro sempre joga e torce contra o próprio país, temos que se preocupar com a fome noi valre do jequitinhonha, a seca do nordeste ,mudar nosso código penal e não ficar se preocupando com que a europa e outros pensdam, somos soberanos,isto me revolta uns metidos a intelectuais sempre torcer contra,ate porque o cara foi julgado e condenado sem a sua presença e sem poder se defender, a itália que vai cuidar de seus carcamanos e pare de encher o ssaco

  12. Melhorando a manchete da mídia, assim vende mais, chama mais atenção…
    “Assassino italiano terrorista condenado a prisão perpétua tem pedido de extradição negado arbitráriamente pelo GOVERNO brasileiro”

  13. 30/01/2009 – 11:40

    Enviado por: Pedro
    ”A imprensa já julgou que ele É culpado.”

    A imprensa Pedro?
    Não Pedro, não. Há provas testemunhais, oculares e circunstancias, além do depoimento de algumas vítimas que conseguiram escapar. O calhamaço judicial está lá p/ quiser ver.
    É Pedro, é. Não é em todo do lugar do mundo que só pobre vai p/ a cadeia. Há um outro mundo; acorda Pedro!

  14. Olá Luiz Carlos, você leu o calhamaço? A justiça brasileira leu o calhamaço? A justiça brasileira permite prisão perpétua? A justiça brasileira permite pena de morte? A justiça brasileira permite que a pessoa seja julgada sem ampla defesa?

    Está certo que temos muita coisa de errado, mas essas não.

  15. 30/01/2009 – 12:01

    Enviado por: Luiz

    ”O Tarso vai ser candidato ao Governo do RS, com o Battisti de Vice..”

    No voto popular e a campanha gerida pelo Duda, não há dúvida; com 65%, no primeiro turno!!!

  16. Olá Luiz, quem trabalha com imprensa sabe direcionar o seu poder e não o faz com responsabilidade na maioria das vezes.

    Ter imprensa é uma necessidade, mas não confundam liberdade de imprensa com libertinagem de imprensa…

  17. Lamentável este nosso governo. O ministro da justiça, de justiça não entende nada. Ou ele pensa que iriam tratar com pão de ló os coitados cubanos que ele mandou de volta para o paredão? Estes, que almejavam e ansiavam por LIBERDADE, que nunca tiveram, o ministro devolveu aos carrascos. O assassino, legalmente julgado pelas leis do seu país, o ministro dá a liberdade. O que podemos nós, coitados brasileiros, esperar de um ministro e de um governo assim?!

  18. 30/01/2009 – 12:05

    Enviado por: Pedro

    ”Olá Luiz Carlos, você leu o calhamaço?”

    Tenho cópias, inclusive na hora em que as vítimas eram retiradas do apartamento que foi incediado. Há a foto do adolescente, filho do açougueiro, sendo retirado pela janela, em chamas.
    No Brasil, por lei, sou obrigado a antepor o ”supostamente”.
    O apartamento incendiado, com duas vítimas fatais…aí sim, entra a lei brasileira….Teria, supostamente, e aí vai, vc sabe né?

  19. Esse é que é o verdadeiro problema. Vocês questionam que foram usadas duas medidas para a mesma situação. Os Cubanos que não fizeram nada de errado foram extraditados. O Italiano que MATOU 4 FOI JULGADO PRISÃO PERPÉTUA tem que ser extraditado!!!!

  20. Todos fazem questão em tentar desqualificar o ministro da justiça, mas esquecem-se, por falta de memória ou por pura preguiça menta mesmo, que ele foi o único que nos últimos tempos tentou uma ação mais concreta contra os torturadores da ditadura militar, reabrindo o debate sobre o assunto.

  21. A Italia se negou a extraditar um cidadão que cometeu crime no Brasil e nem por isso resultou em crise diplomatica. Olha que o cidadão Cacciola roubou muitos bilhões e a corrupção tambem mata a cada dia muitos cidadãos brasileiro. Foi preciso a habilidade de pegar o ladrao em outro pais. Agora quer que extradite um condenado por militancia politica, por mais que tenha praticado os tais atos de terrorismo, a prisao perpetua(coisa que nao esta previsto na nossa legislação), e tudo isso sem direito a defesa, como preve os regimes democraticos. As autoridades italianas sao hipocritas ao afirmarem que o Brasil da refugio para bandidos, e eles?

  22. 30/01/2009 – 12:08

    Enviado por: Pedro

    Olá Luiz, quem trabalha com imprensa sabe direcionar o seu poder e não o faz com responsabilidade na maioria das vezes…

    Pedro. Imprensa divulga notícias. Direcioná-las é outra história. O que não pode e não deve é a planfetagem corporativizada. Nem sempre o noticiário é ”bom” para ”B” ou ”C”. Se for, não é imprensa; é proselirismo…

  23. Olá Luiz,

    Estou questionando tudo isso não para defender o Batisti, mas no dia que acontecer comigo de me acusarem, eu quero ter o direito de me defender!!!! Por mim o Batisti tem que ficar preso até decidirem se extradita ou não, se ele fez, tem que pagar de alguma forma.

  24. 30/01/2009 – 12:17

    Enviado por: Rafael

    ”Todos fazem questão em tentar desqualificar o ministro da justiça… contra os torturadores da ditadura militar, reabrindo o debate sobre o assunto.”

    Este assunto Rafael, é o autêntico, ligítimo e irrevogável ”Tiro no pé”. Aliás, tiro não; rajada no pé!

  25. Ricardo,
    Não vamos entrar no mérito da questão. Se é certo ou errado a
    extradição.
    Mas, o que me incomoda, é o fato da pressão que a Italia esta fazendo sobre o Brasil.
    Não me recordo da França, que abriga também “terroristas italianos”, ter sofrido pelo menos metade desta pressão.
    Outra coisa que me intriga é a campanha que a Folha e o site Terra estão fazendo contra o ministro.
    Será que o país não pode tomar uma decisão soberana?
    Estes mesmos meios de comunicação se omitiram quando a Italia deixou de extraditar o CAcciola.
    Não é exagero, nem petismo. Me sinto na Italia ao ler a Folha, tal é a campanha pró extradição.
    Não há dois lados, aepnas o italiano.

  26. Battisti deve ser enviado para a Itália junto com Gilmar, Jungman, Heráclito, Demóstenes, Itagiba, Fruet, Mainardi, o chapeludo, Ali Kamel, os Civita e todos os demais mafiosos que operam no Brasil. O DD não, esse tem que ir para a cadeia refrescar as idéias.

  27. 30/01/2009 – 12:18

    Enviado por: Pedro

    Olá Luiz,

    ”Estou questionando tudo isso não para defender o Batisti, mas no dia que acontecer comigo de me acusarem.”

    Claro Pedro, entendo. Vc está certo. Mas, olha só. Estamos falando de um nação com um arcabouço legal milenar de onde deriva o direito em todo o mundo. Se há um crime e está cominado, ou seja, previsro em lei, não há que temer. A não ser, claro, que se cometa o crime, não é?

  28. Olá Luiz,

    Só posso aconselhar a sempre prestar atenção as notícias que te chegam e tenter compreender as intenções por de trás dela enquanto era planejada. Isso vale para o bem e para o mal. Quando querem inflar estatísticas ou denegrir. Tipo, o governo tem intenção em anunciar “Cai o índice de homicídio em 50%”, mas quem analisa fielmente vê “Indice de Latrocíno sobe 120%”… Claro que foi uma notícia direcionada. E os jornais estão cheios disso.

  29. LULA, O BRASIL É SOBERANO E A DECISÃO DE UM MINISTRO DEVE SER ACATADA.
    DE UMA BANANA PARA O ITALI.
    ELES NÃO NOS CHAMAM DE REPUBLICA DAS BANANAS?
    ENTÃO… DÊ BANANA A ELES.
    FORA ITALIANOS.
    VÃO FESTEJAR COM O CACCIOLA.
    E A TODOS OS BRASILEIROS QUE CRITICAM O GOVERNO: VÃO MORAR NA ITALIA.
    SÓ QUE TERÃO QUE PASSAR DO AEROPORTO DE ROMA. DIZEM QUE ELES DETESTAM BRASILEIROS E ACHAM QUE OU SÃO PROSTITUTAS OU SÃO BANDIDOS.

  30. Já que todos querem extraditar o terrorista e culpam o ministro Tarso, vamos julgar também quem participou das toruras na ditadura.
    tenho certeza que na hora muitos politicos, principalmente do nordeste e norte ( vcs sabem quem são), mudariam de ideia na hora.

  31. Adorei esse texto mostra como e dificil governar. E principalmente, quando um ministro fala por si , e não se cerca de argumentos inteligentes. Mas a Italia merece esse tipo de retaliação nossa, porque por diversa vezes tentamos repatriar o banqueiro Salvatore Catiola , e eles também não permitiram. E o tito banqueiro estava condenado aqui. Por isso, os italianos também devem respeitar a soberania brasileira.

  32. Por favor Luis não deseje uma desgraça desta para nós gauchos. fiquem por aí com esta máfia petralha, lula,dilma, tarso ,genoinos e etc, etc. Prefeimos os nossos daqui que já nos dão trabalho.

  33. Temos que acrescentar ao texto do Richard Marcel os:
    1) Crimes da Ditadura Militar, até hoje impunes, que matou milhoes de inocentes. Não somente os tais guerrilheiros do araguaia.
    2) As corrupções praticadas pelos desgovernos do PSDB, com mensalões, cacciolas, Privatizações suspeitas, Daniel Dantas e tantas outras duvidas que até hoje nao esclareceram.

  34. A imprensa pode até exagerar, mas a onde há fumaça, há fogo! É pela imprensa que sabemos as medidas certas e erradas dos governos. A imprensa sempre teve um papel fundamental na história do mundo. Portanto dou o meu voto de confiança a imprensa sim, pois ela nos faz lemrar sempre e noticiar os fatos importantes. O duro é q/ muita gente deste governo quer goverar totalitariamente!

  35. Interessante a balança da justiça no Brasil, os pobres Cubanos que tentaram fugir na época do PAN foram extraditados na calada da noite para um pais que todo mundo sabe que eles sofrerão perseguição politica (Deus queira que eles ainda estejam vivos).

    Isso é o Brasil de LULA….amigão de Fidel Castro…..(na verdade aluno).

  36. Brasileiro tem mania de ser bonzinho; terrorista , assaltante de banco, vandalos, são tratados como perseguidos politicos e recebem indenização que são pagas com o dinheiro do povo(quem toma a decisão de entrar p/a luta armada,praticar atentados,assaltos a banco e sequestro tem que saber que não ficará sem resposta e terá de arcar com as consequencias de seus atos e não ficar gritando que está sendo perseguido, quando matam se sentem herois, quando são mortos ou presos são martires; não temos que criticar o rigor da Justiça italiana, temos isto sim é que melhorar-mos a nossa, quanto ao Sr. Batisti, que seja extraditado, que pague pelos seus crimes onde os cometeu, já temos os nossos bandidos para nos preocupar-mos.

  37. Kotsho.
    Que tal um post sobre os direitos de um cidadão naturalizado. Pelo que estou vendo, há muita gente que não está entendo nada ao citar o caso Cacciola. O Brasil, por exemplo, não poderia extraditar o ”nosso Battisti” caso ele tivesse cidadania brasileira ou, ainda, tivesse um filho nascido no Brasil com uma brasileira.

    Foi o caso do Inglês do trem pagador. Ele foi embora quando quis e porque quis, pois tinha um filho Brasileiro. O Brasil, por lei, não poderia extraditá-lo.

  38. Meu amigo Wagner….vc já reparou na base politica do nosso governo?…entaum…..só tem neguinho bonzinho (perseguidos politicos da epoca da ditadura)………
    Tudo amigo de Castro e Che…..
    Não preciso falar mas nada né!…..

  39. o ministro tarso genro está certo. quando o cacciola estava na italia eles não o extraditaram para o brasil a fim de responder perante nossa justiça, e fizeram pouco caso; já o caso battisti ele é um refugiado político, porque os italianos não pediram sua extradição quando ele estava na frança hein….

  40. O ex militante comunista não seria uma empatia ? os atuais governantes brasileiro num passado muito distante também não foram de esquerda comunista e guerrilheiros? nesta a Itália vai encontrar dificuldades, se não for convecida a pagar indenização de anistiado e salário do erário público para o resto da vida . lá não vão botar a culpa no mussulini ou na ditadura, lá a democracia e o dinheiro público é bem administrado.

  41. 30/01/2009 – 12:37

    Enviado por: Antonio Mensch

    ”Por favor Luis não deseje uma desgraça desta para nós gauchos. fiquem por aí com esta máfia petralha, lula,dilma, tarso ,genoinos e etc, etc. Prefeimos os nossos daqui que já nos dão trabalho.”

    Ô Antonio, desculpe, mil desculpas.
    Mas, fique atento; o voto direto produz verdadeiros ditadores. E é pior ainda, pois tratá-se, neste caso, saído das urnas, de ”ditadores legitimados”.

  42. O governo brasileiro está mantendo este assassino aqui, porque ele é como os atuais governantes, que na década de 60 e 70, eram baderneiros sem limites, que também precisavam fugir para outros países para não serem presos, este Lula estava envolvido como sindicalista, sindicalista é desculpa para fazer baderna, o que mais poderia se esperar de um governo que apoia o movimento sem terra (MST). Meu voto é para o impitimam do Lula!!!

  43. Se o c aso fosse fácil de decidir, teriam feito a coisa certa, aqui mesmo vemos varias opiniões, uns contra outro a favor, portanto em caso de dúvida, deixa o dito por não dito, liberta o rapaz sô. e seu silvio beliscone que vá cuidar da sua máfia, deve estar doidinho pra queimar um arquivo

  44. Caro Kotsho.
    Aos participantes. A discussão não envolve a legalidade do ato – repita-se-, isso é indiscutível;
    C.F de 88, Art. 5º, Inciso LII ” Não será concedida extradição de estrangeiros por crime político ou de opinião”

    O que se discute e o STF vai decidir é se o ”Italiano” cometeu crime político ou comum.
    Se for entendido que os crimes foram comum, o Ato do Tarso estará anulado. Ao contrário, se for plítico ou de opinião; O Battisti ficará entre nós para sempre…Desde já, neste caso, desejo-lhe boas-vindas.

  45. Agora, diariamente, haverá um colunista TFP aproveitando esse assunto idiota para destilar seu veneno direitista???
    Chega disso, gente…
    Lamentável, meu senhor, esse seu texto.

  46. A imprensa teria obrigação de ser imparcial, de informar e ponto final. Porém fazem exatamente ao contrário, não sabem informar e são totalmente parciais.
    A imprensa nega ao cidadão a possibilidade de formar sua própria opinião,
    Parabéns Sr. Kotscho, pelo menos ainda temos jornalistas sérios como o senhor, que sabe informar com a imparcialidade que todos deveriam ter.

  47. como não disponho de respaldo técnico e jurídico…logo,não posso mergulhar nessa questão,mas…quem leu atentamente o texto do Kotscho,e consequentemente tenha conseguido fazer uma breve análise,dá pra saber muito bem o que o blogueiro quis dizer ! esse arranca rabo que o Sr. Ministro Tarso Genro,criou nesse episódio,foi de uma desesperada busca de solução e completamente desnecessária… demonstrando mais uma vez,que ele não costuma distribuir o problema e nem dar ouvidos ao “ pessoal” de sua pasta, ou até mesmo de fora,de modo que se possa fazer uma completa e ponderada decisão,frente aos problemas enfrentados….vimos recentemente,durante a operação satiagraha ,houve vários episódios parecidos,em que o Sr Tarso Genro ,foi obrigado a voltar atrás em suas decisões,entretanto,depois de causar um imenso mal estar,no seu gabinete,no governo e até mesmo a muitos brasileiros . como pode sem uma ponderação equilibrada…de forma que justificasse o Sr Ministro Tarso Genro,colocar na balança,a palavra de um ex-guerrilheiro(acusado e condenado a revelia) e a palavra do governo italiano ??? creio eu na minha humilde observação,uma plena demonstração de despreparo e falta a ( humildade ) vontade de “ouvir mais”…e já passou da hora do Presidente Lula dar um “mega puxão” de orelhas nesse ministro …eu disse : “ mega puxão de orelhas”,porque com certeza Lula já deu alguns pequenos puxões de orelhas e não deu resultado… nos resta aguardar,quanto tempo vai demorar,pra que ele cometa mais uma trapalhada .

  48. Não acredito!!!!! O cara de pau do Vampgay Hipócrita republicou o texto de ontem!!!! E querem que acreditemos que o colunista de hoje não tenha lido o texto de ontem!!! AHAHAHAHAHAH
    Vcs são muito engraçados…
    Mais uma vez, meu senhor, colunista de hoje…que deserviço.Vai por chinelos e andar na praia.

  49. Alguém já se ligou quem é o advogado de César Battisti?
    Luiz Eduardo Greenhalgh, ex-deputado federal pelo Partido dos Trabalhadores (PT) e ligado ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

  50. Cada um cuida de seus PEPINOS…se o cara aprontou por lá, mande ele embora pô… vamos cuidar dos nossos enroscos e que não são poucos….. Este circo todo serve somente para destrair a gente aqui….a imprensa fica abastecida, noticia não falta, uma beleza….

  51. Na minha opinião, não sei se vale, o presidente Lula deveria mandar para a Itália o Genro eo Battisti.Vamos parar de atrapalharo governa. Deixe o homem trabalhar em paz.

  52. Cada um cuida de seus PEPINOS…se o cara aprontou por lá, mande ele embora pô… vamos cuidar dos nossos enroscos e que não são poucos….. Este circo todo serve somente para destrair a gente aqui….a imprensa fica abastecida, noticia não falta, do jeito que o governo quer….

  53. Caro Kotscho e demais balaieiros

    Sobre “tiros no pé” e “moderações”.

    Se eu bebo, tem que ser com moderação !
    Se eu comento, tem que ser com moderação !
    Mas não vou ser moderado quando o assunto é o tal “tiro no pé” !!!
    Existe um problema gravíssimo nesse país, de quem ninguém fala, ninguém nota e ninguém dá a devida atenção, trata-se da figura do ASSESSOR. O assessor é o sujeito que transita por todo o meio político, quer nos governos ou nas bancadas de vereadores, deputados estaduais e federais, senado, enfim, pra todo canto eles estão por lá aprontando.
    O assessor é o cara que ocupa os chamados cargos em comissão, ou seja os nomeados sem concurso publico. Eu conheço os bastidores da política e posso dizer que essa “profissão” é o que mais atrapalha a vida das figuras públicas e consequentemente de todo o povo.Ô “raça” pra arrumar confusão !!!
    No governo do Estado de São Paulo, eu sei de “assessor” que já se aposenteou por tempo de serviço só neste tipo de cargo, pois ainda tem gente lá desde o tempo do Franco Montoro, como fazem parte do mesmo circulo de políticos desde aquela época até hoje, entre e sai governadores e os mesmos caras estão sempre lá dando “pitacos”, palpites e as vezes até “aloprando” políticos desavisados.

    Tenham certeza, este episódio do Battisti, assim como o do Rother e o de tantos outros, tem o dedo, o gosto e o cheiro de algum “assessor”.
    Jornalistas não gostam muito de falar mal do “assessor” porque estes na maioria das vezes são as tais “fontes” não reveladas por tantos deles.

    Alguém precisa fazer alguma coisa para nos livrarmos de certos “assessores” de inconveniencias !!!

    Fui “moderado”?

    P.S. Eu sei do que falo, porque em algum dia na vida eu também já fui “assessor”.

  54. Parabens Ricardo. Só gostaria de deixar uma pergunta no ar, porque uma série de pessoas estão defendendo a liberdade do Italiano. PORQUE O GOVERNO BRASILEIRO NÃO DEU ASILO POLÍTICO AOS LUTADORES DE BOX DE CUBA QUANDO ELES AQUI ESTIVERAM? SERÁ PORQUE O NOSSO GOVERNO É AMIGO DE GOVERNANTES EM CUBA? ESTES LUTADORES PELO QUE EU SAIBA, NÃO ERAM CONDENADOS, NÃO MATARAM E NEM SEQUETRARAM NINGUEM.

  55. Ao Pedro, que argumenta que Battisti não teve direito à defesa na Itália.

    O Conseil D’Etat francês, em decisão ratificada pela Corte Europeia de Direitos Humanos considerou o seguinte:

    “the circumstance that some of the charges held against Mr Battisti, which led to the cited sentences, are partly based on statements by “””repented” witnesses, is not contrary to French public order and does not constitute an infringement by Italian authorities of the requirements of Article 6 of the European Human Rights and fundamental liberties safeguard convention (…)”

    http://en.wikipedia.org/wiki/Cesare_Battisti_(activist)

  56. Grande Kotscho, nos conhecemos em Salvador, durante o encontro de estudantes de jornalismo da UFBA, onde você e eu palestramos. Depois, nos reencontramos em Belém, onde moro, durante a Feira do Livro.
    Sobre seu post, digo que existem profissionais e PROFISSIONAIS, e alguns assessores não têm sido responsáveis por muita coisa ruim que chega até a grande mídia.
    Um grande abraço e vê se aparece na minha terra pra encarar um bom sorvete te tapioca.
    Visite meu blog…www.jornalismocolorido.blogspot.com

  57. Meus caros amigos!

    Em referência ao assunto, fico imaginando como é difícil presidír um país.
    Procurar meios de solucionar problemas que constantemente surgem ( como citado no post). É realmente uma taréfa complexa, que exíge muita dedicação.
    Para isso exístem os acessores, os consultores, os amigos, e toda uma legião, que irá levar os subsídios para que alguém tome uma decisão.
    Como o Ricardo escreveu: constantemente surgem esses problemas no âmbito governamental. Mas é para ísso que esses senhores são eleitos. Quando assumíram as respectívas cadeiras, já deveríam estar preparados para qualquer ocorrência como esta.
    Quando eles mesmos por quaisquer motívos aumentam as dimensões dos mesmos, é sinal de que alguma coisa não está indo bem.
    Por hora eu ainda vou seguir o conselho ponderado do criador desse blog, e grande amigo, no sentído de aguardar a manifestação do STF, que o nosso querído e prezado Gilmar Mendes presíde.
    No entanto devo salientar, que se torna imperioso que se mantenham as relações Ítalo-brasileiras, assim como outras demais nações comprovadamente democráticas, e de respeito aos direitos humanos, em boas condições.
    Não nos interessa no momento uma críse bilateral em plena críse financeira global com um país que mantém muitos acordos, e negócios com o Brasil.
    Se perdermos qualquer tipo de mercado, ou negociações será um prejuízo incalculável.
    Por isso cabe essa temerosa decisão agora ao nosso (repito) querído e amado Dr Gilmar Mendes.
    Qualquer outra manifestação será no mínimo prematura.

    Abraços respeitosos!

    Robson de Oliveira

  58. Bom dia Ricardo,

    Concordo que no caso do jornalista americano houve um mal procedimento da embaixada, mas quero lembrar o caso do Gabeira que por muitos anos esta proibido de entrar nos EUA.

    Mas no caso do Italiano, o Brasil tem autonomia pra decidir, e se a decisao vai contra o interesse da italia e gera um mal estar politico, paciencia!!

    O Ministerio da Justica agiu dentro dos procedimentos legais, ainda que isso cause esse mal estar politico, procedimentos devem ser respeitados e seguidos. O correto seria o Brasil ir contra os procedimentos juridicos e atender a vontada do ministerio Italiano ? E esse o conceito de justica ?

    A Propria França asilou esse cidadao, que so teve o asilo revogado diante de uma nova lei.

    Nao sou defensor do Italiano ou do Presidente Italiano, sou a favor dos procedimentos, sao eles que garantem a justica.

  59. Ricardo, como ja vi posts de pessoas sem nenhum conhecimento de causa (caso Vampiro de Curitiba) tenho a dizer o seguinte: conforme descrito por escritora francesa, quando ocorreu o primeiro assassinato Battisti ficou indignado com o PAC e desligou-se do partido. Depois disso ocorreram mais 3 mortes e numa montagem do governo italiano o nome de Battisti é que entrou na história e foi julgado pelos 4 crimes. Seu post e bem interessante e mostra que a midia brasileira só interessa fazer crises para o governo, uma tentativa de golpe desde a primeira eleição e conseguiram montar o governo paralelo do presidente do STF. As declarações do resultado do julgamento que o STF ira fazer (veja bem, ainda irá julgar, e o resultado já foi noticiado) são de que Battisti será extraditado e a midia salvara o supremo seriamente desgastado por soltar bandidos ricos.

  60. Não entendo por que algumas pessoas insistem em debater o assunto, em alto nível, até, devo dizer. O post e a imensa maioria dos comentários aqui publicados não estão nem um pouco preocupados ou interessados no assunto. É apenas um pretexto para destilarem seu veneno TFP contra o governo Lula.
    Bem, claro que isso, prá bom entendedor, estava bastante claro. Mas, ainda assim, me sinto na obrigação de dizer o que ninguém disse.
    Volta PHA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  61. O comentário do Alício é perfeito. Parabéns! Aí vai o meu:
    Ué, o que ocorre como nossos brasileiros “oriundi”, isto é, descendentes de italianos, que tomaram total partido pelas posições do governo italiano de Sílvio Berlusconi no caso de Cesar Battisti? Inclusive alguns de esquerda, como o Mino Carta. Ora, o Ministro da Justiça, Tarso Genro agiu rigorosamente dentro da lei ao conceder anistia ao guerrilheiro italiano; é uma atribuição do poder Executivo, que foi eleito e é de esquerda e tem legitimidade para tomar posições de esquerda.

    Aliás, a soltura de battisti era desejo de toda a esquerda latino-americana. A França também não extradita italianos para a Itália, quando esta solicita, mas diz que por “razões humanitárias”. O Brasil foi mais direto: não extradita porque César Battisti seria perseguido politicamente, e seria mesmo. Já foi até condenado à revelia. Porque não fizeram este carnaval todo quando a França não o extraditou, porque não ameaçaram os franceses de expulsão do G8, e agora ameaçam boicotar nosso ingresso no grupo? Porque somos do terceiro mundo? É muita arrogância! Porque não nos mandaram o banqueiro ladrão Cacciola quando pedimos sua extradição?

    Aos oriundi que se postaram a favor da Itália neste caso de forma assim tão exagerada, pergunto: Porque não voltam para a Itália? Ora bolas, se aqui é uma republiqueta de terceira, que voltem para o 1º mundo.

  62. Lamentável e indecoroso este episódio.
    Penso que o Ministro simplesmente fez o que foi mandado fazer, ele não é tão independente assim…… dança conforme a música.
    A aprovação imediata e inquestionável de Lula para este episódio comprova que foi atitude pensada, pesada pela alta cúpula petista.
    .Esta trama é composta de outros “”atores”” fatores, e interesses envolvidos, existe inicialmente uma forte proximidade ideológica entre o personagem pivô e as autoridades politicas/ petistas brasileiras, dizem também que Sarkozi/Bruni intercederam pelo meliante.. !!! dizem, dizem…
    .
    Acredito que o governo italiano tem competência e estrutura democrática suficiente para resolver seus problemas..Principalmente porque não estamos falando de um simples ativista político mas de alguém condenado por assassinatos, crimes politicos.. isto muda radicalmente a situação!!
    Penso que não é papel do Brasil se arvorar em defender a qualquer custo os interesses de um indivíduo condenado por assassinato politicos em detrimento das relações com outro pais democrático..

    Mas aqui é Brasil,,,, Não espero nada mais do que já está acontecendo, o Supremo vai julgar… !!!!!!!!!!!!!
    O mal já está feito a rajada e a vergonha já atingiu em cheio a Nação chamada Brasil… agora também identificada como refúgio dos criminosos e assassinos politicos..
    Vergonha, vergonha, vergonha….

  63. Gozado… Quando a Direita acolhia ditadores e torturadores vocês não diziam que a Direita estava dando um tiro no pé. Ela estava apenas acolhendo iguais.

    Os iguais de Battisti que atirem a primeira pedra… nele.

  64. Sobre o post: Fogo amigo.
    Sobre as abelhas que estão frequentando aqui: sem comentários.
    Velho Kotsho, da próxima, fala sobre Sâo Sebastião.

  65. RESPOSTA AO SR, PEDRO.

    ESTAMOS PASSANDO POR MOMEMTOS DIFICIES EM NOSSO PAÍS,(SECA NO NORDESTE, CHUVAS NO SUL , RJ, SP,MG..)CRISE FINANCEIRA DESMATAMENTO…,
    SE O MALDITO NÃO MATOU OU MATOU NÃO É PROBELMA NOSSO,O DINHEIRO QUE SE GASTA COM ISSO DA PARA COMPRAR AGUA POTAVIL PRA MATAR A SEDE DESTA NOSSA GENTE QUI NÃO SABE E NEM QUER SABER ONDE FICA A TAL DA MALDITA ITALIA, MANDE O MALDITO EMBORA DEIXE QUE SE FERRE COM SUA JUITIÇA, NÃO É PROBLEMA NOSSO QUE PAGAMOS ALTOS IMPOSTOS!!!!!!!!!!!!!!!!!.

  66. COM O COMENTÁRIO DO LEITOR ABAIXO ACHO QUE NÃO TEMOS MAIS NECESSIDADE DE FALAR ABSOLUTAMENTE NADA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    BEM LEMBRADO O FATO DO PAN!!!!!

    30/01/2009 – 11:34

    Enviado por: João Pedro

    Muito bom seu comentário. Pra quê comprar briga com pais amigo? Parece necessidade de aparecer. Porque o Ministro não agiu humanitariamente com os cubanos que pediram asilo? Medo de Fidel?

  67. Gostaria que o governo brasileiro lembrasse aos italianos que eles também deram abrigo ao Cacciola o que de certa forma equipara o jogo. Sei que são casos distintos, mas eu achava o cúmulo do absurdo a Itália negar ao Brasil a extradição do Cacciola só porque ele é cidadão italiano (o que não o torna inocente).

  68. Estimado Ricardo, boa tarde!

    Amigo Enio, boa tarde!

    Nem vou entrar no mérito da questão, só resumindo: ” Que lambança!”

    Criticar? Sei lá!

    A Caca tá feita? Hum! Tá!

    Ninguém se entende? Pois é!

    É mais uma pedra de tropêço, que agora se torne angular!

    Nesta salada toda vou de Drumont:

    No meio do caminho tinha uma pedra

    tinha uma pedra no meio do caminho

    tinha uma pedra

    no meio do caminho tinha uma pedra.

    Nunca me esquecerei desse acontecimento

    na vida de minhas retinas tão fatigadas.

    Nunca me esquecerei que no meio do caminho

    tinha uma pedra

    tinha uma pedra no meio do caminho

    no meio do caminho tinha uma pedra?

    Ou seria uma pedra no sapato ?

    Dorme com um barulho deste ?

    Um dia quem sabe, a gente talvez cresça um pouco mais, e quem sabe também a gente não vire adultos?

    Essa é pra esquecer !

    Abraços fraternos

    Manoel Ferreira

  69. O Batisti vai se naturalizar brasileiro, casar com uma prima da marta suplicy, fazendo alianças com o frances favre e com planos de dominar o mundo, sendo entao o chefe de estado o nosso nobre ministro da justiça.

    Repito o q disse em outro blog. Quem pariu mateus que o embale…. Se esse cara tivesse vindo da china, td bem a gente suspeitar de armaçao, agora da itália….. e outra, o cara é italiano, que vá responder no seu país.

  70. Ricardo….seu texto, como sempre, brilhante.
    Tiro nos próprios pés…poderia até ser incluída como nova modalidade olímpica, já que não é previlégio apenas dos países tropicais. E garanto, as equipes com melhor desempenho seriam compostas por assessores de imprensa de governantes públicos.
    Quanto a alguns comentários postados: “PORCA MISÉRIA”!!!! (perdoe-me pelo trocadilho)
    Êita vaidade!!!!

  71. Estimados amigos d’além mar que também não entenderam bem que se passa !

    NEL MEZZO DEL CAMMINO

    Nel mezzo del cammino c’era un sasso
    c’era un sasso nel mezzo del cammino
    c’era un sasso
    nel mezzo del cammino c’era un sasso.

    Non dimenticherò questa cosa accaduta
    nella vita dei miei occhi così stanchi.
    Non dimenticherò mai che nel mezzo del cammino
    c’era un sasso
    c’era un sasso nel mezzo del cammino
    nel mezzo del cammino c’era un sasso.

  72. Pelos diferentes tons dos comentários que leio sobre os mais variados assuntos sempre que acesso o balaio, penso que o blog também poderia se chamar “boteco do Kotscho”. Veja só se não tenho razão: um tal de Pedro enviou um comentário dizendo que a condenação de Battisti na Itália foi coisa da Máfia. Não deve ter ido nunca à Itália, pegou o bonde agora e já quer ir na janelinha. Fala com a mais absoluta das certezas… Deve estar satisfeito com as nossas leis, com a nossa justiça, que para ele devem ser superiores às da Itália. Do outro lado do balcão do boteco, um outro sujeito, o Everardo diz que a Itália equipara o jogo com o Brasil por ter negado a extradição de Cacciola. Cacciola é cidadão italiano. São coisas totalmente diferentes, além disso, o governo italiano colaborou com o Brasil informando sobre o paradeiro de Cacciola quando este resolveu dar uma esticadinha até Mônaco. Enfim, deixando o boteco de lado e voltando ao balaio, parabéns, Kotscho. Perfeita a abordagem sua sobre o tema.

  73. Falar de justiça no país da impunidade, só se for por ironia, assim como o “Thomas”.
    Sou obrigado a classificar nosso país como “PARAÍSO CRIMINAL”
    Com que moral nossa “Justiça”, julga a justiça dos outros!!!.
    Sujiro até uma campanha turistica, VOCE, BANDIDO DE QUALQUER ESPÉCIE, VENHA DESFRUTAR DE NOSSA HOSPITALIDADE E PROTECIONISMO. CONHEÇA O PARAÍSO CRIMINAL.
    Proteção à VÍTIMA, nem pensar. Não existe DIREITOS HUMANOS,
    mas sim DIREITOS DESUMANOS.
    Me desculpem, mas tolerância tem limite.

  74. Sr. Ricardo, o que me intriga e deve ter intrigado ao senhor nos seus tempos planaltinos é a sempre e inconveniente presença do Dr. Luiz Eduardo Greenghalg nas situações mais cômicas trágicas que envolvem o governo e sua entourage desde Celso Daniel, passando pela Satiahagra & outras de quinta grandeza. Gostaria de saber o que esse cara tem que dobra tanta gente graúda às suas vontades.

  75. Pavan, e você acha que devemos ser tolerantes com tamanha bobagem que acabou de dizer? Guarde suas mirabolantes idéias reinaldoazevedianas para você e seu glorioso círculo de amigos!

  76. O PROBLEMA É QUE O DIREITOS HUMANOS NO BRASIL, SE CONFUNDE COM AS PASSEATAS “GUEYS”. Direito humanos é uma coisa MUITO IMPORTANTE, UMA CONQUISTA DA HUMANIDADE, quando se faz com SERIEDADE. As PASSEATAS “GUEYS”, SÃO “CARNAVAIS FORA DE EPOCA”. Os movimentos de um modo geral, REIVINDICAM SEUS DIREITOS, em varias formas de manifestações. A Marta Suplicy, LEVOU UM CHEGA PRA LÁ DOS “GAYS”, tipo assim, “QUEM TE DISSE MARTA SUPLICY, QUE NÓS GAYS, QUEREMOS ORDEM, LEIS E REGRAS?”. E mesmo assim parece que ela e os demais politicos não perceberam. E O PIOR DE TUDO, é QUE ESTA POSTURA NÃO É SÓ DO PT, POIS O PSDB TAMBÉM AGE DA MESMA FORMA. Gente, os POLITICOS, PRECISAM ENTENDER QUE APOIANDO AS PASSEATAS GUEYS, E O QUE ELES DIZEM, “ISTO NÃO É FATOR DETERMINANTE, PARA TER OS VOTOS DELES”. Encarem os Gays como, UM FILHO CRIADO PELA AVÓ. Durante ALGUM TEMPO ELE VAI GOSTAR, DE VIVER SEM REGRA, SEM LEIS E COBRANÇAS; Porém NO FUNDO(sem nenhuma alusão), tanto os GAYS como os FILHOS CRIADOS, PELAS VÓS, SABÉM QUE UM MUNDO DO JEITO QUE ELES VIVEM, “NÃO TEM COMO EXISTIR”, é REGREDIR À PRÉ HISTORIA, É INVOLUÇÃO, É FALTA DE INTELIGENCIA. Em outras palavras, “O BRASIL PRECISA MONTAR UM DIREITOS HUMANOS SEGUINDO O MODELO INTERNACIONAL”, podendo até ter a presença de gays; MAS SEM USAR A IDELOGIA DELES, GAYS.

  77. Não entendi: a matéria de Rother é infame por que? Dizer que Lula bebe é falso? O presidente não gosta de cachaça? Onde, na matéria apontada, houve calúnia, injúria e difamação?

  78. Pois é negão as vezes eu também me deleito com Drummond

    E pra não dizer que não falei de prosa, aí está uma amostra do Drummond cronista, sempre de expressão elegante e bem-humorada.

    Talvez você não tenha dificuldade de alcançar o sentido de algumas expressões mais antigas , mas porém, bem poucas
    comparadas!

    Tarso: Prende, Gilmar: Solta!
    Tarso Fala : Gilmar “desfala” !

    É isso, acho que este governo é assim, meio sem sal, sem tempêro, ou quem sabe meio sem poesia ?

    Ontem eu tava assistindo o JN, vi o Hugão, O Índio, o Bispo, o Luiz, o Crrêa, mas não vi a Michelle?

    Não sei ?

    Parecia que todo mundo tava bravo com todo mundo, só não entendi se todas as avenidas ian pra mesma rotatória ?

    Coisas de Chefes de estados não se questiona !

    Simplesmente são assim !

    Ah! sim o Italiano ?

    Cara não sei!

  79. Era favor da extradição, mas vendo a postura dos políticos italianos dizendo que os brasileiros são corruptos, começo a desejar que o Brasil de refúgio apenas para mostar quem apita aqui.
    Quem são os italianos para falarem conosco desse jeito? Um país cheio de mafiaosos, decadente, com mais corrupção do que aqui……………ahhhhhhh menos Itália ! O Brasil hj TEM muito mais peso político e econômico do que vcs !
    Acordem !

  80. bEM LEMBRADO, ESSE CASO DO jORNALISTA,.
    Eu gostaria de perguntat ao Senhor, se fosse um brasileiro nos EUA a falar do Presidente, o Senhor poderia me dizer qual a atitude tomada pelo Governo de lá???
    E pq a Itália deu abrigo Ao Cacciola???

  81. Gostei do post porque além de concordar que seu conteudo ( o Ministro Genro fez caca. Ponto!) posso ver nele como é fácil errar também quando se está no governo.
    Essa minha conclusão pode parecer uma tolice. É claro que todos erramos, inclusive os governantes!
    Claro, é…
    Mas tem muita gente que não admite que isto ( o erro) possa ocorrer com os “seus governantes”. Simplesmente não vê, não enxerga, ou melhor, não distingue por sob a nevoa do radicalismo.
    Talvez por nunca ter me sentido bem em fazer defesa de governos fico verdadeiramente admirado ( espantado, é melhor….) com a capacidade de muitos por aqui em “ser governo” sob qualquer cirscunstância.
    Muito mais que defesas de ideais, projetos, promessas ( ou até interesses pessoais legitimos ou não…) vejo neste quase radicalismo um profundo receio de estar errado. Uma imensa vontade de “estar do lado certo”. O que é bom; é saudavel. Mas, como tudo na vida, deve ser usado com moderação…
    Se não for assim, vira fanatismo. E todos sabemos como termina a imensa maioria dos fanáticos….

  82. Ao Kotscho e amigos do balaio:
    I – Gosto do Lula.
    II – O seu governo apesar de falhas é o melhor governo desde Castelo Branco (acho que vai ter gritaria) mais é.
    Agora:
    O Tarso Genro dizer que o Battisti será perseguido, morto, que a Itália (apesar do Berlusconi ser uma vergonha) não sabe cuidar de seus condenados e presos e por aí vai… vai pra PQP!
    Acréscimo:
    O Título deveria ser – a arte dos tiros no pé, TIROS DE CANHÃO!

  83. Aqui parece a curva do Universo, tudo que é tranqueira neste espaço sideral do crime vem acabar aqui.
    Somos uma espécie de Black Hole daqui nada escapa. Nem a luz.
    Já tratamos como um Lord o Ronald Biggs. que desfilava em carro aberto, e freqüentava o high society.
    Casou com uma brasileira , virou livro, filme, samba enredo, Globo Repórter e o diabo.
    Cansou da vida besta entre os boçais e se entregou.
    Recebemos com medalhas o Che. Um tirano assassino sanguinário, entronizado pelo Korda.
    É sempre assim, morreu virou santo. Che não é exceção.
    Outras centenas e centenas de desorelhados, físico ou moralmente aportaram por aqui .
    Agora aparece mais um que já estava escapando pela clarabóia, quando virou notícia.
    O esquema era bom.
    “Vem pra cá fica um tempo que a gente dá um jeito”.
    Mas não foi bem assim.
    E não pode ser.
    O esquema vazou, ou em linguagem sindical, “Suzou cumpanhêro”
    Mas não existe ex-terrorista, pois não há ex-vítima.
    Abraçamos um dos mais abomináveis terroristas da Itália. O recebemos de braços abertos.
    Isso é gente que mata em nome do Marx, do Lênin, do Stalin, do Fidel e outros de mesmo naipe. Eles botam a bomba e que se dane o resto.
    Dó e compaixão são para as vítimas, não pra terroristas.
    Não podemos receber assassinos covardes sanguinários e condenados de toda a sorte.
    Aqui não é terra de couto e homizio.
    Esse elemento tem que ser extraditado para o bem da nossa pátria.
    Esse governo já não fala em nome do nosso povo há muito tempo.

  84. O presidente Lula (Incluindo tb Min. Tarso Genro) acha sempre as piores horas para exercitar o seu esquerdismo. Foi e continua sendo assim, no caso das amizades dele com os tb esquerdistas Morales, Hugo Chaves, aquele outro do Equador, tão inexpressivo que eu nem sei o nome,e agora tb o Lugo, sempre com consideráveis prejuízos para o nosso país. O presidente acha importante para manter a sua imagem de esquerda, desfilar do lado dessas pessoas a quem só ele no mundo encherga importância e o pior é que essas amizades estão sempre acima do interesse público. Digo do interesse público BRASILEIRO. Não dos interesses bolivianos, venezuelanos ou paraguaios. E ainda mandou colocar na televisão uma propaganda dizendo que atualmente – diga-se, no seu governo – o Brasil é muito mais respeitado. Respeitado por quem? Não somos respeitados nem pela Bolívia, nem pelo Equador, que não são nem países, são churumelas. Todos os que nos afrontam são premiados. Foi assim com a Bolivia e está sendo agora com o Paraguai. Porque não somos respeitados? Por que nós, tendo como representantes esse governo, não nos damos ao respeito. O Presidente deu o mal exemplo e gerou o precedente, agora nós pagamos a conta e mais prejuízo ainda virá. Amizade muito cara ao Presidente poderia ser, por exemplo, aquela com o Berlusconi da Itália, mas os acessores do presidente parecem que não o orientam corretamente, daí entre o Berlusconi e o Battisti, ele preferiu afagar este último que é esquerdista. Além do mais, me parece que, por erro de cálculo, este governo (daí eu falar de mal acessoramento) pensou que essa medida teria uma mínima repercursão na Itália, enquanto aqui poderia ser vendida como mais novo ato de um governo verdadeiramente esquerdista. Agora é aguentar. Mais prejuízo teremos. Por fim acho absurdo o argumento de que o Battisti seria um refugiado político e que sendo assim não poderia ser extraditado porque a nossa lei não permite. Refugiados políticos eram os dois pugilistas cubanos que vindo ao Brasil, para fugir das garras do genocida e mais velho ditador do mundo, Fidel Castro, não se reintegraram a sua comitiva olímpica e foram caçados pela polícia, extraditados sem o direito constitucional a ampla defesa e sem nem poder falar com a Imprensa. Uma coisa inédita na democracia brasileira, mas na época todo mundo achou bonito e normal e ficou por isso mesmo. E tudo porque o Lula é amigo do tb esquerdista Fidel. Agora vir falar que a nossa lei não permite a extradição do criminoso Battisti é risível. É evidente que nesse governo existem dois pesos e duas medidas. Não temos uma politica de Estado, temos uma politica do Lula. Sr. Presidente, pelo amor de Deus: Entre todos os valores do mundo, primeiro a democracia e as leis. Depois o que é correto, e não o que é de esquerda ou de direita. Quanto a amizade o senhor pode tê-las, mas elas não podem influenciar os seus atos como estadista. Países não tem amizades, tem interesses.

  85. O que tem de errado no Brasil é que tem alguns ditos entendidos que emitem opinião e tão somene eles tem razão os demais brasileiros simplesmente tem de dizer amem a tudo e se o ministro errou, o Supremo resolva pois a vida continua para todos deixamos de lado o ranço do passado onde nao havia opiniao contraria e somente um lado podir opinar.

  86. alguem disse que terrorista tem que ir para forca?
    Depende de que lado é o terrorista se for do lado certo tem direitoa jatinho de empreitera pra ir em enterro de parente
    se tiver cara de bobo entao…. compra terno marron e vai ver show de roberto carlos.
    mas o descontentamento é geral basta ler as coisas postadas
    o pt é como aquela namorada que vc pega na cama com o vizinho , digamos assim e vc é burro e cego e gostava dela
    o brasil esta uma droga as escolas na mesma do tempo do fhc e collor e sarney que vem aí novamente gente O VICE MORRE NA RECUPERÇAO INFINITA DA DECIMA OPERAÇAO SE FOSSE DO INSS JA TINHA CRAVADO.
    SARNEY JA JA É É O SEGUNDO E O AVIAO DO LULA CAI NA AMAZONIA COM DILMA E JOSE E O GENRO DIGO O GENRO DELE NAO O NOSSO QUERIDO MINISTO, MARIDO DA LURIANI O QUE VENDE INFULENCIA .
    SARNEY…ELE ASSUME DE NOVO coloca tudo, yes yes yes yes oh god oh god e a saude agora é com C HABITAÇAO AGORA É COM A
    VIVEMOS OS TEMPOS DO ROUBA MAS NAO FAZ , BASTA VER AS CARAS DOS CARAS DO GOVERNO TUDO FARINHA DA MESMA SACOLA DE DÍZIMOS EM EUROS E DOLAR E APTOS EM MONACO POR ISSO A BONDADE COM OS BANCOS A COMPRA DE BANCOS QUE NAO SAO ÚTEIS AO GOVERNO TIPO VOTORANTIN
    O BRASILEIRO É UM INFELIZ NAO TEM JEITO SAI CHICO ENTRA FRANCISCO NA PRESIDENCIA . O VOTORANTIN É A VALE DO RIO DOCE DO LULA , OU MAIS UMA VALE
    IMAGINEM A MANOBRA QUE TEM POR TRAZ DISSO?
    SERÁ QUE MINHA PARTE DA PRA COMPRAR UM TENIS ALL STAR DE CANO LONGO BRANCO COM USAVAMOS NOS ANOS SETENTA RSRSRSR? APOSTO QUE ATÉ O BLOGUEIRO TEVE UM TENIS DESSE .

  87. O texto é irrepreensivel. É a mania do Poder Executivo de querer se meter onde não é chamado. Quer legislar através de medidas provisórias quando não é nem Congresso, nem Senado. Quer analisar situações jurídicas, quando não é nem Superior Tribunal de Justiça e muito menos Supremo Tribunal Federal. Aí acontecem as lambanças como a que estamos vendo. E essa turma ainda diz que não gosta de ditadura. Fala sério.

  88. o episódio revelou mais a arrogância da Itália do que possível equívoco do governo brasileiro em conceder asilo político ao Battisti. Eu li a fundamentação do Ministro Tarso Genro e, como advogado, posso avaliar que foi muito bem balisada. A Itália não falou 1% contra a França do que vem dizendo sobre o Brasil. Esse Battisti pode até ser o maior “FDP” da face da terra, mas se o Brasil, agora o STF, tiver o mínimo de dignidade, vai manter a concessão….e posso até adiantar : seria o maior atentado constitucional desde o golpe militar, o STF modificar a decisão do Ministro Tarso Genro !!!!!!!!!!! quanto aos colonizados, sobretudo jornalistas……é lamentável a subserviência !!!!!

  89. Gilberto, as decisões da Bolívia e Equador e os interesses de negociação de Lugo são legítimas e soberanas. Assim como você defende que o Brasil defenda seus interesses, tais países também o fizeram e, de certa forma, obtiveram sucesso. Ao Brasil coube recorrer aos mecanismos legais, ao contrário do que a elite raivosa desse país propôs, como até uma intervenção na coitada e miserável Bolívia. Espera-se o mesmo da Itália, que independentemente dos acontecidos, pare de fazer estardalhaço e pressão política e resolva isso nos tribunais.

    Acredito e sempre acreditarei na autodeterminação dos povos e sua soberania, quando regidos pela legitimidade de suas democracias. E que bom que hoje vivemos um período de democracia e, mesmo divergindo em diversos aspectos, hoje discutimos tais questões aqui.

    Se a decisão de Tarso é ou não correta moralmente isso não importa, já que ele não fugiu à lei e tomou uma decisão dentro dos parâmetros da legalidade. Agora cabe ao nosso amado e honesto STF decidir sobre o mérito da questão.

    Abraço!

  90. Vejo com tristeza um assunto de tanta responsabilidade, sendo analizado na maior parte dos casos, por pessoas “supostamente” tendenciosas.
    Tentar apresentar os casos de Caciolla e Battisti como semelhantes é pura demagogia, pois eles são diferentes.
    O Cacciola é italiano e não estava condenado. A constituição italiana não permite a extradição. Se fosse brasileiro o caso seria diferente e não poderiam negar.
    Mas o Battisti é italiano e condenado por provado assassinato. É
    o país dele que está pedindo o seu repatriamento para cumprimento de pena. Que soberania é essa que se submete aos interêsses dos amigos ( falamos agora de Cuba) e não cumpre obrigações internacionais. Como pode essa soberania ser respeitada e como pode prevalecer no futuro senão para abrigar todos os assassinos e corruptos que para cá fugirem, alegando que são perseguidos politicamente.
    Valha-nos a Providência. Não sou político, não sou italiano, nem sou religioso.
    Sou um cidadão honesto, sem partidos, que adora justiça, pela justiça.

  91. Não há como não concordar com você Ricardo. Só que o problema, mais uma vez, está no entorno…
    E quem está metido nisso? Luiz Eduardo Greenhalgh. E porque???

  92. lendo hj as noticias, vi que um Luis Grinraldi ex deputado Federal Sp PT que tambem é advogado do Dantas,.. é o principal advogado do Battisti… é Srs. deve ter muito rolo nesta historia ..

    é duro hein… se o cara deve a justiça da Italia que ele se enteda com ela.. da mesma forma se fosse brasileiro lá na Italia, ele tambem teria que vir pra cá… ja temos problemas demais para cuidar.. fome.. miseria.. desemprego… justiça que não funciona para pobres.. etc…..

  93. Acredito que este italiano, Cesar, veio na nau de Cabral, junto com outras personalidades impares que habitam estas terras outroras verdejantes.

  94. O carinha abestalhado esse tal de Marcel. Desde que me conheço por gente, e faz tempo, do final da década de 40 só tenho visto roubo e falcatruas de políticos. Meu avô já dizia: meu neto o Brasil é o país do futuro. Estou esperando e meus netos, e os do Marcel, também continuarão a esperar. Com este Congresso, que é a desgraça do Brasil o que esperar? Meu ponto de vista é acabar com a impunidade parlamentar. O Brasil só vai melhorar qdo. políticos corruptos forem para a cadeia. Diminuir este Congresso que é o mais caro do mundo e não serve para nada. Só para vender o voto, criando dificuldades para obter benesses(cargos). O problema do Brasil não é o presidente da República. Veja só: mais 8.000 vereadores. Esse é o primeiro passo para aumentar o número de deputados e senadores. De quem foi a idéia? Do Cesar Borges – DEM e Efraim Mosrais-DEM, apoiado pelo boca mole Garibaldi Alves-PMDB. O dep. Osmar Serraglio-PMDB-PR, teve a infeliz idéia de propor a construção de mais um anexo, para se sentirem mais confortáveis. Deveria era propor a diminuição de 50% dos políticos do Congresso Lamaçal.
    Recomendo que vc leia os livros do Élio Gaspari sobre a ditadura e depois me conte.
    n.zwiebel

  95. Prezado amigo o Brasil e um pais soberano em suas decisões, lei e lei.
    Estão lembrados de Salvatore Cacciola, enquanto assistia partida de futebol na Italia o Brasil estava pedindo a sua extradição, sabem qual foi o resultado ?
    Não precisamos falar não é verdade. prevaleceu a lei Italiana.
    Agora é o Troco.

    Walter

  96. O que apareceu de falastrão neste balaio é impressionanate.

    O que questiono neste fatídico caso do fulano da Itália, não é o mérito.

    A falta de brasilidade é o que arranca o resto de meus cabelos já rebeldes.

    Quem se importa com o comedor de provolone? Ninguém! O que querem mesmo e aproveitar a oportunidade para espetar quem esta no comando das decisões.

    Me desculpe por eu não ir atras de quem é de direito a fala. Mas, uma pessoa ai de cima falou que quando o dito italiano estava refugiado na França, não houve este bafafá todo. Não, mas no Brasil a coisa é diferente, não importa o mérito o que importa é “pegar corda” da imprensa e estica-la no máximo.

    Se o ministro da justiça tivesse tomado a decisão ao oposto do que tomou, a ladaínha seria a mesma, estariam criticando-o por devolver um ser humano a prisão perpétua de seus país, só por que ele cometera apenas uns cremesinhos. O negócio é ser do contra!

    Quem se importa com a razão!

    Meu prezado Mané, um abraço!

  97. Pelo que entendi, o Battisti fazia parte de um grupo armado de esquerda e a situação era uma espécie de guerra civil. Em que condições ele foi julgado? Seriam as mesmas em que militantes de esquerda brasileiros eram julgados na época da ditadura? É uma situação muito delicada, pois na visão de Battisti ele seria um refugiado político, mas para as famílias das vítimas ele é um simples assassino. É um impasse sem solução, por isso o Brasil não deveria ter concedido o asilo.

  98. Simei, é exatamente o que acontece. Meros papagaios que reproduzem a opinião formada pela grande imprensa! Ficam mastigando e regurgitando as palavras de Jabor, Reinaldo Azevedo e Mainardi.

    Já dizia o falastrão do ACM, e com razão: “Se não sai no Jornal Nacional não é notícia”.

  99. Já que a Constituição de 1988 dá poderes a o presidente da república para conceder asilo político a um refugiado a decisão precisa ser respeitada. Caso tivesse sido os EUA que tivessem concedido asilo a algum refugiado condenado em qualquer país do mundo, o assunto já teria se resolvido.Agora como todo mundo gosta de tirar onda com o Brasil já que temos um exército merda .

  100. Precisamos lembrar o Sr. Tarso Genro que o seu amigo italiano não vai ter perseguição política na Itália pois está condenado a prisão perpétua…

    Será que se o Diogo Mainardi matar o Lula, por motivação política, não precisaria ser preso na visão do cândido ministro???

    Mauro

  101. É incrível que, com tantos bandidos que nós já temos, ainda querem importar os dos outros países. Aliás, esse Cesare Battisti provavelmente veio pra cá pq soube que aqui viveria tranquilamente. Pq aqui bandido rico é tratado como rei, e as tchutchuquinhas daqui adoram um gringo – ou seja, iria só se dar bem!!!

  102. Sobre o Eros nem vou falar. Se tropeçar n´um gramado e cair sai pastando. Se vc ler o que recomendei ao Marcel, ficará sabendo que graças a Dilma e outros, hoje vc pode escrever estas asneiras. A saber e o Kotscho sabe muito mais, o Ferdando Trambique no Povo (FHC) e Zé Funério Serrote, eram comunistas e quando viram a coisa preta se mandaram do Brasil qdo. viram que iam ser presos (covardes). O J. Agripino Maia foi eleito governador por decreto da ditadura e por isso levou o cala-bôca da Dilma e saiu com o rabinho entre as pernas. Outro covarde, que ainda teve a cara de pau de dizer que foi o primeiro governador a aderir a Diretas Já, qdo. viu que a ditadura estava indo para o brejo. Vão estudar a história recente do Brasil para parar de escrever asneiras.
    N.Zwiebel

  103. Na minha modesta opinião, o Brasil é soberano em suas decisões, entretanto, não pode opinar sobre assuntos que não lhe dizem respeito, se o carcamano já foi julgado e condenado em seu País, se ele for inocente, não cabe ao Brasil ponderar sobre a situação, se ela é justa ou injusta, existem Tribunais próprios para cuidar de assuntos internacionais, não seria o nosso País, que poderia, e vai, romper os laços de amizades com o governo italiano, por uma questão interna (deles). O que o nosso governo tem mais que fazer é cuidar do tratamento dado aos Brasileiros lá na Espanha, ou Portugal, ou Estados Unidos. Ah, sim, digo os legais, porque para os ilegais, pau neles.

  104. TIRO NO PÉ NAO CREIO E SIM NO PNEU TRASEIRO ESQUERDO DA FERRARI
    AQUI EM ROMA JA CIRCULA UM BOATO DE QUE FELIPE MASSA SERÁ DESPEDIDO DA FERRARI CASO O BRASIL NAO DEVOLVA O BATISTINI
    E AGORA JOSE COM FICA FORMULA UM? BERLUSCONI
    ARTICULA SUA VINGANÇA E O POVO BRASILEIRO QUEM PAGARÁ O PATO AOS DOMINGOS . NAO CREIO QUE O BRASILEIRO AGUENTE E DIZEM ATÉ QUE OS JOGADORES BRASILEIROS NO MILAN PATO RONALDINHO E KAKA SERÁ VENDIDOS E ENVIADOS PARA FRENTE RUSSA ´E LA SERÁ INFECTADOS COM O VIRUS “MQAPL”
    VIRUS DESENVOLVIDO EM CUBA
    O VIRUS “MQAPL” TAMBEM CHAMADO DE “MEU QUERIDO AMIGO PRESIDENTE LULA” , NAO MATA MAS VICÍA
    A DEPENDENCIA DIZEM SER PARECIDA COM A DA CERVEJA COM TREMOSSO …..PORTANTO VCS AÍ NESSE PAIS DO QUAL TAMBEM FAÇO PARTE APESAR DE MORAR NO PRIMEIRO MUNDO COM NEVE MULHERES DE TOP LESS NO VERAO, NAO CONSIGO ESQUECER OS TEMPOS DE POBRE AÍ NO BRASIL MEU CARRO ALEMAO CONVERSÍVEL CUSTA 3 VEZES MENOS QUE AÍ NO BRASIL QUEM PODE PODE QUEM NAO PODE SE SACODE

  105. Nao e triste..toda uma naÇao envolvida com outra naÇao por causa de um unico homem, estao transformando esse pseudo refugiado politico em uma vitima..se ele e tao inocente porque nao foi se defender no proprio pais, esta fugindo como lebre de um leao..inocente de tudo nao creio que seja somente que a Italia era o unico pais onde Brasileiros sao tratados com consideração..espero que o povo brasileiro nao pague por um Italiano que merece ” TANTA CONSIDERAÇAO DO NOSSO GOVERNO”, nao e mesmo???. PORQUE SE ELE E UM PROBLEMA DA ITALIA,E E ITALIANO DEIXE A ITALIA RESOLVER E NAO NOS CRIE UM PROBLEMA….

  106. Luiz Carlos,
    Pelo que pude constatar até o momento, não há testemunhas oculares, sequer provas conclusivas. A condenação foi baseada, de acordo com a lei italiana, no depoimento de pessoas que se beneficiaram da delação premiada (instrumento importante para se formar processos e investigações, mas falho em servir como elemento único de condenação) para se livrar de penas mais altas, colocando a culpa nos ombros de outros.

  107. Jorge Luiz, a sua modesta opinião tem fundamento sim, mas se a batata veio assar aqui, tomou-se a decisão que, querendo ou não, é ideológia e ponto!

  108. Parabéns Ministro Tarso Genro, por sua atitude corajosa em relação ao italiano fujão, como foi fujão o CACCIOLA, que só retornou ao Brasil por estar em Mônaco. senão não teria voltado ao Brasil para responder por roubo do Banco Central com a conivência do Presidente FHC. Com certeza a decisão de Tarso Genro se pautou na lei e não somente na sua vontade de retaliação à Itália.

  109. É isso aí Gilberto P. Rodrigues. Cuidado com o gramado meu filho, para não cair. É isso mesmo não devemos ajudar o povo brasileiro que passa fome, não ajudar e declarar guerra e invadir o Paraguai, Bolivia, Venezuela, Equador, enfim contra todos os nossos vizinhos. Aí sim, como o BelzeBUSH, quebrar o Brasil, gerar ódio contra nós (imperialistas) e pior viver cercados de mortos de fome. Aí nós os brasileiros todos ricos, pela expoliação dos vizinhos, não poderemos usufruir desta riqueza por estarmos cercados de mortos de fome e bandidos, quanto mais sair de casa. Como hoje em grandes cidades (Rio, São Paulo, etc…). Viva a burrice.
    n.zwiebel

  110. sr. Augusto Marques,
    pelo seu comentário tosco, guardo a certeza de que me formei numa faculdade bem melhor que a sua ( se é que vc é formado em alguma coisa….). Quanto à inclusão do Ministro Tarso Genro no seu cometário, pergunto-lhe : Tarso Genro é Ministro da Justiça, e você, o que é ?!!!!!!!!

  111. Pessoal,
    Por favor, se são inteligentes quanto tentam demonstrar , e hora de usar essa inteligência para com nos próprios, há muitos outros assuntos como todos estão cansados de saber, e até desgastante repetir essa frase. Precisamos ler esse tipo de reportagem( que esta muito boa) e assimilar com a da televisão,
    e adicionarmos nossa conclusão… é não impor nossos pontos de vistas querendo que as outras pessoas aceitem,esse e o problema.
    Há comentários que bato palmas, mas há outros que envolve motivo de beber do nosso presidente.
    Precisamos pensar se queremos desenvolver ou que os outros se desenvolvam.
    “Se a nossa cara e prosperar o povo tem que evoluir também”
    (Charlie Brown)

    Abraços a todos,

  112. Caro Kotscho!
    Gostaria de sugerir que fizesse um comentário sobre o assunto do momento (Spread Bancario), ao meu entender, pouco resolve o governo baixar juros e tentar estimular a economia, se a ponta não recebe os beneficios (ex.BC reduz tx jrs 1%, bcos reduzem 0,08%), para o consumidor e empresas, isso não muda nada.
    Sei que é amigo do LULA, me desculpe, MAS NUNCA NA HISTÓRIA DÊSSE PAÍS, OS BCOS LUCRARAM TANTO!
    Abraço.
    Marcel Pavan

  113. Pavan, ontem vi o Sardenberg, comentarista de economia do Jornal da Globo, justificando a atitude egoísta dos bancos, dizendo que se eles diminuem demais os juros podem quebrar.
    Piada!

  114. Jarbas Moleton! 16:27

    Já fez sua propaganda que mora na Itália, é uma boa oportunidade pra ficar por ai mesmo no primeiro mundo!

    Ninguém aqui quer saber que você mora na Itália, quer se aparecer fique enrolado com o seus moleton ai na esquina.

    Aliás: Moleton é um nomezinho bonitinho! É nome de guerra é?

  115. Não é que a mídia seja a favor da extradição, é que atualmente a imprensa é um partido de oposição, lacaia do demo e psdb, por extensão, das elites que eles representam. Estivesse o demo, pmdb ou psdb no poder, os meios de comunicação estariam, no mínimo, omissos ou defendendo os seus.

  116. O nosso ministro da Justiça deveria saber que em boca fechada não entra mosca.
    Só falta agora ele querer dar asilo para o Bin Laden, alegando que ele também é perseguido político …
    É uma vergonha.
    357

  117. Este é um caso legal e político, simplório, resolvido conforme o costume brasileiro e a soberania do governo do Brasil. A justiça brasileira não contempla a prisão perpétua e nem a pena de morte, portanto não pode apoiar ou colaborar com governos e Estados que não ajam da mesma forma legal e aceita pela nação brasileira. Abre-se exceção apenas para os casos em que a legislação e os acordos internacionais exigirem. Porém, começa a me preocupar porque vejo nas ações da mídia e, especialmente, de alguns jornalistas a clara evidência de um alinhamento político com as idéias fascistas e possivelmente nazistas que fundamentam a base política contra a decisão do Brasil em conceder apoio político a Battisti. É do conhecimento do mundo inteiro que o governo italiano utiliza o futebol nacional e o poder político do primeiro-ministro para promover os interesses fascistas na Itália. Sei que o Battisti continua um militante pelas suas declarações, por essa razão é que está sendo um inocente-útil aos interesses do Berlusconi e seus simpatizantes e admiradores. Mas, enquanto ele respeitar o Brasil e a sua legislação não há motivo para o Brasil submeter as suas instituições as normas do governo Italiano. O Brasil não pode promover os ideais fascistas para substituir os ideais liberais, através da luta do governo italiano contra o precário Battisti, cujo pensamento vive no passado. Essa é a razão do interesse italiano por ele.

  118. Execelente suas colocações meu caro Kotscho,simplificou os problemas criados por pessoas que esquecem que hoje estão no poder e tem que ter bastante cuidado nas decisões,no que fala,as decisõs tomadas por Tasso Genro mostra isso,fois assim no episódio dos lutadores cubanos,operações da PF,e agora Battisti,ja o problema com o jornalista Larry Rother,poderia mover uma ação pela honra do presidente,feito isso caberia a justiça condenar ou absolver o mesmo,gora calúnia e difamação não houve,quem não sabe que Lula gosta de bebericar e as vezes da mostras disso,calúnia seria se Lula fosse abstémio.

  119. In duvida pro re… Não sei se é assim, mas na dúvida o réu é favorecido. E como disse o Pedro aqui, condenar a prisão perpetua um sujeito que nem estava presente ao julgamento, nem se defendeu, é estranho. Além disso, as provas sumiram, só são testemunhais, muitas de pessoas beneficiadas pela delação premiada. A tal comissão aceitou aquilo que a Itália mandou, não colocou dúvidas,. fez mal. As aparências e a mídia desfavorecem Battisti, mas na dúvida, acho que Genro agiu certo, dentro da suas prerogativas. Mas as leis esão estranhas. A Itália protegeu Cacciolla por ter cidadania italiana, a Espanha dá guarida aos espanhois criminosos, responsáveis pela tragédia do Bateau Mouche. E nenhum desses casos, assim como o asilo político dado ao cruel ditador Stroessner, Paraguai, geraram tanto bate boca, tantos protestos. Estranha indignição seletiva. E quanto ao jornalista Larry Rotto, ele tinha mesmo que, em tempo rápido, provar suas denúncias, ou pedir desculpas (ou o jornal pedir desculpas) ou cair fora. O jornal não pediu desculpas, e houve mais solidariedade ao jornalista fofoqueiro e mentiroso do que ao presidente. Sugerir à Lula ingressar com ação na Justiça brasileira tão “dinâmica” é gozação…

  120. Quando ocorreu o fato com o jornalista americano, eu achei que o presidente deveria entrar com um processo contra ele, mas depois o governo meteu os pés pelas mäos e o jornalista acabou ficando de vitima. Agora o Tarso Genro já aprontou esta trapalhada toda para defender um bandido que nem brasileiro é, espero que o supremo acerte essa pisada na bola do governo brasileiro (PT) com o povo/governo italiano e principalmente com o cidadäo brasileiro.

  121. Se os serviços de segurança e a justiça italiana deixaram o Battisti fugir é um problema deles. O Brasil não pode se apequenar como Estado para corrigir um erro do controle do Estado italiano. Não somos um país perfeito, mas querermos que as nações amigas corrijam as nossas deformidades institucionais são exigir demais. Portanto, seja o fascismo querendo se afirmar e ocupar o espaço político e econômico deixado pelos liberais ou seja um Estado democrático querendo fazer justiça, depois de permitir a fuga do seu condenado por incompetência ou interesses políticos e econômicos, o Brasil tem de se impor e defender os seus princípios mesmo que a nossa cultura não corresponda aos interesses externos. Certo ou errado o Brasil tem de se impor como estado livre e soberano. Aos descendentes ou ascendentes da submissão resta lamentar que o Brasil mudou interna e externamente. Não se conquista poder através de doação ou do paternalismo é preciso atitude e ação, independente dos satisfeitos ou insatisfeitos. Não é possível que o Brasil ceda ao jogo político internacional submetendo-se aos interesses de países que dominaram a cena política e econômica após a segunda guerra mundial. A Alemanha e a própria Itália estavam erradas quando fizeram a segunda guerra mundial, mas se impuseram perante o mundo, por isso hoje há os que as respeitem e temam. Aos covardes a pusilanimidade e a celeuma!

  122. Lei 9.474/97 ( lei do refúgio)

    A decisão para concessão de refúgio político é de competência do poder executivo ( Pres. da Republica) ou de alguém autorizado pelo mesmo…

    A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, “presa e torturada durante o regime militar”, esteve presente ao encontro em que Tarso Genro “convenceu” o presidente Lula a autorizá-lo a conceder o asilo, apesar do voto contrário do Conare – e embora o assunto já estivesse para ser julgado do Supremo Tribunal Federal (STF), com parecer do procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, pela extradição.

  123. Tem muita confusão a respeito do italiano cesare Battisti.
    1-Ele é cidadão italiano e não brasileiro.
    2-Ele foi condenado pela justiça de un pais democratico e se não se defendeu muito foi porqué fugiu e por isso existe condenação a revelia.(Para quem é chamado ao Tribunal e não comparece)
    3-O Brasil concedeu asilo politico a um criminoso comun que agiu num Pais aonde existia direito de voto para discordar das ideias politicas do governo.
    4-Na epoca dos crimes de Cesare Battisti, o Presidente da Republica italiano era um Socialista e ex-guerrilheiro contra a Ditadura fascista.
    Como se justifica um Asilo Politico neste caso ?
    Ele não foi perseguido por ninguem na epoca dos crimes, ele podia votar na oposição se não gostasse do Governo.
    Então resumindo….Tragedia para a Democracia brasileira.

  124. Amigo, acredito que nosso país tem que criar uma identidade, temos que ter soberania, temos que ser respeitados, temos que mandar a seguinte mensagem para o mundo “Somos um País que tem leis, que tem estado, que tem sociedade, portanto, respeitem nossa soberania.”, pq o senhor Cacciola tb esta condenado aqui e o Brasil pediu sua extradição e recebeu um não, temos que aprender a pedir a bola e não ficarmos mandando o zagueiro chutar pra frente pra ver o que dá, o Brasil ta cheio disso, gente pra dizer o que deve ser feito, mas ninguem pra fazer, vamos parar de críticas… obrigado pelo espaço…

  125. Acho todos esses comentários pueris e infantis, ou será que vocês não perceberam que a mídia brasileira tem o prazer de afrontar o governo. Se a decisão tivesse sido ao contrário provavelmente também o governo estaria sendo criticado, pelo simples prazer da crítica.
    Quanto a Itália é triste informar mais quem tem a perder economicamente é o governo Italiano, tal o tamanho do mercado brasileiro. Acho até que o governo brasileiro tem sido leniente com a grita, pois acho que já deveríamos ter sido mais duro na resposta e expulsar também as multinacionais de origem iitaliana só assim eles entenderiam o que é soberania.
    Somente uma lembraça o Brasill é o unico país do mundo que a FIAT irá manter os investimentos.

  126. Acabou na marolinha, tudo q este gov faz sem o script de FHC da errado, vamos pessoal, vcs sabem e alguns de nos tbm, expulsar o Italiano da contraditorio, pq não dão uma indenização e uma aposentádoria = aos nossos terroristas.

  127. É o que dá qualquer blogueiro agora, mesmo que não entenda absolutamente nada de direito ou de Constituição Brasileira, se meter a dar palpites. Só faz repetir o que outros igualmente ignorantes já disseram sobre o assunto e instilar veneno nos leitores.

  128. já pensaram se a anistia consedida no Brasil fosse agora revogada???

    Chico Buarque, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Dilma Roussef e muitos outros politicos, artistas, escritores, intelectuais e militantes, teriam que fugir do Brasil às pressas para salvar suas vidas.

    Não vejo ninguém mover uma palha para discutir a punição dos ditadores, mas quando se trata de militantes que lutaram pr liberdades democráticas e contra a matança de opositores, só por discordarem de governos impostos guela a baixo e viram colegas e amigos serem presos mortos e torturados, aí essas placentas da ditura reaperecem dizendo que têm que ser presos mesmo.

    Ao invés de tentar comparar um reporter irresponsável, como o Larry Rother, que é igual a tantos outros que por aqui aparecem, com um caso de um militante de esquerda contrario a uma ditadura sangrenta e genocida, como foi na Itália, deveriam estes é unir forças e lutar pela abertura dos arquivos da ditadura brasileira, que tanto prendeu, torturou, matou e destruiu a memoria dos brasileiros.

    Talvez estes não estejam muito interessados nisso para não verem seus pais, tios, avós ou os próprios nomes expostos em público como sendo co-autores de prisões ilegais, torturas, assasinados, estupros e tantas outras atrocidades.

  129. Justiceiro das: 18:31

    O que uma coisa tem a ver com a outra, você agora que fazer “justiça” acima do dono desta coluna?

    Se você acha que tem alguma coisa errada com as loterias, promova uma ação junto ministério público com as devidas provas, isso é um direito de qualquer um cidadão.

    Agora deixe de demagogia, só joga quem quer e gasta o que quer. Não existe jogo obrigatório!

  130. A Proibição de Censura na Constituição Federal de 1988

    A exemplo das constituições democráticas contemporâneas, a Constituição Federal de 1988 proíbe qualquer espécie de censura, seja de natureza política, ideológica ou artística (art. 220,§2°).

  131. Para Garrincha das: 18:42

    Meu prezado “Garrincha” teu comentário foi tão bom, quanto o Garrincha foi bom de bola.

    É isso mesmo meu prezado, tem-se que acabar com essa nossa imprensa demagógica, e um mundo de “maria vai com as outras” as acompanha.

  132. Pra começar, os pugilistas cubanos não estavam condenados a nenhum tipo de pena que nossa constituição não prevê, portanto, dentro do contexto, não atendiam aos mesmos requisitos da concessão de asilo que o Battisti atende, era um caso totalmente diferente. No caso Battisti, acredito que a intenção do Tarso Genro tenha sido a de aplicar a reciprocidade em relação a decisão do governo italiano de dar asilo a um criminoso comum brasileiro, o Salvatore Cacciola. Ainda em relação ao Battisti, a única “prova” de que ele tenha cometido os assassinatos é o testemunho de um companheiro dele do próprio “PAC”, que pode ter simplesmente cometido os crimes e pra se ver livre da culpa e conseguir redução de pena, resolveu botar alguém no paredão. Não defendo o Battisti porque acho que quem tenta tomar o poder pelas armas não merece consideração, mas acho que o Brasil tem que tratar a justiça da Itália da mesma forma que ela nos tratou no caso Cacciola, pra mostrar que se eles querem algum respeito de nós, deveríam ter nos respeitado antes.

  133. Ora Kotscho!
    O mais óbvio quase sempre é o mais correto. Qualquer policial sabe isso se investiga um crime. Esse Tarso Genro e o PT não querem extraditar o italiano por “afinidade ideológica”. Essa tentativa de comparar o caso com o Cacciola, Stroessner, militares do Brasil e etc são ridículas por serem situações totalmente diferentes. O evidente é: o Brasil devolve na calada da noite pugilistas cubanos à ditadura de Cuba e nega extradição de provável assassino italiano por ser “ex – comunista” ! Deixem a Itália julgar seu cidadão! Ele não é refugiado político! A Itália era na época e é ainda hoje uma democracia porque combateu eficazmente esse tipo de gente! Tomem vergonha na cara Tarso, PT e suas viuvas do comunismo !

  134. Art. 220 – A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.

    § 2º – É vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística.

    Liberdade!!! Liberdade!!! …Abra as asas sobre nós…

  135. Ô VALMOR! Q Q ISSO MEU FILHO??
    O PONTO É JUSTO ESSE: OS PUGILISTAS CUBANOS NÃO SÃO CRIMINOSOS! ESTAVAM FUGINDO DE UMA DITADUUUURAAAA… REFUGIADOS POLIIIITICOS… O BRASIL DEVOLVEU IMEDIATAMENTE ELES PARA O FIDEL E O MINISTRO AQUI DISSE QUE ELES ESTAVAM “ARREPENDIDOS”. TÃO ARREPENDIDOS QUE ALGUNS MESES DEPOIS UM DELES CONSEGUIU FUGIR DE NOVO (PARA ALEMANHA).
    ABRE O OLHO!
    O KOTSCHO NO FUNDO SABE QUE ISSO É VERDADE TAMBÉM! SÓ QUE ELE TEM AFINIDADE COM ESSA TURMA E CRITICA DISCRETAMENTE. UMA VERGONHA! O BRASIL SE APEQUENA COM ESSA TURMA DE IDEOLOGIA MEDIOCRE E ULTRAPASSADA.

  136. Nunca existirá solução para os inconformados, mesmos para os senhores doutores em lei. Mesmo que as leiam, não querem interpreta-la como a devem, e se a interpretam é por pura conveniência ou revanchismo dentro de sua formação de opinião!

  137. Direito de Resposta concedido para a Astral Formaturas…

    9/01/2009 – 23:30 Enviado por: Dalva Aleixo

    Caro Kotscho,

    Segue texto com a informação da Astral Formaturas e Eventos sobre a realização do Baile de Formatura do Curso de Enfermagem da UNIMAR 2008, cancelado em 10/01 e realizado em 23/01.
    Esperamos que se faça justiça, dando à notícia sobre a realização do evento o mesmo espaço e destaque dado ao seu cancelamento, quando inclusive foi colocada em dúvida a idoneidade da empresa.

    Atenciosamente,

    Assessoria de Comunicação da Astral Formaturas e Eventos

    Baile de formatura adiado por temporal é realizado em Marília: produtor do evento afirma sentir-se injustiçado com o julgamento precipitado sobre a idoneidade de sua empresa.

    No dia 10/01 um vendaval acompanhado de fortes chuvas impossibilitou a realização do Baile de Formatura do Curso de Enfermagem da UNIMAR, na cidade de Marília.
    Mesmo sob o risco de desgaste público e um grande prejuízo financeiro, a equipe da Astral Formaturas e Eventos, responsável pela realização do baile, resolveu suspender a sua realização, horas antes do evento, uma vez que os danos causados pelo temporal, no Palácio de Cristal, estrutura montada para a festa, comprometiam seriamente a segurança dos formandos e seus convidados, que totalizavam aproximadamente 1400 pessoas.
    Enquanto a maior parte da imprensa e, por conseqüência, da opinião pública, acusava a empresa de dar “calote” e “golpe” nos formandos, a sua equipe realizava os preparativos para o Baile, que segundo o acordo realizado com 98 dos 110 formandos, foi adiado para o dia 23/01/2009.
    No dia previsto, no salão da Golden Eventos, em Marília, foi realizado o evento. Participaram 98 formandos e aproximadamente 1280 convidados e foi unânime a satisfação com os serviços oferecidos pela empresa, conforme atestam as imagens recolhidas por amadores, que serão disponibilizadas no site da empresa. Os formandos do curso de enfermagem da UNIMAR participaram enfim do baile de formatura com o qual sonharam.
    Festa realizada, compromisso cumprido com os formandos. Em meio aos depoimentos que retratam a alegria dos formandos, resta o desabafo de José Antonio Bernardinelli, diretor da empresa, que produziu o evento: “em sete anos de empresa, sempre tivemos erro zero. Em uma fatalidade como essa, escolhemos a segurança das pessoas em detrimento de seu entretenimento e fomos acusados de caloteiros, o que foi terrível para mim e minha família, assim como para a imagem de minha empresa. Ficou a mágoa. Seria bom que a imprensa e as pessoas, antes de fazerem seus julgamentos, procurassem conhecer melhor uma empresa ou pessoa”.

    PS: É falsa a identidade da pessoa que se fez passar por diretor comercial da Astral Formaturas. Uma pessoa deste nível nunca trabalharia conosco.

  138. Caro Kotscho,

    Parabéns pela sua matéria, como sempre, maravilhosa.

    Fico aqui comparando o que acontece com a nossa vida no cotidiano e o que acontece com no plano político.

    Se a minha casa está desarrumada, cheia de gente prá lá e prá cá, armários abarrotados de roupa prá passar, etc,etc,..um caos, o que fazer?

    Tomar decisões rapidamente! É isso !

    Essa roupa serve, esta não serve, este vaso fica, esta escrivaninha sai e assim sendo quando menos se espera a casa está arrumada e limpa e cada um no seu lugar !

    É claro que numa situação dessas sempre chega aquela vizinha que “veio conversar um pouco” e começa a meter o bedelho em tudo, então se vc não é esperto “ela” acaba te atrasando na sua arrumação e ainda sai levando alguma coisa tua….

    Pois é, é bem assim esse caso…
    Temos tanto que arrumar, limpar, colocar no lugar, e tudo aqui é tão moroso e tão dúbio….infelizmente….
    Sinto uma enorme tristeza por não termos voto facultativo aqui no Brasil.

    E como vc diz : ” e a vida segue…”
    Um grande abraço,
    Norma M.

  139. Caro Maurício – Barretos:
    a mensagem enviada por Dalva Aleixo, da Astral Formaturas e Eventos, está no ar desde hoje de manhã no post correspondente ao assunto, com chamada no final da matéria que publiquei hoje. Basta você ler o que escrevi.
    Não entendi tua citação da Constituição referente a liberdade e censura. Aqui todos têm direito de resposta, não é preciso nem pedir. Eu só peço que você leia o que escrevi.
    Abraços,
    Ricardo Kotscho

  140. Amigo RK e comentaristas.
    A minha opinião é de que já temos problemas bastante por aqui, não precisamos importar . Vejo as Notícias do RJ onde delinquentes exibem armas, atiram e ateiam fogo em ônibus, ”encarando” a policia sem o menor receio.
    Vejo no estado de São Paulo, numa rodovia pedagiada (e como…) um marginal matar um policial e evadir-se com a viatura, sendo sua prisão feita muito depois, após ter matado mais um em outra cidade. O policiamento rodoviário é deficiente, quem viaja pela Bandeirantes ou Anhanguera, pode perceber que mantendo a velocidade-limite de 120 km/hr, quantos veículos nos ultrapassa como se fosse um tiro. Não vemos um policial ou viatura para coibir esse tipo de infração, mesmo que o veículo seja produto de crime, mas, os radares fotográficos estão lá para ”faturar” autuando até carros roubados. Não existe efetivo, viaturas e até motocicletas para esse tipo de serviço. Seria necessario até viaturas descaracterizadas para o bom serviço.
    Caso tivessemos um policiamento eficaz, esse marginal que matou o policial, não chegaria nem se deslocar tanto na fuga com a viatura obtendo êxito. Não quero aqui nem citar a falta de cameras nas viaturas, como nos países desenvolvidos. ou o parco salário do policial. Isto mostra muito bem em que nível de segurança se encontra nosso estado.de São Paulo, pois, nem os policiais a têm. Há muito em que se pensar nisso.

  141. Vejam aí o que nosso ilustre ministro da “JUSTIÇA” (???) está fazendo.
    Nós todos sabemos muito bem porque Tarso Genro defende o italiano,
    não é? – Stela

    Carta aberta ao povo brasileiro diante da impunidade
    do assassino de meu pai

    ( publicada no jornal Corriere del Veneto . A tradução é do jornalista Giulio Sanmartini)

    “Vivo em uma pequena cidade na província de Veneza. Escrevo a todos os brasileiros, pois hoje me sinto profundamente ferido pela decisão de vosso ministro da Justiça de considerar Cesare Battisti um refugiado político. Há 30 anos ele assassinou meu pai. Não quero vingança, mas uma justiça que não chega. Quem é Battisti: ele começou na política dentro do cárcere, detido que estava por crimes comuns, aí conheceu o terrorista de extrema esquerda, Arrigo Cavallina.
    A primeira vítima dos Proletários Armados para o Comunismo – PAC, foi o suboficial da guarda carcerária Antonio Santoro. Quando este sai de casa para o trabalho, Battisti lhe atira nas costas (6/6/1978). Retornando ao seu grupo ele conta excitado à sua companheira os efeitos de ver “alguém jorrando sangue”. Depois de uma série de assaltos o grupo resolver centrar contra aos agentes da “contra-revolução”, isto é, comerciantes que haviam reagido contra assaltos comuns.
    Inicialmente pensou-se em somente feri-los, mas a vontade de mostrar a própria força a outros grupos de terroristas de esquerda, convence o PAC que é necessário fazer ver que se é capaz de matar. Chegaram a nosso açougue pelas 4 e meia da tarde. Meu pai, ajudado por minha mãe, atendia a algum cliente, eu estava nos fundos falando ao telefone, quando ouvi os tiros de pistola que ribombavam nos meus ouvidos. Apavorado, corri para nossa casa que ficava no andar superior, depois de longuíssimos minutos vi homens que saiam num carro em disparada. Quando cheguei ao açougue, vi minha mãe com o avental branco todo ensangüentado e meu pai no chão dentro de uma poça de sangue. A ambulância chegou rapidamente, mas nada pôde fazer.
    Nos processos, seja a perícia e o testemunho de um arrependido, fez ver que Battisti tinha dado, sem piedade, os tiros mortais em meu pai. Battisti esteve sempre presente no grupo armado, colocando à disposição sua experiência de bandido e ficou conhecido por sua determinação em matar, jamais hesitando em fazê-lo.
    Por todos estes crimes Battisti cumpriu somente um ano da cadeia, enquanto minha vida ficou completamente destruída. Me vi aos 17 anos como o chefe de família e um vazio que com o tempo só fez aumentar. Não pode existir paz sem justiça e a minha família justiça, não a teve.
    Não consigo entender o que levou vosso ministro da Justiça a classificar Battisti como um refugiado político, declarando que na Itália existem aparatos ilegais de repressão ligados a Máfia e a CIA (Central Intelligence Agency), por isso não pode conceder a extradição, o fato me parece uma folia e mais que isso, ofensivo à nossa democracia.
    Peço que façam um apelo ao vosso presidente para que reveja essa decisão.

    Adriano Sabbadin”

  142. Caro Ricardo Kotscho…20h54

    Perdoe-me se pareço atrevido…

    A área de comentários do post.” Formaturas sem festa: Tristeza de pais e filhos”…

    Não está mais entre os posts. recentes, só pode ser acessada através de busca…

    Senti a íntima necessidade de ser justo com a empresa e as pessoas responsáveis pela empresa citada e tomei a liberdade de enviá-las como meu comentário.
    Espero que não o tenha ofendido com essa insubordinação…

    “Em meio aos depoimentos que retratam a alegria dos formandos, resta o desabafo de José Antonio Bernardinelli, diretor da empresa, que produziu o evento: “em sete anos de empresa, sempre tivemos erro zero. Em uma fatalidade como essa, escolhemos a segurança das pessoas em detrimento de seu entretenimento e fomos acusados de caloteiros, o que foi terrível para mim e minha família, assim como para a imagem de minha empresa. Ficou a mágoa. Seria bom que a imprensa e as pessoas, antes de fazerem seus julgamentos, procurassem conhecer melhor uma empresa ou pessoa”.”

    Sr. Ricardo o senhor não cometeu nenhum absurdo formal, como título ou texto que aceitassem plenamente acusações. Há que se reconhecer, no entanto, que os envolvidos terminaram prejudicados com a grande repercussão na imprensa. Obviamente que sua sensibilidade e experiência na área do jornalismo contribuíram para que o Blog não cometesse um grande vexame, que deve ser atribuído sim, a quem forneceu as informações. Faz-se necessário, reconhecer que os mesmos não foram capazes de identificar contradições nas informações recebidas.
    O Senhor dentro de sua lisura tratou os envolvidos com todo cuidado e respeito, evitando qualquer espécie de prejulgamento.
    E se esses cuidados evitaram um vexame maior, eles não foram suficientes para preservar a imagem dos envolvidos como pode ser visto em alguns comentários, que tive a paciência de ler novamente todos um por um.

    ABRAÇOS.

  143. A intransigência direitista das mídias brasileira e italiana deixa claro o que todos sabíamos: não há clima para um julgamento sereno de Battisti na Itália, onde a direita está no poder é só pensa em vendeta. Os direitistas brasileiros fazem coro com os deputados italianos da extrema direita, entrevistados pelas correspondentes Ilze Scamparini e Sônia Bridi. Eles querem vingança e não justiça. São “democratas”, dizem, e Battisti insurgiu-se contra um governo democrático. Onde estavam vocês, direitistas nacionais e italianos, quando o Brasil concedeu asilo a Alfredo Stroesner? Por acaso vocês protestaram dessa forma? Essa vossa atitude atual não é em defesa da democracia, mas, do vendetismo, do totalitarismo de direita, dos ideais de Franco e Mussolini. Pelos comentários dos telejornais direitistas de Boris Casoy (Band), Carlos Nascimento (SBT) e da Globo, as leis sobre concessão de asilo político deveriam mudar. Até a Barbara Gancia esqueceu-se dos costumeiros comentários mundanos para só falar em Cesar Battisti. Personagens do sombrio passado tucano ressurgem na mídia comentando o assunto, a exemplo do desembargador aposentado Fanganielo Maierovitch. Assusta-nos menos a concessão ou não do asilo a Battisti que o retorno dessa trupe direitista. Entendo que esse pessoal gostaria de mudar a CF para que só fossem beneficiados os criminosos de direita, como o famigerado Alfredo Stroesner. Para esse pessoal, o instituto do asilo político só tem legitimidade quando o beneficiado é da direita. Se for um esquerdista, não merece asilo.

  144. Caro Ricardo Kotscho…20h54

    Eu sempre leio o que o Sr. escreve…leio e aprecio, por isso continuo por aqui …sendo até inconveniente algumas vezes…
    mas aqui ficarei até receber um convite para me retirar … Só saio se ganhar meu cartão vermelho.

    A citação que fiz da constituição foi apenas uma provocação pois tenho conhecimento do seu perfil democrático e de batalhador em favor da liberdade de pensamento e expressão…No entanto ela tem a ver com o novo sistema de moderação, e não com direito de resposta…

    “A partir de hoje, depois dos problemas técnicos que tivemos nos últimos dias, o sistema mudou: tenho que fazer a moderação antes da publicação para evitar os abusos.”

    Sobre quais abusos o Sr. se refere? se tomarmos ciência do que é considerado abuso poderemos agir de maneira a evitá-los
    tornando sua vida de blogueiro um pouco mais tranquila…
    Eu estou pronto para me enquadrar nas novas regras.

    Abraços

  145. Para: Marcelo de Matos das – 22:21

    Você foi muito feliz em seu comentário.

    Tanto lá quanto cá, estão querendo minguar a esquerda.

    Aqui é pior: A imprensa que nasceu e conquistou império em plena ditadura e se solidificou com os neos-liberais, é que tentam de todas as formas desvirtuar as caisas.

  146. Viiiiiiiiich…

    O Janciron está de volta…Que tal extraditá-lo no lugar do Cesare Battisti hein!…Até que não seria má ideia né não…

    Vou mandar um E-mail para o Tarso Genro, para a Dilma e pro Lula agorinha mesmo…

    Se bem que os italianos vão devolvê-lo rapidinho ele é uma mala maior e mais pesada que o Battisti…

    HUMMMMMMMMM!!! agora estou em dúvida…pode azedar ainda mais as relações entre Brasil e Itália…

    Aí eles podem querer se vingar e pedir o reconhecimento de patente das pizzas e ficarmos proibidos de fazê-las por aqui…

    Extradição de todas as Pizzas…Nossa!!!!!!! meu amigo “Gordo” vai me matar se fecharem a pizzaria dele…

    Gente que sinuca de bico!!!!!!!!!

  147. Caros Amigos Balaieiros

    Ainda está moderado?
    Pela quantidade de comentários que eu li até agora neste e em outros “posts” sobre o tratamento dado aos atletas cubanos a algum tempo atras, “devo de dizer” o seguinte.

    Eu acho mesmo que Cuba vive em um regime totalitário, não é o meu modêlo e nem o meu número, mas que eu saiba, o Governo Cubano permite que os descontentes saiam do seu país quando bem entenderem. Se quiserem ir para Miami agora mesmo, está liberado, podem ir a nado !!!, ou esperam que o Governo ainda pague as passagens?
    Neste caso, como se trata de um país comunista todas as despesas extras são pagas pelo governo, por isso mesmo é que pediram os atletas de volta já que quem tinha pago pelas passagens para o Brasil a fim de disputar os Jogos Panamericanos foi o Estado, portanto que retornassem para as suas casas, caso quiserem sair outra vez que o façam, mas pagando do proprio bolso. ( ou a nado !!! )

    É o que eu penso…

  148. Caro Kotscho

    Quanto ao assunto da tua “moderação” relacionada à tua “preocupação” com o que aqui se escreve ou de quem aqui escreve.

    Esta semana o senador DEMÓstenes Torres, do DEM-GO, escreveu no Blog do Noblat depois de um amontoado de outras bobagens, a seguinte pérola:
    “Nunca na história deste País houve um ambiente tão favorável à criminalidade. Ocasião, certamente, proporcionada pela atração fatal dos “lulistas” às práticas não-contabilizadas”.

    Ao relacionar o termo “lulistas” à criminalidade, Torres está insinuando que a esmagadora maioria dos brasileiros que aprova a gestão do Presidente Lula, no caso, os “lulistas”, está fermentando uma nação de gatunos e ladrões quadrilheiros, em um verdadeiro insulto e achincalhe ao povo deste país.

    Me responda o seguinte: Voce acha que o Noblat deveria ser responsabilizado pelo que esta “entidade DEMOníaca” escreveu lá?
    Será que todos os 93% do povo brasileiro deveria processar o Noblat pelas sandices ditas por este “senador” ( imune parlamentar ), também personagem do caso do “Grampo” (cadê o audio?) com o Ministro Gilmar Mendes, que xingou a todos nós de bandidos?

    Decifra ou me devore !!!

    um ABRAÇÃO !!!

  149. Bom dia á todos os amigos balaieiros.

    Mais um mistério nesse glorioso sábado ensolarado (até que enfim).

    Eu notei que o local destinados aos blogs do portal ig, estão agora sendo ocupados pelos “indispensáveis” assuntos relativos ao BBB.

    Alguma críse dos Blogs?

    Robson.

  150. Para todos os que têm de tratar com clientes irritantes, ou com
    Ricardo bom dia, como vai?

    Bem essa do italiano já virou pizza, afinal pizza é originária da italia, bem que ele podia ir pra lá e levar algunsa iguais daqui com ele!

    Bem veja esta acabo de receber do meu moleque!

    Diplomacia até nas horas de caos!

    Ricardo você tem pressa?

    Ah! teve um deputadozinho safado que teve pressa e essa é uma justa homenagem ao vagal!

    Muitas pessoas que não valem a roupa que vestem, caso típico do ilustre deputado, sõ ignóbeis ou pessoas que se acham superiores aos outros, aprenda esta com a funcionária da GOL.

    Destrua um ignorante sendo original, como ela foi.

    Uma funcionária da GOL, no aeroporto de Congonhas, São Paulo, deveria ganhar um prêmio Nobel da sutileza, por ter sido esperta, divertida e ter atingido seu objetivo, quando teve que lidar com um passageiro que, provavelmente, merecia voar
    junto com as bagagens ou pendurado no trem de pouso!..

    Um vôo lotado da GOL foi cancelado.

    E somente uma única funcionária era quem atendia e tentava resolver o problema de uma longa fila de passageiros.

    De repente, um passageiro irritado cortou toda a fila até o balcão, atirou o bilhete e disse: –

    Eu tenho que estar neste vôo, e tem que ser na primeira classe!

    A funcionária respondeu:

    Meu estimado senhor, me desculpe, pois terei todo o prazer em ajuda-lo, mas tenho que atender estas pessoas primeiro, uma vez que elas também estão aguardando pacientemente na fila.

    Quando chegar a sua vez, farei tudo para poder satisfazê-lo.

    O passageiro ficou irredutível e disse, bastante alto para que
    todos ouvissem:

    Você faz alguma idéia de quem eu sou ?

    Sem hesitar, a funcionária sorriu, pediu um instante e pegou no microfone anunciando:

    Posso ter um minuto da atenção dos senhores, por favor?
    (a voz ecoou por todo o terminal).

    E continuou: Nós temos aqui no balcão um passageiro que não sabe quem é, deve estar perdido eu presumo, então se alguém é responsável pelo mesmo, ou é parente, ou então puder ajudá-lo a descobrir a sua identidade, favor comparecer aqui no balcão da GOL. Obrigada.

    Com as pessoas atrás dele gargalhando histericamente, o homem olhou furiosamente para a funcionária, rangeu os dentes e disse, gritando: – Eu vou te foder!

    Sem recuar, ela sorriu e disse:

    Desculpe, meu senhor, mas mesmo para isso, o senhor vai ter que esperar na fila; tem muita gente querendo o mesmo.. !!!

    Ricardo você tem pressa?

    Vamos começar o dia com bom humor!

    Abraços fraternos

    Manoel Ferreira!

  151. Infelizmente o autor analisou superficialmente, não citando o caso do banqueiro Salvatore Cacciola, um foragido da justiça brasileira, o qual a Italia deu abrigo e protegeu ferozmente.

    O Brasil não gostou MAS respeitou a decisão italiana. Só pegou o cara em Mônaco, num vacilo do larápio.

    Agora, num típica reação exagerada à italiana, reage aos gritos, ameaças e empáfia. Não gostou NEM respeitou a decisão brasileira.

    Isso é ranço Imperialista sobre 3o Mundo, como se ainda fossemos colônias de nações européias.

    Decisão da Justiça não se discute, se cumpre. Mas eu preferia que os brasileiros respeitassem mais a Justiça Brasileira do que a Justiça Italiana, abaixando a cabeça e deixando o traseiro a mostra.

  152. Essa decisão do Tarso Genro é ridicula , c/ certeza seguiu ordens do José Dirceu, se o STJ não mudar essa decisão , c/ certeza os brasileiros vão começar a ter problemas quando desembarcarem nos aeroportos Italianos, como esta ocorrendo na Espanha.
    Espero que o STJ corrija essa loucura do Min. da Justiça

  153. ….não entendi sua argumentação….aliás quase sempre entendo apenas a explicação que o senhor dá para sua sentida ausência no Planalto…….afinal se não fosse o senhor outras gafes teriam sido cometidas…..não é?????

  154. “Não fosse esta nossa mania de criar e ampliar problemas onde eles não existiam, deixando questões jurídicas para serem decididas no lugar adequado, ou seja, na Justiça, não transformando tudo em questões políticas, Larry Rother e Cesare Battisti jamais teriam virado manchete de jornal, pelo menos no Brasil.”
    A frase acima é sua. Tenho apaludido a maioria de sues comentários, mas este de hoje foi infeliz.
    Não fosse essa mania, Kotscho, Collor teria cumprido seus 4 anos e, quem sabe, mais 4. Nem quero falar dos anos do Mackartismo e daqueles que enfrentaram o senador.
    Para que criar problemas!? Deixa como está. Afinal, “não foi em minha casa, foi na casa do vizinho”.

  155. “Não fosse esta nossa mania de criar e ampliar problemas onde eles não existiam, deixando questões jurídicas para serem decididas no lugar adequado, ou seja, na Justiça, não transformando tudo em questões políticas, Larry Rother e Cesare Battisti jamais teriam virado manchete de jornal, pelo menos no Brasil.”
    A frase acima é sua. Tenho apaludido a maioria de seus comentários, mas este de hoje foi infeliz.
    Não fosse essa mania, Kotscho, Collor teria cumprido seus 4 anos e, quem sabe, mais 4. Nem quero falar dos anos do Mackartismo e daqueles que enfrentaram o senador.
    Para que criar problemas!? Deixa como está. Afinal, “não foi em minha casa, foi na casa do vizinho”.

  156. …..aliás chantagem de país europeu e ameaças não modifica a lei brasileira…..interessante que poucos gritam à respeito das coisas terríveis que são feitas em nome da democracia……Cesare Batisti?????Por que não os milicos que aqui aprontaram e têm sido libertados….

  157. …..aliás chantagem de país europeu e ameaças não modifica a lei brasileira…..interessante que poucos gritam à respeito das coisas terríveis que são feitas em nome da democracia……Cesare Batisti?????Por que não os milicos que aqui aprontaram e têm sido libertados….por que o senhor não volta a trabalhar com o presidente pra dar conselhos…..que decepção

  158. Ô ‘seu’ Tarso, ‘a cesare o que é de cesare’!
    Deixa o homem pagar o que deve. O que é dele já tá guardado mesmo!!! Não vai ser o senhor que vai decidir isso não, tá sabendo?

  159. Meu caro Kotcho,

    É com o respeito e o carinho de colega, nos idos anos 60, que lhe escrevo para discordar.
    Não é a primeira vez que discordo, você se lembra que quando se pensou em criar um Conselho do Jornalismo, eu discordei de você, porque acho que a liberdade de imprensa é sagrada e que é preferível ter uma sofrível imprensa comercial e de direita que temos, do que criarmos um mecanismo de controle.
    Sou de esquerda, me exilei durante a ditadura, sofri demissões várias, inclusive do Estadão naquela época, e posso fazer esse tipo de afirmação. Não precisamos de Conselho de Jornalismo mas de uma imprensa de esquerda ou de centro-esquerda, que possa contrabalançar a imprensa de direita. Sem os exageros de uma Caros Amigos e de outros órgãos de partido, com um jornal de centro-esquerda, democrático, ele poderia viver também de publicidade, como acontece aqui na Europa.
    No caso do correspondente americano, Larry Rother, eu estava em Berna para acompanhar a assinatura de um acordo contra lavagem de dinheiro com a Suíça, quando rebentou o caso. E fui o primeiro a defender o correspondente e a considerar absurda a expulsão do jornalista. Tentei puxar comigo o Jamil Chade, que era presidente da Associação dos correspondentes estrangeiros na Suíça, mas ele se esquivou.
    Então, foi sozinho que declarei ao Márcio Thomas Bastos (ele poderá lhe confirmar), na coletiva realizada na embaixada do Brasil, que como ex-exilado, como combatente contra a ditadura não podia aceitar a expulsão do Larry Rother, mesmo porque, como correspondente na Suíça, muitas vezes fiz críticas agressivas contra o governo suíço sem ter sofrido qualquer advertência. Porque, acrescentei, criticar faz parte do exercício da liberdade de imprensa e a expulsão de um correspondente iria ser fatal para o prestígio do Brasil como país democrático.
    Márcio tranquilo me respondeu, compreendo Rui sua reação pode ter certeza de que entendo sua exasperação, amanhã isso estará resolvido. E assim foi, Márcio teve uma longa conversa com Lula, onde provavelmente argumentou em favor da livre expressão, mesmo quando apelava para a ofensa. Evidetemente, não foi minha intervenção que determinou a vitória da razão, mas porque o ministro, ex-advogado de presos políticos durante a ditadura, também achava ser essencial, numa democracia a livre expressão.
    Agora chegamos ao Cesare Battisti. Você que tem origem alemã deve ter acompanhado, no passado, o desespero da Banda Baader, o grupo terrorista alemão que, logo seria imitado pela
    Brigada Vermelha italiana. Há, mesmo um filme passando aqui na Europa, O Complexo Baader Meinhof, rememorando aqueles anos em que uma parte da juventude alemã, entre o desespero de viver num país que jogara o mundo numa guerra racista e imperialista, e a ocupação por países capitalistas, partia para o terrorismo.
    A Alemanha de hoje já enterrou esse assunto, uma das últimas participantes do grupo Andreas Baader foi libertada recentemente. Já lá se vão mais de trinta anos. Mas a Itália, ao contrário, sopra as cinzas do passado para querer recuperar um fugitivo, já integrado na sociedade, como no passado na Via Ápia o imperador romano fez empalar todos os seguidores da revolta de Spartacus.
    E, ontem, um deputado da Liga do Norte ousou mesmo dizer que o Brasil é mais conhecido por suas dançarinas que por seus juristas. Quer eu eu traduza? o Brasil é mais conhecido por suas putas que por seus juristas.
    Você sabe o que é a Liga do Norte ? É um movimento neofascista que quer mesmo a separação da norte italiano da Itália, mais ou menos com o mesmo argumento de certos separatistas sulistas que, felizmente minoritários, querem a separação do sul do Brasil.
    Faz duas semanas, depois da decisão do ministro Tarso Genro, que o governo italiano trata o ministro brasileiro, a justiça brasileira, o governo brasileiro de tudo quanto é ofensa.
    Ora se fosse só em Roma, onde o Papa reabilita negacionistas, nada grave. Dentro de casa, cada país faz o que quer. Mas o governo Berlusconi, que criou uma lei que o protege dos processos por corrupção e que controla a televisão italiana, decidiu meter sua colher dentro de nossa casa. Foi até pedir apoio para o Conselho da Europa contra uma decisão soberana do Brasil e, nosso presidente do Supremo Tribunal Federal de vértebra de plástico, em lugar de como Floriano Peixoto defender nosso brio e nossa honra, cede e provavelmente, depois de acuado, votará pela extradição de Battisti.
    Battisti deixou de ser um fugitivo para ser um símbolo. De todos nós que na juventude lutamos contra o sistema. As acusações e os temores dos anos 60, mesmo em países pretensamente democráticos, mas governados como a Itália por uma coligação da qual fazia parte a Máfia, se confirmam hoje.
    Contra quem lutava o grupo Baader Meinhof e a BrigadaVermelha ? Contra o capitalismo e sua degenerescência ? E o que aconteceu 40 anos depois ? A crise que assola hoje toda Europa e que chega, embora em menor escala ao Brasil. Esse jovens foram extremados, mas viram longe e muitos deles pagaram com seu próprio sangue a visão profética.
    Há em nós todos um pouco do jovem Battisti que lutou contra o governo italiano, onde máfia e ex-fascistas conviviam. Na questão do Battisti nenhum de nós pode lavar as mãos. De um lado Mino Carta, Carta Capital, que querem vê-lo apodrecer na prisão e tantos outros que o acusam de criminoso mas que alegremente se unem como cúmplices do projeto e desejo de matá-lo devagar numa prisão italiana, baseados apenas em acusações de neofascistas e de corruptos políticos italianos, que ousam mesmo ofender nosso país, nosso ministro e nossos juristas.
    O caso Battisti não é só uma questão jurídica meu caro Kotcho. É um questão de direito, de humanidade, de compaisão e, se você quiser, uma questão política.
    E também uma questão de honra nacional .
    Grande abraço, Rui Martins.

  160. Bem vamos ao assunto do marginal italiano:

    Ele é gente boa?

    Ele merece viver na santa paz aqui no Brasil ?

    Ele irá contribuir de forma contundente para a sociedade ?

    Ficaremos mais ricos em abrigar um tipo deste ?

    Que vantagem Maria leva?,,

    Quem deseja que ele fique além dos que já conhecemos?

    Fomos altruístas e solidários com este assassino?

    Solidariedade e Altruísmo, mas isso se aplica?

    Por muitas vezes observei em pessoas no campo político, um altruísmo e uma solidariedade que me soaram muito falsos, demagogia barata, e intenções escusas e mal expilicadas !
    .
    Algumas Malandros Terroristas , Políticos, se agarram a objetividade com se fossem crianças a um cobertor, e pouco se envolvem fora do seu ambiente conhecido, temem em demasia ir ao encontro do desconhecido, pois nada sabem fazer a não ser não fazer nada!

    Alguns tipos, até não se envolvem com os demais que não compactuam com seus falsos ideais, e assim que sentem-se fora de sua redoma de proteção, rapidamente, buscam apoio nas outras pessoas tão mau caráter quanto ele, mas que os acariciam e os cobrem de mimos e elogios!

    Ficam relaxadas e a vontade, sentem-se agora seguros e confortáveis, e só assim com o retorno da perspectiva de que seus crimes compensam, e que sua imunidade, ou asilo os livrará até de Deus, é que começam a sentirem-se aliviados e protegidos!

    Estas criaturas,foram somente preparadas para lidarem com as benesses, sem se incomodar com o rastro de crimes que os perseguem, o mal que os rodeia, mesmo que em malefício da sociedade,mas isto não importa desde que no fim eles e suas turpes saim ilesas de toda barbárie que praticaram, afinal para alguns eles são tão bonzinhos?

    São Naus mal construídas e frágeis, foram desenvolvidas somente para saírem do cais com ventos favoráveis, mas ao menor sinal de falha deste sistema de vida, seu ser estremece e aparece o pânico, por não serem competentes para enfrentar os mares da vida por não possuírem habilidade, capacidade de trabalho, qualificação e experiência alguma, só prestam para serem bandidos, presidiários ou Políticos, estão acostumados a vidas fartas e fáceis, mas que não lhes pertence, velejadores de outros mares, mares calmos para eles e maremotos de ruínas para os seus semelhantes!

    Só para refletir !

  161. Vivia com dúvida desde que esse Sr. Presidente assumiu a cadeira mais importante do País, agora, minhas dúvidas começam a ter claridade de o senhor presidente nao governa como governo, que é para o povo e sim, para seus amigos é só pedir que ele assina, pedido esse, feito pelo nosso ministro da justiça. Se é ser democrático sr. presidente, entao, vamos respeitar a democracia de paises que tem democracia.
    Algo estranho está acontecendo em nosso País, Os paises mais ricos do mundo estao entrando em crise ou em decontrole da economia, e o nosso governo haja enjetar dinheiro só para os mais ricos do país, pergunto-me, de onde vem esse dinheiro, tudo bem que o país esta tendo recordes de arrecadaçao, porém, ele está gastando 3x mais em gastos públicos e em mordomias de politicos que nem pensam larga mao da barbada, fico irado quando ouço falar em: vale gasolina, vale supermercado importado, vale celular, vale telefone fixo pessoal, vale gabinete, vale passagens aéreas, enfim meus Deus é tanto vale que ficaremos o dia todo aqui citando.
    Deixo um alerta! a imprensa e os nossos intelectuais formados estao acomodada e recuada por medo de repressao por parte do governo.
    Finalizarei porque tenho tanto ódio desses atuais políticos mandantarios que quando começo a escrever parece que nao quero parar mais de falar.
    E voltando ao caso desse assassino, que o Brasil respeite a democracia e chuta ele para o ligar onde ele merece, a prisao.
    Só mais uma coisinha, se ele ficar aqui, vai titar: o café, o ” banho de sol”, o lanche da manha, o almoço, o lanche da tarde, o jantar e o lanche da noite enfim todas as mordomias que um preso do alto escalao aqui em nosso país “democrático” .

  162. a verdade é que,essa luta e esse debate vem de longe e de lados opostos, agora é importante esclaricer, que luta é essa ?,cada um luta porquê e para que?,quem é quem nessa luta?,e se o governo brasileiro tivesse tomado a decisão contrária?,de onde viriam as críticas?, ou não teria?,e a oposição o que diria?,como seria o comportamento da mídia?,e os direitos humano o iria dizer?,e esses que estão querendo a extradição o que fizeram no passado recente?,quem ainda detem o poder sobre o mundo e como está esse mundo?,um abrç Ricardo.

  163. Ricardo!!!!!

    As vezes é nescessario um tiro no pé para demonstrar que se está vivo.
    O comentario do Mauricio – Barretos 30/01/09 17.55hs ajuda a esclarecer.
    Cesare Battisti “seria” queimado no STF, mas o Tarso se antecipou…..
    Pela guerrinha moderna….
    Abraço..

  164. A mídia brasileira e a italiana têm revelado muita destreza na analise do episódio Battisti. Destreza, aqui, é empregada, como dizia Victor Hugo, “no duplo e lamentável sentido do vocábulo”. Ao mesmo tempo, como sinônimo de habilidade e tendência política: destra também quer dizer direita. Condenando antecipadamente Battisti por se ter insurgido contra um governo democrático, dizem estar defendendo a democracia do terrorismo. Quantos desígnios inconfessáveis, porém, já não foram defendidos em nome da democracia? Mme. Roland, revolucionária guilhotinada pela Revolução Francesa, exclamou ao pé do cadafalso: Liberdade, liberdade quantos crimes se cometem em teu nome! Ao cadafalso as pessoas costumam ir mascaradas; na vida cotidiana não podemos andar assim. O instituto do asilo é jurídico, não político. Estão querendo encerrá-lo na camisa de força do maniqueísmo político: direita ou esquerda. Se Alfredo Stroesner era um criminoso, foi responsável por milhares de mortes e ninguém contestou a concessão de asilo político a ele, por que o fazem agora? Que desígnios inconfessáveis a direita brasileira e seus “fratelli siamesi” italianos escondem por trás dessa perseguição a Battisti?

  165. Apenas tres “coisinhas”…
    1. O que esperar de um Ministro da Justiça que, como Pai, foi renegado politica e ideologicamente pela própria filha????
    2. Para quem é observador, basta constatar que, em todas as polêmicas do Governo do PT que envolvam questões jurídicas, o advogado (por trás) é o Luiz Eduardo Greenhalg!!!
    3. O ex-Ministro Marcio Thomas Bastos a quem o Kotscho atribui sua amizade (e eu gostaria de respeitar), quando Ministro da Justiça do LULA, manchou a sua biografia ao defender o indefensável e ao ajudar os sujos envolvidos no escândalo do Mensalão.!!!
    A partir daí, queridos senhores leitores deste Balaio (que É efetivamente livre e democrático), nada mais que venha deste governo me surpreende….

  166. Neskeens von Lyrics das 12:42

    Amigo você pelo visto sabe das coisas !

    Aliás o Marcião é aqui da região, lá de Cruzeiro, e envergonhou a cidade inteira, se você perguntar se ele nasceu lá, todo mundo nega diz que nunca ouviu falar, é o preço da fama a Turcaiada lá é gente de bem e trabalhadora!

    O Tarso, este entã é destas figuras apocalíptcicas na política, típico de final dos tempos, sabe assim, meio sem eira nem beira, que nem sabe aonde está, entrou no cargo de gaiato e só por acerto de contas eleitoreiras, e também por amizade e favorecimento!

    Vergonha n° 1 = Foi humilhado nas urnas regionais bem como a tal Marta, e graças a Deus para o bem de vocês aí de São Paulo apanhou feio mas se pensar assim, além de ambos tem mais uma renca de pendurados lá cujo os quais não tem capacidade alguma para exercer a função, Matildes, Benedictas, Manteigas e margarinas!

    E o pior Neskeens, no episódio daquele crápula delinquente comum o Daniel Dantas, vem a : Vergonha n° 2::::o Gilmar cara de bolacha Maria já desmoralizou ele um monte de vezes!

    Se ele tivesse um pingo de vergonha na cara já teria saído, tipo assim : Sr Presidente, ou o Gilmar ou Eu, enfim o cara é bandido e o Juiz De Sanctis está certo e o nobilíssimo delegado Dr, Protógenes pinico continuou cheio, ficaram ambos!

    Vou arriscar mais uma o Cara de Bolacha vai despachar o Italo/delinquente so´ pra sacanear o Gauchiyto de novo!

    Espere agora porque lá vem as tijoladas!

    Manoel Ferreira

  167. Estimado Sr. Neskeens das 12:42

    Enviei um texto em referência ao seu, onde concor com o sr. em: Gênero,Número e Grau, e faço outras colocações mas não saiu, ou foi abortado, ou o ig está com Urucubaca mesmo!

    Parabéns pelo seu texto, isto é Brasil!

  168. Até você Kostcho?
    Pera lá… comparar os dois casos é o fim da picada!
    o caso Battisti envolvia uma decisão do tipo sim ou não, e essa resposta implicava em considerar questões de fundo, humanitárias.
    Não é o tipo de coisa que pode ser simplesmente equacionada numa atitude política “menos radical”, ‘menos deletéria” à imagem!!!!
    Não nego que a resposta – tanto o sim, como um possível não – constituísse de forma evidente também uma posição política, mas ela teria que responder necessariamente, e em último grau, a essa questão de fundo humanitária. Teria que prestar contas sobre ela. Isso feito, ponto final, seria a resposta, doesse a quem doesse!!!!
    Se discorda da concessão do asilo, então se atenha aos motivos pelos quais discorda, mas não diga que foi uma decisão politicamente desnecessária, um “tiro no pé”, como foi a questão do Rother.
    Só os covardes dão, sempre e em qualquer circunstância, apenas as respostas que os “outros” querem ouvir.

  169. Grande Manoel Ferreira!!!
    Eu fiz o serviço militar em Lorena (isso em 1.970/71) e no dia de soldo, dia 28 do mês, íamos, uns 200 soldados, de trem até Cruzeiro (numa certa vila de casas localizada ” além” da linha férrea)… Bons tempos aqueles que tudo se resolvia com umas injeções de “Benzapen 1.000.000 de unidades…
    Obrigado pelo seu comentário.
    Não sou Petista, nem Pmdbista, nem Psdbista, nem qualquer outro tipo de “ista”, mas leio, acompanho e observo as coisas com uma enorme dor no meu coração brasileiro…
    Nós merecíamos coisa melhor…

  170. Mas não é possível gente. Será que o ‘PIG” não dá sossego nem lá; ”Meio-irmão de Barack Obama é preso por posse de drogas no Quênia.”
    Ah esse PIG…
    Ah, esses irmãos. Quem nunca teve um irmão, digamos, ”problemático” quando se está no poder, que atire a primeira pedra.

  171. Enviado por: Rui Martins 31-01/10;32

    Estimado Rui, bom dia e fiquei de certa forma feliz ao ler o seu texto, redigido com clareza, sabedoria e lucidez impar! Porém?
    Meu caro Rui, embora transparente por demais, eu não vejo diante de outras situações expostas no seu próprio texto o caso do Battisti de uma forma singular ou simplista ou como se fosse ainda mera questão jurídica, pelo tudo o que li e reli sobre este camarada, trata-se somente de um marginal, um fora-da-lei, ou ainda delinquente comum que carrega consigo quatro assassinatos nas costas.
    Portanto Rui, se é o caso de elevar a situação acima da questão de direito, e julgarmos pela ótica da humanidade, de compaixão como você diz, eu discordo, e não se aplica, pois eu creio que neste momento existe uma corrente enorme em sentido oposto a este raciocínio, e caso comprovado seus crimes , espero que este sujeito vá pra bem longe de nós, aqui no Brasil já temos um monte de mer… como ele aliás piores que le pois ainda além de não terem nunca pagos poor seus inúmeros crimes, e estarem em uma cela que deveria ser o seu lugar, ainda gozam de uma maldita imunidade parlamentar!
    Lugar de bandiido Rui é na cadeia!
    O azar deste malandro foi não ter nascido aqui no Brasil, mas se depender do desmiolado do padre Tarso e de seus Bispos , certamente o safado vai receber cidadania e tudo mais!
    Mas respeito seu belíssimo comentário, e olha são episódios como estes que fazem com que as pessoas lúcidas detestem cada vez mais as decisões insanas deste governo!
    Pobre Mãe gentil, Rui pobre Brasil, que tem que suportar todas estas mazelas que assolam o solo da pátria amada idolatrada, do Oiapoque ao Chuí, está tudo perdido mesmo! Tudo dominado!
    Bom domingo Rui
    Abraços fraternos
    Manoel Ferreira

  172. É meu amigo, eu tive onde você chorava e a mãe não via!

    Quitaúna, berço daquela insanidade Lamarca !

    É brincadeira chamar um cara daqueles de herói, de exímio atirador e outras tantas lendas idiotas a respeito de um sujeito mal resolvido com a vida, nunca soube bem o que queria, foi de péssimo a regular na academia, nunca foi primeiro aluno em nada, é tudo onda quando voltou de Suez veio mais xarope ainda!

    Fica aqui sim os meus respeitos a familia, isto sim, agora no demais, pura perda de tempo!

    Sabe Neskeens von Lyrics, caso seja o seu nome, eu sempre digo haviam erros gritantes e absurdos de ambos os lados, e nada daquilo precisava ter acontecido, um passado já meio remoto que nem merece uma página sequer nos livros de história, um conjunto de reações mixtas de truculência e covardia, onde heróis eram vagabundos comuns e vagabundos singulares eram heróis de araki,

    Também cumpri meu tempo e fui lecionar, e creio que aí sim ajudei o meu país!

    Acreditei que o estudo era a luz da vida, e que um dia seríamos conduzidos pela inteligencia e a intelectualidade dos nosso irmãos, e nunca pela astúcia e pela sagacidade!

    Emfim é isto aí, aplauda quem quizer, pois a continuar o descalabro, certamente as lágrimas viram em prantos !

    Abraços Fraternos

    Manoel Ferreira

  173. Estamos falando no caso Battisti, e o leitor ´Wilson´, que evidentemente pertence àqueles minúsculos 5% da população que não gosta de Lula, vai aproveitando da oportunidade para pichar seu governo, tachando-o de ´inábil em todo´. Inábil?? A mais recente pesquisa demonstra que a aprovação dele nunca foi tão alta na história. E, por favor, não me vem com esta asneira que todos os institutos de pesquisas estão comprados. Até os analistas especialistas do exterior (que não têm rabo preso) tiram o chapeu para o governo dele.

  174. Prezado Kotscho.
    Já li mais de uma vez e em vários orgãos da imprensa, a declaração de importantes membros do governo, de que, se alguém pensa de que qualquer ato é feito sem a aprovação do LULLA, esse alguém não conhece a estrutura montada, daí, demonizar o fraquinho Tarso é uma maldade sem precedentes.

  175. amigos internautas,já afirmei neste blog e volto a repetir,esse tarso genro jamais poderia ocupar um ministério tão importante para qaulquer paiz ,é uma lástima a maneira como esse ex-guerrilheiro se comporta na direção do ministário,só mesmo um governo despreparado e politiqueiro nomearia um sujeito como esse para ser ministro da justiça.o tomaz bastos era ruim mas esse é bem pior,se fosse inteligente e sério já tinha pedido demissão.

  176. amigo venusto,petista evidentemente,nem todos os governos com alto indice de aprovação são bons,a opinião das pessoas,principalmente onde a maioria absoluta dessa passoas são aquinhoadas com benesses do governo,mais a capacidade palanqueira desse governo em proclamar frases que essas mesmas pessoas gostam de houvir,evisentemente elevam a aprovação por ele,não sou critico dpo que o teu lula fez mas do que ele não fêz podendo fazer,pra teu conhecimento,NUNCA,NA HISTÓRIA DESTE PAIZ(SIC)UM GOVERNO ARRECADOU TANTO DINHEIRO,AUMENTOU TANTO OS IMPOSTOS E GOVERNOU COM A SITUAÇÃO MUNDIAL TÃO PROPICIA,se não sabia guarde e analise,se fosse um governo que soubesse administrar esse dinheirão todo teria feito muitissimo mais do que fez ate agora,te manca cara e aprende

  177. Concordo com as seis primeiras palavras do wilson; de fato, sua inabalável amizade ao presidente 100% de bom ou ótimo (que país!!!) jamais poderia deixar de mostrar o viés de seus comentários a favor sempre desse governo ao qual serviu e ajudou muito a construir. Enquanto houver nas “pesquisas” um infinitésimo contra essa turma do PT e seu “capo de tutti capi” é porque levaram em consideração o meu voto. A verdade pode tardar mas um dia vai aparecer.

  178. Olha, querido,
    eu moro na Italia…que bom pro Brasil estar assim com um pais que nao tem um minimo de respeito por nos, visto que nos considera uma “Republica das Bananas”; por nossas juristas – visto que somos famosos pelas bailarinas…”
    Posso falar, ADA PELLEGRINI GRINOVER arrasou qdo teve em Milao, meus professores babaram nela-altro che ballerina!
    Se os caras nao peitaram a França por 11 anos espero que GILMAR MENDES nao arregue e defenda a tradiçao jurisprudencial do nosso pais, se ele nao defender a nossa constituiçao ai sim vai ser duro!!!!

  179. Brasileiro è complexado mesmo…

    Aqui, na Italia, so tem qualidade de vida pq 80 milhoes de pobres emigraram e o resto eles deixam afogar em Lampedusa …

    Ai …se o gentil jornalista escutasse o discurso neofascista todos os dias durante tres anos certamente nao criticaria a atitude corajosa e DESCENTE do nosso Ministro.

  180. Passei 15 dias na europa a trabalho, retornei no ultimo final de semana.
    Se o Brasil já era motivo de gozação, imagina agora com esse Battisti e os três alemães que tiraram a roupa no aeroporto de salvador…estão dizendo lá que o Bin Laden está pensando seriamente em trocar umas idéias com o Tarso

  181. Graças a pessoa como Dilma temos hoje um país diferente, sou filha de militar e economista so eu sei o que nao pude me espressar no passado por ser filha de militar, adimiro Dilma Rousseff sua força e sua coragem. Vou trabalhar a seu favor farei de tudo pra vc ganhar acho que vc vai ser o orgulho de todas as mulheres brasileira. Vamos a luta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *