“No limite”, comandante do Exército mandou Lula ficar preso. Que poder é esse?

“No limite”, comandante do Exército mandou Lula ficar preso. Que poder é esse?

“Bolsonaro é um mau militar” (general Ernesto Geisel, ex-presidente da República, ao comentar porque o presidente eleito foi reformado pelo Exército aos 33 anos, após atos de insubordinação e desordem).

***

Ficamos sabendo neste domingo, oficialmente, que os militares já tinham voltado ao poder antes da eleição do capitão Jair Bolsonaro. E foram determinantes na sua vitória.

Em entrevista à Folha, o comandante do Exército, Eduardo Villas Bôas, revelou que agiu “no limite” ao declarar pelo Twitter “preocupação com a impunidade”, no dia 2 de abril, véspera do julgamento de um habeas corpus do ex-presidente Lula pelo Supremo Tribunal Federal.

“A coisa poderia fugir ao nosso controle se não me expressasse”, explicou o general.

Fugir ao controle, como assim? Que controle? Que poder é esse numa democracia? O que ele temia? Um golpe militar? E quem o daria, o general Hamilton Mourão, eleito vice de Bolsonaro, que já havia feito várias ameaças de intervenção militar?

O eleitorado brasileiro, que fez papel de figurante em toda esta história, agradeceria se o general pudesse responder a estas singelas perguntas.

Na mesma entrevista ao repórter Igor Gielow, Villas Boas garantiu que a vitória de Jair Bolsonaro “não representa a volta dos militares ao comando do país”.

Pelas suas próprias palavras, eles já voltaram ao comando do país antes mesmo da vitória do capitão, quando o comandante do Exército intimou o Supremo Tribunal Federal a negar o habeas corpus a Lula, mantendo-o preso para não disputar a eleição.

O voto decisivo foi da ministra Rosa Weber, que mais tarde, já na presidência do Tribunal Superior Eleitoral, completou o serviço, ao impugnar a candidatura do ex-presidente, que naquela altura tinha o dobro das intenções de voto de Bolsonaro em todas as pesquisas. Tudo se deu com a precisão de um relógio suíço.

Ali se decidiu a eleição “manu militari”, com o acoelhamento do Judiciário. O resto foi consequência.

Bolsonaro assumiu a liderança das pesquisas, disparou em todas elas, após sofrer um misterioso atentando a facada, cercado de seguranças em Juiz de Fora, e correu para o abraço nas redes sociais, acionadas por dinheiro gordo no embalo do antipetismo que derrotou o substituto de Lula.

Daqui a cem anos, quando os historiadores do futuro contarem como se decidiu a eleição de 2018, o “no limite” do general e a facada de um psicopata, mais a subserviência do Judiciário e as fake news, explicarão como um obscuro deputado, filiado às pressas num partido de aluguel, chegou à Presidência da República do Brasil.

As declarações do general Villas Boas, oito meses após a sua convocação ao STF, ajudarão os pesquisadores a explicar o fenômeno.

Outra boa fonte podem ser as colunas do jornalista Janio de Freitas, com larga experiência em golpes e ditaduras militares, que escreveu neste domingo, por coincidência, no mesmo jornal:

“Se as coisas desandarem, o importante para antever o seu rumo será desvendar quanto os militares estarão dispostos a empenhar em barragem de proteção a Bolsonaro. O que dependerá da identificação, ou confusão, entre o Exército e o governo conduzido por ex-ocupante das suas casernas”.

Janio de Freitas lembra ao general Villas Boas que “fazer tocar o Hino do Exército, por exemplo, no saguão do hotel onde ocorrem as reuniões do círculo de Bolsonaro, é abusivo”.

Prestes a deixar o cargo, o comandante do Exército revelou também preocupação sobre o risco de “politização dos quartéis”.

Esse risco não existe mais. Já aconteceu, na verdade, e foi decisivo para a chegada de Jair Bolsonaro ao poder.

E vida que segue.

 

45 comentários em ““No limite”, comandante do Exército mandou Lula ficar preso. Que poder é esse?

  1. GRAÇAS A DEUS TEMOS OS MILITARES CONTRA ESSA CORJA DE CORRUPTOS DA ESQUERDA E DIREITA. AGORA É SÓ MIMIMI. SÍLVIO SANTOS PREDESTINOU BOLSONARO E MORO POR 8 ANOS. ISSO QUE A ESQUERDA ESTÁ DESESPERADA POIS ESTÃO SOFRENDO ABSTINÊNCIA DOS NOSSOS IMPOSTOS. OS SINDICATOS JÁ ESTÃO A MÍNGUA. ANOS MAMANDO E JOGANDO SEMPRE CONTRA AOS TRABALHADORES E EM CONLUIO COM A ESQUERDA. AGORA É SÓ O QUE LHES RESTA: ESPERNEAR E ESCREVER PARA PLATEIA DE FANÁTICOS DA SEITA DA ESQUERDA AS DIVERSAS TEORIAS DE CONSPIRAÇÃO. PODE COMEÇAR AS OFENSAS E A CENSURA.. VIDA QUE SEGUE

    1. Larga mão de ser besta, Maurício. Não adianta você gritar em caixa alta (só escrever em letras maiúsculas para chamar a atenção) porque aqui ninguém é cego nem surdo.
      Só publico estas barbaridades que você escreve para mostrar aos demais leitores a que ponto pode chegar uma mente doentia abduzida pelas redes sociais.
      Por que você não vai procurar a tua turma de bolsominions em vez de ficar enchendo o saco aqui?
      Vai ver se eu estou na esquina. E cuidado pra não escorregar.

      1. Kakaka… é isso Kotscho. E ainda por cima escorrega na ortografia. Aliás, democracia é incluir os militares na reforma da previdência. Essa deve ser uma precupação de interesse democrático. O general no gabinete do presidente do STF deve estar lá por altíssima competência em leis e constituição.

      2. A caixa alta foi sem eu perceber. Mais como falei. Ainda se diz educado e democrata. Como?Ofendendo e menosprezando as opiniões de quem não segue suas ideologias? Reitero que estou preparado para as ofensas e a censura. Vida que segue

        1. Voce é apenas um idiota. Tem a coragem de falar de Silvio Santos. Um bosta tão ignorante quanto voce, puxa-saco, sem vergonha, sem carater, corrupto, oportunista. Tanto quanto o candidato que apoia. O que vejo de bom em tudo isso é que ao identificar Boçalnaro com as FA, em breve o conjunto das FA estarão tão desmoralizadas quanto ao final da ditadura e, quem sabe poderemos por na cadeia os golpistas. E aí não haverá outra anistia para livrar a cara de criminosos e torturadores.

        2. Não é “Mais como falei”, e sim “Mas como falei”. E o que você falou foi: “corja”, “corruptos” e no final “pode começar as ofensas e a censura”. Cínico. Você é da escola do covarde Mamãe Falei – provoca, e quando o outro reage, se esconde atrás da PM e diz – está vendo como eles são? Xô, xispa, vaza, urubu.

          1. Bem que Mano Brown tentou trazer vocês para o mundo real, mais o fanatismo pela seita não permite. Por acaso vocês não acham que corruptos são corjas? A prova e o exemplo que estão sofrendo de abstinência de nossos impostos é que até o tal acampamento do bom dia condenado acabou por falta de dinheiro. Cadê os companheiros para manter aquele circo? Onde estão os artistas e intelectuais milionários? São na realidade os esquerdas caviar. O problema é que não conseguem mais adesões para as aventuras do quanto pior melhor. Estão ficando sozinhos em suas estratégias de destruição da dignidade alheia, fazendo reféns o cidadão de bem. Os partidos de esquerda que antes eram tratados como puxadinhos do PT estão se afastando e formando um bloco de oposição com responsabilidade. O PT hoje só se mantém com o fanatismo e idolatrias. Fiquem a vontade para ofender e censurar. Mais tenho certeza que aqui temos os direitos constitucionais assegurados. Vida que segue

          2. Renata, poderias indicar uma fonte que mostre o Arthur Mamãe Falei agredindo alguém ou com uma provocação que justifique agressão física?

    2. “Às vezes é melhor ficar calado deixando que os outros pensem que você é um idiota, do que abrir a boca e acabar com a dúvida” (Abraham Lincoln).

    3. Enquanto estiverem agindo como uma seita, tudo bem. Não pode é virar religião, como o bolsonarismo está se transformando. Chamam-no até de “mito”. Aí o Papa Francisco ficará preocupado.

    4. …não Ricardo, esta pobre criatura esta aos gritos, porque começa a sentir a dor moral de ter que continuar defendendo esta farsa que da qual fez e fará parte…dor moral é terrivel, ainda não há medicação ou tratamento para ela, a maioria acaba, em completo desespero, siicidando ao enfiar a cabeça num vaso sanitário e deixando a válvula da descarga presa.E o pior esta por vir, pois ficam na porta do inferno pedindo para entrarem e não teem permissão, pois nem o capeta mais caridoso quer saber deles…o Cristo, quando soube que tinha vindo pra salvar este tipo de gente, pediu ao pai pra ser crussificado antes de terminar o serviço.

    5. Chega a ser nauseante os comentários de certas pessoas. Falta conhecimento, capacidade de fazer uma leitura da realidade. A esquerda sofre muito mais com a ignorância da direita…voltar ao poder não é problema pois é questão de tempo, curar a sandice da direita é impossível.

  2. Nossa Sr. Ricardo, tá difícil de você entender mas vamos lá:
    O Bolsonaro ganhou por que quase 90 milhões de eleitores (a soma dos que votaram no Bolsonaro e dos que votaram branco e nulo) se recursaram a votar no poste do Lula;
    O Bolsonaro ganhou por causa da ojeriza que as pessoas pegaram do Lula e do PT, que quando era oposição pregava honestidade e ética e quando governo fez o oposto do que dizia ser;
    O Bolsonaro ganhou por causa da falta de humildade do PT e do Lula em reconhecer os erros que levaram o país à bancarrota e ao maior escândalo de corrupção que se tem notícia;
    O Bolsonaro ganhou por causa da arrogância do Lula em bater no peito e se auto intitular a pessoa “mais honesta deste país”, mesmo aceitando agradinhos de empreiteras que tinha negócios bilionários com o governo.
    Entendeu agora? Bom, caso tenha entendido ainda, vai bater um papo com o Mano Brown que ele te explica melhor.
    Abraço

    1. José Roberto, você está chegando agora aqui, poderia ao menos ser um pouco menos arrogante.
      Aqui não tem dono da verdade.
      E você acha mesmo que o Bolsonaro só ganhou por esses motivos que você listou, que leu nas fake news das redes sociais? Mais nada?
      Concordo com tudo que Mano Brown falou, mas acho que você ainda não entendeu nada.

  3. O Bolsonaro é mesmo cria do PT. De tanto esse partido ficar fazendo bolsa daqui, bolsa dali que nasceu o bolso-naro. Dizia um monge budista que ‘o semelhante atrai o semelhante’.

    1. Se o “semelhante atrai o semelhante”, deixe de comentar aqui. Crie um blog seu, convide o Maurício e o Zé Roberto para dividirem a estupidez que sairá de lá.

  4. O general confirmou que agiu em parceria com a Globo para ameaçar o Supremo. Portanto, rasgou a Constituição.
    Os ministros do Supremo, acovardados frente ao poder das armas, também rasgaram a Constituição.
    Com ações criminosas, ilegais e fake news os militares tomaram a Presidência da República.
    Por que os brasileiros têm medo dos generais ?

  5. Havia um clima de revolta com a possibilidade do STF decretar, na prática, que Lula era alguém acima da lei. Para quem vive na bolha petista e desconhece o fato, sugiro lembrar dos milhões na rua por ocasião do impeachment e imaginá-los (muito) irados. Se isso sairia do controle não sei, o general achou que poderia.

    Lula não deixou de concorreu em virtude da prisão, mas da condenação. A diferença é importante. E quem dava algo pelo Bolsonaro em abril? Ao contrário, o PT queria enfrentá-lo. Isso era parte da estratégia do gênio político que, como tanto lemos por aqui, conseguia controlar tudo de dentro da cadeia.

    Vendo a derrota, tentaram atribuí-la às fake news, numa pantomima na qual a Folha se prestou a lamentável papel. Citem exemplos dessas mentiras tão poderosas que mudaram os votos de milhões, mesmo que os disparos de Whatsapp tenham sido iguais dos dois lados e afetado a uma pequena minoria.

    Exageros de eleição, sim. Mas não há nenhuma mentira escandalosa contra o PT. Até porque isso seria desnecessário. E é o contrário. Das bolsas que o Lula inventou e os tucanos queriam acabar ao banqueiro que roubava o prato dos pobres, foi o PT quem ganhou várias eleições na base da mentira.

    1. Não adianta ficar batendo na mesma tecla. É baton na cueca. Voce não entendeu. O general confessou que Lula é um preso político. Houve um conluio para impedi-lo de concorrer. Isso não é mais uma hipótese. Está tudo claro. Os generais ameaçaram o supremo que acovardado como disse o Lula não intervieram. Ou seja, não ha justiça no país. A gente já desconfiava desde o impedimento de Dilma pois ela foi removida sem crime e Moro e demais foram agindo fora da lei para afastar Lula. Melhor seria o STF criar vergonha e decidir de acordo com a lei e deixar que os militares tomem o poder. Melhor que uma ditadura assumida que uma mascarada.

  6. Caro Ricardo,
    Acho que forças externas (imprensa, organizações sociais, ONU) poderão ter influência para amenizar o sofrimento do nosso povo. O caso Lula será resolvido por pressão externa.
    Se depender do judiciário e da imprensa brasileira, o Bolsonaro fará toda maldade.

  7. Desde agosto deste ano sempre me referi à uma “candidatura militar” em lugar de me ater ao ex-capitão como uma candidatura na mesma situação das demais. Nunca me passou desapercebido, daí a insistência em defini-la como “candidatura militar”, o fato de havia subjacente à movimentação em torno do ex-capitão um “projeto militar de poder”, para o qual não faltariam militares de alto coturno na reserva envolvidos e egressos dos tanques de pensamento da ESG, sobretudo, dos núcleos de inteligência militar treinados, e bem treinados, dentro e fora do país. Não há porque estranhar o conjunto de declarações, de dentro das casernas e do Clube Militar, inclusive e especialmente do vice-presidente, que jamais falariam sem tocarem de ouvido. Apenas quem não conhece minimamente a hierarquia militar pode imaginar que algum comandante opinaria a respeito de questões centrais tão-somente com base no que se lhe desse na telha.

  8. Prezado Kotscho. Admiro sua paciência com este monte de gente que não sabe de nada, não conhece nada e não lê nada e se acha entendedora. Mas em muito pouco tampo, cairão na real.

  9. Paura, muita paura, prenderam Lula porque sabiam que venceria no primeiro turno. Imagino o juizeco dando aula de moral e cívica numa escola Americana, e os generalecos de pijama terem que arrumar sua própria cama em portugal.

  10. A que pesquisas você se refere, Roberto Magalhães Pires (ou Israel Pereira Andrade, não dá pra saber ao certo).
    Qual delas apontou a reeleição do Fernando Pimentel. Não dá pra publicar tanta besteira sem noção. Tá fora do balaio.

  11. Rui Costa Pimenta sempre disse que não se dá golpe por aqui sem o beneplácito das FFAA: não teria havido o golpe de 2016 sem o seu apoio. E desde o governo Temer, com os militares ocupando cada vez mais cargos civis, incluindo um general no cangote do presidente do STF (que acabou dizendo que o golpe de 64 foi um ‘movimento’), sabemos que estamos numa ‘democradura’, um governo civil de fachada comandado por militares alinhados, tal como Bolsonaro que bate continência para bandeira alheia, aos EUA. Isso ficou claro para mim quando Liliane Ayalde costurou o acordo MIEA entre as forças armadas dos dois países. É um ataque continental segundo Rui Costa, vide processos semelhantes em outros países. A vida que segue não vai ser fácil. Fico pensando nos nossos índios, no que será deles e das suas terras, e meu coração fica apertado.

  12. O STF depois dessa entrevista tornou-se o “Poder” mais esculachado da republiqueta do Cartel do “MT”.
    Realmente, faz jus ao esculacho do filhote do filhote da ditadura, que dimensionou bem a insignificância de um Poder que não tem se dado ao mínimo respeito, tão-somente decantando uma narrativa bacharelesca e gongórica para, simplesmente, exercerem um ritual de genuflexão à escalada autoritária. Os sinais retumbantes de genuflexão já haviam sido ensaiados pelo patético e ridículo atual presidente do STF em suas análises revisionistas do golpe militar de primeiro de abril de 64.

  13. Prezado Kotscho: Se conforme o comentário antigo de que “Bolsonaro é um mau militar”, interpreta-se que nem para milico ele serviu e que agora vai comer pela mão de outros de farda. É isso mesmo, ou estou enganado?

  14. Caro Kostcho,como eu já disse em comentário anterior,o bozo não passa de um jagunço nas mãos de meia duzia de fazendeiros( generais,paulo guedes,mouro,etc)ele sempre fará o serviço sujo(caça ao inimigos do regime) e as viúvas da Ditadura( militares e simpatizantes) junto com os bolsonetes(enpresarios e simpatizantes vestidos de amarelo) farão de tudo para destruir o que o trabalhador conquistou nos ultimos 80 anos, só para satifazer a ganância sem fim dos apoiadores e a sede de poder dos bananas de pijama verde oliva!
    O banquete está posto na mesa( dos ricos ) e a conta esta nas costas dos trabalhadores!
    Força Amigo!Estamos juntos na Resistência!

  15. Assim como a cúpula do PT e por extensão todos os PTistas desejam ver LULA solto, ainda que isto implique passar por cima das leis, a maioria absoluta dos Brasileiros querem o cumprimento estrito das leis e isto implica LULA preso.
    No momento em que o STF tentava a qualquer custo encontrar uma saida (nada honrosa) para soltar Lula, isto implicaria na possibilidade de uma revolta geral, podendo eclodir ai uma instabilidade politica e de segurança.
    Foi neste contesto que o general Vilas Boas se manifestou acertadamente, numa clara advertencia à quem poderia estar acima da lei para soltar um preso condenado

    1. A minha avó lá de Itabira-Mg, colega de classe do poeta Drummond, do 1º ao 4º ano de grupo; a Escola ainda tá lá; gostava da frase: “Deixa pra vê o que vai acontecê”. Segundo ela, os políticos brasileiros deveriam “falar menos e trabalhar mais”.

  16. É inegável o peso político de Lula. O peso histórico. O peso da esperança que ele representou para uma parcela da população brasileira que com ele se identificou, em sua trajetória política e até pessoal, como o “migrante que venceu na vida”, o “operário que chegou à presidência”. Eu não tenho nenhuma simpatia para com a esquerda, ideologicamente . Sei onde o “sonho socialista” desemboca. E também tenho a convicção de que Lula é, sim, culpado pelas condenações que já sofreu e por aquelas que ainda vai sofrer.
    O exército foi ativo, aumentou a voz e fez bem, a soltura de lula seria usada para liberar todos os outros políticos presos.

  17. Mestre, o artigo esgota, para quem conserva a lucidez e a capacidade de saber e entender o básico, o absurdo a que fomos levados quanto país, mais intensamente a partir de março de 2014.
    Não é preciso estender-se mais sobre a desagregação, desmonte e entrega, em todos os sentidos, a que nós brasileiros estamos sendo expostos e submetidos, pois está mais que explicita a verdade dos fatos:
    “Não é Lula, mas sim o que representa, que é condenado e preso, para que o Brasil não possa dar certo para os brasileiros”.
    A liberdade de “Lula”, é a liberdade do Brasil, libertar “Lula” é libertar o Brasil, só não vê isso, como veem os que desejam e os que não desejam, o Brasil colônia, os muito tapados ou os omissos e covardes, para ver.

  18. Libertar Lula é respeitar a Constituição de 1988, é respeitar a presunção de inocência, e, no caso dele, a inocência de fato. Se ele estivesse preso por ter sido julgado com lisura, com provas concretas apresentadas para configurar crimes, isso seria correto. Ele foi condenado por “indícios” que o tal moro entendeu serem suficientes para definir que Lula ganharia um apartamento de uma empreiteira que ele teria beneficiado enquanto presidente. Isso é justiça?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *