Farra, 2008 e "malas": mais comentados

Farra, 2008 e "malas": mais comentados

Entre os três assuntos mais comentados da semana neste Balaio, destacou-se o texto que escrevi ontem sobre a farra da criação de mais 7 mil e tantas vagas de vereadores, graças a uma emenda aprovada no Senado, durante a madrugada, que causou a revolta dos leitores.

Meu alterego, que cumpre as funções de ombudsman deste blog e não tem salário nem sobrenome, critica o Balaio por ter demorado muito a entrar neste assunto, capaz de provocar uma enxurrada de comentários indignados em pleno sábado, dia habitualmente fraco na internet quando o assunto não trata de futebol.

O balanço positivo de 2008, “o ano em que todos ganhamos”, e a enquete para as escolhas dos “Malas do Ano”, que o Balaio copiou na cara dura da coluna de Artur Xexéo, de O Globo, foram os outros dois assuntos que tiveram mais respostas dos leitores.

Esta semana, o Balaio manteve uma boa média de posts com mais de 100 comentários, a demonstrar que já conquistou uma freguesia fiel de participantes do blog e um retorno dos leitores bem acima dos dois principais veículos impressos do país, a Folha e a Veja, que também publicam este tipo de levantamento.

Leitores me perguntam a que atribuir esta desproporção na interatividade entre o público da mídia impressa e o da internet. Lembrei-me de uma brincadeira do falecido Paulo Francis, para quem só loucos mandavam cartas aos jornais porque dava muito trabalho.

Hoje, com a internet, não sei se o número de loucos aumentou muito ou, simplesmente, ficou mais fácil para o leitor participar online e diretamente do processo de troca de informações na sociedade, deixando de ser mero consumidor passivo.

Vamos aos números da semana:

Balaio

Farra dos vereadores: 257

Balanço de 2008: 182 

“Malas do Ano”: 166

Folha

Novos vereadores: 68

Governo Lula: 57

Pichação na Bienal: 29

Veja

Amor, drogas e morte: 78

Diogo Mainardi: 32

Claudio de Moura e Castro: 26

Bom domingo pra todos.  

32 thoughts on “Farra, 2008 e "malas": mais comentados

  1. Ricardo Koscho Parabens pelo seu trabalho.

    Também tenho muito que comemorar, recebi 05 comentários em um dos artigos de meu blog. Resultado que nunca tinha visto antes.

    Bom final de domingo.

  2. Sugiro colocar em discussão a qualidade dos nossos parlamentares. É tão notória a baixa qualidade que podemos verificar, por exemplo, o Presidente do Senado. O cara é uma piada.

  3. Parabéns pelo seu trabalho. Era para postar um comentário sobre a farra dos Vereadores, por problemas técnicos não fiz, faço agora. Os parlamentares que não conseguiram a reeleição ou mesmo a eleição, só estão querendo garantir o seu pão de cada dia, e nada mais. Os problemas da comunidade não têm a menor importância para eles. Veja uma câmara com 9 Vereadores, 48 mil habitantes, gastaram 120 mil com um painel eletrônico, esse dinheiro se devolvido para o Executivo como manda a Lei poderia ser aplicado na saúde, educação etc.

  4. Os aposentados que se lixem, pois o governo não estar nem aí para aqueles que recebem além de UM mínimo. O que o PT e o Lula querem é ver todos os aposentados que trabalharam e contribuíram na miséria. Agora eu pergunto: Pra que mais vagabundos nas câmaras municipais se o que temos hoje já é demais? Por que o governo Lula vive a vilipendiar os nossos herois que deram suas vidas para construir esta nação? Chega de tanta corja.

  5. Infelizmente temos (a sociedade) que conviver com situações como esta. No apagar das luzes, os senadores da república, que tiveram todo o semestre para votar a matéria, aprovam a criação de mais de 7.000 vagas nas Camaras Municipais. Das duas uma: ou estão comprometidos até o gargalo ou deram uma de Pilatos (lavaram a mão e deixaram a bomba com a Câmara).
    Pena que brasileiro tem memória curta e já nem lembra em quem votou para vereador há dois meses atrás.
    Sou contra esta decisão do Senado por algumas razões, entre outras: 1ª Não é o nº (quantidade) que fará melhorar a política neste país, mas sim a qualidade; 2ª A regra deveria estar estabelecida antes da eleição e não antes da diplomação; 3ª Ao analisarmos quem será beneficiado, não encontramos o povo, mas sim o partido do governo e aqueles que de sua base de sustentação. Ou seja, cria-se uma situação para ampliar mais ainda a ditadura petista imposta ao povo brasileiro. E nós, pobres mortais devemos continar contribuindo programas sociais que fazem senão aumentar ainda mais a dependência dos menos favorecidos a esses que estão esperando o “presente de papai noel” e, consequentemente, aumentar a miséria neste país tão rico que mais uma distribuiu bilhões aos banqueiros.

  6. Kotscho, parabéns!

    Estou cá remoendo com minhas teclas uma pergunta que não quer calar:

    Quem dede decidir o número de vereadores que um município deve ter?

    – A Justiça?
    – O Congresso?
    – Os vereadores e seus suplentes?
    – Os eleitores do município?
    – Ou o Papai Noel?

    Aguardo resposta.

  7. Kotscho!

    Obviamente que não desfazendo da audiência do teu blog, mas observa só os temas abordados e votados em Veja e Folha. São temas de pura alienação, e o leitor, tanto de jornal, como telespectadores e internautas estão cansados de serem massa de manobra. Querem saber, através de reportagens, artigos ou blog de temas, assuntos e fatos que condizem com a nossa real realidade.
    Vá em frente, e não te deixa neoliberarlizar, caso contrário vais cair na vala comum da mediocridade e da massificação com objetivos de alienação.

  8. Neste novo turno, após o sofisminha barato na Câmara Federal e o contra sofisminha no imbroglio de cinismo e presunções,no Senado, exceção aos cinco senadores condignos, contra a neo-loteria de reelevar numero de vereadores ao picadeiro, onde correm farta$ água$, para lhes saciar sede crucial, o brazão, título remido e tudo de Super Mala vai para Garibaldi Alves e seu impeto de recorrer ao STF, no caso dessa causa…

  9. Todos querem mamar nas tetas gordas e fartas do poder, sem distinção.

    Todos são muitos honestos e compromissados em época de campanha, depois que assumem a farra é geral e distorcem seus argumentos de forma vil e cruel e sem o mínimo de pudor.

    Suas oratórias são capciosas e fáceis de distorcer e manejar e suas promessas sempre têm várias interpretações mesmo conservando pontos e vírgulas apenas modificando em certos casos a entonação da voz ou nem isso.

    Se algum se salva, é muito pouco por isso não adianta nem os ardorosos defensores do Lula e seus asseclas tentarem distorcer argumentos nem os chupa ovo dos tucanos usarem o mesmo ardil e a mesma perspicácia porque não tem como convencer o contrário, os desmandos saltam aos olhos de todo aquele que quer ver e o sarcasmo é visível.

    O sistema não presta, as leis foram feitas para defender o interesse dos poderosos em detrimento da sociedade, esta ‘carta magna’ é uma colcha de retalhos que da margem a interpretações das mais variadas dando ao poderoso (aquele que pode pagar advogados de transito livre ou que encharca {muni} a mão do “poder”) a certeza da impunidade e da ao tolo e pueril cidadão de poucas posses uma defensoria pública inexistente e quando existe (porque é lei) com advogados sem estimulo nenhum e também em sua maioria apenas encarando este papel como um subemprego ou como escada para galgar até chegar à teta mais suculenta.

    Mas eu não me canso, sou minoria e aparentemente sou o único insatisfeito com o aparelho e com os rumos da nossa sagaz e remendada constituição que é cumprida à risca em favor dos influentes e simplesmente ignorada quando se trata do cidadão comum e desprovido.

  10. Sabe Cotscho, as atitudes dos nossos poderes maiores, constituídos com o aval do Zé povinho, em respeito à Carta Magna, e nada mais, deixa a desejar, são três poderes que igualitariamente, não se equivale a metade da metade de um. Enoja-nos ler matérias sobre farras, orgias de toda sorte, principalmente pelo acinte ao pobre homem Brasil, imagine ainda termos de tercer comentários, dá vontade de vomitar, isso sim. É muito descaso para com o pobre, desdentado e iletrado Brasis.

  11. Olá! Kotscho. De passagem por aqui, não podia dizer o quanto estou decepcionado com tudo isso, que vira pizza ou mala sem alça.Até quando…Aproveito para desejar “Boas Festas”.

  12. A “corrupção” é a porta para os males que atingem todos os setores da vida brasileira.
    A “violência” sem precedentes, os desmandos do poder sem precedentes, a desconsideração pelas pessoas sem precedentes.
    O nosso querido Presidente, já encontrou um culpado, “problema da família”.
    E o aumento de numero de vereadores? E o alto salário dos executivos do governo. (acensoristas, porteiros, colocadores de tapetes vermelho, puxa sacos, etc.). É problema da “família”
    Vamos e convenhamos a desfaçatez, atinge o maior grau, da imbecilidade, daqueles que acreditam, que “prevaricar” é moda no Brasil.
    Mas, tudo tem o seu termpo de “amadurar” e o deles também terão.
    Já imaginaram, um Zé Dirceu, um Jesuino, a grande maioria da classe politica brasileira, no exiguo de suas existências” quando tudo parece definido, exclamarem: Chamem, chamem a todos, quero contar-lhes um segredo, me perdoem o que fiz, não foi por maldade, foi ignorância mesmo. O Criador vai me perdoar?
    Ai, o Anjinho da Guarda, fala-lhe no ouvido: Nos somos donos do plantio e da colheita. Toma da sua charrua, de seus apetrechos e começe o quanto antes, a repor com seu esforço e sacrificio, aqueles a quem “delapidou” com sua voraz apetite pelo material e pelo poder, que nada mais são que “situações temporárias”
    Agora a “cobra vai fumar”.
    Não há como fugir, estás preso as suas próprias misérias e as suas descojuntadas verdades.
    Vamos, Zé Dirceu, Jesuino e sua “truppe” mãos a obra, temos o tempo todo para resgatar tamanhas atrocidades.
    Informem seus colegas do “Para,lamento” a coisa pega, tim por tim.
    Graças ao bom Deus de Infinita Miserircórdia, está tudo por começar.
    Sempre é tempo, a vida continua, os desajustes também.
    Lembrem da “mãe pobre” com um filho deficente. Por vezes se utiliza de 02 até 03 viagens coletivas, para levar seu filho ao posto de recuperação, para dar-lhe alguns momentos de conforto edurante o trajeto do lar ao posto, sempre com sorriso, uma caricia, que contagia aqueles que estão a sua volta.
    Meditem, sobre a vida!
    “O mal não é pelos que o praticam, mas pelos que observam e nada fazem.
    Abs.
    Feliz Natal e Próspero Ano Novo.
    Paz! Muita Paz.

  13. Hoje me atrevo a publicar uma parcial dos comentários de Zeno José Otto.
    Sem autorização prévia, mas, me desculpe Zeno, caí na tentação.

    “Parece que os grandes veículos de comunicação sabem que seus dias estão contados e, por isso, dane-se a credibilidade que já tiveram. Apostaram todas as fichas nas ordens que o grande irmão do norte e a aristocracia tupiniquim, parasita e falida, mandavam, e quebraram a cara. Agora são sabem o que dizer. Suas campanhas anti-sucesso do Brasil, além de criminosas, são burras. Não funcionam.
    Insistem em trapaças jornalísticas como colocar em manchete que o índice de desemprego subiu assustadoramente. Só no texto da matéria, em letras miúdas, informam que esse fenômeno é mundial e não acontece no Brasil.
    Por que isso? Para nos deixar com medo, infelizes, comprando menos, produzindo menos… De maneira cruel e mentirosa. É o último cartucho que lhes resta.
    Felizmente não possuem mais credibilidade. Todas as pesquisas mostram que a aceitação ao governo Lula continua crescendo. Isso a mídia grande não pode esconder, apesar de divulgar apenas o suficiente para que não se diga que ela sabota informações positivas.
    Torcem desesperadamente para que o Brasil não dê certo. Lutam para trazer de volta ao poder aquela laia que nos governou por mais de 180 anos que, se pudessem, nos deixaria eternamente na era colonial. E o pior, para eles, é que não sabem conquistar votos. Sem isso, só voltarão ao poder através de golpe.
    Felizmente nem isso sabem fazer. Deveriam se limitar somente a fazer novelas e transmitir futebol. Sem o Galvão, por favor!”

    Desejo para todos os blogeuiros e para vc Ricardo,
    UM FELIZ 2010!!!

  14. Você está de parabéns! Esse sucesso todo reside principalmente na maneira simples com que trata dos mais diferentes assuntos.Um bom Natal e prosperidades para 2009

  15. HAAAAA…. IA ESQUECENDO DO GUILHERME AFIFI DA ASSOCIAÇÃO COMERCIAL! ORA QUE CABEÇA A MINHA…… ELE COLOCOU AQUI EM SAMPA O FAMOSO “”IMPOSTOMETRO”” NÉ?? QUE PENA ELE SE ESQUECEU DE COLOCAR AO LADO O S.O.N.E.G.O.M.E.T.R.O. SE NAO ME FLHA A MEMORIA A SONEGAÇÃO DLES CHEGA A BILHOES ! ENTAO ESTES CARAS DA ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DE SAMPA TAMBEM COM HONRA AO MÉRITO DEVEM COMPETIR AO TITULO DO ” MALA SONEGOMETRO”” NÉ????

  16. Bem, última postagem da semana, tudo mundo viajando……..
    Acabei ficando em casa me deleitando com as opiniões dos blogueiros.
    Muitos abriram os seus corações, expressaram os seus sentimentos mais profundos.
    Senti pena, alegria e satisfação.
    Aliás, vejo agora que a finalidade de nosso amigo Ricardo era esta mesma.
    A exposição, a concordância ou discordância de idéias.
    Só que isto foi mais além, selou amizades, informou, acercou pessoas.
    Muitas vezes a política foi um divisor de águas entre prós e contras.
    E assim que deve ser, no confronto e na diversidade, conheceremos o melhor.
    A liberdade de pensamento e expressão são o campo mais fértil que existe para o amadurecimento das nossas idéias.
    Agora, nesta época Natalina nosso pensamento deve se elevar ao festejo do nascimento daquele que acreditou nos homens, de Jesus.
    Discórdias e diferenças ficam de lado dando lugar ao sentimento de irmandade.

    Li publicações que me enterneceram, outras abalaram as minhas estruturas.
    Tal vez o Balaio tenha atingido o seu resultado supremo, de nos emocionar.
    Senti-me o Pequeno Polegar, entre tantos gigantes.
    Mesmo assim não me intimidei.
    Pensei, não sou um mar de intelecto, mas, no meu peito bate um coração.
    E ele me diz agora que somos todos iguais, no sofrimento, na esperança e na fé.
    Todos nós temos os nossos problemas para resolver.
    Uns maiores, outros menores.
    Mas uma coisa fica ciente, dentro deste Balaio a sorte corre por igual para todos, afortunados ou nem tanto.
    Nos entendemos, nos conhecemos, nos compensamos.
    Apaziguamos nosso sofrimento.
    Na verdade encontramos a paz.
    Na exposição dos nossos problemas achamos a compreensão e a nossa esperança continua viva, cada vez mais.

    Para todos, os integrantes desta orquestra, aonde cada um tem a sua participação especial e também para o nosso grande regente e diretor Ricardo Kotscho, pai desta obra, desejo que tenham umas Boas Festas reunidos no seio familiar e que possamos continuar a crescer e enriquecer-nos neste Balaio, hoje, amanhã e sempre.
    Abraço a todos e FELIZ 2010

  17. Pois é…

    Existem aqueles que desejam mostrar sua insatisfação e tentar melhorar ou encontrar uma saída e existem aqueles que não tendo argumentos acabam jogando tudo ao fim na mão de um DEUS.

    Cada vez mais o homem perspicaz contente com a situação ou fazendo parte dela, tenta levar a sociedade a pensar pequeno ( se apequenar) frente ao poder usando as palavras chave “paz, esperança, compreensão, igualdade e emoção” para ludibriar os menos avisados e procuram suprimir as palavras que sempre usaram no anseio do poder como: Vontade, luta, garra, direitos e razão.

    Todos temos umbigos.

    Abraço a todos e que cada dia aprendamos a levantar um pouco mais a cabeça e pelo menos tentar melhorar, aprendendo que a paz se conquista com a luta do cotidiano e não, concordando com tudo o que se nos apresentam acenando com um sim a cada passo.

    Vamos a luta companheiros! (Alguém já disse isso…)

  18. Infelizmente os maiores culpados por esta bagunça em que se encontra nosso país, somos nós verdadeiros brasileiros, que para esquecer dos problemas, nos refugiamos em nossa “pobre” cultura que se limita a carnaval e futebol. E viva o BRASIL!!!!

  19. Os assuntos de seu artigo batem com o que escrevi em um comentario. Nosso congresso virou a caverna de ali babá enquanto os brasileiros são assaltados, desta vez de madrugada.
    Culpa da reserva de bilhões de US$… tem dinheiro sobrando para a corja abocanhar mas falta para melhorar as condições de vida do povão.
    Este é igual a hiena: “come m…, transa uma vez por ano e vive rindo… ou se matando por causa de uma partida de futebol, do time do coração.
    Se o povão canalizasse suas energias e as gastasse naquilo que realmente interessa, o BRASIL entraria no rumo.
    Enquanto isto, é um navio fantasma, à deriva, com o leme quebrado e as velas rasgadas pelo vento,
    Só falta aparecer Nosferatu na proa. Sria o bandalho geral KKKKK
    ivo

  20. Violênias e decisões institucionais promotoras de mais violências.
    Qual sua origem? Porque não entendemos quais atitudes só geram mais violências?
    Eduque-se para menos corrupção. Que nossas autoridade judiciais e políticas parem de acobertar com impunidades desvios institucionais e corrupções. Aí, começaremos a reduzir essa institucional promoção da violência que atingirá a todos.

  21. Com não podemos acreditar em quem sempre tudo fez para enriquece a nosso custo: Políticos, banqueiros, Igrejas, etc. Nos resta nossa consciência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *