Justiça seletiva fura fila para apressar condenação de Lula

Justiça seletiva fura fila para apressar condenação de Lula

Se alguém ainda tinha dúvidas de que a Justiça é partidária e seletiva, não tem mais motivos.

Para apressar a condenação de Lula, os desembargadores do Tribunal Regional Eleitoral da 4ª Região, em Porto Alegre, furaram a fila das ações que aguardam julgamento de recursos e passou o de Lula à frente de outros sete processos.

Curiosamente, entre estas sete ações não há nenhum dos nomes do PSDB delatados pela Odebrecht e JBS. Não há nem processo instaurado.

O mais antigo é o do empreiteiro Marcelo Odebrecht, que deu entrada em agosto de 2016, um ano antes do recurso de Lula, e ainda está nas mãos do relator.

O recurso do ex-presidente começou a tramitar no TRF-4 no dia 23 de agosto de 2017.

Foi o processo que chegou mais rápido ao tribunal depois da condenação: apenas 42 dias, um verdadeiro recorde, como mostra a matéria “Caso Lula passa à frente de 7 ações da Lava Jato em Tribunal”, de José Marques, na Folha desta segunda-feira.

Com discreta chamada na primeira página, o jornal ouviu o presidente da corte, Carlos Eduardo Thompson Flores, que já havia elogiado a sentença de Moro logo após a condenação de Lula a 9 anos e 6 meses por corrupção no caso do triplex do Guarujá.

“O julgamento dos processos pela ordem cronológica de distribuição no tribunal não é regra absoluta. O próprio art. 12 do Código de Processo Civil afirma que é preferencial essa observância”, justificou Flores.

Só não explicou porque, justamente no caso de Lula, a ordem cronológica deixou de ser preferencial.

O revisor Leandro Paulsen, que marcou a data, alegou que o processo de Lula furou a fila porque as ações andam de acordo com a “complexidade e o ineditismo de cada um”.

Onde isto está escrito no Código de Processo Civil e quais são as razões apresentadas pelo revisor não se sabe.

Como a condenação de Lula por 3 a 0 já foi anunciada aos quatro ventos por vários entes da Justiça e é dada como fato consumado, o julgamento marcado para o dia 24 de janeiro poderá ser apenas um rito de passagem para tirar Lula das eleições presidenciais de 2018.

A exemplo do que aconteceu no processo para derrubar Dilma Rousseff, será dito que “tudo foi feito dentro da lei, respeitando a Constituição e o Estado de Direito”.

A esta altura, ninguém mais se pergunta, a não ser a defesa do ex-presidente, se há ou não provas para justificar a condenação de Lula em segunda instância.

As provas tornaram-se apenas um detalhe na condenação anunciada desde o ano passado quando Sergio Moro interrogou Lula em Curitiba.

As revelações feitas pelo repórter da Folha apenas confirmam o caráter político deste julgamento. Os concorrentes do jornal paulista, apenas aguardando a confirmação da sentença, nem tocam no assunto, e já especulam sobre o pós-Lula. O que acontecerá depois ninguém sabe.

É jogo jogado.

Vida que segue.

 

22 comentários em “Justiça seletiva fura fila para apressar condenação de Lula

  1. Eita nóis, os blogs da esquerda estão desesperados em ver lula presidente…eita boquinha que não chega.
    Enquanto isso, comprei duas caixa de rojão e uma garrafa de Moet Chandom, para comemorar dia 24/01/18.

    1. Sergio,
      não julgue os outros pelos teus parâmetros morais (ou a ausência deles).
      Em 53 anos de profissão, nunca precisei de boquinha.
      E este não é um blog de esquerda, mas um blog jornalístico há mais de dez anos no ar que procura analisar os fatos como os fatos são.
      Será que você é incapaz de escrever qualquer coisa sem ofender os outros?
      Pode comemorar à vontade. A Justiça seletiva e partidária garante.
      Ricardo Kotscho

      1. Kotscho, o viés da rapidez no processo nao elimina a culpa do julgado. E vc é sim “enviesado”, como vc mesmo já reportou em algum outro post do passado (como vc é de esquerda…ora o blog tende sim a ser de esquerda. Nada contra isso). Mas isso é um problema da própria justica brasileira inoperante. Caso fosse eficiente sempre, nao daria margens pra pessoas como vc fazerem pressao para continuarem na ineficiência por causa de um conflito de interesse fortíssimo (é de esquerda e amigo do julgado).

        1. Parabéns, Mestre, pela merecida e ensurdecedora resposta a comentário tão impositivo, desse certamente especialista em intelecção de texto, pelas amostras lapidares expostas na segunda e última frase, indicando que em poucos segundos desvende a ensurdecedora resposta. Só rindo!

      2. Primeiro não sujo sua bela biografia,que acompanho a muito tempo, quem esta sujando ultimamente é você mesmo….Quando trabalhava na Record, seus comentários estavam mais realistas, tanto é que vários de seus seguidores partidários, que comentavam no blog, postaram que não visitariam mais o blog.

        Depois de sua saída da Record, hoje, você decidiu “vestir a camisa do partido”, com textos que não condizem com sua história, tanto é verdade que seus parceiros petistas que comentam aqui disseram… “agora sim Kotscho, você esta sendo o Kotscho”.

        Mas vamos ao que interessa……..aos “fatos como os fatos são”.
        O seu amigo lula, é réu em 5 (cinco) processos, e sua defesa tentou por várias vezes, em outras instâncias tirar da mão do juiz Moro, sem ter tido sucesso em nenhuma delas. Tentou também junto ao STF, perdeu também. Nos últimos meses foram mais de 10 ações para tirar do TRF4 e todos recusados……..a pergunta que fica: então no seu conceito todos esses juízes são partidários é tudo carta marcada?….com essa sua afirmação você põe a mão no fogo pelo seu amigo e joga a honestidade desses juízes no lixo, é isso?…Será que você não vê a diferença desse julgamento aos demais?, estamos falando de um candidato a presidência da república, com reais possibilidades de disputar um segundo turno, você queria um julgamento moroso?, você quer ver um réu condenado ser presidente do Brasil?,
        diante desse post tosco, acusando a justiça brasileira.

        Já elogiei muitos de seus posts, …mas esse?

  2. Ele é um criminoso antes de um candidato. Fato de ser seu amigo de longa data pode dificultar ver isso. As provas estão aos quatro ventos. Os fatos são apenas detalhes para quem só vê o que quer. Por isso a defesa é a única a insistir na ausência de provas.
    Jogo jogado. Essa já era, mas muitas outras virão.

    1. Cite uma prova.
      Serve conta no exterior,
      mala de dinheiro,
      apartamento com 50 milhões,
      ligação telefônica afirmando que vai matar,
      helicóptero com cocaína,

  3. O mais interessante no julgamento do recurso da farsa jurídica, Mestre, é o papel que poderão escolher representar dois dos julgadores, entre os três encarregados, sabendo-se que Gebran Neto homologará a sentença, envolvido que se mostra factualmente com o autor da sentença, o ‘imparcial’ de Curitiba, que condenou Lula, sem provas em processo sem condições de ter sido aceito e julgado por aquela vara, a não ser para viabilizar a decisão prévia de processarem e condenarem Lula, para alija-lo do cenário político nacional, junto com o PT.
    Os juízes, Paulsen e Laus, embora crias do meio, patrimônio da casa grande, mesmo sob pressão total por parte de golpistas, em todos espaços e sentidos por onde movem-se, dada a sentença que irão julgar ser absolutamente insustentável, perante os padrões e normas ordenadas pela Justiça, com discernimento, não esquecerão que lhes restam, duas saídas de fato e apenas uma de direito. E como a vida continua, se de fato e direito fizerem a escolha, serão de nome próprio, protagonistas à luz da história, se de fato e não de direito fizerem a escolha, serão meros coadjuvantes, do nome próprio dos golpistas a que serviram, na escuridão da história e, o pior, sem garantir que irão parar a roda da história que conta, pois essa batalha Lula já venceu, antes, junto ao povo, basta aguardar.

  4. Não estou entendo mais nada.. Lula se diz o homem mais honesto na face da terra; todos os petistas dizem que Lula é inocente. Porque somente agora querem retardar o comprovante de inocência dele? Não será muito mais benéfico que ele consiga o quanto antes provar que o Juiz Sergio Moro o perseguiu e que ele provará sua inocencia a um colegiado? Pelo sentido do texto, dá para entender justamente o contrário, que nem mesmo os mais céticos petistas ainda acreditam nesta inocencia e já dá como certo sua condenação.
    Se assim for, está corretissimo o TRF-4, pois o Brasil correto já não aguenta mais ficar na dependencia da agenda de quem deve acerto com a justiça.. Que saia logo este julgamento,doa a quem doer…

  5. Ricardo seu artigo, sua resposta e o último comentário apenas são sensatos, o resto é lixo da elite do século 18 XVIII, insensata, fazer o que? Tenho saudade de quando você escrevia no IG, e recebia até ou mais de 1500 comentários, eu lia todos e respondia, a alguns coxinhas e havia um bom debate, porém aqui seus comentaristas são com raras exceções, retrógrados, reacionários, como a justiça, com venda nos olhos para não enxergar a realidade, do povo, dos trabalhadores e do país! triste, muito triste!

    1. Caro Sergio,
      o pior é que isso não acontece só aqui no Balaio.
      Pelo que vejo nos outros blogs, a invasão da intolerância e da insensatez se dá em todo lugar,como se fosse uma operação muito bem organizada, que sufoca o debate e fica valendo só o pensamento único.
      Antes havia mais equilíbrio nos comentários, cada um defendendo suas posições com argumentos e até com bom humor, não com esse discurso raivoso que não respeita as opiniões alheias.
      É o retrato de um país que está perdendo a vergonha na cara, com cada vez mais raras exceções.
      Gato pela participação,
      Ricardo Kotscho

  6. Se o processo sair do “Tribunal Regional Eleitoral da 4ª Região” como informa o Sr Ricardo Kotscho, e seguir no trâmite normal, sendo julgado com a brevidade que o caso urge, na instância pertinente, que é TRF (Tribunal Regional Federal) da quarta Região, cuja abrange jurisdição da 13a. Vara Federal, do titular Juiz Sérgio Moro. Ao contrário da morosidade, como no caso do Maluf, na minha opinião um aprendiz de corrupção, se comparado aos atuais, a celeridade da Justiça deveria ser aplaudida pelos que possuem bom senso. Aliás, Lula foi Presidente em 2003, em 2005, já esteve envolvido na falcatrua do mensalão, e desde então se juntou com as maiores raposas da politica brasileira, como Sarney, Renan, Sergio Cabral, Eduardo Cunha, Michel Temer, Gedel Vieira Lima, Edison Lobão, Jader Barbalho, Garotinho, até o Maluf também o apoiou. Enfim, falar que em 2018, Lula, depois do Mensalão, Petrolão, Friboião, Olimpidão, Copão, Itaqurão, continuar solto, e vem agora os petistas pintarem de perseguido?
    Em tempo, a ex Presidente da Korea do Sul, esteve envolvida (não diretamente, mas através de uma confidente espiritual), num escândalo de 35 milhões da Sansumg, além de ser “impichada” do cargo, foi presa, e nem sei se já foi solta…
    vem agora falar em Justiça seletiva?
    Até o Kotscho,vem pedindo que políticos do PSDB deveriam também ser julgados pelo Moro e/ou TRF, da Quarta Região, como se precisasse alguém relembrá-lo, que cada um tem seus locais de julgamentos.
    Enfim, também concordo com o Sergio, que o Kotscho, não conseguiu ser independente como Dono do Balaio, muito pelo contrário, está atualmente com textos no padrão PML, PHA, Luis Nassif, e a turma do Brasil247.
    Grande abraço, e um Feliz 2018, de preferência com os grandes corruptos presos!

  7. Os setores golpistas seus aliados tudo fazem para atacar o PT e especialmente Lula, que pontifica como liderando as pesquisas para a eleição presidencial de outubro deste ano. Está claro que, de tudo, o árbitro será na Justiça, esta o pilar principal do golpe, que se deu em 2016 e ainda está em sua evolução perniciosa, em detrimento dos trabalhadores e em benefício da elite brasileira, majoritariamente aliada do capital internacional, que voltou com avidez e pressa a dilapidar e entregar nossas riquezas. Os feitos, em última instância, serão ajuizada pela Justiça sabidamente golpista e aliada da elite, mesmo sendo aqueles no papel simples operadores, todos assalariados. Não causa espécie o quanto essa nossa elite delinque? Quanto pagam aos advogados que a defende em seus delitos fiscais, financeiros, previdenciários, e mesmo no crime como agora acontece com frequência? Os preços exorbitantes, na verdade fortunas, que a elite costuma pagar, seriam somente para remunerar o trabalho dos seus defensores, com pareceres que custam tanto quanto o salário de um grande astro do futebol ou da TV, ou haveria algo mais nesses preços, mais alguém que recebesse por essa via prebendas? A verdade é que, qualquer empregado, público ou não, mesmo ganhando algo no entorno de R$ 50.000,00 mensais não passa de classe média alta, essa a verdade, não dá para ostentar riquezas (iates, aviões, residências suntuosas, carros luxuosos, viagens deslumbrantes). Quem tem este comportamento, e não são poucos os que ostentam esse tipo de riqueza pessoal no aparelho de Estado brasileiro, verdadeiros lordes, tem grandes chances de ser um ladravaz, seja juiz, militar, policial, empregado público de uma maneira geral ou de empresa estatal. Todos fingem não ver, não há fiscalização, muitos destes se auto-fiscalizam.

  8. Há um filme de Costa Gavras cujo pano de fundo é o comportamento dos juízes de um Tribunal “Especial” durante o governo de Vichy do Marechal Petain na França ocupada de 1941. Vale conferir! Não há como fugir da verossimilhança na “agilidade” do sentenciamento. A película intitula-se “Section Speciale”: ‘Sessão Especial de Justiça” na tradução em português. link:https://www.youtube.com/watch?time_continue=93&v=RARvX-ztxgQ.
    O jogo começou jogado desde que Dirceu foi transformado em um ponto fora da curva. O PT rifou o ‘general’. Achava que entregando a faixa do capitão do time tudo acabaria em “piada de salão”. Não é de estranhar o fato do PT terminar com seus notáveis encarcerados. De espantar é a extraordinária resiliência política de Lula, que vem renascendo das cinzas espalhadas pelo rescaldo de Dilma após a tempestade de junho de 2013. O dia 24 deixará que não falte o “sangue na calçada” imaginado por um indignado Mino Carta diante da ‘passividade’ da oposição? A batalha do dia 24 será mais uma do Barão de Itararé? De certeza absoluta mesmo temos o TRF-4 tocando de ouvido com o TSE.

  9. Prezado Ricardo Kotscho,
    são profissionais como você, com coragem e gabarito para afrontar a mediocridade e a hipocrisia, que mantêm nossa crença na possibilidade do Brasil vir a ter uma imprensa mais plural e honesta. Enquanto a maioria de nós estivermos à merce do oligopólio “deformador de opinião”, verdadeiro partido político a serviço dos projetos de seus donos e patrocinadores, qualquer apedeuta ou filósofo de botequim, formados pelo jornalismo de esgoto, se achará no direito de afirmar impunemente os maiores absurdos na defesa de posições totalmente em descompasso com a realidade factual. Infelizmente, muitos desses peroradores encontrarão ouvidos absolutamente alienados ou cinicamente interessados, prontos para receber o chorume destilado dia a dia, pois, como afirmou Pulitzer, “com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *