Eterna juventude: hoje à noite, no SBT Repórter

Eterna juventude: hoje à noite, no SBT Repórter

Ela ficou 11 anos na TV Globo, onde trabalhou em vários telejornais, no Fantástico e passou dois anos no Ceará fazendo reportagens para o Jornal Nacional. Gostava tanto do que fazia, e os colegas gostavam tanto dela, que cheguei a pensar que iria se aposentar na emissora.

Só que aí vieram os três filhos, um atrás do outro, e ela simplesmente não conseguia mais conciliar os horários de trabalho com as obrigações de mãe.

No começo deste ano, tomou uma decisão muito difícil para profissionais como ela: resolveu não renovar seu contrato com a Globo e não foi para nenhuma outra empresa. Foi cuidar dos filhos.

Fez alguns frilas para ajudar nas despesas de casa e começou a produzir com antigos colegas um programa independente voltado para as mães, que está com o piloto pronto. Recebeu várias propostas para voltar à TV, mas não queria nem podia mais trabalhar no jornalismo diário.

Até que um dia cedeu à sua velha paixão pela reportagem. O SBT, onde ela começou ainda menina, logo que entrou na faculdade, a convidou para fazer uma reportagem por mês, sem horário nem contrato fixo, e ela ficou feliz da vida com a proposta. Topou na hora. 

Ela é Mariana Kotscho, 35 anos, minha filha mais velha, e seus filhos são por acaso meus netos queridos, Laura, Isabel e André. E, hoje, às onze e meia da noite, ela volta ao ar com um programa especial do SBT Repórter sobre a eterna juventude.

Abaixo, o texto da chamada do programa que ela me mandou e pediu para repassar aos leitores deste Balaio:

“O SBT Repórter vai em busca da eterna juventude. Como viver mais e melhor?

Comer, meditar, manter corpo e mente na ativa.

A repórter Mariana Kotscho revela os caminhos para o elixir da vida.

O segredo da longevidade _ que não custa nada _ ensinado pela arte marcial e pela natureza.

Tinoco, 88 anos. O ídolo da música sertaneja tem agenda lotada e fôlego de menino.

Seu Chiquinho. Aos 91 anos ele quer sair de férias.  Mas só depois dos 100.

A clínica que atende apenas centenários.

E as pequenas porções de comida que nos ajudam a ir mais longe.

Fusae e Reiko. Duas jovens senhoras que tiram a maior onda aos 78 anos de idade.

E o que você faria se pudesse viver mil anos? Um cientista inglês explica como ainda seremos milenares.

Nesta quarta, onze e meia da noite, no SBT Repórter”.

Não percam! 

   

41 thoughts on “Eterna juventude: hoje à noite, no SBT Repórter

  1. Caro Ricardo Kotscho;

    Confesso que já gostei mais de seu blog. De alguns posts para cá, a forma de escrita se tornou um tanto pessoal, chegando a parecer que os fatos foram deixados de lado e no lugar deles foram plantados egos, histórias e memórias.
    Isso não desmerece o seu trabalho e sua história, mas faz com o blog perca, pois imagino que não seja isso que as pessoas procurem na internet, ao menos não devem procurar isso no seu blog.

    Hoje apago o feed RSS do Balaio e talvez volte aqui um dia, onde espero encontrar o conteúdo que me fez acompanhar e recomendar o seu blog a tantos amigos.

    Boa sorte e um grande abraço.

  2. Kotscho, você que é São-paulino vai ficar com um olho na bola e outro na Mariana. Eu só vou ver o programa porque é da sua filha. Longevidade é para quem pode, não para quem quer.

  3. Senti uma pontada no peito quando você escreveu “ela é Mariana Kotscho, 35 anos, minha filha mais velha”. Trinta e cinco? Credo! Não faz muito tempo, durante a cobertura da greve dos metalúrgicos de São Bernardo, tomávamos café da manhã em sua casa no Butantã – você, Dettmar e eu – quando uma pequerrucha de franjinha passou pela porta, sonolenta, a caminho ao que parece do banheiro. É a mesma pessoa ou eu é que estava sonolento?

  4. Caro Kotsho.
    É possível ser feliz?
    Isso é democracia? Estragando a festa, mais uma vez!
    ”A prefeita eleita de Tianguá (CE), Natália Felix Frota (PMDB), 23 anos, pode ter a maior remuneração entre os chefes de executivo municipal. O salário seria, inclusive, maior do que o salário do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Natália foi eleita no primeiro turno na cidade que tem uma população de 68 mil habitantes.

    Com o projeto de lei, que prevê o aumento do salário, aprovado na Câmara Municipal, a remuneração passará de R$ 12 mil para R$ 15.849. O valor é superior ao salário da prefeita reeleita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT), que recebe R$ 12,9 mil, do governador do Estado do Ceará, Cid Gomes (PSB), R$ 11,3 mil, e do presidente da república.”

    E o Art.37 da CF de 88? Seria um enfeite?

    Não foi à-toa que lembrei do velho caudilho Leonel Brizola, com suas comparações muitas vezes beirando o grotesco ao se referir aos movimentos político-econômicos das classes dominantes na história de classe do Brasil. Num dos momentos importantes da sua vida política, um trecho memorável deu um discurso seu aconteceu no palanque da Candelária, no Rio de Janeiro, no comício do movimento das “Diretas Já”, quando o eloqüente Leonel se referiu à necessidade de diminuir a distância entre “banquetes e migalhas” na vida do povo brasileiro. Profético ou patético? Aos homens do poder, nas instâncias do Executivo, Legislativo e Judiciário, sempre será permitido que se discuta os índices para o aumento do salário mínimo dos trabalhadores. Parece que o povo “órfão de Leonel”, indaga quando será oferecida a chance de ser ouvido e respeitado? Qualquer pesquisa de opinião detectaria que esse povo se encontra indignado, por merecer somente “migalhas”, diante dos “banquetes” que a mídia veicula, com requintes da boa mesa de procuradores e deputados, entre outros tantos, em contrapartida à sua limitada cesta básica. Ainda é grande demais o fosso entre os encastelados e o povo. A República insiste em viver no Império. Parece que os eleitos pelo povo se julgam uma corte a gozar das prerrogativas principescas como se fôra a realeza diante da plebe ignara. Para esta sobra o alimento da bolsa-família para matar-lhe o vazio do estômago, mas lhe falta o sustento que lhe aplaque a fome de justiça.

    Trancrição de um artigo da leitora, Aparecida Torneros p/ o blog do Flanklin Martins, em 20 de Dezembro de 2006

  5. Sr. Hugo Rosso,
    Não tenho procuração do Ricardo para defendê-lo, e ele não precisa. Mas, convenhamos, isto é um blog. Na internet os blogs são ferramentas pessoais. Os temas são tratados à luz daquilo que pensa e enxerga seu titular. Não me tome como professoral, por favor, talvez o senhor não tenha esse tipo de informação. Os temas abordados nos blogs, repito, tem natureza particular, estritamente relativa à pessoa do titular, de tal modo, que o mesmo pode apagar as opiniões, que a seu critério, destõem de seu modo de sentir.
    Peço-lhe desculpas se fui impertinente, creia, a intenção não era essa.
    Abraço.

  6. Finalmente poderemos rever a Mariana na telinha. Ganhamos nós que contaremos com sua inteligência, seu excelente caráter moral e a sensibilidade desta super mulher. E eu, especialmente, que poderei matar um pouco as saudades, daqui das terras caipiras. Ricardo: sorte para o nosso São Paulo. Rumo ao tri! Quem sabe ainda é tempo do André mudar de time? Um beijo para a família!

  7. Kotscho, meu garoto

    Ao abrir agora o teu Balaio, gostei do tema, precisamos estar informados, e esse é o dever do jormalismo, sobre os avanços, técnicas ou descobertas que possam melhorar nossa vida. Já, ou ainda, estou com 51(não no “bucho” como ontem a noite, mas na idade), e a Mariana foi sim felicíssima na sua escolha de estréia, acho que foi o Ziraldo que disse outro dia “…que o homem que completará 200 anos, já nasceu…” e veja que ele já passou dos 75 e continua um Menino Maluquinho. A minha avó, morreu com 90, mas contam-me que ela acordava todos os dias às 4:00 hs. preparava e fazia o “desjejum”, tomava uma talagada de “cana” e ia pra roça colher o café até o final do dia, e fez isso até morrer, longe de mim acreditar ser este o “elixir da longa vida”, mas se for verdade careceria de atenção científica.
    Voce percebeu que os dias e as horas parecem passar mais depressa? será isso bom ou mal sinal ? o fato é que se preenchermos nosso tempo com menor rigor, acho que viveriamos mais e melhor.

    P.S. Para não perder minha compulsão à provocação e a “gaiatice” o que é que esse ancião (no mal sentido) que abriu o “post” estava fazendo aqui no Balaio até agora? Já vai tarde…

    LONGA VIDA AO PROGRAMA DA MARIANA E PRA TI TAMBÉM SEU “SESSENTÃO”

  8. Ricarado, parabéns pela filhona, profissional competente e mãe carinhosa. Gostei de sua volta a telinha com mais liberdade e autonomia. pode crer, as 11:30 vou ver e gostaria de dar um palpite: o que nos mantém jovens é estar no meio dos jovens,com paixão pela educação e sua fomação cultural e política, comprimentando-os com a mão aberta espalmada e depois fechada, ou fazer uma visita na casa São José, no trevo de Americana, onde quatro religiosas cuidam com carinho desta casa, detalhe, as quatro tem de 80 a100 anos e esbanjam entusiasmo, alegria, acolhida desde jovens e casais que organizam seus cursos, até prefeitos petistas que foram reeleitos na nossa região (Hotolândia,Sumaré,Cosmópolis, Artur Noqueira) com seus secretariados e suas equipes de governo, assim como encontros de formação para conselheiros e diretores de sindicatos cutistas da região. Tenho certeza, se não servir a reportagem da filha, servirá para o Baláio do Pai.

  9. Ricardo, parabens pela Mariana. Estamos com saudades e relembrando os carnavais em Porangaba em que ela , a Carol e suas amigas dormiam lá em casa quando chovia e elas não podiam ir para seu sitio devido as estradas ruins.Tempos bons aqueles.
    Beijos Helena

  10. …dar boa noite a todos…parabenizar o “Véím” pela filha…destacar o coment. do Luiz Carlos 15:07…

    E dizer para o Sr.( tem pessoa que adora ser chamada de senhor) Edmundo Adôrno 15:46

    Que o Balaio, embora seja chamado de Blog, no sentido que o Sr. lhe dá, não o é.
    Vou lhe explicar porque.
    O Balaio tem, quase que permanentemente. um link na página principal de um portal da web.Por que isto? Porque êste portal precisa faturar para sobreviver, pois tem custos, etc. etc., e tem, ou pretende ter, o Balaio como conteúdo para êste propósito, coloca aquela chamada, para que mais gente, frequente o blog(?), passando pelo portal, e consequentemente por seus anunciantes.
    MS(=medium scriptum): Tô ficando puto por ter que dar esta explicação!
    …continuando…sendo assim, êste Balaio não pertrence ao nosso querido “Véím”, pertence a todos nós. Pode ter certeza que, embora ,gostem muito do mesmo, deixarão de lhe dar cobertura, a medida que diminuir a nossa frequência.
    Observe bem, quem são os anunciantes, para compreender o público alvo.
    Os comentários, muitas vezes, são mais importantes que o post,
    Tem um blog. aqui vizinho, que frequento, apenas para ler os comentários de um cara que é assíduo lá.Copio quase todos, e salvo em uma pasta.
    Poderia continuar a dissertação, mas para não menospresar a inteligência do Sr.( que pronome mais fudido), deixo à sua conclusão.
    Boa noite. desculpe-me se fui grosseiro…mas é…
    Paca, tatú, cutia não.

  11. Ricardo,
    Entendo sua colocar como pai e divulgador dá própria filha, mas deverá colocar outros temas que chame também a tenção para o “Balaio”uma mescla cairia bem de temas: político, Pessoal, Poesia e outros.
    Abraços Mary

  12. Véím!!!
    Uma sugestão…( aconselho não aceitar)
    Quando tiver cansado,aporrinhado,…
    Faz apenas o seguinte: não escreve nada como post, coloca assim:

    O ASSUNTO HOJE É..(três pontinhos)
    Deixa que os BLOGMANÍACOS como eu, encontraremos o assunto.

  13. gostei muito do programa porque acredito no “projeto” saúde oriental. Gostaria muito de ter os nomes dos profissionais envolvidos, pois o SBT demora muito para colocar o video on line e eu preciso destas informações. Obrigada pela ajuda e parabéns pela filha tão alinhada com os assuntos que acrescentam.

  14. (http://nocastvoluntarios.spaces.live.com/)

    Vejo boas melhoras na Política depois das eleições maravilhosas do dia 26/10/08, será que sonhei ou preciso de óculos? Brincadeira, as coisas caminham como uma tartaruga, na Prefeitura – Sp., e no Palácio…., será que um dia a coisa muda?
    Segundo a chefe do grupo a previsão é para 2020 rs, vou esperar deitada. Enquento isso… depois de um bom programa no SBT da filhona do Ricardo, vamos pra caminha rs

  15. Estamos em recesso, por isso não tem votação de novos projetos na Prefeitura e quando voltarmos vamos para 2010. Nosssssssaaaaaaaa que passagem de tempo.

  16. Prezado Ricardo, bom dia.

    Como também sou paulista, paulistano (do Cambuci) e são-paulino (deixaram o Tricolor chegar…), acabei perdendo o programa que me interessa sob muitos aspectos. Convença a Mariana a convencer alguém lá no SBT a reprisar o programa ou então, even better, disponibilize um DVD para cada um de seus fiéis colaboradores aqui do Balaio… rsrs.

    Forte abraço e bom dia.

  17. Amigo Kotscho
    É gratificante ver que o sentimento de família não se perdeu, pelo orgulho que você demonstra ao se referir à Mariana. Digo isso porque há muitos anos, em 1986, estávamos nós na Toca da Raposa, em Belo Horizonte, acompanhando a preparação da seleção brasileira, quando você me falou do quanto devíamos a esposas e filhos, com nossas andanças pelo mundo como jornalistas. Dali nasceu a idéia, sua, de fazer uma matéria a respeito. E eu, então repórter do Globo, acabei sendo um dos personagens. A página da reportagem especial está guardada como carinho e orgulho, não apenas da minha parte, mas da Airam, minha mulher, e do meu filho, Daniel, hoje um museólogo concursado do Iphan, trabalhando e morando no Serro (MG). Bons tempos aqueles… Bons tempos os atuais… Um forte abraço.
    PS: o gol do Botafogo foi corretamente anulado.

  18. caro carlos silva,
    rapaz, isso tem mais de 20 anos! juro que não me lembrava desta matéria.
    que bom que nossas familias sobreviveram às loucuras da nossa profissão!
    você está trabalhando aonde?
    abração,
    ricardo kotscho

  19. Obrigada aos que assistiram ao programa!!! Espero que tenham gostado mesmo.
    Seguem algumas respostas:
    – o nome do cientista inglês é Aubrey de Grey, ex-pesquisador do departamento de genética da Universidade de Cambrige
    -a roteirista do filme 2 Filhos de Francisco é Carolina Kotscho, minha irmã mais nova
    -infelizmente o programa não será reprisado
    -ah, eu tinha franjinha mesmo quando pequena – e a Carolina também.
    -obrigada pelas sugestões de pauta, elogios e recados
    -e para quem se interessou:
    Tai Chi, mestre Liu: 3031-1324// 3209-8189
    Dynamic Yoga Center, prof. Eduardo 3813-2292

    Mariana Kotscho

  20. Amigo Kotscho
    Continuo nessa nossa batalha das letrinhas, embora já aposentado. É como você me dizia: sou um carioca que trabalha como se paulista fosse. Sou um dos subeditores do suplemento esportivo Ataque, do jornal O Dia. Mais precisamente, cuidando da revisão do texto e tentando salvar nosso idioma (e lá vem reforma ortográfica por aí…). Além de leitor assíduo do Balaio… Um abração

  21. Mariana, ótima como sempre. Tem o jornalismo no sangue. Conta a história de maaneira inteligente, agradável…
    O difícil é aguentar a locução do Cesar Filho.
    Um grande abraço, caro Kotscho. Sou sua fã.

  22. Sou um repórter (por sinal do SBT) com uma filha de 4 meses. A mãe é uma médica bem sucedida. Como bom jornalista, tenho torcido para que no futuro minha filha opte pela Medicina. Torcida precoce, é verdade. Mas diante desta declaração de corujice explícita passei a pensar na possibilidade de ser pai de uma filha repórter…

  23. Ainda lembro como se fosse ontem de uma noite, em março de 1986, quando eu, pelo Estadão, e você, pela Folha, sofremos com o frio no Observatório de Capricórnio, em Campinas, à espera da passagem do Cometa Halley. A matéria foi um fiasco, pois a visão do tão esperado cometa limitou-se a uma minúscula mancha no céu, apesar da potência dos telescópios. Ao seu lado estava uma menina inquieta, que corria para todos os lados. Era Mariana, que, ao contrário do Halley, hoje brilha no jornalismo brasileiro. Passados 22 anos daquela noite em Campinas, odestino novamenta nos aproxima: na última quarta-feira, você participou da Semana de Jornalismo das Faculdades ISCA, em Limeira, onde minha filha mais velha, Rita Garcia, está concluíndo o curso de Comunicação Social. Um forte e saudoso abraço.

  24. Gostaria de saber o nome completo do mestre de tai chi Sr Liu, e contato para estudar tai chi com aquele pessoal da reportagem. grato pela ótima materia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *